Beercast Brasil http://beercast.com.br Um podcast onde Cerveja é o tema principal. Toda Quarta-Feira! Thu, 21 May 2020 21:38:00 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.4.1 http://beercast.com.br/wp-content/uploads/2017/06/logo_bc_500x500-150x150.jpg Beercast Brasil http://beercast.com.br 32 32 Um podcast semanal onde cerveja é o tema principal, degustamos as melhores e piores cervejas do mundo, contamos o que achamos e damos boas risadas. <br /> <br /> Se você adora cervejas e quer estar por dentro deste mundo, o convidamos a ouvir nossos programas. Beercast Brasil clean episodic Beercast Brasil contato@beercast.com.br contato@beercast.com.br (Beercast Brasil) BeerCast Brasil Beercast Brasil http://beercast.com.br/wp-content/uploads/2020/02/logo_beercast_1400x1400.png http://beercast.com.br TV-MA São Paulo, SP Weekly Boa Cerveja-Feira #325… Huit Pattes Dry Stout http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-325-huit-pattes-dry-stout/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-325-huit-pattes-dry-stout/#comments Fri, 22 May 2020 03:45:56 +0000 http://beercast.com.br/?p=19425 Esta semana vamos degustar um presente de um amigo, pois em tempos de quarentena o bom coração dos cervejeiros caseiros deve ser enaltecido, com a Huit Pattes Dry Stout. Apesar de ter um nome bem elaborado, estamos falando de uma produção caseira, feita pelo patrono Doutor Túlio. O nome da cervejaria é uma referência aos...

O post Boa Cerveja-Feira #325… Huit Pattes Dry Stout apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos degustar um presente de um amigo, pois em tempos de quarentena o bom coração dos cervejeiros caseiros deve ser enaltecido, com a Huit Pattes Dry Stout.

Apesar de ter um nome bem elaborado, estamos falando de uma produção caseira, feita pelo patrono Doutor Túlio. O nome da cervejaria é uma referência aos cãezinhos de estimação do nosso estimado cervejeiro.

Seguindo a linha das indicações de podcasts para este mês irei indicar o Anticast. Até alguns meses atrás o podcast trazia informações e opiniões sobre alguns assuntos diversos, mas em sua maioria com ligação com o cenário político nacional.

Após uma reestruturação, o podcast mantem a abordagem do cenário política mais evidente e agora com uma abordagem ainda mais clara e profissional e com presença de convidados relevantes no cenário político nacional.

Além de manter episódios esporádicos sobre alguns temas clássicos a mitologia do podcast como Black Mirror.

Deixo a indicação do episódio de um episódio com a antropóloga Adriana Dias, que fala sobre o crescimento do Neo Nazismo no Brasil

Anticast 416


Huit Pattes Dry Stout

Huit Patter Dry StoutDados Técnicos:

Cerveja: Huit Pattes Dry Stout
Estilo: Dry Stout
Teor: 4,7 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 500 ml
Nota: 3,50


Cerveja negra, completamente fechada. A espuma se forma clara e breve, deixando somente um alo nas beiradas internas do copo por um bom tempo.

No aroma encontramos notas de malte tostado e café coado em primeiro plano, em segundo plano temos suaves notas de cacau e caramelo.

Ao provarmos encontrarmos a percepção esperada da dry stout, corpo baixo e média carbonatação. O paladar mantém uma forte aderência ao estilo trazendo as notas de tosta ainda mais destacadas, seguidas pela percepção de café coado e cacau. Em segundo plano encontramos suave presença de malte, grãos e leve amargor de tosta.

O aftertaste traz percepções de amargor de tosta mais evidentes e persistentes, e ainda temos a percepção café e grãos surgindo de forma mais discreta criando somente o pano de fundo.

Vale lembrar que a Dry Stout produzida pelo Túlio é uma produção caseira e mesmo com todas as limitações que uma produção caseira impõe temos uma dry stout que me ganha por dois motivos. Primeiro ela apresenta características sensoriais muito aderentes ao estilo e em segundo lugar é um estilo deixado de lado pelas stouts extremas e é sempre bom ver uma stout de um estilo que está quase virando histórico.


A Dry Stout tem uma presenta de tosta muito evidente e é uma característica que vale a pena ser usada na construção da harmonização.

Minha sugestão é prepararmos um lanche de carne seca com queijo coalho. Vamos usar estas opções justamente por serem mais salgadas e a tosta da cerveja irá contrastar com o salgado do prato, deixando o sabor da carne ser destacado pelas notas de café e grãos da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #325… Huit Pattes Dry Stout apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-325-huit-pattes-dry-stout/feed/ 3
Cerveja Sem Preconceito com Sara Araújo – Negra Cervejas – Beercast #365 http://beercast.com.br/programas/cerveja-sem-preconceito-com-sara-araujo-negra-cervejas-beercast-365/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-sem-preconceito-com-sara-araujo-negra-cervejas-beercast-365/#comments Wed, 20 May 2020 03:00:05 +0000 http://beercast.com.br/?p=19419 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Renato Martins recebem hoje a visita de Sara Araújo, que é responsável pelo perfil Negra Cervejas Sommelier. Vamos conversar hoje sobre a trajetória e interesse dela pelas cervejas, além de assuntos importantes como preconceitos nesse universo.

O post Cerveja Sem Preconceito com Sara Araújo – Negra Cervejas – Beercast #365 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Renato Martins recebem hoje a visita de Sara Araújo, que é responsável pelo perfil Negra Cervejas Sommelier no Instagram. Vamos conversar hoje sobre a trajetória e interesse dela pelas cervejas, além de assuntos importantes como preconceito e inclusão nesse universo.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Cerveja Sem Preconceito com Sara Araújo – Negra Cervejas – Beercast #365 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-sem-preconceito-com-sara-araujo-negra-cervejas-beercast-365/feed/ 2 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Renato Martins recebem hoje a visita de Sara Araújo, que é responsável pelo perfil Negra Cervejas Sommelier. Vamos conversar hoje sobre a trajetória e interesse dela pelas cervejas, Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Renato Martins recebem hoje a visita de Sara Araújo, que é responsável pelo perfil Negra Cervejas Sommelier. Vamos conversar hoje sobre a trajetória e interesse dela pelas cervejas, além de assuntos importantes como preconceitos nesse universo. Beercast Brasil 57:18
Boa Cerveja-Feira #324… Wings and Dreams http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-324-wings-and-dreams/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-324-wings-and-dreams/#respond Fri, 15 May 2020 03:45:25 +0000 http://beercast.com.br/?p=19411 Esta semana vamos abrir nosso growler e alçar voos mais altos com a Wings and Dreams. Esta American Sour é produzida pela mineira Spartacus Brewing e abusa no uso de morangos frescos e um blend exclusivo de lactobacilos na concepção da cerveja. Mas além da cerveja, vamos dar mais uma dica de podcast este mês,...

