Beercast Brasil http://beercast.com.br Um podcast onde Cerveja é o tema principal. Toda Quarta-Feira! Fri, 17 Jan 2020 11:38:47 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.2.5 http://beercast.com.br/wp-content/uploads/2017/06/logo_bc_500x500-150x150.jpg Beercast Brasil http://beercast.com.br 32 32 Um podcast semanal onde cerveja é o tema principal, degustamos as melhores e piores cervejas do mundo, contamos o que achamos e damos boas risadas. <br /> <br /> Se você adora cervejas e quer estar por dentro deste mundo, o convidamos a ouvir nossos programas. Beercast Brasil clean episodic Beercast Brasil contato@beercast.com.br contato@beercast.com.br (Beercast Brasil) BeerCast Brasil Beercast Brasil http://beercast.com.br/wp-content/uploads/powerpress/ico_itunes_beercast_1400x1400_novo.jpg http://beercast.com.br TV-MA São Paulo, SP Weekly Boa Cerveja-Feira #307… Von Der Volke Koyt http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-307-von-der-volke-koyt/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-307-von-der-volke-koyt/#respond Fri, 17 Jan 2020 03:45:11 +0000 http://beercast.com.br/?p=19080 Esta semana vamos investigar os mistérios esquecidos do passado holandês, interpretando um sommelier de arqueologia, com a Von Der Volke Koyt Esta cerveja é produzida pela Schornstein em parceria com a Von Der Volke, uma marca de camisetas catarinense, mas com descendência holandesa. Assim como a cerveja. Já a dica de podcast deste semana vai… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #307… Von Der Volke Koyt apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos investigar os mistérios esquecidos do passado holandês, interpretando um sommelier de arqueologia, com a Von Der Volke Koyt

Esta cerveja é produzida pela Schornstein em parceria com a Von Der Volke, uma marca de camisetas catarinense, mas com descendência holandesa. Assim como a cerveja.

Já a dica de podcast deste semana vai para o RPG Next, um podcast que tem programas sobre regras e sistemas para quem gosta de conhecer a teoria por trás do jogo, e programas com jogos de fato. Como o RPG é um hobby meu que antecede a cerveja e que tenho mantido presente na vida a algumas décadas, acho legal compartilhar um podcast que trate do tema com tanto profissionalismo.

O RPG Next conta com uma quantidade bem grande de participantes, isso garante que exista conteúdo diversificado mantendo o portal sempre movimentado e os jogos semanais sempre acontecendo. Por sinal, as campanhas são ótimas em diversos sentidos, mas a interpretação é um ponto de destaque que merece ser citado.

As campanhas ocupam meses de podcast, então para ouvir uma campanha é bom ter ciência que é algo demorado para se terminar, mas que vale a pena. Mas eles produzem programas pontuais, em sua maioria comemorativos, de uma única sessão. E usarei um destes como a dica, o programa especial de Natal usando o sistema Fiasco

Tarrasque na Bota Especial de Natal 2019 : Um Fiasco de Natal


 Von Der Volke Koyt

Von Der Volke KoytDados Técnicos:

Cerveja: Von Der Volke Koyt
Estilo: Tradicional Ale
Teor: 5,3 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,00


A Von Der Volke Koyt se apresenta uma cerveja dourada, cristalina e brilhante. A espuma branca tem boa formação e persistência, mantendo uma fina camada sobre o liquido por um bom tempo. Visualmente a cerveja é de fato muito atraente.

No aroma as notas de malte ocupam o primeiro plano, dividindo espaço com a percepção de biscoito doce, casca de pão e um agradável e suave floral silvestre. O segundo plano traz notas um pouco mais adocicadas, remetendo a mosto e um toque de caramelo muito suave.

Ao provarmos a Von Der Volke Koyt temos uma cerveja de corpo médio alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar as notas de malte, leve dulçor de caramelo e um toque floral muito agradável são marcantes. Todo este cenário é acompanhado pela percepção aveludada da cerveja que rapidamente ocupa todo o palato. Em segundo plano encontramos um amargor suave e muito breve.

O aftertaste é surpreendente, as notas florais ganham um destaque inesperado. Toda a experiência sensorial é revista no aftertaste trazendo o floral em primeiro plano e o mantendo persistente, reforçando sua presença no aroma nos goles subsequentes.

A Von Der Volke Koyt é uma cerveja que tem uma rampa ascendente, ela se apresenta visualmente muito bem, traz bons aromas, um paladar delicado e agradável e um aftertaste inesperado e surpreendente. E estamos tratando de um estilo histórico, sem adjuntos em excesso ou extremismos em suas características, provando que uma cerveja de aromas e sabores simples, mas bem construída pode surpreender e cativar.


Para a harmonização seria um desrespeito não pensar em algo que usasse os aromas e sabores florais que este exemplar nos apresenta.

 

Minha sugestão é uma salada de frango grelhado com capuchinhas. A capuchinha é uma flor comestível levemente picante, então deixaremos o floral do prato acrescentar e destacar o floral da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #307… Von Der Volke Koyt apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-307-von-der-volke-koyt/feed/ 0
Previsões do Beercast Para o Futuro Cervejeiro – Beercast #347 http://beercast.com.br/programas/previsoes-do-beercast-para-o-futuro-cervejeiro-beercast-347/ http://beercast.com.br/programas/previsoes-do-beercast-para-o-futuro-cervejeiro-beercast-347/#respond Wed, 15 Jan 2020 03:00:47 +0000 http://beercast.com.br/?p=19072 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos.

O post Previsões do Beercast Para o Futuro Cervejeiro – Beercast #347 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Previsões do Beercast Para o Futuro Cervejeiro – Beercast #347 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/previsoes-do-beercast-para-o-futuro-cervejeiro-beercast-347/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos. Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos. Beercast Brasil 48:22
Boa Cerveja-Feira #306… Baltic Porter http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-306-baltic-porter/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-306-baltic-porter/#respond Fri, 10 Jan 2020 03:45:22 +0000 http://beercast.com.br/?p=19062 Esta semana vamos internacionalizar a coluna usando influencias de diversos países e entendendo como essas interações criaram a Baltic Porter Esta cerveja é produzida pela Cervejaria Avós, uma cervejaria localizada na cidade de São Paulo e conta com um quarto que pode ser alugado via AirBnB com torneira de chopp disponível. A cerveja vem para… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #306… Baltic Porter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos internacionalizar a coluna usando influencias de diversos países e entendendo como essas interações criaram a Baltic Porter

Esta cerveja é produzida pela Cervejaria Avós, uma cervejaria localizada na cidade de São Paulo e conta com um quarto que pode ser alugado via AirBnB com torneira de chopp disponível. A cerveja vem para celebrar o mês do Bourboun, e por conta disto foi envelhecida em barris de carvalho americano encharcados com Bourbon.

E voltando para as indicações de podcasts, nesta semana vou indicar o podcast Xadrez Verbal. Este podcast é apresentado pelo Filipe Figueiredo, acompanhado pelo Matias Pinto.

O foco do podcast é a análise da política internacional, este semanário é completo e na minha opinião tanto Filipe quanto Matias realizam a divulgação das notícias com grande aporte de conhecimento e dando espaço para muitas notícias que a mídia convencional não cita.

Como o podcast se propõe a debater os temas da semana e se manter atualizado, é difícil indicar um único programa sob o risco de realizar uma indicação desatualizada. Aconselho aguardar o podcast voltar de seu recesso e começar a acompanhar. E um detalhe, são algumas horas de programa separados em blocos, deixando muito mais simples separar o programa para ouvir um pouco por dia.

Mas tem um programa em especial, mesmo sendo do final de 2016, que trata sobre o escândalo da Coréia do Sul e as Fadas Celestiais que foi extremamente claro e explica o tema de maneira muito didática.

Xadrez Verbal #71 : COREIA DO SUL, TPI E PLEBISCITOS


 Baltic Porter

Baltic PorterDados Técnicos:

Cerveja: Baltic Porter
Estilo: Baltic Porter
Teor: 8,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 3,75


A Baltic Porter se apresenta castanha escura, praticamente negra quando servida no copo. A espuma é breve, deixando somente um alo ao redor do líquido.

O aroma traz notas de cacau, chocolate amargo, malte tostado e madeira. Em segundo plano encontramos café, coco queimado e Bourbon.

Ao provarmos a Baltic Porter notamos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos um toque licoroso que remete a café e malte tostado, complementado com madeira e um leve baunilha. Em segundo plano a percepção de madeira evolui para percepção de Bourbon e com isso o licoroso da cerveja fica ainda mais evidente.

Já o aftertaste é pautado pelo aquecimento alcoólico, notas de cappuccino, licor de café, madeira, coco queimado e Bourbon. Fechando com um leve formigamento alcoólico na língua.

A Baltic Porter é uma cerveja intensa e ainda assim equilibrada, com o envelhecimento sendo usado para agregar notas sem sobrepujar as notas originais do estilo.


Quando comecei a pensar na harmonização duas coisas ficaram na minha cabeça, a primeira e mais evidente é o teor alcoólico da cerveja e suas notas de madeira e Bourbon. O outro ponto é que estamos indicando um podcast de política internacional, então pode ser interessante usar estas duas informações.

 

Minha sugestão é harmonizarmos com um prato típico inglês, país que participou muito do Xadrez Verbal por conta do Brexit. Vamos usar o Bangers and Mash, um prato com purê de batatas , salsichões temperados e molho de cebola. Vamos deixar o teor alcoólico da cerveja contrastar com a untuosidade do prato e desta forma as notas de madeira e Bourbon irão alavancar os sabores do molho e dos salsichões temperados

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #306… Baltic Porter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-306-baltic-porter/feed/ 0
Cervejas Sem Álcool – Beercast #346 http://beercast.com.br/programas/cervejas-sem-alcool-beercast-346/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-sem-alcool-beercast-346/#respond Wed, 08 Jan 2020 03:00:07 +0000 http://beercast.com.br/?p=19050 Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil).

O post Cervejas Sem Álcool – Beercast #346 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

 

Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil).

Façam suas escolhas junto com a gente.

Links Comentados durante o episódio:

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Dia da Gravação

Dia da Grtavação - Amora

Dia da Gravação

 

O post Cervejas Sem Álcool – Beercast #346 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-sem-alcool-beercast-346/feed/ 0 Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil). Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil). Beercast Brasil 41:33
Boa Cerveja-Feira #305… Zalaz e Japas http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-305-zalaz-e-japas/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-305-zalaz-e-japas/#comments Sat, 04 Jan 2020 03:45:48 +0000 http://beercast.com.br/?p=19037 Chegamos em 2020 e vamos para a primeira coluna deste ano mudando um pouco a abordagem da coluna, começando com a Zalaz e Japas. Esta cerveja é produzida em uma parceria entre a cervejaria Zalaz e a cervejaria Japas, para o projeto da Fazendo ao Copo 2019. Neste caso, uma Sour com Hibisco e Pitaya,… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #305… Zalaz e Japas apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Chegamos em 2020 e vamos para a primeira coluna deste ano mudando um pouco a abordagem da coluna, começando com a Zalaz e Japas.

Esta cerveja é produzida em uma parceria entre a cervejaria Zalaz e a cervejaria Japas, para o projeto da Fazendo ao Copo 2019. Neste caso, uma Sour com Hibisco e Pitaya, e com a acidificação feita com natto de feijão.

Depois de alguns anos falando sobre as cervejas, cervejarias e estilos, resolvi tratar de alguns outros temas nesta coluna. Vamos continuar apresentando uma cerveja por semana, mas vamos trazer outros temas nesta coluna semanal.

Vamos começar este ano indicando alguns outros podcasts, e vamos indicar nesta coluna o podcast Papo Delas.  Este podcast é apresentado pela Cafeína e Patsy, na grande maioria das vezes com um convidado para tratar de um tema específico, sempre tratado com humor um tanto ácido, similar a esta cerveja.  Vou indicar dois programas que achei muito bons:

Programa 22: Autossabotagem com Mayara Santos

Programa 25: Naquela Época 1982 com Eubalena


Zalaz e Japas

Zalaz e JapasDados Técnicos:

Cerveja: Zalaz e Japas
Estilo: Sour Ale
Teor: 4,5 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 500 ml
Nota: 3,50


A Zalaz e Japas apresenta uma cor vermelha intensa, cristalina e brilhante. A espuma rosada tem boa formação, uniforme, mas com duração breve.

No aroma praticamente não sentimos notas de acidez, mas temos uma presença floral e frutada muito agradável, trazendo aroma de pitaya e brunha. Em segundo plano um toque rústico com memória herbal e um toque daquele aroma de pós chuva e terra molhada.

Ao provarmos encontramos uma cerveja de corpo baixo e média carbonatação. Enquanto que no paladar temos um início frutado e floral delicado, trazendo a percepção de hibisco em primeiro plano e em segundo plano o frutado de pitaya. A acidez surge em destaque no paladar com notas muito distintas e difíceis de serem comparadas, talvez pelo uso de natto de feijão para gerar a acidificação.

O aftertaste é pautado pelas notas acidificadas e florais, trazendo o hibisco em destaque e acidez persistente e limpa.

A Zalaz e Japas é uma cerveja com notas distintas, acredito que pelas matérias primas usadas, principalmente para gerar a acidificação. Marcada pelo floral agradável e acidez mediana, agradável e ousada.


Talvez esta seja uma cerveja com o melhor uso de hibisco que já provei, traz a presença floral em destaque e sem se tornar enjoativa. Então pautei a escolha da harmonização neste aspecto da cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos a Zalaz e Japas com arroz da cuxá. Este prato é feito com arroz, flor de hibisco, camarão seco, gergelim e pimenta de cheiro. Iremos buscar a semelhança no uso do hibisco tanto na cerveja quanto no prato.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #305… Zalaz e Japas apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-305-zalaz-e-japas/feed/ 2
Episódio de Ano Novo e Casório #345 http://beercast.com.br/programas/episodio-de-ano-novo-e-casorio-345/ http://beercast.com.br/programas/episodio-de-ano-novo-e-casorio-345/#respond Wed, 01 Jan 2020 02:13:39 +0000 http://beercast.com.br/?p=19031 Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva.

O post Episódio de Ano Novo e Casório #345 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Episódio de Ano Novo e Casório #345 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/episodio-de-ano-novo-e-casorio-345/feed/ 0 Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva. Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva. Beercast Brasil 46:19
Boa Cerveja-Feira #304… Stima http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-304-stima/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-304-stima/#comments Fri, 27 Dec 2019 03:45:58 +0000 http://beercast.com.br/?p=19020 Estamos vivendo aquele momento entre o Natal e o Ano Novo quem sabemos o dia da semana que estamos, mas vamos tentar nos achar com a Stima. Esta cerveja é produzida pela carioca Thirsty Hawks, uma cervejaria cigana fundada em 2014.  E já comentamos sobre esta cervejaria em duas outras oportunidades, quando falamos sobre a… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #304… Stima apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Estamos vivendo aquele momento entre o Natal e o Ano Novo quem sabemos o dia da semana que estamos, mas vamos tentar nos achar com a Stima.

Esta cerveja é produzida pela carioca Thirsty Hawks, uma cervejaria cigana fundada em 2014.  E já comentamos sobre esta cervejaria em duas outras oportunidades, quando falamos sobre a Stouteada e a Rarite.

