Boa Cerveja-Feira…. com Whitewater IPA

By | 27 de maio de 2016

Esta semana temos a oportunidade de conhecer uma cerveja que mescla dois estilos bem conhecidos, a Whitewater IPA.

Mais uma cerveja da linha sazonal da Samuel Adams, que desta vez resolve misturar o melhor das Witbiers com o melhor das IPA americanas.

Para fazer isso eles usam maltes de Pale Ale com malte de trigo branco e usam lúpulos Topaz, Chinook, Cascade, Simcoe, and Citra para dar o toque das IPA americanas.

Mas alem disso, usam sementes de coentro e casca de laranja como é esperado nas witbiers e ainda trazem um toque de personalidade colocando damascos nesta receita.

O resultado, como veremos a seguir, é uma cerveja que surpreende pelos aromas e sabores.

Whitewater IPA

2016.05.27 Samuel Adams Whitewater IPADados Técnicos:

Cerveja: Whitewater IPA
Estilo: IPA White
Teor: 5,8%
País de origem: EUA
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,25

Quando servimos a Whitewater IPA vemos uma cerveja em um tom intenso de dourado, levemente opaca e com uma formação de espuma densa e duradoura.

No aroma somos apresentados a um toque cítrico, frutas amarelas como damasco bastante presentes e malte. Em segundo plano temos a presença de especiarias e coentro de maneira discreta e agradável.

Quando provamos a Whitewater IPA encontramos uma cerveja de corpo médio-alto e boa carbonatação, enquanto que  no paladar temos o sabor cítrico e frutado com o amargor bastante pronunciado. Encontramos notas de maracujá, damasco e grapefruit e em segundo plano o dulçor do malte, notas herbais e uma leve percepção condimentada.

No aftertaste são mantidas as notas cítricas com toque de damasco seco e o amargor se apresenta crescente e persistente ao final salientando as notas cítricas.

A Whitewater IPA é uma cerveja densa, cítrica e frutada com as notas de damasco usado na receita presentes em toda a degustação, e fechando com um amargor cítrico, herbal e seco.

Temos um vasto leque de opções para harmonizar uma cerveja como esta, que apresenta várias camadas de aroma e sabor.

Minha sugestão para a harmonização são tiras de peito de frango empanadas com molho de blue cheese, buscando contrastar as notas cítricas e frutadas da cerveja com o salgado do molho.

Prost!

Fabrizio Guzzon

5 thoughts on “Boa Cerveja-Feira…. com Whitewater IPA

  1. Lucas F. Zurwellen

    Fala Guzzon,

    Cara interessante essa SA pois até agora não curti de nenhuma mistura de Wit com IPA ou Wit lupulada, as 2 que provei tinha um aroma meio estranho para mim e sabor não muito destacado.

    Um dia consigo tomar essas SA, abraços.

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Anselmo.

      Mantendo o tema da semana, mesmo que seja no sobrenome… rsrrs

      Abç
      Guzzon

      Reply
  2. Daniel Córdova

    Fala Guzzon!

    Essa sequência de Sam Adams deixa a gente maluco hehe

    Muito interessante adicionar o damasco à receita. Geralmente ele aparece indiretamente nas cervejas belgas, não lembro de ter visto alguém adicionando o fruto mesmo na cerveja. Combinou legal com a carga de lúpulo?

    Abraço!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Daniel,

      Cara, o damasco entra muito bem nesta combinação. Ele completa essa percepção que o lúpulo americano trás e reforça o conceito belga da cerveja, que mesmo não sendo uma presença das wits é uma presença em muitas blonds belgas.

      Da caixa de sazonais que comprei da Samuel Adams acho que esta foi a melhor que eu tomei.

      Abç
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*