O post Boa Cerveja-Feira #324… Wings and Dreams apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos abrir nosso growler e alçar voos mais altos com a Wings and Dreams.

Esta American Sour é produzida pela mineira Spartacus Brewing e abusa no uso de morangos frescos e um blend exclusivo de lactobacilos na concepção da cerveja.

Wings and DreamsMas além da cerveja, vamos dar mais uma dica de podcast este mês, e vou aproveitar para indicar mais um podcast de divulgação científica o Dragões de Garagem. O nome do podcast é uma referência a uma das passagens do livro O Mundo Assombrado por Demonios de Carl Segan

Além do programa quinzenal, das pipulas informação o pessoal do Dragões de Garagem publica as Cientirinhas uma das ideias mais legais e acessíveis de se divulgar ciências que eu já vi.


Wings and Dreams

Wings and DreamsDados Técnicos:

Cerveja: Wings and Dreams
Estilo: American Sour
Teor: 7,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: growler
Nota: 3,00


Cerveja lindamente vermelha, cristalina e brilhante. A espuma se forma bastante breve, mas o visual da cerveja é lindo.

O aroma nos apresenta notas de morango maduro, leve nota lática e percepção de açúcar de confeiteiro. Em segundo plano notas acéticas de frutas vermelhas e uma suave nota de malte caramelizado.

A Wings and Dreams apresenta corpo e carbonatação médios. Enquanto que no paladar encontramos notas frutadas bastante evidentes, uma acidez lática bastante presente que juntamente com a percepção de morangos remete a bala de morango. Em segundo plano notas de frutas vermelhas ácidas e um azedo muito agradável e suave.

No aftertaste o dulçor que existe no paladar é reduzido deixando somente o frutado de morango e mirtillos e uma acidez lática muito agradável. A graduação alcoólica é praticamente imperceptível.

A Wings and Dreams é uma American Sour muito agradável e apesar da acidez equilibrada, temos uma percepção frutada muito destacada que no início quase remete a um dulçor excessivo, mas que se equilibra no decorrer da degustação.


Para a harmonização temos uma tarefa interessante, pois o dulçor e a acidez são bastante presentes desde o início e são bastante evidentes.

Minha sugestão é harmonizarmos a Wings and Dreams com cheesecake de morangos, buscamos nesta harmonização salientar o sabor das frutas vermelhas e optamos por uma sobremesa menos doce para usar o dulçor da própria cerveja na composição da experiência.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #324… Wings and Dreams apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-324-wings-and-dreams/feed/ 0
Negócios Cervejeiros Durante a Pandemia – Beercast #364 http://beercast.com.br/programas/negocios-cervejeiros-durante-a-pandemia-beercast-364/ http://beercast.com.br/programas/negocios-cervejeiros-durante-a-pandemia-beercast-364/#respond Wed, 13 May 2020 03:34:23 +0000 http://beercast.com.br/?p=19405 O Beercast traz para o episódio de hoje alguns colegas e donos de bar. Vamos entender como essa situação toda está afetando os negócios cervejeiros e qual é a perspectiva deles em relação ao futuro.

O post Negócios Cervejeiros Durante a Pandemia – Beercast #364 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

O Beercast traz para o episódio de hoje alguns colegas e donos de bar. Vamos entender como essa situação toda está afetando os negócios cervejeiros e qual é a perspectiva deles em relação ao futuro.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Negócios Cervejeiros Durante a Pandemia – Beercast #364 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/negocios-cervejeiros-durante-a-pandemia-beercast-364/feed/ 0 O Beercast traz para o episódio de hoje alguns colegas e donos de bar. Vamos entender como essa situação toda está afetando os negócios cervejeiros e qual é a perspectiva deles em relação ao futuro. O Beercast traz para o episódio de hoje alguns colegas e donos de bar. Vamos entender como essa situação toda está afetando os negócios cervejeiros e qual é a perspectiva deles em relação ao futuro. Beercast Brasil 1:04:13
Boa Cerveja-Feira #323… Licuris http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-323-licuris/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-323-licuris/#respond Fri, 08 May 2020 03:45:23 +0000 http://beercast.com.br/?p=19397 Esta semana iremos aquecer nossos corações reencontrando pessoas, de forma digital obviamente, acompanhados pela Licuris. A Licuris é uma produção conjunta das cervejarias Dávida , Mindubier e Augustinus . E neste rótulo é usado, além de coco queimado, o licuri. O licuri é um coquinho natural da região do serrado. Nesta semana farei a indicação de mais...

O post Boa Cerveja-Feira #323… Licuris apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos aquecer nossos corações reencontrando pessoas, de forma digital obviamente, acompanhados pela Licuris.

A Licuris é uma produção conjunta das cervejarias Dávida , Mindubier e Augustinus . E neste rótulo é usado, além de coco queimado, o licuri. O licuri é um coquinho natural da região do serrado.

Nesta semana farei a indicação de mais um podcast, e desta vez um que estava parada a quase um ano. O Papricast é um podcast de cultura pop, filmes e seriados. Eles fazem isso com um bate papo descontraído a agradável.

Mas tem mais dois itens que tornam o podcast ainda mais agradável. O primeiro é que eles realizam encontros com seu público em bares de Porto Alegre e houve uma vez que realizaram um encontro em São Paulo no Barcearia. Outro ponto é o posicionamento político do podcast que não deixa de criticar questões alheias a cultura pop, mas que devem ser expostas, como por exemplo a nossa necessidade atual de isolamento social.


Licuris

LicurisDados Técnicos:

Cerveja: Licuris
Estilo: Russian Imperial Stout
Teor: 11,2 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,25


Cerveja completamente negra e opaca, deixando o copo levemente tingido conforme movemos o liquido. A espuma marrom é bastante breve, praticamente desaparecendo após pouco tempo, fato que é esperado dado o teor alcoólico.

O aroma traz complexidade a experiência, trazendo em primeiro plano as notas de café e coco queimado em destaque sendo seguindo pelas notas de cacau, nozes e amêndoas. Em segundo plano encontramos notas de malte torrado e a percepção alcoólica de licor de café.

Ao provarmos a Licuris encontramos uma cerveja de corpo alto e baixa carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos notas de café, cacau e coco queimado bastante destacadas e equilibradas, no segundo plano as notas de tosta e oleaginosas. A percepção alcoólica surge ao final de maneira muito intensa, trazendo uma percepção licorosa e um final quase picante por conta do álcool.