Já que estamos nesta semana entre o Natal e o Ano novo, período comumente conhecido pelo consumo de vinhos, vamos falar sobre uma cerveja envelhecida em barris de vinho Carmenére e graças a isso empresta estas notas para a cerveja.


Stima

StimaDados Técnicos:

Cerveja: Stima
Estilo: Wild Ale
Teor: 5,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 3,75


Ao ser servida apresenta um líquido escarlate, cristalino e brilhante. Espuma de boa formação e persistente. Um visual lindo.

No aroma encontramos um equilíbrio delicado entre as notas de frutadas de morango madura, cereja, groselha negra e as notas vinificadas trazendo tanino e vinho tinto. Em segundo encontramos as notas de leveduras selvagens que aliadas ao envelhecimento em barris cria uma percepção de feno e madeira molhada. Um aroma complexo, onde as notas de leveduras selvagens são apresentadas de forma nova graças ao envelhecimento.

Ao provarmos a Stima temos uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que o paladar começa com uma acidez controlada e pautada pelas notas de frutas vermelhas, morangos maduros e framboesa. Mas esta acidez ganha força no decorrer da degustação trazendo tanino, madeira, baunilha e vinho tinto suave.

Já no aftertaste a acidez cresce ainda mais, trazendo madeira e tanino. Poderia até lembrar o final de um copo de sangria, deixando uma lembrança de tanino suave e um leve aspecto amadeirado e selvagem.

A Stima apresenta um equilíbrio elegante entre a acidez, notas frutadas e a inclusão do envelhecimento em barris e uso das leveduras selvagens. Pensando em tudo isso poderíamos ter uma cerveja extrema, mas neste caso temos uma criação equilibrada e com personalidade.


Quando pensamos em harmonização para uma cerveja como esta podemos usar algumas abordagens. Podemos pensar em usar a acidez, ou as notas frutadas ou o envelhecimento em barris de Camernere. Neste caso, irei optar por usar em primordialmente o envelhecimento.

 

Minha sugestão é harmonizarmos com um ensopado de carnes com cogumelos. Iremos buscar a harmonização por semelhança para alguns aspectos da cerveja. As notas de leveduras selvagens serão realçadas pelo dos cogumelos enquanto que a carne será realçada pelas notas amadeiradas e de tanino.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #304… Stima apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-304-stima/feed/ 1
É natal!!! Hops hops hops!!!! – Beercast #344 http://beercast.com.br/programas/e-natal-hops-hops-hops-beercast-344/ http://beercast.com.br/programas/e-natal-hops-hops-hops-beercast-344/#respond Wed, 25 Dec 2019 03:00:10 +0000 http://beercast.com.br/?p=19017 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós.

O post É natal!!! Hops hops hops!!!! – Beercast #344 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post É natal!!! Hops hops hops!!!! – Beercast #344 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/e-natal-hops-hops-hops-beercast-344/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós. Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós. Beercast Brasil 39:49
Boa Cerveja-Feira #303… Charlie Dont Surf http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-303-charlie-dont-surf/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-303-charlie-dont-surf/#respond Fri, 20 Dec 2019 04:45:34 +0000 http://beercast.com.br/?p=19009 Esta semana vamos sentar na areia e aproveitar o sol, mas não vamos colocar nossa prancha na água, pois Charlie Dont Surf. Esta cerveja é produzida pela cervejaria Spartacus de Juiz de Fora, Minas Gerais. A cervejaria tem no portfólio uma quantidade considerável de cervejas “High Gravity”. Ou seja, cervejas de corpo alto ou, tecnicamente… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #303… Charlie Dont Surf apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos sentar na areia e aproveitar o sol, mas não vamos colocar nossa prancha na água, pois Charlie Dont Surf.

Esta cerveja é produzida pela cervejaria Spartacus de Juiz de Fora, Minas Gerais. A cervejaria tem no portfólio uma quantidade considerável de cervejas “High Gravity”. Ou seja, cervejas de corpo alto ou, tecnicamente falando, com OG acima de 1080.

Uma curiosidade sobre o nome desta cerveja, Charlie Dont Surf, não é uma referência única. Talvez a mais icônica seja a fala do personagem Tenente Kilgore, interpretado por Robert Duvall, no filme Apocalipse Now. Mas além disso também é uma música da banda inglesa The Clash e uma fase do jogo FPS Call of Duty 4: Modern Warfare.


Charlie Dont Surf

Charlie Dont SurfDados Técnicos:

Cerveja: Charlie Dont Surf
Estilo: Sour Ale
Teor: 7,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,0


Ao servirmos encontramos uma cerveja dourada e cristalina, com espuma branca, densa e com boa formação, porem com uma duração muito baixa.

No aroma o frescor das notas de frutas é espantoso. Encontramos pêssego, manga, abacaxi, ameixa amarela e maracujá, em segundo plano notas láticas e leve presença de malte.

Ao provarmos a Charlie Dont Surf temos uma cerveja de corpo baixo e média carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos a acidez em patamar mediando e notas de frutas amarelas como pêssego, manga, maracujá e ameixa amarela. Em segundo plano leve dulçor de malte e baunilha.

Já no aftertaste temos um dulçor leve aliado a acidez lática, trazendo notas de pêssego em calda, mel e baunilha, mas sem persistência. Resta ao final do paladar, uma acidez suave e com delicada, pautada pela notas frutadas e de baunilha.

A Charlie Dont Surf é uma sour que abusa do uso das frutas, e talvez este seja um dos motivos causados da baixa retenção de espumas, mas faz isso garantindo um equilíbrio elegante entre as notas frutadas e ácidas.


Para a harmonização optaremos por guiar nossa decisão pelas notas frescas de fruta que a Charlie Dont Surf nos apresenta.

Minha sugestão é harmonizarmos com salada de fruta quente com sorvete de creme. Iremos trabalhar com harmonização em semelhança tanto pelas notas de frutas quanto pelas notas de baunilha.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #303… Charlie Dont Surf apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-303-charlie-dont-surf/feed/ 0
Cobertura Slow Brew 2019 em São Paulo – Beercast #343 http://beercast.com.br/programas/cobertura-slow-brew-2019-em-sao-paulo-beercast-343/ http://beercast.com.br/programas/cobertura-slow-brew-2019-em-sao-paulo-beercast-343/#respond Wed, 18 Dec 2019 03:00:20 +0000 http://beercast.com.br/?p=19003 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal.

O post Cobertura Slow Brew 2019 em São Paulo – Beercast #343 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cobertura Slow Brew 2019 em São Paulo – Beercast #343 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cobertura-slow-brew-2019-em-sao-paulo-beercast-343/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal. Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal. Beercast Brasil 26:32
Boa Cerveja-Feira #302… Wals Quadruppel http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-302-wals-quadruppel/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-302-wals-quadruppel/#respond Fri, 13 Dec 2019 03:45:15 +0000 http://beercast.com.br/?p=18992 Esta semana vamos questionar o conceito de cervejaria artesanal com a Wals Quadruppel Como o próprio nome diz, a cerveja é produzida pela cervejaria Wals,  sediada em Belo Horizonte e fundada em 1999. Porem em 2015 foi adquirida pela multinacional Ambev. A compra da Wals foi só uma dentre diversas outras aquisições realizadas pelas grandes… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #302… Wals Quadruppel apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos questionar o conceito de cervejaria artesanal com a Wals Quadruppel

Como o próprio nome diz, a cerveja é produzida pela cervejaria Wals,  sediada em Belo Horizonte e fundada em 1999. Porem em 2015 foi adquirida pela multinacional Ambev.

A compra da Wals foi só uma dentre diversas outras aquisições realizadas pelas grandes cervejarias. Temos diversos outros exemplos como Colorado,  Eisenbahn, Baden, Cacildis etc.

E nem vou entrar no mérito da qualidade ou sabor das cervejas, mesmo que veja muita gente afirmando categoricamente que existem diferenças gritantes entre as cervejas antes e depois das aquisições, indicando um barateamento da matéria prima e redução de qualidade. Minha experiência, quando trabalhei em cervejaria, deixou claro que qualidade era algo que não se abria mão, o ganho vem do volume de compra e não da compra de produtos de menor qualidade.

Mas podemos questionar se podemos tratar uma Wals como tratamos uma Backer, ou se podemos tratar uma Baden como tratamos uma Caras de Malte. Se pensarmos na força de negociação de grandes cervejarias com redes de mercados, nas isenções de tributações e no poder de negociação de compra de insumos pelo volume negociado, fica claro que estas artesanais adquiridas gozam de vantagens que as outras nem chegam perto de ter.

Por conta disto devemos deixar de consumir? Na minha opinião não, mas devemos ter consciência que estas compram não fomentam o mercado das artesanais.  A Pri Colares, patrona influencer do Beercast, tem uma coluna bem interessante sobre o tema em seu blog : Era uma vez Pratinha.


Wals Quadruppel

Wals QuadruppelDados Técnicos:

Cerveja: Wals Quadruppel
Estilo: Quadruppel
Teor: 11,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 375 ml
Nota: 3,0


Cerveja em tom castanho escuro, cristalina e com presença de bastante sedimento. A espuma é inexistente, nem no momento do serviço ela se forma.

No aroma somos apresentados às notas de caramelo, mel e toffe logo no início e de maneira bastante intensa. Em segundo plano encontramos notas discretas de casca de laranja, madeira, especiarias e ameixa seca.

Ao provarmos temos uma cerveja com baixíssima carbonatação e corpo médio alto. Enquanto que no paladar temos uma suave presença cítrica que ajuda a contrapor o dulçor de caramelo e toffe bastante intenso, notas de frutas secas como ameixa e uma presença bastante discreta de especiarias. Em segundo plano percebemos um pouco da madeira e um toque de mel.

O aftertaste é pautado por um dulçor crescente, que chega a deixa a boca com uma sensação calda de caramelo, ainda encontramos algumas notas cítricas e um amargor muito discreto bem ao final.

A Wals Quadruppel tem potêncial para ser uma boa cerveja, infelizmente a execução não faz jus a média das cervejas produzidas por eles. A carbonatação baixa aliada ao dulçor elevado deixam a cerveja enjoativa.


Para a harmonização, podemos pensar em como tentar corrigir um pouco esta percepção. Para isso o ideal é buscar um prato que apresente um elemento que contraste com o dulçor e assim realce os demais sabores.

Minha sugestão é harmonizarmos com sobrecoxa de frango braseada servida com molho de iogurte. Aqui usaremos a acidez do iogurte para contrastar com o dulçor da cerveja, deixando espaço para as notas cítrica e de especiarias conversarem com a carne braseada.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #302… Wals Quadruppel apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-302-wals-quadruppel/feed/ 0
Cerveja em Marte com Carola Carvalho – Beercast #342 http://beercast.com.br/programas/cerveja-em-marte-com-carola-carvalho-beercast-342/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-em-marte-com-carola-carvalho-beercast-342/#respond Wed, 11 Dec 2019 03:00:59 +0000 http://beercast.com.br/?p=18986 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra.

O post Cerveja em Marte com Carola Carvalho – Beercast #342 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cerveja em Marte com Carola Carvalho – Beercast #342 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-em-marte-com-carola-carvalho-beercast-342/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra. Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra. Beercast Brasil 45:07
Boa Cerveja-Feira #301… Ever Kings http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-301-ever-kings/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-301-ever-kings/#respond Fri, 06 Dec 2019 03:45:24 +0000 http://beercast.com.br/?p=18972 Esta semana iremos sentir a maresia na praia de areia dura mais famosa do litoral paulista, com a Ever Kings Este rótulo é produzido com base em uma parceria entre a cervejaria Everbrew e a hamburgueria Seven Kings, ambas de Santos. Para quem não sabe, e acho isso muito difícil, a hamburgueria Seven kings é… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #301… Ever Kings apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos sentir a maresia na praia de areia dura mais famosa do litoral paulista, com a Ever Kings

Este rótulo é produzido com base em uma parceria entre a cervejaria Everbrew e a hamburgueria Seven Kings, ambas de Santos.

Para quem não sabe, e acho isso muito difícil, a hamburgueria Seven kings é do Fernando Russel, a.k.a. Tucano. Conhecido por participar do podcast nerdcast,  pelo canal de culinária Maravilhosa Cozinha de Jack e pelo programa 45 do Beercast.

Porém, para quem é patrono deve conhecer o Tucano de outros lugares. Em 12 dezembro de 2015 o Beercast realizou um evento com a cerveja própria, a Genius Lemondrop, e com um lanche do Tucano.

Além disso visitamos com os patronos a hamburgueria do Tucano em 18 de agosto de 2018, onde aproveitamos para conhecer a Tabeerna Caiçara.


Ever Kings

Ever KingsDados Técnicos:

Cerveja: Ever Kings
Estilo: New England IPA
Teor: 8,1%
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 3,75


Ao servirmos a Ever Kings vemos uma cerveja de um amarelo intenso e completamente opaca. A espuma se forma branca e bastante persistente.

O aroma arrebata o primeiro plano com notas frutadas tropicais com manga, pêssego e suave presença de abacaxi. Em segundo plano encontramos malte, leve herbal e resinoso.

Ao provarmos a Ever Kings temos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar temos um forte frutado com manga, pêssego, leve percepção de pera e ameixa amarela. No segundo plano encontramos o malte, leve resinoso e herbal com amargor bastante suave.

O aftertaste mantem o frutado em evidência, com final com amargor pouco mais elevado. Mas a cerveja finaliza limpa no paladar, sem deixar qualquer rastro além de uma leve reminiscência herbal.

A Ever Kings é uma cerveja com notas frutadas muito evidentes tanto no aroma quanto no paladar. A cerveja apresenta uma experiência sensorial com um crescente de aroma e sabores tão intensa quanto a redução ao final, trazendo um paladar limpo memorável.


Para a harmonização podemos pensar em uma série de fatores, mas irei optar por uma harmonização conceitual.

Minha sugestão é harmonizar com o Camemburguer, uma receita autoral do Tucano. A proposta aqui é aproveitar todas as notas frutadas da cerveja para acrescentar ao sabor do queijo enquanto que o álcool contrasta com a untuosidade do queijo.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #301… Ever Kings apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-301-ever-kings/feed/ 0
Cerveja Caseira for Dummies: Lixopeira com Leandro Oliveira – Beercast #341 http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-lixopeira-com-leandro-oliveira-beercast-341/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-lixopeira-com-leandro-oliveira-beercast-341/#comments Wed, 04 Dec 2019 03:00:27 +0000 http://beercast.com.br/?p=18962 Leandro Oliveira trouxe pro Beercast de hoje mais uma gambiarra, a Lixopeira! Se você também quer ser um MacGyver da cerveja, descubra aqui como fazer o seu.

O post Cerveja Caseira for Dummies: Lixopeira com Leandro Oliveira – Beercast #341 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Leandro Oliveira trouxe pro Beercast de hoje mais uma gambiarra, a Lixopeira! Se você também quer ser um MacGyver da cerveja, descubra aqui como fazer a sua.