O aftertaste é semelhante a um bierlikor, com amargor de tosta e percepção licorosa destacada. Somente ao final, quando o álcool desvanece, temos um retorno das notas de café bastante limpas, suaves e agradáveis.

A Licuris tem uma concepção com uso do coco queimado, cacau e licuri, um coquinho natural do serrado. Apesar de termos todas estas adições na cerveja encontramos na Licuris uma Russian Imperial Stout muito bem estruturada, equilibrada e que não deixa os adjuntos tomarem conta do paladar. Todas as adições estão presentes na construção da cerveja, mas sem perder o clássico do estilo.


Dada a construção sensorial da cerveja, podemos optar pelas harmonizações clássicas e buscar doces a base de chocolate amargo. Mas irei para uma outra abordagem, para aproveitar os adjuntos usados.

Minha sugestão é harmonizarmos com file mignon com crosta de nozes. O licuri agrega notas de cacau e oleaginosas para a cerveja, a crosta de nozes irá destacar ainda mais esta percepção e as notas de cacau e café irão salientar o sabor da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #323… Licuris apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-323-licuris/feed/ 0
Cerveja for Dummies #26 – Altbier com Flavio Yokooji e Daniel Córdova – Beercast #363 http://beercast.com.br/programas/cerveja-for-dummies-26-altbier-com-flavio-yokooji-e-daniel-cordova-beercast-363/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-for-dummies-26-altbier-com-flavio-yokooji-e-daniel-cordova-beercast-363/#respond Wed, 06 May 2020 03:00:26 +0000 http://beercast.com.br/?p=19395 De um lado do ringue, a Altbier... do outro lado, a Kolsch. Vamos começar a entender essa rivalidade e como foi a experiência do Flavio Yokooji na produção desse estilo de cerveja nada fácil de encontrar pelo Brasil.

O post Cerveja for Dummies #26 – Altbier com Flavio Yokooji e Daniel Córdova – Beercast #363 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

De um lado do ringue, a Altbier… do outro lado, a Kolsch. Vamos começar a entender essa rivalidade e como foi a experiência do Flavio Yokooji na produção desse estilo de cerveja nada fácil de encontrar pelo Brasil.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Cerveja for Dummies #26 – Altbier com Flavio Yokooji e Daniel Córdova – Beercast #363 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-for-dummies-26-altbier-com-flavio-yokooji-e-daniel-cordova-beercast-363/feed/ 0 De um lado do ringue, a Altbier... do outro lado, a Kolsch. Vamos começar a entender essa rivalidade e como foi a experiência do Flavio Yokooji na produção desse estilo de cerveja nada fácil de encontrar pelo Brasil. De um lado do ringue, a Altbier... do outro lado, a Kolsch. Vamos começar a entender essa rivalidade e como foi a experiência do Flavio Yokooji na produção desse estilo de cerveja nada fácil de encontrar pelo Brasil. Beercast Brasil 53:54
Boa Cerveja-Feira #322… Tropical Umbu http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-322-tropical-umbu/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-322-tropical-umbu/#comments Fri, 01 May 2020 06:35:15 +0000 http://beercast.com.br/?p=19383 Esta semana iremos refrescar nosso paladar e sua rotina deste turbilhão que estamos passando com a Tropical Umbu. Esta cerveja é uma produção da Blondine, que por sinal, teve seus proprietários entrevistados no programa 348 do Beercast, e esta garrafa que provei foi um mimo deixado por eles para o pessoal do Beercast. E com viramos...

O post Boa Cerveja-Feira #322… Tropical Umbu apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos refrescar nosso paladar e sua rotina deste turbilhão que estamos passando com a Tropical Umbu.

Esta cerveja é uma produção da Blondine, que por sinal, teve seus proprietários entrevistados no programa 348 do Beercast, e esta garrafa que provei foi um mimo deixado por eles para o pessoal do Beercast.

E com viramos o mês vamos mudar um pouco as indicações, mas nem tanto assim nesta. Na coluna 306 eu indiquei o podcast de política internacional Xadrez Verbal.

Nesta semana eu volto a indicar um spin off, um especial semanal somente sobre os impactos do COVID 19 na política internacional, que conta com a participação regular do Átila Iamarino, o cara que provou que um nerd que sabe do que está falando pode ser o entrevistado mais visto do Roda Viva.


Tropical Umbu

Tropical UmbuDados Técnicos:

Cerveja: Tropical Umbu
Estilo: Sour
Teor: 3,8 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 600 ml
Nota: 3,50


Ao ser servida a cerveja se apresenta em tom amarelo claro, levemente opaca. A espuma é persistente e se forma lindamente com bolhas pequenas e uniforme, densa e cremosa.

No aroma encontramos a presença de notas frutas e um suave lático. As notas frutadas remetem a umbu e lichia e em segundo plano uma discreta presença de malte, casca de pão e grãos.

Ao provarmos podemos notas que a Tropical Umbu tem corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar temos uma acidez mediana e bastante persistente, notas frutadas que remetem a umbu e um suave toque de romã e um dulçor residual frutado.

O afterteste traz notas frutadas bastante marcantes, acompanhadas com uma acidez leve e agradável tornando a cerveja muito refrescante. Já o final se inicia ácido e suave e ao final dá espaço a um agradável dulçor frutado que remete a umbu.

A Tropical Umbu é uma sour extremamente agradável que traz o dulçor natural da fruta gerando uma contrapartida com a acidez da cerveja de forma muito bem arquitetada. E no meu caso ainda traz uma memória emocional do tempo da faculdade quando era um dos sucos que eu optava por beber no meu instituto.


A harmonização é um desafio, pois o umbu não é uma fruta comum no Sudeste e eu não conheço um preparo que a use, então irei buscar outro elemento que possa valorizar o uso das notas fruta na própria cerveja.

Minha sugestão é usar uma sobremesa razoavelmente neutra, então sugiro o espumone. A acidez da cerveja irá contrastar o dulçor da sobremesa e deixaremos todo o frutado de umbu ganhar o protagonismo.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #322… Tropical Umbu apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-322-tropical-umbu/feed/ 2
Cancelamento Cervejeiro com Ivan Tozzi – Beercast #362 http://beercast.com.br/programas/cancelamento-cervejeiro-com-ivan-tozzi-beercast-362/ http://beercast.com.br/programas/cancelamento-cervejeiro-com-ivan-tozzi-beercast-362/#comments Wed, 29 Apr 2020 03:00:09 +0000 http://beercast.com.br/?p=19379 Anselmo Mendo e Felipe silva recebem a visita de Ivan Tozzi para falar sobre "cancelamentos" do universo cervejeiro. Escute e compartilhe com a gente se você também concorda.

O post Cancelamento Cervejeiro com Ivan Tozzi – Beercast #362 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo e Felipe silva recebem a visita de Ivan Tozzi para falar sobre “cancelamentos” do universo cervejeiro. Escute e compartilhe com a gente se você também concorda.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Cancelamento Cervejeiro com Ivan Tozzi – Beercast #362 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cancelamento-cervejeiro-com-ivan-tozzi-beercast-362/feed/ 2 Anselmo Mendo e Felipe silva recebem a visita de Ivan Tozzi para falar sobre "cancelamentos" do universo cervejeiro. Escute e compartilhe com a gente se você também concorda. Anselmo Mendo e Felipe silva recebem a visita de Ivan Tozzi para falar sobre "cancelamentos" do universo cervejeiro. Escute e compartilhe com a gente se você também concorda. Beercast Brasil 58:06
Boa Cerveja-Feira #321… Black Dragon http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-321-black-dragon/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-321-black-dragon/#respond Fri, 24 Apr 2020 03:45:10 +0000 http://beercast.com.br/?p=19369 Esta semana iremos aplicar nossos conhecimentos dracônicos ao processo de defumação com a Black Dragon. A cerveja desta semana e uma produção da The Beast Beer, uma cervejaria cigana que usa a planta da Way para produzir e pelo que vi, se trata de um lote encomendado pelo Clube do Malte. E para fechar as indicações...

O post Boa Cerveja-Feira #321… Black Dragon apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos aplicar nossos conhecimentos dracônicos ao processo de defumação com a Black Dragon.

A cerveja desta semana e uma produção da The Beast Beer, uma cervejaria cigana que usa a planta da Way para produzir e pelo que vi, se trata de um lote encomendado pelo Clube do Malte.

E para fechar as indicações de atividades para o isolamento, vou falar de algo que vejo muita gente fazendo, inclusive os patronos do beercast, e mesmo sem ter participado AINDA, vou indicar.

Em tempos de isolamento, alguns podem estar acompanhados enquanto outros estão sozinhos, e existem vários aplicativos que permitem que vocês realizem reuniões para conversar, rever as pessoas, jogar conversa fora. É quase como um balcão de bar virtual, mas com a desculpa que a conexão caiu quando seu parceiro falar para você sair.

Alguns destes aplicativos são:

Zoom

Teams

Google Meet


Black Dragon

Black DragonDados Técnicos:

Cerveja: Black Dragon
Estilo: Smoked Porter
Teor: 7,8 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,25


Cerveja negra, quando colocado contra a luz ainda permite observarmos reflexos marrons. A espuma bege clara se mantém persistente por algum tempo e apresenta boa formação.

No aroma somos apresentados à notas defumadas discretas, que curiosamente não remetem a bacon e sim a copa e carne curada, são mais discretas. Além das notas defumadas temos as notas de café expresso, cacau e cappuccino compondo o cenário do aroma. Em segundo plano ainda temos suave percepção de melaço de cana e rapadura.

Ao provarmos a Black Dragon se mostra uma cerveja de corpo médio e baixa carbonatação. Enquanto que no paladar temos as notas de cacau, cappuccino e café fresco em primeiro plano, as notas de defumação são muito discretas e surgem somente no segundo plano acompanhadas pelas notas de melaço e grãos tostados.

O aftertaste destaca ainda mais as notas de tosta e café, mantendo esta percepção suave e bastante persistente como se tivéssemos tomado um gole de café.

A Black Dragon é uma Smoke Porter que soube dosar muito bem a defumação em sua estrutura, deixando ela presente, mas sem sobrepor as notas do estilo original, se tornando somente mais um elemento na construção desta porter.


Inicialmente havia pensado em realizar a harmonização com um prato naturalmente defumado, mas como temos esta característica apresentada de maneira discreta, vamos usa-la de outra forma.

Minha sugestão é harmonizar com a torta de chocolate amargo com calda de caramelo salgado da Bem Torta. As notas de cacau e caramelo serão destacadas por similaridade pela cerveja e as notas defumadas darão uma percepção única para a sobremesa.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #321… Black Dragon apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-321-black-dragon/feed/ 0
Episódio de Quarentena #2 – O Brasil Que Deu Certo com Ciro e Matheus – Beercast #361 http://beercast.com.br/programas/episodio-de-quarentena-2-o-brasil-que-deu-certo-com-ciro-e-matheus-beercast-361/ http://beercast.com.br/programas/episodio-de-quarentena-2-o-brasil-que-deu-certo-com-ciro-e-matheus-beercast-361/#respond Wed, 22 Apr 2020 03:00:15 +0000 http://beercast.com.br/?p=19363 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins batem um papo hoje com Ciro Hamen e Matheus Laneri, do canal O Brasil que deu certo. Esse é mais um episódio da série "Quarentena", onde a gravação e entrevista acontece via internet.

O post Episódio de Quarentena #2 – O Brasil Que Deu Certo com Ciro e Matheus – Beercast #361 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins batem um papo hoje com Ciro Hamen e Matheus Laneri, do canal O Brasil que deu certo. Esse é mais um episódio da série “Quarentena”, onde a gravação e entrevista acontece via internet.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Episódio de Quarentena #2 – O Brasil Que Deu Certo com Ciro e Matheus – Beercast #361 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/episodio-de-quarentena-2-o-brasil-que-deu-certo-com-ciro-e-matheus-beercast-361/feed/ 0 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins batem um papo hoje com Ciro Hamen e Matheus Laneri, do canal O Brasil que deu certo. Esse é mais um episódio da série "Quarentena", onde a gravação e entrevista acontece via internet. Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins batem um papo hoje com Ciro Hamen e Matheus Laneri, do canal O Brasil que deu certo. Esse é mais um episódio da série "Quarentena", onde a gravação e entrevista acontece via internet. Beercast Brasil 46:21
Boa Cerveja-Feira #320… BDay Cake 2019 http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-320-bday-cake-2019/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-320-bday-cake-2019/#respond Fri, 17 Apr 2020 03:45:38 +0000 http://beercast.com.br/?p=19355 Esta semana vamos comemorar o aniversário de um mês de isolamento social assoprando as velhinhas com a BDay Cake 2019. Esta cerveja foi produzida para comemorar o primeiro ano da Bold Brewing, uma cervejaria de Fortaleza que apresenta um histórico de ótimas cervejas, como a censored sour que falamos nesta coluna. Se nas últimas semanas...