Importante: o processo e os produtos utilizados oferecem risco se manuseados de forma incorreta, tenha cuidado e somente tente reproduzir ciente dos riscos, que são baixos, mas existem!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cerveja Caseira for Dummies: Lixopeira com Leandro Oliveira – Beercast #341 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-lixopeira-com-leandro-oliveira-beercast-341/feed/ 2 Leandro Oliveira trouxe pro Beercast de hoje mais uma gambiarra, a Lixopeira! Se você também quer ser um MacGyver da cerveja, descubra aqui como fazer o seu. Leandro Oliveira trouxe pro Beercast de hoje mais uma gambiarra, a Lixopeira! Se você também quer ser um MacGyver da cerveja, descubra aqui como fazer o seu. Beercast Brasil 49:15
Boa Cerveja-Feira #300… Gasoline Sour http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-300-gasoline-sour/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-300-gasoline-sour/#comments Fri, 29 Nov 2019 03:45:30 +0000 http://beercast.com.br/?p=18957 Esta semana iremos comemorar a persistência e o prazer em escrever, as vezes mais que beber, com a Gasoline Sour. A Gasoline Sour é produzida pela Cervejaria Morada Etílica. Esta cerveja é baseada na Gasoline Soul deles, uma Wee Heavy, que inclusive foi tema do Beercast 235. A cerveja é refermentada em barris de carvalho,… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #300… Gasoline Sour apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos comemorar a persistência e o prazer em escrever, as vezes mais que beber, com a Gasoline Sour.

A Gasoline Sour é produzida pela Cervejaria Morada Etílica. Esta cerveja é baseada na Gasoline Soul deles, uma Wee Heavy, que inclusive foi tema do Beercast 235.

A cerveja é refermentada em barris de carvalho, usados antes para produção de vinho do porto. Só pela descrição já podemos esperar uma alteração significativa nos aspectos sensoriais da cerveja.

E a comemoração de hoje? A coluna 300! Comecei no início de março de 2014 a convite do pessoal do Beercast e desde então tenho estudado tanto sobre cerveja como sobre escrita de artigos, para trazer a informação de maneira simples, mas completa.


Gasoline Sour

Gasoline SourDados Técnicos:

Cerveja: Gasoline Sour
Estilo: Flanders Red Ale
Teor: 6,7%
País de origem: Brasil
Embalagem: 750 ml
Nota: 4,00


Ao servirmos a Gasoline Sour apresenta tonalidade castanho avermelhado, brilhante e viva. A espuma se forma rosada e baixa, porem com uma persistência alta.

No aroma temos notas de vinagre balsâmico, amadeirado e suave vinificado em primeiro plano. Já em segundo plano ainda encontramos notas de frutas vermelhas como cerejas e uma leve acidez lática.

Ao provarmos a Gasoline Sour temos uma cerveja de corpo e carbonatação médios. Enquanto que no paladar somos expostos a uma acidez pujante e pautada por notas acéticas de vinagre balsâmico, notas vinificadas e um leve frutado de cereja. E em segundo ainda encontramos a presença de notas amadeiradas e suave caramelo enquanto que o álcool se traduz em percepção de xerez.

No aftertaste temos a acidez e amadeirado evidentes, seguidos por notas de cereja e percepção de vinho tinto e porto com final seco e com acético residual persistente.

A Gasoline Sour é uma evolução extremamente bem-sucedida da Gasoline Soul. O uso de barris de vinho do porto traz notas vinificadas, de madeira e frutas vermelhas que são deliciosas, e acompanhadas de maneira equilibrada pela acidez balsâmica.


Para esta harmonização prefiro usar algo que mantenha a cerveja como a protagonista, sem ocultar qualquer um de seus aspectos.

Minha sugestão é harmonizarmos com mozarela de búfala de Canastra, esta mozarela tem o sabor mais marcante e maior untuosidade. Estas características irão nos ajudar a balancear a acidez e deixar as notas de vinho de porto, cerejas e balsâmico em destaque, temperando o sabor mais suave do queijo.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #300… Gasoline Sour apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-300-gasoline-sour/feed/ 2
Comemoração de 300 Colunas do Fabrizio Guzzon – Beercast #340 http://beercast.com.br/programas/comemoracao-de-300-colunas-do-fabrizio-guzzon-beercast-340/ http://beercast.com.br/programas/comemoracao-de-300-colunas-do-fabrizio-guzzon-beercast-340/#comments Wed, 27 Nov 2019 03:00:08 +0000 http://beercast.com.br/?p=18947 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Carlos Bronson comemoram junto com Fabrizio Guzzon a 300ª edição do "Boa Cerveja-feira"!!! Se você ainda não acompanha, escute o episódio e conheça a coluna feita especialmente para quem gosta de uma boa cerveja e uma boa harmonização.

O post Comemoração de 300 Colunas do Fabrizio Guzzon – Beercast #340 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Felipe Silva e Carlos Bronson comemoram junto com Fabrizio Guzzon a 300ª edição do “Boa Cerveja-feira”!!! Se você ainda não acompanha, escute o episódio e conheça a coluna feita especialmente para quem gosta de uma boa cerveja e uma boa harmonização.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Comemoração de 300 Colunas do Fabrizio Guzzon – Beercast #340 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/comemoracao-de-300-colunas-do-fabrizio-guzzon-beercast-340/feed/ 1 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Carlos Bronson comemoram junto com Fabrizio Guzzon a 300ª edição do "Boa Cerveja-feira"!!! Se você ainda não acompanha, escute o episódio e conheça a coluna feita especialmente para quem gosta de uma boa cerveja e uma boa ... Anselmo Mendo, Felipe Silva e Carlos Bronson comemoram junto com Fabrizio Guzzon a 300ª edição do "Boa Cerveja-feira"!!! Se você ainda não acompanha, escute o episódio e conheça a coluna feita especialmente para quem gosta de uma boa cerveja e uma boa harmonização. Beercast Brasil 44:50
Boa Cerveja-Feira #299… Gouden Carolus Ambrio http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-299-gouden-carolus-ambrio/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-299-gouden-carolus-ambrio/#respond Fri, 22 Nov 2019 03:45:03 +0000 http://beercast.com.br/?p=18936 Esta semana iremos celebrar a amizade da maneira mais correta que existe, bebendo uma Gouden Carolus Ambrio. A Gouden Carolus Ambrio é produzida pela cervejaria Belga Het Anker. Uma cervejaria com mais de 550 anos de funcionamento. Os primeiros 400 anos foram sob a supervisão das beguines, mulheres que optavam por devotar sua vida a… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #299… Gouden Carolus Ambrio apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos celebrar a amizade da maneira mais correta que existe, bebendo uma Gouden Carolus Ambrio.

A Gouden Carolus Ambrio é produzida pela cervejaria Belga Het Anker. Uma cervejaria com mais de 550 anos de funcionamento. Os primeiros 400 anos foram sob a supervisão das beguines, mulheres que optavam por devotar sua vida a orações e ajuda aos enfermos, mas sem assumir os votos típicos das freiras.

Mas depois de 1871 a cervejaria foi adquirida pela família Van Breedam e desde então é realizado um esforço continuo para a modernização da fábrica e dos processos, mas sem colocar de lado toda história que existe.

E gostaria de agradecer as amigas Andressa e Marcela que me presentearam com esta cerveja após um evento da Neoway que elas organizaram.

Gouden Carolus Ambrio

Gouden Carolus AmbrioDados Técnicos:

Cerveja: Gouden Carolus Ambrio
Estilo: Belgian Strong Dark Ale
Teor: 8,0%
País de origem: Bélgica
Embalagem: 330 ml
Nota: 4,00

Após o serviço encontramos uma cerveja âmbar escura e opaca. A espuma apresenta uma ótima formação, persistente e de qualidade, se mantendo no copo por muito tempo.

Se o aroma é o cartão de visitas, a Gouden Carolus Ambrio tem uma ótima primeira impressão. O aroma tras inicialmente notas frutadas com percepção de ameixas escuras e jabuticabas, com presença de malte e notas de pão doce. Mas o aroma evolui no decorrer da degustação apresentando notas de frutas vermelhas e vinho tinto conforma a cerveja ganha temperatura.

Ao provarmos a Gouden Carolus Ambrio temos uma cerveja com tanto a carbonatação quanto o corpo, medianos. Enquanto que o paladar nos apresenta notas de toffe, malte e caramelo em primeiro plano.

Mas são as notas mais discretas que elevam a experiência. Em segundo plano temos notas de amêndoas, suave tosta de malte, um equilíbrio singular entre o amargor da tosta e o dulçor do malte e notas condimentadas leves.

O aftertaste traz o aquecimento alcoólico, mas de forma moderada, acompanhado no paladar pelas notas condimentadas, toffe e um aumento tanto do dulçor quanto da tosta.

Encontramos na Gouden Carolus Ambrio uma cerveja que apresenta um portfólio de aromas e sabores extremamente elegantes, primando pelo fino equilíbrio entre o amargor da tosta e o dulçor do malte. E trazendo percepções frutadas e de tanino que tornam a experiência única.

Para uma cerveja com atributos altos como a Gouden Carolus Ambrio a gama de opções para harmonização aumenta, mas é justamente sobre o equilíbrio entre tosta e dulçor que irei manter a linha da sugestão.

Minha sugestão é harmonizarmos com carne de caça, em específico, com carne de capivara. A carne apresenta um sabor naturalmente mais forte, salgado e com gordura mais presentes. Iremos deixar o teor alcóolico da cerveja tirar a gordura desta equação enquanto a tosta irá suavizar a percepção do salgado, deixado todas as notas de condimento e vinho tinto trabalharem a favor do sabor da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #299… Gouden Carolus Ambrio apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-299-gouden-carolus-ambrio/feed/ 0
Cervejas Dutra Beer com André Dutra – Beercast #339 http://beercast.com.br/programas/cervejas-dutra-beer-com-andre-dutra-beercast-339/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-dutra-beer-com-andre-dutra-beercast-339/#respond Wed, 20 Nov 2019 03:00:36 +0000 http://beercast.com.br/?p=18932 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins recebem hoje o André Dutra, da Dutra Beer. Ele vai contar pra gente um pouco mais sobre as cervejas produzidas e, de quebra, deixou um presente para os patronos!

O post Cervejas Dutra Beer com André Dutra – Beercast #339 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins recebem hoje o André Dutra, da Dutra Beer. Ele vai contar pra gente um pouco mais sobre as cervejas produzidas e, de quebra, deixou um presente para os patronos!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas Dutra Beer com André Dutra – Beercast #339 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-dutra-beer-com-andre-dutra-beercast-339/feed/ 0 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins recebem hoje o André Dutra, da Dutra Beer. Ele vai contar pra gente um pouco mais sobre as cervejas produzidas e, de quebra, deixou um presente para os patronos! Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins recebem hoje o André Dutra, da Dutra Beer. Ele vai contar pra gente um pouco mais sobre as cervejas produzidas e, de quebra, deixou um presente para os patronos! Beercast Brasil 44:57
Boa Cerveja-Feira #298… Fuck the Dynasty http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-298-fuck-the-dysnaty/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-298-fuck-the-dysnaty/#respond Fri, 15 Nov 2019 03:55:40 +0000 http://beercast.com.br/?p=18923 Esta semana vamos viajar até a foz do Nilo, caminhar pelas areias finas do deserto e encontrar as divindades egípcias com a Fuck the Dynasty. Iremos conhecer este rótulo produzido pela cervejaria Paulista Hator. Pelo que pesquisei, a cervejaria tem poucos anos de existência. E seus principais rótulos são IPA e Sour da escola americana.… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #298… Fuck the Dynasty apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos viajar até a foz do Nilo, caminhar pelas areias finas do deserto e encontrar as divindades egípcias com a Fuck the Dynasty.

Iremos conhecer este rótulo produzido pela cervejaria Paulista Hator. Pelo que pesquisei, a cervejaria tem poucos anos de existência. E seus principais rótulos são IPA e Sour da escola americana. Mas neste rótulo eles mudaram para um Imperial Brown Ale com adição de grãos Franck’s Ultra Coffee que foram maturados em barris de whisky.

Boa parte da temática dos rótulos da cervejaria é voltada para mitologia e história egípcia. Inclusive o nome da cervejaria segue a mesma linha. Hator, segundo a mitologia egípcia, era uma das deusas mais veneradas. Inicialmente ela havia sido enviada para punir a humanidade, mas o Deus Rá compadeceu da humidade e envio 700 toneis com cerveja e mandrágora para Hator beber.  Depois disso ela ficou conhecida como a Deusa da alegria e embriaguez.

Fuck the Dynasty

Fuck the DynastyDados Técnicos:

Cerveja: Fuck the Dynasty
Estilo: American Brown Ale
Teor: 10,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,00

Cerveja marrom escuro, quase negro, totalmente opaca. Espuma bege com ótima formação, porem com baixa duração.

Aroma complexo, com notas de café, cappuccino, leves notas alcoólicas com percepção licorosa. Em segundo plano notas de malte, amêndoas e um suave amadeirado.

Ao provarmos a Fuck the Dynasty encontramos uma cerveja densa e com baixa carbonatação. Enquanto que no paladar temos a percepção de café gelado, cacau e uma leve picância, notas de madeira e um suave resquício de Bourbon.

Aftertaste com percepção de madeira, café e cacau, uma leve presença de baunilha e malte. Um leve aquecimento alcoólico e uma percepção persistente de café e madeira ao final.

A Fuck the Dynasty é uma cerveja intensa, com notas destacadas de café e cacau, mais ainda agrega as notas de madeira, baunilha e Bourbon oriundas do café maturado em barricas da bebida.

Para a harmonização minha sugestão é usarmos iscas de contrá filé flambado com Jack Daniels. Vamos usar o flambado para destacar as notas de madeira e Bourbon da cerveja. Enquanto que as notas de madeira e cacau irão complementar o sabor da carne

O post Boa Cerveja-Feira #298… Fuck the Dynasty apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-298-fuck-the-dysnaty/feed/ 0
Perrengues Cervejeiros com os Patronos – Beercast #338 http://beercast.com.br/programas/perrengues-cervejeiros-com-os-patronos-beercast-338/ http://beercast.com.br/programas/perrengues-cervejeiros-com-os-patronos-beercast-338/#comments Wed, 13 Nov 2019 03:00:41 +0000 http://beercast.com.br/?p=18920 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Cinthia Okawa, Marcelo Moretti e William Costa contam hoje os seus piores perrengues na fabricação de cerveja. Não deixe de escutar e descubra o que não fazer durante as suas brassagens.