O post Boa Cerveja-Feira #320… BDay Cake 2019 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos comemorar o aniversário de um mês de isolamento social assoprando as velhinhas com a BDay Cake 2019.

Esta cerveja foi produzida para comemorar o primeiro ano da Bold Brewing, uma cervejaria de Fortaleza que apresenta um histórico de ótimas cervejas, como a censored sour que falamos nesta coluna.

Se nas últimas semanas falamos sobre a saúde financeira daquele comercio que você conhece o dono e da sua própria saúde mental com jogos e passatempos, hoje optei por falar um pouco da sua saúde física.

Com o isolamento social temos alguns aplicativos que estão disponibilizando acesso, como o Freeletics e o BTFit, para quem curte usar apps para ajudar no treino dentro de casa.

Mas tem uma segunda indicação que quero fazer, alinhado no apoio ao comercio local, vou deixar o link no youtube do pessoal da academia que eu frequento, a Nova Forma Studio. São dez aulas de treino para fazer dentro de casa.


BDay Cake 2019

BDay Cake 2019Dados Técnicos:

Cerveja: BDay Cake 2019
Estilo: Russian Imperial Stout
Teor: 11,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,00


Ao ser servida a cerveja se apresenta completamente negra, tingindo a lateral do copo. A espuma marrom tem ótima formação, com bolhas pequenas e cremosa, mas com baixa persistência.

No aroma o uso de coco é notável desde o início, trazendo notas bastante marcantes, logo em seguida temos as notas de noz e baunilha. A presença do chocolate, café, tosta e alcoólico surgem em segundo plano, agregando complexidade ao aroma.

A BDay Cake 2019 apresenta corpo alto e baixa carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos a tosta, notas de cacau e noz peca em primeiro plano trazendo a percepção de chocolate. Em segundo plano encontramos notas de café, coco queimado, uma baunilha muito discreta, uma leve picância condimentada e notas licorosas.

O aftertaste deixa no palato as notas de tosta, café coado e cacau bastante persistentes trazendo um suave amargor de café e tosta que até então estava encoberto pelas demais notas e um agradável aquecimento na garganta.

A BDay Cake 2019 é uma pastry stout que me agradou justamente por não terminar doce e enjoativa. Mesmo tendo a adição de adjuntos esperada para o estilo, eles são inseridos na receita de forma a participarem de toda a experiência, mas sem atropelarem todo os demais sabores. O fato do final retornar ao amargor de café e tosta permite que a BDay Cake 2019 seja degustada até o final da lata.


Com praticamente toda pastry stout é relativamente simples buscar uma harmonização por semelhança usando os adjuntos usados.  Irei de encontro a este conceito, mas saindo um pouco dos doces, que seriam uma opção mais simples.

Minha sugestão é harmonizar a BDay Cake 2019 com medalhão de file mignon com crosta de castanhas. Vamos buscar a semelhança entre as notas de castanha e noz pecã, destacando este adjunto na cerveja e agregando notas de coco e tosta a carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #320… BDay Cake 2019 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-320-bday-cake-2019/feed/ 0
Cervejaria Brooklyn (Parte 2) com Leandro Teixeira e Ivan Tozzi – Beercast #360 http://beercast.com.br/programas/cervejaria-brooklyn-parte-2-com-leandro-teixeira-e-ivan-tozzi-beercast-360/ http://beercast.com.br/programas/cervejaria-brooklyn-parte-2-com-leandro-teixeira-e-ivan-tozzi-beercast-360/#respond Wed, 15 Apr 2020 03:00:52 +0000 http://beercast.com.br/?p=19353 A parte 2 da entrevista com Leandro Teixeira (Leco) está melhor ainda! Aproveitamos e chamamos o nosso parceiro de longa data, Ivan Tozzi, para o papo. Não deixe de escutar e descobrir como fazer uma visita especial à cervejaria quando estiver de passagem por Nova Iorque.

O post Cervejaria Brooklyn (Parte 2) com Leandro Teixeira e Ivan Tozzi – Beercast #360 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

A parte 2 da entrevista com Leandro Teixeira (Leco) está melhor ainda! Aproveitamos e chamamos o nosso parceiro de longa data, Ivan Tozzi, para o papo. Não deixe de escutar e descobrir como fazer uma visita especial à cervejaria quando estiver de passagem por Nova Iorque.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Cervejaria Brooklyn (Parte 2) com Leandro Teixeira e Ivan Tozzi – Beercast #360 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejaria-brooklyn-parte-2-com-leandro-teixeira-e-ivan-tozzi-beercast-360/feed/ 0 A parte 2 da entrevista com Leandro Teixeira (Leco) está melhor ainda! Aproveitamos e chamamos o nosso parceiro de longa data, Ivan Tozzi, para o papo. Não deixe de escutar e descobrir como fazer uma visita especial à cervejaria quando estiver de passa... A parte 2 da entrevista com Leandro Teixeira (Leco) está melhor ainda! Aproveitamos e chamamos o nosso parceiro de longa data, Ivan Tozzi, para o papo. Não deixe de escutar e descobrir como fazer uma visita especial à cervejaria quando estiver de passagem por Nova Iorque. Beercast Brasil 55:22
Boa Cerveja-Feira #319… Framboise Lambic http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-319-framboise-lambic/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-319-framboise-lambic/#respond Fri, 10 Apr 2020 03:45:40 +0000 http://beercast.com.br/?p=19340 Esta semana vamos manter nosso isolamento social, lavar as mãos e cuidar da saúde com a Framboise Lambic. Esta lambic nacional é produzida pela Cervejaria Imigração, e busca trazer uma versão do estilo belga de lambics para a produção nacional, e para isso inclui-se na produção o envelhecimento em barris, uso de leveduras selvagens e...

O post Boa Cerveja-Feira #319… Framboise Lambic apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos manter nosso isolamento social, lavar as mãos e cuidar da saúde com a Framboise Lambic.

Esta lambic nacional é produzida pela Cervejaria Imigração, e busca trazer uma versão do estilo belga de lambics para a produção nacional, e para isso inclui-se na produção o envelhecimento em barris, uso de leveduras selvagens e adição de frutas, no caso framboesa.

A indicação desta semana ainda ocupava a classificação de jogos, e iria falar de um sistema de RPG. Mas dada a importância do isolamento social, vamos adaptar o tema.

Como todos deveriam saber, RPG é um jogo de interpretação onde temos um narrador e um grupo de jogadores que reage a história contada, quase como um teatro de improvisação com regras.