O post Perrengues Cervejeiros com os Patronos – Beercast #338 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Cinthia Okawa, Marcelo Moretti e William Costa contam hoje os seus piores perrengues na fabricação de cerveja. Não deixe de escutar e descubra o que não fazer durante as suas brassagens.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Perrengues Cervejeiros com os Patronos – Beercast #338 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/perrengues-cervejeiros-com-os-patronos-beercast-338/feed/ 1 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Cinthia Okawa, Marcelo Moretti e William Costa contam hoje os seus piores perrengues na fabricação de cerveja. Não deixe de escutar e descubra o que não fazer durante as suas brassagens. Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Cinthia Okawa, Marcelo Moretti e William Costa contam hoje os seus piores perrengues na fabricação de cerveja. Não deixe de escutar e descubra o que não fazer durante as suas brassagens. Beercast Brasil 47:36
Boa Cerveja-Feira #297… Cloudberry Dreamshake http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-297-cloudberry-dreamshake/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-297-cloudberry-dreamshake/#respond Fri, 08 Nov 2019 03:45:37 +0000 http://beercast.com.br/?p=18910 Esta semana vamos estudar arte, música, psicodélica e por que não, cerveja, com a Cloudberry Dreamshake Esta cerveja é produzida pela Koala San Brew, uma cervejaria de Nova Lima, em Minas Gerais. Já provamos a Nuclear Fusion desta cervejaria anteriormente, que curiosamente, também é baseada em uma banda Australiana. A cloudberry dreamshake é uma parceria… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #297… Cloudberry Dreamshake apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos estudar arte, música, psicodélica e por que não, cerveja, com a Cloudberry Dreamshake

Esta cerveja é produzida pela Koala San Brew, uma cervejaria de Nova Lima, em Minas Gerais. Já provamos a Nuclear Fusion desta cervejaria anteriormente, que curiosamente, também é baseada em uma banda Australiana.

A cloudberry dreamshake é uma parceria entre a Koala e a banda australiana Buried Feather. A cerveja foi produzida para representar o álbum de 2019 da banda, que possui o mesmo nome, e inclusive o rótulo possui a mesma arte da capa do álbum.

Pela própria arte do álbum é bem perceptível o estilo da banda, eles dizem que o estilo deles é Rock Psicodélico. Então ao invés de descrever, vou deixar o link para que curtam o som.

Cloudberry Dreamshake

Cloudberry DreamshakeDados Técnicos:

Cerveja: Cloudberry Dreamshake
Estilo: Imperial IPA
Teor: 8,1%
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,00

A Cloudberry Dreamshake se apresenta dourada e levemente opaca. A espuma chama a atenção pela sua ótima formação e persistência.

No aroma temos a percepção de abacaxi, manga, pêssego e ameixa kelsey. Em segundo plano encontramos notas de malte que remetem a um aroma levemente adocicado, como fruta madura.

Ao provarmos a Cloudberry Dreamshake temos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que o paladar apresenta notas frutadas de manga, abacaxi e ameixa, o amargor tem intensidade mediana e com presença cítrica bem discreta, em parte oculta pelo frutado da cerveja. Em segundo plano temos o dulçor do malte como pano de fundo e uma adstringência mediana.

No aftertaste o amargor se torna mais evidente, trazendo o cítrico um pouco mais presente, com percepção de casca de laranja e uma adstringência ainda mais evidente.

Se a expectativa de uma juicy IPA são as notas frutadas marcantes, o pessoal da Koala acertou em cheio. A Cloudberry Dreamshake é marcada pelas notas de frutas amarelas suculentas durante toda a degustação.

Para a harmonização vamos buscar sair do esperado e usar estas notas frutadas tão evidentes.

Minha sugestão é harmonizarmos com uma pizza havaiana, a presença do abacaxi na pizza irá destacar ainda mais as notas de frutas da cerveja, que irão realçar o sabor do presunto cru e tornar a percepção de sabor da pizza ainda mais agridoce.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #297… Cloudberry Dreamshake apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-297-cloudberry-dreamshake/feed/ 0
Publicidade e Marketing cervejeiro com Nádia Mathias – Beercast #337 http://beercast.com.br/programas/publicidade-e-marketing-cervejeiro-com-nadia-mathias-beercast-337/ http://beercast.com.br/programas/publicidade-e-marketing-cervejeiro-com-nadia-mathias-beercast-337/#respond Wed, 06 Nov 2019 03:00:02 +0000 http://beercast.com.br/?p=18905 A Nádia veio até a mesa do Beercast pra bater um papo com Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins sobre publicidade e marketing cervejeiro, aproveitamos e perguntamos algumas coisas bem interessantes sobre as ações que a Publicis tem feito com a Heineken.

O post Publicidade e Marketing cervejeiro com Nádia Mathias – Beercast #337 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

A Nádia veio até a mesa do Beercast pra bater um papo com Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins sobre publicidade e marketing cervejeiro, aproveitamos e perguntamos algumas coisas bem interessantes sobre as ações que a Publicis tem feito com a Heineken.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Publicidade e Marketing cervejeiro com Nádia Mathias – Beercast #337 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/publicidade-e-marketing-cervejeiro-com-nadia-mathias-beercast-337/feed/ 0 A Nádia veio até a mesa do Beercast pra bater um papo com Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins sobre publicidade e marketing cervejeiro, aproveitamos e perguntamos algumas coisas bem interessantes sobre as ações que a Publicis tem feito com a H... A Nádia veio até a mesa do Beercast pra bater um papo com Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins sobre publicidade e marketing cervejeiro, aproveitamos e perguntamos algumas coisas bem interessantes sobre as ações que a Publicis tem feito com a Heineken. Beercast Brasil 57:11
Boa Cerveja-Feira #296… Bad Trip http://beercast.com.br/programas/boa-cerveja-feira-296-bad-trip/ http://beercast.com.br/programas/boa-cerveja-feira-296-bad-trip/#respond Fri, 01 Nov 2019 03:45:03 +0000 http://beercast.com.br/?p=18895 Esta semana desviamos dos gatos pretos, tiramos a fantasia de palhaço do armário e ir na Roquer  para curtir o halloween com a Bad Trip. A produção desta cerveja ficou por conta da Hocus Pocus, a mesma cervejaria que falamos algumas semanas atrás quando falamos sobre a Derealization. E se na Derealization nos estamos falando… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #296… Bad Trip apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana desviamos dos gatos pretos, tiramos a fantasia de palhaço do armário e ir na Roquer  para curtir o halloween com a Bad Trip.

A produção desta cerveja ficou por conta da Hocus Pocus, a mesma cervejaria que falamos algumas semanas atrás quando falamos sobre a Derealization.

E se na Derealization nos estamos falando de um transtorno dissociativo, na Bad Trip estamos falando de algo causado por fontes externas. Esta ‘viagem ruim’ é uma gíria para os efeitos negativos do uso de drogas, principalmente, quando se tratam de drogas com efeitos psicotrópicos. Isso pode incluir paranoia, sensação de sufocamento, insônia e alucinações. Uma curiosidade é que a Bad Trip causada pela abstinência do álcool é conhecida como Delirium Tremens.

Como devem imaginar, esta cerveja foi lançada hoje pela Hocus Pocus para comemoração do Halloween. E na página deles tem um trabalho visual que achei muito bem feito para divulgar a cerveja.

Bad Trip

Bad TripDados Técnicos:

Cerveja: Bad Trip
Estilo: Pastry Stout
Teor: 13,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,25

Ao recebermos a taça podemos ver uma cerveja completamente negra e fechada. A espuma marrom clara, que remete a cor de café com leite, tem boa formação e duração.

No aroma temos a percepção inicial de cappuccino, cacau, café em grãos e especiarias como cravo e canela. Em segundo plano temos notas de doce de abóbora e noz moscada.

Ao provarmos a Bad Trip temos uma cerveja de corpo alto e aveludado e baixa carbonatação. Enquanto que no paladar temos um fino equilíbrio entre a tosta de café e a percepção de doce de abóbora. As notas de cravo, canela e noz moscada são presentes desde o início, mas como um pano de fundo.

Já no aftertaste temos um crescimento da complexidade. Percepção de doce de abóbora, coco queimado, especiarias e cappuccino. Ao final temos a percepção de chocolate 90% cacau agarrado na língua.

A Bad Trip é uma cerveja com percepção densa e aveludada. As notas de doce de abóbora são um pano de fundo para um stout com notas de café, cacau e cappuccino muito bem inseridas. O final reforça a percepção de chocolate amargo e cacau de forma exemplar.

Para uma harmonização com a Bad Trip podemos seguir tanto para sobremesas quanto para pratos salgados, eu irei optar pela segunda opção.

Minha proposta é harmonizar com abóbora feita na brasa, com lascas de carne seca. A tosta da cerveja irá contrapor o salgado da carne seca, o sabor da abóbora que será elevado para o primeiro plano juntamente com as especiarias e o defumado.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #296… Bad Trip apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/boa-cerveja-feira-296-bad-trip/feed/ 0
Cervejas Envelhecidas com Carlos Bronson e os Patronos – Beercast #336 http://beercast.com.br/programas/cervejas-envelhecidas-com-carlos-bronson-e-os-patronos-beercast-336/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-envelhecidas-com-carlos-bronson-e-os-patronos-beercast-336/#respond Wed, 30 Oct 2019 03:00:45 +0000 http://beercast.com.br/?p=18890 Durante a Confraripa (confraria dos patronos do Beercast) do mês de Setembro, Anselmo Mendo e Carlos Bronson aproveitaram para conversar sobre como envelhecer cervejas em casa. Sejam um patrono você também e participe das nossas Confraripas!

O post Cervejas Envelhecidas com Carlos Bronson e os Patronos – Beercast #336 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Durante a Confraripa (confraria dos patronos do Beercast) do mês de Setembro, Anselmo Mendo e Carlos Bronson aproveitaram para conversar sobre como envelhecer cervejas em casa. Sejam um patrono você também e participe das nossas Confraripas!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas Envelhecidas com Carlos Bronson e os Patronos – Beercast #336 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-envelhecidas-com-carlos-bronson-e-os-patronos-beercast-336/feed/ 0 Durante a Confraripa (confraria dos patronos do Beercast) do mês de Setembro, Anselmo Mendo e Carlos Bronson aproveitaram para conversar sobre como envelhecer cervejas em casa. Sejam um patrono você também e participe das nossas Confraripas! Durante a Confraripa (confraria dos patronos do Beercast) do mês de Setembro, Anselmo Mendo e Carlos Bronson aproveitaram para conversar sobre como envelhecer cervejas em casa. Sejam um patrono você também e participe das nossas Confraripas! Beercast Brasil 44:25
Boa Cerveja-Feira #295… Boscaioli Sour http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-295-boscaioli-sour/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-295-boscaioli-sour/#respond Fri, 25 Oct 2019 04:45:39 +0000 http://beercast.com.br/?p=18882 Esta semana vamos misturar tudo que conseguirmos, buscando surpreender os sentidos, com a Boscaioli Sour. Este exemplar de American Sour é produzida por parceria entre as quase vizinhas Tábuas Campinas, a cervejaria Mafiosa , de Valinhos. Esta sour trás uma identidade mesclada de ambas as cervejarias. Por um lado, temos adição de madeira de putumuju… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #295… Boscaioli Sour apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos misturar tudo que conseguirmos, buscando surpreender os sentidos, com a Boscaioli Sour.

Este exemplar de American Sour é produzida por parceria entre as quase vizinhas Tábuas Campinas, a cervejaria Mafiosa , de Valinhos.

Esta sour trás uma identidade mesclada de ambas as cervejarias. Por um lado, temos adição de madeira de putumuju e jaqueira, trazendo notas frutadas. Por outro lado, temos o uso do  Duplo Dry Hopping com os lúpulos Barbe Rouge e Huell Melon.

Boscaioli Sour

Boscaioli Sour

Dados Técnicos:

Cerveja: Boscaioli Sour
Estilo: American Sour
Teor: 4,9%
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,0

No copo a Boscaioli Sour é dourada, cristalina e brilhante. A espuma tem boa aparência e bolhas uniformes, porém com baixa duração

No aroma a primeira percepção é de frutas amarelas, como pitanga e carambola. Seguida por uma suave presença lática e notas levemente amadeiradas.

A percepção ao provar é de uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar temos uma acidez alta e agradável, marcada por notas de frutas amarelas, mas ainda verdes, com aquele toque de ‘amarrar a boca’. Em segundo plano temos leves notas amadeiradas e uma presença discreta de frutas vermelhas silvestres, como morangos e amoras.

O aftertaste volta a apresentar as notas presentes no paladar, mas com as frutas amarelas ganhando ainda mais espaço.

A Boscaioli Sour é uma sour que me agrada por trazer uma acidez forte e marcante. E ainda usa madeiras para trazer ainda mais complexidade.

Para a harmonização, vamos tentar sair um pouco das escolhas convencionais.

Minha sugestão é harmonizarmos com panceta braseada. A alta carbonatação da Boscaioli Sour vai contrastar com a untuosidade da carne, abrindo espaço para as notas de amadeiradas colocarem um segundo nível de sabor na carne de porco.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #295… Boscaioli Sour apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-295-boscaioli-sour/feed/ 0
Cerveja Caseira for Dummies: Levedura Kveik com Max Soares – Beercast #335 http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-levedura-kveik-com-max-soares-beercast-335/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-levedura-kveik-com-max-soares-beercast-335/#respond Wed, 23 Oct 2019 03:00:59 +0000 http://beercast.com.br/?p=18876 Anselmo Mendo e Felipe Silva conversam hoje com Max Soares, que é cervejeiro caseiro e tem feito alguns experimentos com a levedura Kveik. Além de trazer algumas produções para a mesa do Beercast, ele vai contar os segredos e dar algumas dicas para quem quer começar a produzir as cervejas com a Kveik.

O post Cerveja Caseira for Dummies: Levedura Kveik com Max Soares – Beercast #335 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo e Felipe Silva conversam hoje com Max Soares, que é cervejeiro caseiro e tem feito alguns experimentos com a levedura Kveik. Além de trazer algumas produções para a mesa do Beercast, ele vai contar os segredos e dar algumas dicas para quem quer começar a produzir as cervejas com a Kveik.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cerveja Caseira for Dummies: Levedura Kveik com Max Soares – Beercast #335 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-levedura-kveik-com-max-soares-beercast-335/feed/ 0 Anselmo Mendo e Felipe Silva conversam hoje com Max Soares, que é cervejeiro caseiro e tem feito alguns experimentos com a levedura Kveik. Além de trazer algumas produções para a mesa do Beercast, ele vai contar os segredos e dar algumas dicas para que... Anselmo Mendo e Felipe Silva conversam hoje com Max Soares, que é cervejeiro caseiro e tem feito alguns experimentos com a levedura Kveik. Além de trazer algumas produções para a mesa do Beercast, ele vai contar os segredos e dar algumas dicas para quem quer começar a produzir as cervejas com a Kveik. Beercast Brasil 52:20
Boa Cerveja-Feira #294… Boys Bitter http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-294-boys-bitter/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-294-boys-bitter/#respond Fri, 18 Oct 2019 03:55:53 +0000 http://beercast.com.br/?p=18871 Esta semana vamos sair dos grandes tanques de fermentação e vamos voltar para a panelinha, com a Boys Bitter. Voltamos para mais um exemplar produzido pelo Rogério Santiago, que já comentamos quando publiquei a Vinagrete. Em conversa com o Rogério, ele me disse que esta primeira produção ainda não ficou do agrado. A cerveja está… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #294… Boys Bitter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos sair dos grandes tanques de fermentação e vamos voltar para a panelinha, com a Boys Bitter.

Voltamos para mais um exemplar produzido pelo Rogério Santiago, que já comentamos quando publiquei a Vinagrete.

Em conversa com o Rogério, ele me disse que esta primeira produção ainda não ficou do agrado. A cerveja está mais turva e escura que o esperado. A próxima brasagem terá mais tempo de esperar depois do whirpool para que o processo de decantação seja mais efetivo.