Neste período, diversas empresas têm disponibilizado material de forma gratuita para incentivar as pessoas a ficaram em casa e se divertirem e deixaria aqui para vocês algumas destas opções:

A Swordfish Islands, uma empresa estadunidense disponibilizou um pacote de material incluindo aventuras prontas, cenários e mapas, neste link

A Editora nacional New Order disponibilizou o sistema Numenera para download de forma gratuita, neste link, e este eu indico com leitura até para quem não joga RPG.

E ainda temos um pacote de gratuito do RPG Deadlands que se desenvolve em um cenário de velho oeste fantástico, neste link.

E se a intenção é ouvir jogos, na coluna 307 eu falei do podcast RPGNext, e aqui darei a dica do RPGuaxa onde cada publicação contem uma aventura com começo, meio e fim, uma ótima opção para quem quer conhecer um pouco mais sobre este hobby.


Framboise Lambic

Framboise LambicDados Técnicos:

Cerveja: Framboise Lambic
Estilo: Lambic
Teor: 6,7 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 375 ml
Nota: 3,25


Apresentação um tom âmbar, brilhante e cristalina. A espuma é praticamente inexistente, possui uma formação no momento do serviço próxima as laterais do copo, mas logo se dissipa.

O aroma cria um cenário complexo que merece ser explorado sem pressa. As notas balsâmicas, acéticas e de madeira preenchem o primeiro plano, com notas mais selvagens discretas e bem inseridas. Em segundo plano encontramos um suave frutado de frutas vermelhas maduras, couro e terra molhada.

Ao provarmos vemos que a Framboise Lambic tem corpo médio baixo e baixa carbonatação. Enquanto que no paladar temos uma acidez alta e pungente nos recepcionando e surpreendendo pela sua força. Após o primeiro impacto das notas acéticas encontramos notas suaves de madeira, um frutado muito discreto e uma percepção de vinho branco.

Já no aftertaste temos as notas acéticas ainda dominando nosso paladar, e somente após elas perderem sua potência que encontramos uma percepção de madeira e leve vinificado remanescentes.

A Framboise Lambic surpreende pela potência acética no paladar, ao ponto que ofusca as demais características que esperamos desta receita. Com um pouco menos de pungência na acidez e mais presença do uso de framboesas seria bem-vindo neste rótulo.


Quando comecei a pensar em como harmonizar esta cerveja, dado seu nível de acidez, me restaram poucas opções com tamanha potência.

Minha sugestão é harmonizarmos com brigadeiro branco. Esta opção vem do fato que o brigadeiro branco é bastante doce graças ao leite condensado e chocolate branco e é este dulçor que iremos precisar para contrastar com tamanha acidez, deixando então as notas de frutas vermelhas e madeira virem à tona e criarem uma nova perspectiva para o sabor do doce.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #319… Framboise Lambic apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-319-framboise-lambic/feed/ 0
Episódio de Quarentena #1 – Beercast #359 http://beercast.com.br/programas/episodio-de-quarentena-1-beercast-359/ http://beercast.com.br/programas/episodio-de-quarentena-1-beercast-359/#respond Wed, 08 Apr 2020 03:00:36 +0000 http://beercast.com.br/?p=19333 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins trazem hoje o primeiro episódio da série #quarentena. Como está sendo a vida de um bebedor de cervejas em meio a toda essa situação? Compartilhe com a gente a sua experiência também aqui nos comentários.

O post Episódio de Quarentena #1 – Beercast #359 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins trazem hoje o primeiro episódio da série #quarentena. Como está sendo a vida de um bebedor de cervejas em meio a toda essa situação? Compartilhe com a gente a sua experiência também aqui nos comentários.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Episódio de Quarentena #1 – Beercast #359 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/episodio-de-quarentena-1-beercast-359/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins trazem hoje o primeiro episódio da série #quarentena. Como está sendo a vida de um bebedor de cervejas em meio a toda essa situação? Compartilhe com a gente a sua experiência também aqui nos ... Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins trazem hoje o primeiro episódio da série #quarentena. Como está sendo a vida de um bebedor de cervejas em meio a toda essa situação? Compartilhe com a gente a sua experiência também aqui nos comentários. Beercast Brasil 53:59
Boa Cerveja-Feira #318… Citratus http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-318-citratus/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-318-citratus/#respond Fri, 03 Apr 2020 03:45:58 +0000 http://beercast.com.br/?p=19324 Esta semana iremos nos distanciar das metrópoles e retornar ao campo e ao medievalismo fantástico com a Citratus. A Citratus é um criação da ZalaZ, uma cervejaria com uma abordagem bastante diferente. Seu trabalho em culturas orgânicas abrange a produção de café, frutos, suínos e gado, além obviamente da produção de cervejas. E neste caso...

O post Boa Cerveja-Feira #318… Citratus apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos nos distanciar das metrópoles e retornar ao campo e ao medievalismo fantástico com a Citratus.

A Citratus é um criação da ZalaZ, uma cervejaria com uma abordagem bastante diferente. Seu trabalho em culturas orgânicas abrange a produção de café, frutos, suínos e gado, além obviamente da produção de cervejas. E neste caso com o uso de uma levedura da Serra da Mantiqueira.

Em tempos de isolamento social, vamos falar sobre alguns passatempos para aliviar nossa tensão. Esta semana irei falar da série de jogos Baldurs Gate, lançado inicialmente em 1998 e com uma sequência em 2000 e posteriormente em 2013 ambos jogos receberam uma versão remasterizada pela Beamdog.

CitratusO Baldurs Gate é um jogo com temática medieval localizado no universo fantástico de Forgotten Realms, usando o sistema de RPG D&D 2ª edição. O primeiro jogo é interessante, com uma trama simples porem com jogabilidade fluida e divertida.

Já o segundo jogo, ainda que tendo uma trama relativamente simples, apresenta uma riqueza de conteúdo nos personagens auxiliares. Os personagens que interagem com o personagem principal e que podem acompanha-lo na missão apresentam um histórico e missões particulares, fato que enriquece em muito toda a experiência do jogo.

O jogo é bastante leve e roda em qualquer computador, por mais simples que seja, além de ter uma versão para celulares e tablets.


Citratus

CitratusDados Técnicos:

Cerveja: Citratus
Estilo: Wild Ale
Teor: 5,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 375 ml
Nota: 4,25


A Citratus é de um dourado intenso, cristalina e brilhante. A espuma tem bolhas médias e é perene, se mantendo por um bom tempo no copo.