Mas o fato de termos um exemplar da escola inglesa sendo produzido, já um grande mérito.

Boys Bitter

Boys BitterDados Técnicos:

Cerveja: Boys Bitter
Estilo: English Pale Ale
Teor: 4,2%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 3,75

No copo a Boys Bitter tem tom cobre e apresenta opacidade. Já a espuma é densa, branca e bastante persistente.

Os aromas de biscoito, casca de pão, grãos e um toque terroso ocupam o primeiro plano. Enquanto que em segundo plano somos apresentados a uma suave presença de toffe e herbal.

Ao provarmos temos uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar as notas de biscoito, casca de pão e mosto surgem em primeiro plano. Na sequência um amargor suave e terroso, notas de toffe e um leve herbal gramíneo.

O aftertaste conta com a presença ainda mais evidente de biscoitos frescos e casca de pão. O final é seco, com amargor e toffe totalmente equilibrados.

A cor e a turbidez da Boys Bitter ainda precisam de um refino. Mas a percepção aromática e o sabor são fantásticos. Em tempos em que estilos clássicos da escola inglesa são raros, é uma agradável surpresa encontrar uma produção como esta.

Para a harmonização, havia pensado inicialmente em culinário inglesa. Mas sempre podemos expandir as opções e pensei em uma ex colônia britânica para trazer o prato.

Minha sugestão é harmonizarmos com lombo suíno ao curry picante. Deixarmos o malte fazer o contraste com a picância da curry, abrindo espaço para que as notas terrosas e herbais completem o sabor do molho e do lombo.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #294… Boys Bitter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-294-boys-bitter/feed/ 0
Entrevista com Taiga Cazarine – Beercast #334 http://beercast.com.br/programas/entrevista-com-taiga-cazarine-beercast-334/ http://beercast.com.br/programas/entrevista-com-taiga-cazarine-beercast-334/#respond Wed, 16 Oct 2019 03:00:00 +0000 http://beercast.com.br/?p=18861 Neste episódio, Anselmo Mendo e Felipe Carlos Silva recebem a Taiga Cazarine, que conta um pouco da sua história com a cerveja, as oportunidades e dificuldades enfrentadas por quem quer viver da bebida, e novas perspectivas.

O post Entrevista com Taiga Cazarine – Beercast #334 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Neste episódio, Anselmo Mendo e Felipe Carlos Silva recebem a Taiga Cazarine, que conta um pouco da sua história com a cerveja, as oportunidades e dificuldades enfrentadas por quem quer viver da bebida, e novas perspectivas.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Entrevista com Taiga Cazarine – Beercast #334 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/entrevista-com-taiga-cazarine-beercast-334/feed/ 0 Neste episódio, Anselmo Mendo e Felipe Carlos Silva recebem a Taiga Cazarine, que conta um pouco da sua história com a cerveja, as oportunidades e dificuldades enfrentadas por quem quer viver da bebida, e novas perspectivas. Neste episódio, Anselmo Mendo e Felipe Carlos Silva recebem a Taiga Cazarine, que conta um pouco da sua história com a cerveja, as oportunidades e dificuldades enfrentadas por quem quer viver da bebida, e novas perspectivas. Beercast Brasil 1:00:05
Boa Cerveja-Feira #293… Derealization http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-293-derealization/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-293-derealization/#comments Fri, 11 Oct 2019 03:45:06 +0000 http://beercast.com.br/?p=18854 Esta semana tivemos uma experiência de despersonalização cervejeira com a Derealization. Esta é uma IPA produzida pela Hocus Pocus . Esta foi produzida usando somente um tipo de malte, o Maris Otter, e somente um lúpulo, no caso o Mosaic. O nome da cerveja vem do termo Despersonalização. Um transtorno de desordem dissociativa, que se caracteriza… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #293… Derealization apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana tivemos uma experiência de despersonalização cervejeira com a Derealization.

Esta é uma IPA produzida pela Hocus Pocus . Esta foi produzida usando somente um tipo de malte, o Maris Otter, e somente um lúpulo, no caso o Mosaic.

O nome da cerveja vem do termo Despersonalização. Um transtorno de desordem dissociativa, que se caracteriza por sentimentos de irrealidade, como se estive em um sonho ou um filme.

Qualquer tema que tange distúrbios psicológicos deve ser tratado com seriedade. Mas entendo que a cervejaria quis trazer o conceito de que a cerveja te afasta da realidade do dia a dia, e te coloca mais próximo a um mundo menos estressante.

Derealization

DerealizationDados Técnicos:

Cerveja: Derealization
Estilo: IPA
Teor: 7,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,00

Ao receber o copo encontramos uma cerveja com um dourado intenso e opaca. A espuma ter formação mediana, com pouca uniformidade, mas com boa persistência.

No aroma encontramos notas cítricas destacadas, com percepção de maracujá, grapefruit e laranja curaçau. Em segundo plano temos a presença suave de biscoito fresco, caramelo, malte e leve presença de pinho.

A Derealization é uma cerveja de corpo médio e carbonatação média alta. Enquanto que no paladar a percepção de lúpulo surge em primeiro plano, com amargor médio e persistente com notas cítricas de casca de laranja, maracujá, leve herbal e resinoso de pinho. Em segundo plano a presença de malte traz uma leve presença de caramelo.

Aftertaste com presença cítrica e herbal crescente. O amargor persiste por bastante tempo, com um hash discreto a final.

A Derealization é uma leitura muito honesta das clássicas American IPA. O lúpulo é colocado em destaque, sem abrir mão do malte para criar o contraponto. Com exceção ao hash que temos ao final, a cerveja é deliciosa.

Como uma IPA clássica, uma das primeiras coisas que pensamos em harmonizar é com lanches, mas não obrigatoriamente hambúrguer.

Minha sugestão para este rótulo é harmonizarmos com um lanche de pastrami com queijo meia cura. Vamos usar o malte presente na Derealization para contrastar com o salgado do queijo e vamos deixar as notas cítricas e herbais completarem as notas de especiarias do pastrami e elevar todos estes sabores.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #293… Derealization apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-293-derealization/feed/ 1
Brewtainer! Nunca foi tão fácil ter um bar – Beercast #333 http://beercast.com.br/programas/brewtainer-nunca-foi-tao-facil-ter-um-bar-beercast-333/ http://beercast.com.br/programas/brewtainer-nunca-foi-tao-facil-ter-um-bar-beercast-333/#comments Wed, 09 Oct 2019 03:00:05 +0000 http://beercast.com.br/?p=18851 Anselmo Mendo e Felipe Silva receberam o Maurício Margaritelli para saber mais sobre essa ideia de construir um bar dentro de um contêiner. Descubra também se o Felipe Silva conseguiria morar dentro de um brewtainer.

O post Brewtainer! Nunca foi tão fácil ter um bar – Beercast #333 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo e Felipe Silva receberam o Maurício Margaritelli para saber mais sobre essa ideia de construir um bar dentro de um contêiner. Descubra também se o Felipe Silva conseguiria morar dentro de um brewtainer.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Brewtainer! Nunca foi tão fácil ter um bar – Beercast #333 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/brewtainer-nunca-foi-tao-facil-ter-um-bar-beercast-333/feed/ 1 Anselmo Mendo e Felipe Silva receberam o Maurício Margaritelli para saber mais sobre essa ideia de construir um bar dentro de um contêiner. Descubra também se o Felipe Silva conseguiria morar dentro de um brewtainer. Anselmo Mendo e Felipe Silva receberam o Maurício Margaritelli para saber mais sobre essa ideia de construir um bar dentro de um contêiner. Descubra também se o Felipe Silva conseguiria morar dentro de um brewtainer. Beercast Brasil 54:36
Boa Cerveja-Feira #292… Stouteada http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-292-stouteada/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-292-stouteada/#respond Fri, 04 Oct 2019 03:55:53 +0000 http://beercast.com.br/?p=18844 Se na semana anterior falamos sobre envelhecimento em barril, vamos manter o tema nesta semana, desta vez com a Stouteada. A Stouteada é produzida pela Thirsty Hawks, assim como a Rarite que falamos na semana passada. Porem desta vez vamos encontrar um envelhecimento em barril de carvalho usado para repousar Bourbon. E apesar de tratarmos… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #292… Stouteada apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Se na semana anterior falamos sobre envelhecimento em barril, vamos manter o tema nesta semana, desta vez com a Stouteada.

A Stouteada é produzida pela Thirsty Hawks, assim como a Rarite que falamos na semana passada. Porem desta vez vamos encontrar um envelhecimento em barril de carvalho usado para repousar Bourbon.

E apesar de tratarmos a cerveja somente por Stouteada, o nome completo é Stouteada Imperial Pumpkin Stout Bourbon Barrel Aged. Um nome deste nos dá três fatos:

  • É uma Imperial, então podemos esperar mais álcool.
  • Pumpkin indica o uso de abóbora
  • É um nome muito grande, então iremos abreviar

Stouteada

stouteadaDados Técnicos:

Cerveja: Stouteada
Estilo: Imperial Stout
Teor: 10,8%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,25

A stouteada se apresenta completamente negra e fechada. A espuma se forma bege, persistente e com bolhas pequenas.

O aroma se apresenta complexo em primeira impressão. Temos notas de tosta, café,  doce de abóbora e madeira. Temos ainda uma leve presença de especiarias como cravo e alcaçuz.

Ao provarmos vemos que a stouteada tem carbonatação baixa, corpo alto e percepção aveludada ao palato. Enquanto que no paladar encontramos notas de torrado, café e doce de abóbora equilibrados e um fundo de chocolate amargo.

Em segundo plano notas suaves de especiarias como cravo, alcaçuz e suave alcoólico que remete a Bourbon.

O aftertaste é marcado pela presença da tosta e abóbora na brasa, alcoólico muito discreto e final seco.

A stouteada é uma imperial stout que mescla uma série de conceito, a inclusão da abóbora é muito bem executada e o envelhecimento em barril de carvalho usado para repousar Bourbon anteriormente traz notas únicas.

Para a harmonização pensei em usar um detalhe da cerveja que esta apresentado de maneira discreta e dar mais relevância.

Minha sugestão é harmonizarmos com abóbora cabotia na brasa coberta com linguiça flambada na cachaça. Vamos trazer todas as notas de abóbora da cerveja para o primeiro plano e complementar com a linguiça que terá o salgado do sabor controlado pela tosta presente.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #292… Stouteada apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-292-stouteada/feed/ 0
Julgando cervejas com o Sommelier Jayro Neto – Beercast #332 http://beercast.com.br/programas/julgando-cervejas-com-o-sommelier-jayro-neto-beercast-332/ http://beercast.com.br/programas/julgando-cervejas-com-o-sommelier-jayro-neto-beercast-332/#respond Wed, 02 Oct 2019 03:00:06 +0000 http://beercast.com.br/?p=18838 Neste programa, nosso convidado conta um pouco mais de como foi o Campeonato Brasileiro de 2019, em que se sagrou campeão e, de quebra, ensina ao Felipe Silva e ao Renato Martins como é que se faz um julgamento de cerveja nos moldes do BJCP!

O post Julgando cervejas com o Sommelier Jayro Neto – Beercast #332 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Neste programa, nosso convidado conta um pouco mais de como foi o Campeonato Brasileiro de 2019, em que se sagrou campeão e, de quebra, ensina ao Felipe Silva e ao Renato Martins como é que se faz um julgamento de cerveja nos moldes do BJCP!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Julgando cervejas com o Sommelier Jayro Neto – Beercast #332 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/julgando-cervejas-com-o-sommelier-jayro-neto-beercast-332/feed/ 0 Neste programa, nosso convidado conta um pouco mais de como foi o Campeonato Brasileiro de 2019, em que se sagrou campeão e, de quebra, ensina ao Felipe Silva e ao Renato Martins como é que se faz um julgamento de cerveja nos moldes do BJCP! Neste programa, nosso convidado conta um pouco mais de como foi o Campeonato Brasileiro de 2019, em que se sagrou campeão e, de quebra, ensina ao Felipe Silva e ao Renato Martins como é que se faz um julgamento de cerveja nos moldes do BJCP! Beercast Brasil 1:02:26
Boa Cerveja-Feira #291… Rarite http://beercast.com.br/programas/boa-cerveja-feira-291-rarite/ http://beercast.com.br/programas/boa-cerveja-feira-291-rarite/#comments Fri, 27 Sep 2019 04:45:34 +0000 http://beercast.com.br/?p=18829 Nesta semana vamos conhecer um bom trabalho de envelhecimento em barril, com a Rarite. A Rarite é produzida pela Thirsty Hawks, uma cervejaria cigana do Rio de Janeiro. Eles se colocam como uma cervejaria que quer matar a sede, sede de conhecimento, sede de apoiar a cultura cervejeira, sede de inovação. Para esta coluna vamos… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #291… Rarite apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Nesta semana vamos conhecer um bom trabalho de envelhecimento em barril, com a Rarite.

A Rarite é produzida pela Thirsty Hawks, uma cervejaria cigana do Rio de Janeiro. Eles se colocam como uma cervejaria que quer matar a sede, sede de conhecimento, sede de apoiar a cultura cervejeira, sede de inovação.

Para esta coluna vamos conhecer um dos lançamentos que a cervejaria apresentou no Mondial de la Biere deste ano, no Rio de Janeiro. No total foram 11 lançamentos, muito deles com envelhecimento em barris. E algo interessante é que temos envelhecimento em uma grande variedade de tipos de barris, vinho, gin, Bourbon, dentre outros.

Rarite

RariteDados Técnicos:

Cerveja: Rarite
Estilo: Farmhouse Ale
Teor: 6,5%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,00

Ao servirmos encontramos uma cerveja em tom dourado escuro e opaca. A espuma é branca e com uma formação invejável, bolhas muito pequenas, uniforme e muito persistente.

No aroma somos apresentados a notas de madeira, herbal, uvas brancas e leve vinifica. Em segundo plano encontramos o malte criando todo o cenário e uma suave percepção rústica.

Quando provamos a Rarite encontramos uma cerveja de corpo médio e alta carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos notas herbais, leve amadeirado, vinho branco acompanhado pelo vinificado suave. A percepção frutada traz notas de pêssego. Em segundo plano malte, rústico, feno e um toque de madeira.

O aftertaste traz em destaque notas rústicas e vinificado de uvas verdes. E as notas de madeira remetem ao uso de madeira jovem.

A Rarite é uma Farmhouse Ale que além de trazer as notas rústicas esperadas, agrega o vinificado de Chardonnay de forma muito equilibrada. O final com toque de madeira jovem e feno trazem uma percepção com muita personalidade, mas sem agredir o paladar.

Para harmonizarmos a Rarite, podemos usar umas das opções mais clássicas para uma farmhouse ale, o risoto

Em específico para esta cerveja, vamos optar pelo risoto de alho poró. Vamos buscar a semelhança entre as notas herbais e o toque vinificado tanto da cerveja quanto do prato e destacar estas notas ainda mais.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #291… Rarite apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/boa-cerveja-feira-291-rarite/feed/ 2
Cervejas do Patrono Raphael Koerich – Beercast #331 http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-patrono-rafael-koerich-beercast-331/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-patrono-rafael-koerich-beercast-331/#respond Wed, 25 Sep 2019 03:00:51 +0000 http://beercast.com.br/?p=18823 Nada melhor para um cervejeiro caseiro que busca sua evolução do que enviar amostras de suas cervejas para especialista altamente qualificados. Era isso que o patrono Raphael Koerick buscou fazer, mas como não encontrou esses especialistas, mandou as @koerichbier para o Anselmo Mendo, Renato Martins , Felipe Carlos Silva e Bernardo Couto.

O post Cervejas do Patrono Raphael Koerich – Beercast #331 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Nada melhor para um cervejeiro caseiro que busca sua evolução do que enviar amostras de suas cervejas para especialista altamente qualificados. Era isso que o patrono Raphael Koerick buscou fazer, mas como não encontrou esses especialistas, mandou as @koerichbier para o Anselmo Mendo, Renato Martins , Felipe Carlos Silva e Bernardo Couto.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas do Patrono Raphael Koerich – Beercast #331 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-patrono-rafael-koerich-beercast-331/feed/ 0 Nada melhor para um cervejeiro caseiro que busca sua evolução do que enviar amostras de suas cervejas para especialista altamente qualificados. Era isso que o patrono Raphael Koerick buscou fazer, mas como não encontrou esses especialistas, Nada melhor para um cervejeiro caseiro que busca sua evolução do que enviar amostras de suas cervejas para especialista altamente qualificados. Era isso que o patrono Raphael Koerick buscou fazer, mas como não encontrou esses especialistas, mandou as @koerichbier para o Anselmo Mendo, Renato Martins , Felipe Carlos Silva e Bernardo Couto. Beercast Brasil 47:21
Boa Cerveja-Feira #290… Bourbon Barrel Quad 2014 http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-290-bourbon-barrel-quad-2014/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-290-bourbon-barrel-quad-2014/#respond Fri, 20 Sep 2019 03:45:44 +0000 http://beercast.com.br/?p=18817 Se na semana passada estávamos em jejum para acompanhar a gestação da esposa, nesta semana vamos resgatar uma cerveja da adega para comemorar o nascimento da filha, com a Bourbon Barrel Quad 2014. Esta cerveja é fabricada pela Boulevard Brewing, e faz parte da Smokestack Series. Esta é uma série de cervejas lançadas pela Boulevard… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #290… Bourbon Barrel Quad 2014 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Se na semana passada estávamos em jejum para acompanhar a gestação da esposa, nesta semana vamos resgatar uma cerveja da adega para comemorar o nascimento da filha, com a Bourbon Barrel Quad 2014.

Esta cerveja é fabricada pela Boulevard Brewing, e faz parte da Smokestack Series. Esta é uma série de cervejas lançadas pela Boulevard Brewing com perfil mais complexo e rico e normalmente com um teor alcoólico mais elevado.

A Bourbon Barrel Quad 2014 tem como base a The Sixth Glass, uma quadrupel bastante encorpada. Esta base é colocada para envelhecer em barris que foram usadas para produção de Bourbon. Ao final do processo que pode demorar até três anos e ao final do processo foram inseridas cerejas.

Esta safra em especial é uma garrafa que arrematei no evento de aniversário do Bar do Celso, acompanhado pelo Anselmo Mendo. Mantive guardada desde então, portanto é uma garrafa da safra de 2014, com 5 anos de guarda, e veremos o impacto desta guarda nas notas da cerveja.

Bourbon Barrel Quad 2014

Bourbon Barrel Quad 2014Dados Técnicos:

Cerveja: Bourbon Barrel Quad 2014
Estilo: Quadrupel
Teor: 11,8%
País de origem: EUA
Embalagem: 750 ml
Nota: 4,75

Quando servida no copo temos a visão de uma cerveja castanha avermelhada, intensa em cor e opaca. A espuma surge em tom bronze, com boa formação, porém breve em duração

O aroma a percepção de álcool surge evidente, com notas de madeira e Bourbon bastante destacadas. Em segundo plano, após um pouco de aquecimento da cerveja encontramos notas de malte, frutas secas e cerejas.

Ao provarmos a Bourbon Barrel Quad 2014 podemos notas que se trata de uma cerveja de corpo alto e percepção aveludada, a carbonatação ainda se mantem média. Enquanto que no paladar encontramos uma cerveja extremamente complexa.  Encontramos notas de madeira e Bourbon logo no início, que são completadas por notas de malte, frutas secas e uma leve presença de baunilha e cereja.

O aftertaste traz novamente as notas predominantes no aroma, madeira e Bourbon. Mas agora em conjunto com aquecimento e um toque de tâmaras secas.

A Bourbon Barrel Quad 2014 apresenta um perfil muito rico, mas a guarda salientou em muito o envelhecimento em barris. A madeira surge como principal componente, seguido pelas próprias notas de Bourbon e pela presença de frutas secas e cerejas.

Para a harmonização, várias opções passaram pela minha cabeça, uma cerveja intensa como esta gera vários cenários.

Mas optei por propor a harmonização com costela no bafo. Usamos a carne pelo seu sabor forte e quantidade gordura, que será devidamente contrastada pelo álcool da Bourbon Barrel Quad 2014 deixando os sabores defumados da carne serem completados pelas notas de madeira e Bourbon, gerando assim uma experiência completamente nova.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #290… Bourbon Barrel Quad 2014 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-290-bourbon-barrel-quad-2014/feed/ 0
Cervejaria Invicta com Rodrigo Silveira – Beercast #330 http://beercast.com.br/programas/cervejaria-invicta-com-rodrigo-silveira-beercast-330/ http://beercast.com.br/programas/cervejaria-invicta-com-rodrigo-silveira-beercast-330/#respond Wed, 18 Sep 2019 03:00:17 +0000 http://beercast.com.br/?p=18811 Numa conversa descontraída no recém-inaugurado® espaço da Cervejaria Invicta em São Paulo, o Rodrigo fala mais sobre sua história, a história da cervejaria, mercado cervejeiro, o dia da justiça e os planos de expansão da cervejaria. TEM NOVIDADE EM PRIMEIRA MÃO!

O post Cervejaria Invicta com Rodrigo Silveira – Beercast #330 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Numa conversa descontraída no recém-inaugurado® espaço da Cervejaria Invicta em São Paulo, o Rodrigo fala mais sobre sua história, a história da cervejaria, mercado cervejeiro, o dia da justiça e os planos de expansão da cervejaria. TEM NOVIDADE EM PRIMEIRA MÃO!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejaria Invicta com Rodrigo Silveira – Beercast #330 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejaria-invicta-com-rodrigo-silveira-beercast-330/feed/ 0 Numa conversa descontraída no recém-inaugurado® espaço da Cervejaria Invicta em São Paulo, o Rodrigo fala mais sobre sua história, a história da cervejaria, mercado cervejeiro, o dia da justiça e os planos de expansão da cervejaria. Numa conversa descontraída no recém-inaugurado® espaço da Cervejaria Invicta em São Paulo, o Rodrigo fala mais sobre sua história, a história da cervejaria, mercado cervejeiro, o dia da justiça e os planos de expansão da cervejaria. TEM NOVIDADE EM PRIMEIRA MÃO! Beercast Brasil 45:03
Boa Cerveja-Feira #289… Paulaner Non Alcoholic http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-289-paulaner-non-alcoholic/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-289-paulaner-non-alcoholic/#comments Fri, 13 Sep 2019 03:45:17 +0000 http://beercast.com.br/?p=18798 Esta semana vamos ser solidários com a gravidez da esposa e se manter desalcoolizado, mas com as resenhas em dia, com a Paulaner Non Alcoholic. Esta é a cerveja sem álcool da clássica Paulaner Weisbier. E seguindo o modelo clássico de cervejas sem álcool, a Paulaner opta por interromper a fermentação prematuramente. Esta decisão gera… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #289… Paulaner Non Alcoholic apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos ser solidários com a gravidez da esposa e se manter desalcoolizado, mas com as resenhas em dia, com a Paulaner Non Alcoholic.

Esta é a cerveja sem álcool da clássica Paulaner Weisbier. E seguindo o modelo clássico de cervejas sem álcool, a Paulaner opta por interromper a fermentação prematuramente.

Esta decisão gera alguns fatores interessantes. As notas de banana e cravo ficam praticamente desaparecidas, pois são geradas justamente na fermentação. Apesar de falarmos de cerveja sem álcool ela tem 0,5% de ABV, afinal, na Alemanha isso é praticamente zero.

E falando em cervejas sem álcool, a exatos 5 anos atrás o Renato Martins publicou uma resenha sobre cervejas que podem ser usadas após exercícios, e dentre elas consta uma cerveja sem álcool.

Paulaner Non Alcoholic

Paulaner Non AlcoholicDados Técnicos:

Cerveja: Paulaner Non Alcoholic
Estilo: Weisbier
Teor: 0,5%
País de origem: Alemanha
Embalagem: 500ml
Nota: 3,00

Cerveja dourada escura e opaca. Com espuma completamente branca, densa e de longa duração.

No aroma temos a presença marcante de notas de biscoito, casca de pão, mosto e fermento. A presença de notas de banana e cravo, esperadas em uma weisbier, são geradas na fermentação e neste caso não foram incentivadas, dado o encerramento prematuro do processo.

Ao provarmos a Paulaner Non Alcoholic temos uma cerveja bastante densa e com carbonatação média. Enquanto que no paladar temos as notas de biscoito e casca de pão sendo trazidas em primeiro plano, densas e preenchendo todo o paladar. Parece que estamos provando uma rosca de páscoa. Em segundo plano temos um leve floral e dulçor remanescente.

O aftertaste mantem as notas de biscoito, mas agora aliamos uma percepção de pão doce. Um leve dulçor é agregado a percepção juntamente com um suave floral.

A Paulaner Non Alcoholic é uma cerveja bastante densa e saborosa, as notas de biscoito e casca de pão evoluem agregando um suave dulçor e notas florais.

A harmonização desta cerveja que remeteu a uma tentativa que já fiz e creio que esta cerveja será bem mais eficaz. O malte destacado torna esta cerveja uma ótima opção para pratos apimentados.

Vamos optar por harmonizar com tulipas de frango com geleia de pimenta defumada. O malte destacado irá contrastar com a ardência, deixando espaço para o sabor da carne de frango e notas defumadas ganharem destaque.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #289… Paulaner Non Alcoholic apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-289-paulaner-non-alcoholic/feed/ 1
Cervejaria Nacional com Bia Cury e Guilherme Macedo – Beercast #329 http://beercast.com.br/programas/cervejaria-nacional-com-bia-cury-e-guilherme-macedo-beercast-329/ http://beercast.com.br/programas/cervejaria-nacional-com-bia-cury-e-guilherme-macedo-beercast-329/#respond Wed, 11 Sep 2019 03:00:49 +0000 http://beercast.com.br/?p=18787 Acompanhe esse bate-papo que os nossos convidados tiveram com Felipe Silva e Renato Martins para conhecer suas histórias no meio cervejeiro; saber mais sobre o pioneirismo e planos futuros da Cervejaria Nacional no mercado paulistano, e; de quebra, ver eternizada uma vexatória história (mais uma) do Felipe, entendendo porque raios o Growler Humano sempre cumprimenta a Bia com um pedido de desculpas.

O post Cervejaria Nacional com Bia Cury e Guilherme Macedo – Beercast #329 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Acompanhe esse bate-papo que os nossos convidados tiveram com Felipe Silva e Renato Martins para conhecer suas histórias no meio cervejeiro; saber mais sobre o pioneirismo e planos futuros da Cervejaria Nacional no mercado paulistano, e; de quebra, ver eternizada uma vexatória história (mais uma) do Felipe, entendendo porque raios o Growler Humano sempre cumprimenta a Bia com um pedido de desculpas.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejaria Nacional com Bia Cury e Guilherme Macedo – Beercast #329 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejaria-nacional-com-bia-cury-e-guilherme-macedo-beercast-329/feed/ 0 Acompanhe esse bate-papo que os nossos convidados tiveram com Felipe Silva e Renato Martins para conhecer suas histórias no meio cervejeiro; saber mais sobre o pioneirismo e planos futuros da Cervejaria Nacional no mercado paulistano, e; de quebra, Acompanhe esse bate-papo que os nossos convidados tiveram com Felipe Silva e Renato Martins para conhecer suas histórias no meio cervejeiro; saber mais sobre o pioneirismo e planos futuros da Cervejaria Nacional no mercado paulistano, e; de quebra, ver eternizada uma vexatória história (mais uma) do Felipe, entendendo porque raios o Growler Humano sempre cumprimenta a Bia com um pedido de desculpas. Beercast Brasil 49:05
Boa Cerveja-Feira #288… Dragon Flies High Pastry http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-288-dragon-flies-high-pastry/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-288-dragon-flies-high-pastry/#respond Fri, 06 Sep 2019 03:45:35 +0000 http://beercast.com.br/?p=18781 Mesmo que involuntariamente estamos fazendo uma pequena série de cervejas da Dádiva, esta em especial encontrei em um bar perto do trabalho e aproveitei a oportunidade de conhecer a Dragon Flies High Pastry. Nem preciso dizer que estamos falando novamente da cervejaria Dádiva. E vamos para um estilo que esta na moda atualmente, uma Pastry Stout. Mas… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #288… Dragon Flies High Pastry apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Mesmo que involuntariamente estamos fazendo uma pequena série de cervejas da Dádiva, esta em especial encontrei em um bar perto do trabalho e aproveitei a oportunidade de conhecer a Dragon Flies High Pastry.

Nem preciso dizer que estamos falando novamente da cervejaria Dádiva. E vamos para um estilo que esta na moda atualmente, uma Pastry Stout.

Mas não achem que qualquer Dragon Flies High se trata de uma Pastry Stout. Na verdade esta é uma série de Russian Imperial Stouts produzidas pela Dádiva, envelhecidas em barris de carvalho por 6 meses e usadas como base para 3 variações.

Hoje vamos falar da variação Pastry que leva Lactose, baunilha, cacau e morango. Mas ainda temos as variações Breakfast com Café Reserva da Fazenda Ambiental Fortaleza e xarope de maple e a Mexican Café, canela, baunilha, cacau e pimentas dedo de moça e malagueta.

Dragon Flies High Pastry

Dragon Flies High PastryDados Técnicos:

Cerveja: Dragon Flies High Pastry
Estilo: Pastry Stout
Teor: 10,6%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,00

Cerveja completamente negra e brilhante. A espuma marrom bastante persistente, com bolhas pequenas e boa formação.

Já no aroma encontramos notas licorosas que remetem a Baileys, mas ainda temos notas de cardamomo, café, baunilha e leve lactose. Em segundo plano esta percepção licorosa e adocicada trás uma percepção de geleia de morango maduro.

Ao provarmos a Dragon Flies High Pastry temos uma cerveja de corpo alto e carbonatação média baixa. Enquanto que no paladar temos uma cerveja com notas adocicadas de cacau, caramelo queimado, morango maduro, madeira e baunilha.

Já o aftertaste nos apresenta notas de calda de caramelo, cacau e madeira, trazendo ainda uma percepção suave de tosta, chocolate amargo e morango.