O aroma tem notas suaves, mas nem por isso é simples. Ele nos apresenta um perfil selvagem que remete a capim, feno e couro. Além de notas cítricas e herbais discretas que compõem o segundo plano.

Ao provarmos podemos notas uma cerveja de alta carbonatação e corpo médio baixo. Enquanto que no paladar temos notas selvagens de couro, feno e animalesco que se intensificam até ocuparem todo o palato. O cítrico suave cria somente um pano de fundo para fechar com o paladar limpo.

O aftertaste é delicado como o aroma, porém ainda mais rico. Trazendo a percepção selvagem e animalesca em equilíbrio com as notas cítricas e herbais de maneira persistente e com final seco.

A Citratus é uma representante das Wild Ale que supera muitos exemplares belgas e estadunidenses. E isso usando uma levedura nacional, original da Serra da Mantiqueira. Uma cerveja que pode se beber sem pressa e apreciando cada um dos nuances.


Tendo em vista estas notas selvagens, podemos buscar algo que use estas notas.

Minha sugestão é harmonizarmos com bolinhos fritos de milho recheados com queijo de cabra. Iremos usar as notas selvagens para destacar as notas caprílicas do queijo.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #318… Citratus apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-318-citratus/feed/ 0
Cervejaria Brooklyn com Mari Marques e Leandro Teixeira – Beercast #358 http://beercast.com.br/programas/cervejaria-brooklyn-com-mari-marques-e-leandro-teixeira-beercast-358/ http://beercast.com.br/programas/cervejaria-brooklyn-com-mari-marques-e-leandro-teixeira-beercast-358/#respond Wed, 01 Apr 2020 03:00:46 +0000 http://beercast.com.br/?p=19316 Os beercasters recebem hoje os simpáticos Leandro Teixeira e Mari Marques para um bate papo imperdível sobre a Cervejaria Brooklyn.

O post Cervejaria Brooklyn com Mari Marques e Leandro Teixeira – Beercast #358 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Os beercasters recebem hoje os simpáticos Leandro Teixeira e Mari Marques para um bate papo imperdível sobre a Cervejaria Brooklyn.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Cervejaria Brooklyn com Mari Marques e Leandro Teixeira – Beercast #358 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejaria-brooklyn-com-mari-marques-e-leandro-teixeira-beercast-358/feed/ 0 Os beercasters recebem hoje os simpáticos Leandro Teixeira e Mari Marques para um bate papo imperdível sobre a Cervejaria Brooklyn. Os beercasters recebem hoje os simpáticos Leandro Teixeira e Mari Marques para um bate papo imperdível sobre a Cervejaria Brooklyn. Beercast Brasil 49:47
Boa Cerveja-Feira #317… Galho Seco http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-317-galho-seco/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-317-galho-seco/#comments Fri, 27 Mar 2020 03:45:57 +0000 http://beercast.com.br/?p=19306 Esta semana iremos caminhar até o quintal, mas sem aglomerações, olhar como o mundo se comporta de cima de um Galho Seco. Esta cerveja é produzida pela Cervejaria Tábuas, de Campinas. Que por sinal conta com um belo local para acolher seus clientes, sempre com um food truck convidado e que faz delivery! Por sinal,...

O post Boa Cerveja-Feira #317… Galho Seco apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos caminhar até o quintal, mas sem aglomerações, olhar como o mundo se comporta de cima de um Galho Seco.

Esta cerveja é produzida pela Cervejaria Tábuas, de Campinas. Que por sinal conta com um belo local para acolher seus clientes, sempre com um food truck convidado e que faz delivery! Por sinal, falamos da Boscaioli Sour no passado, uma produção conjunta da Tabuas com a Mafiosa.

Esta semana darei uma pausa nas indicações de quadrinhos, e o motivo é simples. Estamos em um momento conturbado devido a uma pandemia. E isso tem gerado um cenário de isolamento social com o intuito de proteger a população e reduzir a propagação do vírus.

Então minha dica desta semana é: quem você pode ajudar. E irei tratar fundamentalmente de quem você pode ajudar economicamente. E sim, eu acho que o isolamento social é necessário, quiçá obrigatório.

Mas você ainda consome muita coisa e se puder fazer isso no seu comercio local, nos pequenos lojistas, naquele bar de bairro que só comprou cerveja artesanal por que você ficou pedindo. Não se esqueça destas pessoas.

E pulverize suas compras em vários locais. As grandes redes de mercado vão sobreviver, pode ter certeza, assim como as grandes redes de restaurantes. Mas o pequeno mercado de bairro, o açougue, o hortifrúti, o bar que você vai na sexta à noite. Estas pessoas podem te entregar em casa e este consumo é fundamental para elas.

Quer uma dica de onde começar? Neste link tem todas as lojas que são parceiras do Beercast e ainda dão desconto para patronos.


Galho Seco

Galho SecoDados Técnicos:

Cerveja: Galho Seco
Estilo: Juicy APA
Teor: 5,7 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,25


A Galho Seco se apresente em tom amarelo palha e com média opacidade. A espuma tem bolhas de tamanho médio, mas com uma estabilidade invejável e longa persistência.

O aroma traz algo muito comum as cervejas da Tábuas, o frescor marcante. As notas cítricas remetem a laranja lima recém cortada e ainda agrega notas de limão e mexerica. Em segundo plano encontramos notas suaves de herbal e um frutado de frutas brancas que remetem a pera e melão.

Ao provarmos a Galho Seco encontramos corpo médio e carbonatação média alta. Enquanto que no sabor temos uma apresentação das notas cítricas de laranja, limão e tangerina equilibradas e limpas, com o amargor cítrico discreto no início, mas que ganha força no decorrer da degustação.

O que nos leva a um aftestaste fresco e limpo, com um toque cítrico discreto e persistente e com um amargor que remente a casca de laranja que segue do palato por bastante tempo, mas sem agressividade, apenas aquele lembrete de que um novo gole está por vir.

A Galho Seco nos conta uma história simples de frescor, notas cítricas e amargor médio. Mas faz isso com uma elegância ímpar, apresentando cada detalhe no momento certo e dando espaço para que todas as notas tenham seu devido protagonismo.


E trazendo isso para a nossa harmonização, devemos pensar em algo permita a cerveja manter esta elegância e todas as notas que se constroem nesta experiência sensorial.