A Dragon Flies High Pastry é uma cerveja muito densa, o peso no palato é notável. Aveludada e com notas de madeira, tosta e morangos. Minha experiência ao provar a cerveja é que se trata de uma variação feita para ser tomada devagar e com calma.

A harmonização por si já bem complicada, afinal a Dragon Flies High Pastry por si só já é praticamente uma sobremesa. Então irei partir para outra abordagem e usar a cerveja na própria construção do prato.

Minha sugestão é harmonizarmos com um bolo inglês, que é mais neutro e irá salientar as notas de malte. Mas vamos preparar uma calda de Dragon Flies High Pastry reduzida para aplicar sobre a fatia de bolo inglês.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #288… Dragon Flies High Pastry apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-288-dragon-flies-high-pastry/feed/ 0
Projeto Batom Vermelho com Nadhine França – Beercast #328 http://beercast.com.br/programas/nadhine-franca-beercast-328/ http://beercast.com.br/programas/nadhine-franca-beercast-328/#comments Wed, 04 Sep 2019 03:00:15 +0000 http://beercast.com.br/?p=18770 Neste episódio Felipe Silva , Anselmo Mendo, Renato Martins e Luquita da Cerveja batem um papo com a Nadhine França, figurinha batida nos principais festivais e eventos cervejeiros. Dona de um curriculo cervejeiro de dar inveja, nossa convidada veio falar principalmente de algo que faz seus olhos brilharem: O Projeto Batom Vermelho!

O post Projeto Batom Vermelho com Nadhine França – Beercast #328 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Neste episódio Felipe Silva , Anselmo Mendo, Renato Martins e Luquita da Cerveja batem um papo com a Nadhine França, figurinha batida nos principais festivais e eventos cervejeiros. Dona de um curriculo cervejeiro de dar inveja, nossa convidada veio falar principalmente de algo que faz seus olhos brilharem: O Projeto Batom Vermelho!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Projeto Batom Vermelho com Nadhine França – Beercast #328 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/nadhine-franca-beercast-328/feed/ 1 Neste episódio Felipe Silva , Anselmo Mendo, Renato Martins e Luquita da Cerveja batem um papo com a Nadhine França, figurinha batida nos principais festivais e eventos cervejeiros. Dona de um curriculo cervejeiro de dar inveja, Neste episódio Felipe Silva , Anselmo Mendo, Renato Martins e Luquita da Cerveja batem um papo com a Nadhine França, figurinha batida nos principais festivais e eventos cervejeiros. Dona de um curriculo cervejeiro de dar inveja, nossa convidada veio falar principalmente de algo que faz seus olhos brilharem: O Projeto Batom Vermelho! Beercast Brasil 46:43
Boa Cerveja-Feira #287… Dádiva EAP Blueberry http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-287-dadiva-eap-blueberry/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-287-dadiva-eap-blueberry/#respond Fri, 30 Aug 2019 03:45:35 +0000 http://beercast.com.br/?p=18762 Não cansamos de colocar frutas vermelhas nas cervejas, então vamos provar mais uma cerveja com adição de mirtilos, esta semana a Dádiva EAP Blueberry. Estamos falando novamente de uma cerveja da Dádiva e desta vez em parceria com o EAP. Praticamente todos que rodeiam o mercado de cervejas artesanais tem uma relação passional com o… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #287… Dádiva EAP Blueberry apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Não cansamos de colocar frutas vermelhas nas cervejas, então vamos provar mais uma cerveja com adição de mirtilos, esta semana a Dádiva EAP Blueberry.

Estamos falando novamente de uma cerveja da Dádiva e desta vez em parceria com o EAP.

Praticamente todos que rodeiam o mercado de cervejas artesanais tem uma relação passional com o EAP. O Empório tem sempre ótimas cervejas e é uma referência para lançamentos nacionais e importados. Por outro lado existe sempre a questão da concorrência e dos preços, que incomoda a muitos.

Mas neste caso o EAP entrou em parceira com a Dádiva para construir esta cerveja, e assim como na semana passada vemos que a Dádiva não economiza. Para a Dádiva EAP Blueberry foram usados 400 quilos de mirtilo e vocês poderão ver pela descrição da cerveja o impacto disto.

Dádiva EAP Blueberry

Dádiva EAP BlueberryDados Técnicos:

Cerveja: Dádiva EAP Blueberry
Estilo: Imperial Porter
Teor: 10,3%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,00

Ao ser servida a Dádiva EAP Blueberry se apresenta completamente negra e fechada. A espuma marrom tem ótima formação e persistência.

No aroma podemos notar notas de cacau, mirtilo e amoras. Em segundo plano suave tosta, caramelo e toffe.

Ao provarmos a Dádiva EAP Blueberry encontramos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar somos apresentados a notas de frutas vermelhas, mirtilos e amoras de forma bastante pungente. Mas logo temos incluídas no cenário a percepção de cappuccino e chocolate amargo. Já em segundo plano complementamos com notas de caramelo, tosta e leve café coado.

No aftertaste temos uma leve acidez de frutas silvestres, como mirtilo e amora, acompanhada pela suave presença de cacau, caramelo e candy sugar.

A Dádiva EAP Blueberry é uma imperial porter com uma presença de frutas vermelhas em intensidade inesperada. Mas isso é fundamental para não ser oculta pelas notas de tosta, cacau e álcool. A suave acidez ao final, aliada ao cacau, traz uma percepção única.

Esta é uma cerveja que tem notas bastante marcantes, e a presença de frutas vermelhas, cacau e tosta abre um leque de opções. Mas irei arriscar e sair das minhas primeiras opções, que seriam sobremesas.

Minha sugestão para a harmonização é usarmos porchetta. Vamos deixar o teor alcoólico da cerveja contrastar com a untuosidade do prato, e as notas frutadas e a leve acidez ao final vão destacar ainda mais o sabor da carne, com um toque agridoce.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #287… Dádiva EAP Blueberry apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-287-dadiva-eap-blueberry/feed/ 0
Cervezaria Juan Caloto com John e Calote – Beercast #327 http://beercast.com.br/programas/cervezaria-juan-caloto-com-john-e-calote-beercast-327/ http://beercast.com.br/programas/cervezaria-juan-caloto-com-john-e-calote-beercast-327/#comments Wed, 28 Aug 2019 03:00:04 +0000 http://beercast.com.br/?p=18760 En el episodio #327 de Beercast Brasil, Felipe Silva, Anselmo Mendo, Renato Martins, Bronson y Lucas Fabiano, más coñecido como El Pequeño Luca de La Cerveza, recieben em una taberna a Felipe Gumiero (John) y Marcelo Gianesi Bellintani (Calote), de la cervezaria Juan Caloto. Brinde com ellos, descubra la historia de origen do lendario bandoleiro Juan Caloto, pratique su portuñol y presencie un duelo mortal entre los convidados!

O post Cervezaria Juan Caloto com John e Calote – Beercast #327 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

En el episodio #327 de Beercast Brasil, Felipe Silva, Anselmo Mendo, Renato Martins, Bronson y Lucas Fabiano, más coñecido como El Pequeño Luca de La Cerveza, recieben em una taberna a Felipe Gumiero (John) y Marcelo Gianesi Bellintani (Calote), de la cervezaria Juan Caloto.

Brinde com ellos, descubra la historia de origen do lendario bandoleiro Juan Caloto, pratique su portuñol y presencie un duelo mortal entre los convidados!

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervezaria Juan Caloto com John e Calote – Beercast #327 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervezaria-juan-caloto-com-john-e-calote-beercast-327/feed/ 3 En el episodio #327 de Beercast Brasil, Felipe Silva, Anselmo Mendo, Renato Martins, Bronson y Lucas Fabiano, más coñecido como El Pequeño Luca de La Cerveza, recieben em una taberna a Felipe Gumiero (John) y Marcelo Gianesi Bellintani (Calote), En el episodio #327 de Beercast Brasil, Felipe Silva, Anselmo Mendo, Renato Martins, Bronson y Lucas Fabiano, más coñecido como El Pequeño Luca de La Cerveza, recieben em una taberna a Felipe Gumiero (John) y Marcelo Gianesi Bellintani (Calote), de la cervezaria Juan Caloto. Brinde com ellos, descubra la historia de origen do lendario bandoleiro Juan Caloto, pratique su portuñol y presencie un duelo mortal entre los convidados! Beercast Brasil 46:33
Lançamento da linha Barrel Selection da Alem Bier http://beercast.com.br/eventos-cerveja/lancamento-da-linha-barrel-selection-da-alem-bier/ http://beercast.com.br/eventos-cerveja/lancamento-da-linha-barrel-selection-da-alem-bier/#comments Fri, 23 Aug 2019 13:34:36 +0000 http://beercast.com.br/?p=18738 O Bronson esteve no dia 22/08/2019 no EAP representando o Beercast para evento de lançamento da linha Barrel Selection da Alem Bier (pronuncia-se álem bier), em edição limitada. A Alem Bier, criada em maio de 2018, é uma cervejaria gaúcha localizada no município de Flores da Cunha, e fica dentro da Vinícola Monte Reale, que por sua… Read More »

O post Lançamento da linha Barrel Selection da Alem Bier apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
O Bronson esteve no dia 22/08/2019 no EAP representando o Beercast para evento de lançamento da linha Barrel Selection da Alem Bier (pronuncia-se álem bier), em edição limitada. A Alem Bier, criada em maio de 2018, é uma cervejaria gaúcha localizada no município de Flores da Cunha, e fica dentro da Vinícola Monte Reale, que por sua vez comercializa as linhas Valdemiz e Sospirolo de vinhos tintos, Monte Reale de sucos e vinhos de mesa, e os vinagres finos PNS.

 

Da direita para a esquerda em sentido horário: Carlo Mioranza, Carlo Lapolle, Taiga Cazarine, Paty Nobre da Jovem Pan, e Carlos Bronson

O evento foi organizado pela Taiga Cazarine (@taigacazarine), e teve a presença do Carlo Mioranza, responsável pela produção das cervejas da Alem Bier, e do Carlo Lapolli (@lapolli), presidente da ABRACERVA, com diversos convidados da mídia cervejeira.

Carlo Lapolli e Carlo Mioranza

 

 

Foram degustados os rótulos Muscat Brett Saison, Tripel Brett e Barleywine Brandy & Oak Infused.

Alem Bier Muscat Brett Saison

 

 

 

A Alem Bier Muscat Brett Saison ganhou medalha de Prata na categoria Best of Show da Copa Cerveja Brasil 2019, que foi organizada ABRACERVA e ocorreu em Vitória – ES, entre 13 e 15 de agosto. É uma saison elaborada com mosto de uva moscatel e envelhecida por 9 meses em barril de carvalho francês com adição de Brettanomyces isolada no Brasil. No paladar destaca-se a bretta, que não chega a ser agressiva, seguida pelo suave sabor do mosto de uvas e finalizado pela por uma acidez leve para moderada, característica do estilo saison. O retrogosto é seco e agradável.

 

 

Alem Bier Tripel Brett

 

 

 

 

A Alem Bier Tripel Brett permaneceu 9 meses em barril de carvalho francês, com a adição da levedura Brettanomyces bruxellensis. No paladar lembrou a belga De Halve Maan Straffe Hendrik Wild, igualmente uma tripel com bretta muito gostosa.

 

 

 

 

Alem Bier Barleywine Brandy & Oak Infused

 

 

 

Já a Alem Bier Barleywine Brandy & Oak Infused passou por uma maturação de 12 meses na cave da  Monte Reale com a infusão do conhaque Valdemiz Brandy X.O. e de chips de carvalho francês. Apesar da infusão do conhaque e do teor alcoólico de 11,6%, é uma cerveja bem aprazível e equilibrada, sem provocar a sensação de aquecimento típico do estilo, com dulçor muito suave, e final quase seco. É uma bela cerveja!

 

 

 

Nossa avaliação final: as três cervejas de sabores marcantes foram produzidas com muito esmero e qualidade. São uma boa opção para compra tanto para o consumo pessoal como para um bottleshare entre amigos.

Nosso agradecimento à Taiga Cazarine e a Alem Bier pelo convite. E até a próxima!

 

O post Lançamento da linha Barrel Selection da Alem Bier apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/eventos-cerveja/lancamento-da-linha-barrel-selection-da-alem-bier/feed/ 3
Boa Cerveja-Feira #286… Dark Sour Blueberry http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-286-dark-sour-blueberry/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-286-dark-sour-blueberry/#respond Fri, 23 Aug 2019 03:45:07 +0000 http://beercast.com.br/?p=18724 Esta semana vamos confirmar o ditado que a fruta não cai longe do pé, com a Dark Sour Blueberry. Este exemplar nacional de Oud Bruin foi desenvolvido pela Cervejaria Dádiva, E nem precisamos nos alongar muito sobre a cervejaria, afinal já é bastante conhecida no meio cervejeiro por trazer cervejas para todos os patamares de… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #286… Dark Sour Blueberry apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos confirmar o ditado que a fruta não cai longe do pé, com a Dark Sour Blueberry.

Este exemplar nacional de Oud Bruin foi desenvolvido pela Cervejaria Dádiva, E nem precisamos nos alongar muito sobre a cervejaria, afinal já é bastante conhecida no meio cervejeiro por trazer cervejas para todos os patamares de público.

A Dark Sour Blueberry pode ser considerada com uma filha da Dark Sour original da Dádiva. Isto pois ela é envelhecida por 8 meses nos mesmos barris de carvalho onde a Dark Sour foi envelhecida. Mas além disso ainda é adicionado doses maciças de mirtilo in natura, chegando a praticamente 40% do volume total.

Isso nos traz uma releitura da Dark Sour, mas ainda mais complexa.

Dark Sour Blueberry

Dark Sour BlueberryDados Técnicos:

Cerveja: Dark Sour Blueberry
Estilo: Oud Bruin
Teor: 5,2%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,25

Ao receber o copo vemos uma cerveja em tom rubro escuro, praticamente fechada. A espuma apresenta tom rosado, bolhas pequenas e ótima formação.

O aroma da Dark Sour Blueberry apresenta notas de balsâmico destacadas, acompanhada por notas de madeira e frutas vermelhas silvestres. Em segundo plano notas acéticas e um leve frutado.

Ao primeiro gole temos uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos uma acidez marcante pautada pela percepção de vinagre balsâmico e leve amadeirado. Mas logo encontramos notas de frutas silvestres como framboesas, mirtilos e amoras. Em segundo plano ainda temos uma percepção discreta de baunilha, provavelmente oriunda da madeira.

Já o aftertaste é marcado principalmente pelo residual de acidez e carbonatação que gera uma percepção de refrescância bastante alta. Ao fim temos as notas de mirtilo e amoras persistindo por algum tempo.

A Dark Sour Blueberry é uma cerveja com um ótimo equilíbrio entre as notas ácidas e o frutado, mas com ambos acima da média. A cerveja abuso do uso de frutas, mas sem se tornar exagerada e o uso do envelhecimento em barris traz justamente o contraponto a estas notas.

Para a harmonização, optei por algo mais simples para manter a cerveja em destaque.

Minha sugestão é harmonizar com uma panna cotta de morangos. Vamos contrastar o dulçor da sobremesa com a acidez da cerveja e deixar os holofotes nas frutas silvestres usadas. Destacando ainda mais seus sabores por conta das especiarias da sobremesa e da madeira da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #286… Dark Sour Blueberry apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-286-dark-sour-blueberry/feed/ 0
Cervejas do Estilo ESB – Beercast #326 http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-estilo-esb-beercast-326/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-estilo-esb-beercast-326/#comments Wed, 21 Aug 2019 03:00:46 +0000 http://beercast.com.br/?p=18719 Anselmo Mendo, Felipe Silva, Flavio Yokooji, Renato Martins e Bernardo Couto falam hoje sobre um estilo que nós não conhecemos muito mas já consideramos pacas, as cervejas ESB.

O post Cervejas do Estilo ESB – Beercast #326 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Felipe Silva, Flavio Yokooji, Renato Martins e Bernardo Couto falam hoje sobre um estilo que nós não conhecemos muito mas já consideramos pacas, as cervejas ESB.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas do Estilo ESB – Beercast #326 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-estilo-esb-beercast-326/feed/ 2 Anselmo Mendo, Felipe Silva, Flavio Yokooji, Renato Martins e Bernardo Couto falam hoje sobre um estilo que nós não conhecemos muito mas já consideramos pacas, as cervejas ESB. Anselmo Mendo, Felipe Silva, Flavio Yokooji, Renato Martins e Bernardo Couto falam hoje sobre um estilo que nós não conhecemos muito mas já consideramos pacas, as cervejas ESB. Beercast Brasil 45:16
Boa Cerveja-Feira #285… Ukiyo http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-285-ukiyo/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-285-ukiyo/#respond Fri, 16 Aug 2019 03:45:57 +0000 http://beercast.com.br/?p=18698 Esta semana vamos comemorar o aniversário de 362 anos de São Roque, também conhecida como a Cidade da Rota do Vinho. E para isso vamos provar uma cerveja adição de uvas, a Ukiyo. A Ukiyo é produzida por uma parceria entre as cervejarias Dávida e Japas. Já falamos anteriormente destas cervejarias quando falamos sobre a South… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #285… Ukiyo apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos comemorar o aniversário de 362 anos de São Roque, também conhecida como a Cidade da Rota do Vinho. E para isso vamos provar uma cerveja adição de uvas, a Ukiyo.

A Ukiyo é produzida por uma parceria entre as cervejarias Dávida e Japas. Já falamos anteriormente destas cervejarias quando falamos sobre a South Blossom e a Sumo, além do Beercast 275.

A escolha da cerveja aproveita que a data de publicação é a mesma do aniversário da cidade. Portanto busquei uma cerveja com uso de uvas, neste caso as uvas Beni Izu e Bordô para trazer algo que remetesse a um dos atrativos de São Roque, a Rota do Vinho.

Mas além da Rota do Vinho e de seus inúmeros restaurantes, vinícolas e atrativos temos alguns locais que valem a pena ser visitados. Um deles é na própria rota do vinho, a destilaria Stoliskoff que tem boas opções de destilados, em especial o gin.

Além disso temos os bares, que já mencionei inúmeras vezes por aqui. O Roquer que dá desconto aos patronos, o La Maison de la Biere e o Clube Come Together. Cada um com um perfil distinto.

E como últimas dicas, para quem prefere um maior contato com a natureza. Temos o Morro do Saboó que apresenta uma belíssima vista de toda a região e a Mata da Câmara, uma reserva da Mata Atlântica.

Ukiyo

UkiyoDados Técnicos:

Cerveja: Ukiyo
Estilo: Sour RIS
Teor: 13,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: 500 ml
Nota: 4,50

A Ukiyo se apresenta completamente negra e fechada. Com espuma marrom, de boa formação, porém bastante breve.

No aroma a percepção de tanino é destacada, remetendo a vinho tinto, madeira e xerez. Em segundo plano encontramos algumas notas mais suaves de acético e vinagre balsâmico. Já a percepção de torra é muito discreta e está ofuscada pelas notas de vinho e balsâmico, surgindo somente ao final como uma leve nota de complemento.

Quanto provamos a Ukiyo temos uma cerveja de corpo alto e baixa carbonatação. Enquanto que no paladar as notas de vinho tinto com forte tanino são aliadas a uma percepção levemente ácida que remete a madeira e suaves notas de torra e fumaça. Em segundo plano as notas de torra abrem a percepção de café e alcaçuz.

No aftertaste o destaque inicial é por conta a acidez condita que remete a vinho e madeira, algo bastante inesperado. As percepções evoluem trazendo tanino, café e xerez equilibrados e fecha seca e com um suave amargor de torra e acidez vinificada.

A Ukiyo é uma cerveja surpreendente, trazendo notas vinificadas destacadas com nuances de xerez, madeira e alcaçuz. O final mantém um equilíbrio pungente e equilibrado e muito persistente nas notas vinificadas e com suave tosta.

Para uma cerveja complexa como a Ukiyo temos que pensar em uma harmonização que suporte a cerveja e não que a use como escada. Por conta disso vamos buscar algo que saliente os sabores e sensações da cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos com a Peras Sangrentas. Nesta receita temos peras escalfadas em vinho e aqui vamos destacar as notas vinificadas presentes na cerveja e na sobremesa. Vamos usar a percepção cítrica mais adocicada para contrastar com a acidez da cerveja e deixar todo o destaque para o tanino, madeira e alcaçuz que a cerveja tem a oferecer.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #285… Ukiyo apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-285-ukiyo/feed/ 0
Untappd: Estamos sendo justos com ele? – Beercast #325 http://beercast.com.br/promocoes-de-cerveja/un-beercast-325/ http://beercast.com.br/promocoes-de-cerveja/un-beercast-325/#comments Wed, 14 Aug 2019 03:00:12 +0000 http://beercast.com.br/?p=18694 Anselmo Mendo, Cinthia Okawa, Fabrizio Guzzon, Felipe Silva, Ivan Tozzi e Renato Martins falam hoje sobre esse aplicativo que tanto ajuda quem vende, bebe ou fabrica cerveja.

O post Untappd: Estamos sendo justos com ele? – Beercast #325 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Cinthia Okawa, Fabrizio Guzzon, Felipe Silva, Ivan Tozzi e Renato Martins falam hoje sobre esse aplicativo que tanto ajuda quem vende, bebe ou fabrica cerveja.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Untappd: Estamos sendo justos com ele? – Beercast #325 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/promocoes-de-cerveja/un-beercast-325/feed/ 3 Anselmo Mendo, Cinthia Okawa, Fabrizio Guzzon, Felipe Silva, Ivan Tozzi e Renato Martins falam hoje sobre esse aplicativo que tanto ajuda quem vende, bebe ou fabrica cerveja. Anselmo Mendo, Cinthia Okawa, Fabrizio Guzzon, Felipe Silva, Ivan Tozzi e Renato Martins falam hoje sobre esse aplicativo que tanto ajuda quem vende, bebe ou fabrica cerveja. Beercast Brasil 49:58
Boa Cerveja-Feira #284… Stage Dive http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-284-stage-dive/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-284-stage-dive/#respond Fri, 09 Aug 2019 03:45:28 +0000 http://beercast.com.br/?p=18675 Esta semana vamos comemorar o aniversário do bar que mais tenho frequentado no último ano a Roque, com uma criação deles, a Stage Dive. A Roquer é um brewpub, mas sem produção local, que está completando um ano de vida. Neste um ano a Roquer renovou seu visual, praticamente dobrou o número de torneiras, fez… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #284… Stage Dive apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos comemorar o aniversário do bar que mais tenho frequentado no último ano a Roque, com uma criação deles, a Stage Dive.

A Roquer é um brewpub, mas sem produção local, que está completando um ano de vida. Neste um ano a Roquer renovou seu visual, praticamente dobrou o número de torneiras, fez parcerias com cervejarias e produtores de queijos e charcutaria regionais e garantiu seu lugar no cenário da região.

Por algumas fontes internas, fiquei sabendo que a Roquer tem planos para trazer cada vez mais cervejas de produção própria. Na festa de um ano, além da Lager que sempre esteve presente nos taps, foram lançadas a Witbier e a Session IPA. E hoje fui conhecer um teste, uma Kviek IPA.

Mas além de servir ótimas opções no tap, a Roquer tem uma cozinha de fazer inveja a muito bar consagrado. A parceria com produtores locais e a produção praticamente artesanal de todos os pratos garantem uma qualidade constante e porções frescas e bem-feitas sempre.

Stage Dive

Stage DiveDados Técnicos:

Cerveja: Stage Dive
Estilo: Kviek IPA
Teor: 6,8%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 3,50

A Stage Dive se apresenta em tom castanho e opaca. A espuma é densa e muito persistente, praticamente um creme.

No aroma somos apresentados a notas frutadas e cítricas, leve notas tropicais e frutas vermelhas. Em segundo plano e encontramos o malte, trazendo a percepção de mosto e caramelo. A percepção frutada e cítrica é bastante fresca e é perceptível o uso do dry hop.

Quando provamos a Stage Dive temos uma cerveja de alta carbonatação e corpo médio. Enquanto que no sabor temos um início frutado e cítrico, com notas de grapefruit e frutas vermelhas, leve dulçor de mosto e caramelo equilibrado pelo amargor. Em segundo plano o amargor cítrico e herbal criam um pano de fundo.

No aftertaste o amargor ganha destaque trazendo notas frutadas e herbais com um frescor inesperado, com uma suave refrescancia que chega a remeter a folha de menta.

A Stage Dive é uma boa IPA, ainda precisa lapidar alguns detalhes, mas como um primeiro teste já apresenta um resultado acima da média. Esperamos que o restante das cervejas autorais da Roquer sigam este cuidado.

Para a harmonização nada mais justo que usar o próprio cardápio da Roquer para harmonizar com a cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos com a Parmegiana Brassador. Tem uma versão de parmegiana que ao invés de queijo gratinado, usa um molho de queijo fundido com cerveja, e vamos usar a Stage Dive para destacar o sabor da carne com as notas herbais e frescas e deixar os 6,8 de ABV limpar o paladar da untuosidade do molho.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #284… Stage Dive apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-284-stage-dive/feed/ 0
Cerveja Caseira for Dummies: Belgas e Água EP.21 – Beercast #324 http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-belgas-e-agua-ep-21-beercast-324/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-belgas-e-agua-ep-21-beercast-324/#comments Wed, 07 Aug 2019 03:00:05 +0000 http://beercast.com.br/?p=18671 Cinthia Okawa vai contar pra gente um pouco sobre a experiência de cervejeira caseira, sobre os estilos que tivemos o prazer de experimentar e também sobre qualidade da água. Aproveitamos as ilustres presenças de Dani Mingatos e do Ivan Tozzi pra subir ainda mais o nível desse episódio.

O post Cerveja Caseira for Dummies: Belgas e Água EP.21 – Beercast #324 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Cinthia Okawa vai contar pra gente um pouco sobre a experiência de cervejeira caseira, sobre os estilos que tivemos o prazer de experimentar e também sobre qualidade da água. Aproveitamos as ilustres presenças de Dani Mingatos e do Ivan Tozzi pra subir ainda mais o nível desse episódio.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cerveja Caseira for Dummies: Belgas e Água EP.21 – Beercast #324 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-belgas-e-agua-ep-21-beercast-324/feed/ 2 Cinthia Okawa vai contar pra gente um pouco sobre a experiência de cervejeira caseira, sobre os estilos que tivemos o prazer de experimentar e também sobre qualidade da água. Aproveitamos as ilustres presenças de Dani Mingatos e do Ivan Tozzi pra subir... Cinthia Okawa vai contar pra gente um pouco sobre a experiência de cervejeira caseira, sobre os estilos que tivemos o prazer de experimentar e também sobre qualidade da água. Aproveitamos as ilustres presenças de Dani Mingatos e do Ivan Tozzi pra subir ainda mais o nível desse episódio. Beercast Brasil 47:21
Boa Cerveja-Feira #283… Amber Ale http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-283-amber-ale/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-283-amber-ale/#comments Fri, 02 Aug 2019 03:45:51 +0000 http://beercast.com.br/?p=18663 Esta semana iremos voltar ao básico para mostrar que ser simples pode ser a receita para entregar uma boa cerveja com a Amber Ale. A Amber Ale é produzida pela Cervejaria Narcose, de Capão da Canoa. Já falamos de duas cervejas da Narcose, a Table sous la mer e a Epoca Bella. O primeiro vislumbre… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #283… Amber Ale apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos voltar ao básico para mostrar que ser simples pode ser a receita para entregar uma boa cerveja com a Amber Ale.

A Amber Ale é produzida pela Cervejaria Narcose, de Capão da Canoa.

Já falamos de duas cervejas da Narcose, a Table sous la mer e a Epoca Bella.

O primeiro vislumbre da existência da cervejaria surgiu em 2015, quando Daniel Diehl que estudava na Áustria na época comentou com os pais que desejava sair da carreira acadêmica e partir para o ramo cervejeiro.

Enquanto os pais do Daniel, Raul e Elise, corriam atrás de toda parte burocrática, realizam cursos e cuidavam da estrutura física, Daniel aproveitou que estava na Europa e trabalhou voluntariamente em cervejarias para ganhar experiência prática no ramo.

Quando voltou ao Brasil resolveram fundar a cervejaria unindo duas paixões, a cerveja e o mergulho. E isso a cervejaria soube trabalhar muito bem, na identidade visual, nomes e definição das linhas de produto.

A cervejaria aloca suas cervejas em três linhas, Shallow Dive para as cervejas de entrada, Deep Dive para as cervejas intermediárias e Tech Dive para as cervejas de maior complexidade.

Amber Ale

Amber AleDados Técnicos:

Cerveja: Amber Ale
Estilo: Amber Ale
Teor: 4,7%
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,25

A Amber Ale se apresenta cristalina, e como esperado, em tom âmbar brilhante. Já a espuma tem uma boa formação, mas com persistência mediana.

O aroma traz notas de caramelo, toffe, percepção de malte levemente tostado. Aliado as notas oriundas do malte temos uma presença herbal bastante agradável e pautando o suave adocicado pelo malte.

Ao provarmos a Amber Ale temos uma cerveja de corpo e carbonatação medianos. Enquanto que no paladar as notas de malte e caramelo são destacadas, seguido pela percepção de toffe e suave tosta. O amargor surge somente ao final com notas de tosta suave e herbal fresco.

E no aftertaste temos um destaque ainda maior no amargor e no frescor herbal, o amargor bastante suave e persistente segue bastante tempo e com final seco e refrescante.

A Amber Ale é uma cerveja honesta em sua proposta, trazendo notas agradáveis de malte, caramelo e toffe. O amargor surge ao final da degustação trazendo um frescor herbal persistente e agradável.

Para a harmonização podemos buscar notas que destaquem o malte da cerveja e o frescor herbal. E usar um prato que seja uma escada para a cerveja, usando somente para destacar as notas da cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos com corte de fraldinha na brasa. A fraldinha é uma carne que não se excede na gordura e irá trazer notas caramelizadas, com isso a percepção de caramelo da cerveja será destacada. O herbal e o frescor serão oportunos para valorizar o sabor da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #283… Amber Ale apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-283-amber-ale/feed/ 2