Minha sugestão, um pouco arriscada, são camarões escalfados. O processo de cocção usado visa manter o máximo do sabor original do camarão e com isso temos a oportunidade de deixar todas as notas cítricas de limão e laranja da cerveja intensificarem o sabor do prato.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #317… Galho Seco apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-317-galho-seco/feed/ 3
Festival Brasileiro da Cerveja 2020 com Carlos Bronson – Beercast #357 http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2020-com-carlos-bronson-beercast-357/ http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2020-com-carlos-bronson-beercast-357/#respond Wed, 25 Mar 2020 03:00:27 +0000 http://beercast.com.br/?p=19302 Carlos Bronson participou do Festival Brasileiro da Cerveja de 2020, encontrou alguns patronos, e aproveitou pra gravar um episódio especial pro Beercast.

O post Festival Brasileiro da Cerveja 2020 com Carlos Bronson – Beercast #357 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Carlos Bronson participou do Festival Brasileiro da Cerveja de 2020, encontrou alguns patronos, e aproveitou pra gravar um episódio especial pro Beercast.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Festival Brasileiro da Cerveja 2020 com Carlos Bronson – Beercast #357 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2020-com-carlos-bronson-beercast-357/feed/ 0 Carlos Bronson participou do Festival Brasileiro da Cerveja de 2020, encontrou alguns patronos, e aproveitou pra gravar um episódio especial pro Beercast. Carlos Bronson participou do Festival Brasileiro da Cerveja de 2020, encontrou alguns patronos, e aproveitou pra gravar um episódio especial pro Beercast. Beercast Brasil 39:27
Boa Cerveja-Feira #316… Black Nectar http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-316-black-nectar/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-316-black-nectar/#respond Fri, 20 Mar 2020 03:45:56 +0000 http://beercast.com.br/?p=19294 Esta semana iremos entrar no barril, mas não achamos uma catarata para descer, com a Black Nectar Esta cerveja é produzida pela cigana Infected Brewing Co, que já tem presentado a todos com ótimos rótulos  como a Tropical Blood que falamos algum tempo atrás. Teremos mais uma indicação de HQ, e esta semana indico a...

O post Boa Cerveja-Feira #316… Black Nectar apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos entrar no barril, mas não achamos uma catarata para descer, com a Black Nectar

Esta cerveja é produzida pela cigana Infected Brewing Co, que já tem presentado a todos com ótimos rótulos  como a Tropical Blood que falamos algum tempo atrás.

Black Nectar WE3

Teremos mais uma indicação de HQ, e esta semana indico a WE3. A revista foi escrita em 2012 por Grant Morrison e ilustrada por Frank Quitely e arte finalizada por Jamie Grant.

A trama se desenvolve sobre um experimento militar que transforma animais, no caso um cão, um coelho e um gato, em ciborgues fortemente armados. Até que estes animais saem do controle e passam a ser perseguidos pelo exército, no decorrer da narrativa é possível começar a entender a psique de cada animal e a arte de Frank Quitely muitas vezes falam sem precisar de texto.

Para quem tem ou teve animal de estimação, esta estória é muito mais impactante e emocionante. Uma das poucas obras de quadrinhos que me deixaram com um nó na garganta.


Black Nectar

Black NectarDados Técnicos:

Cerveja: Black Nectar
Estilo: Imperial Stout
Teor: 10,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,25


Ao ser servida a Black Nectar se apresenta complemente negra e fechada. A espuma é cremosa e muito persistente.

O aroma é surpreendente, e apesar das notas inicias de café logo somos apresentados um cenário complexo de aromas. Encontramos notas de madeira, cacau, baunilha e coco queimado. Em segundo plano a percepção alcoólica que remete a rum.

Ao provarmos podemos notar que a Black Nectar é uma cerveja de corpo alto, carbonatação médio baixa e sensação aveludada. Enquanto que no paladar o começo é marcado pelas notas de café e madeira destacadas, mas assim como no aroma, logo temos um leque de novas notas sendo apresentadas. Encontramos notas de baunilha, rum, toffe, coco queimado e amêndoas. Em segundo plano ainda temos a percepção de tosta e alcoólico crescente trazendo a presença do rum.

O aftertaste realça ainda mais as notas de madeira e amêndoas, trazendo muito claro o uso de barris de rum em seu envelhecimento. O aquecimento alcoólico é acompanhado por notas de café e caramelo.

A Black Nectar é uma cerveja complexa e com o uso do envelhecimento em barris muito bem inserido. As notas de rum permeiam toda a experiência, desde o aroma até o aftertaste.


Para a harmonização devemos levar em conta a potência desta cerveja, sabendo que muitos pratos serão atropelados pela cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos com uma peça de cupim no bafo. O cupim é uma carne saborosa e forte, iremos contrastar a untuosidade da carne com o alcoólico da cerveja e deixar as notas de madeira e rum destacarem a sabor da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #316… Black Nectar apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-316-black-nectar/feed/ 0
O Processo de Pasteurização nas Cervejas – Beercast #356 http://beercast.com.br/programas/o-processo-de-pasteurizacao-nas-cervejas-beercast-356/ http://beercast.com.br/programas/o-processo-de-pasteurizacao-nas-cervejas-beercast-356/#respond Wed, 18 Mar 2020 03:00:09 +0000 http://beercast.com.br/?p=19292 Rica Shimoishi, Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Zambon contam pra gente o que é a pasteurização. De quebra, conseguiram uma participação especial do Murilo Foltran, da cervejaria DUM, para compartilhar algumas experiências também.

O post O Processo de Pasteurização nas Cervejas – Beercast #356 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Rica Shimoishi, Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Zambon contam pra gente o que é a pasteurização. De quebra, conseguiram uma participação especial do Murilo Foltran, da cervejaria DUM, para compartilhar algumas experiências também.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post O Processo de Pasteurização nas Cervejas – Beercast #356 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/o-processo-de-pasteurizacao-nas-cervejas-beercast-356/feed/ 0 Rica Shimoishi, Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Zambon contam pra gente o que é a pasteurização. De quebra, conseguiram uma participação especial do Murilo Foltran, da cervejaria DUM, para compartilhar algumas experiências também. Rica Shimoishi, Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Zambon contam pra gente o que é a pasteurização. De quebra, conseguiram uma participação especial do Murilo Foltran, da cervejaria DUM, para compartilhar algumas experiências também. Beercast Brasil 54:30
Boa Cerveja-Feira #315… Kerya http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-315-kerya/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-315-kerya/#respond Fri, 13 Mar 2020 03:55:23 +0000 http://beercast.com.br/?p=19283 Esta semana iremos visitar a fazendo, abrir o celeiro e ver como se agrega complexidade em um estilo que em sua essência era simples, com a Kérya. A Kérya é produzida pela Thisty Hawks , uma cervejaria carioca que tem lançado ótimos rótulos, a Kérya em especial de uma linha de cervejas envelhecidas que eles...

O post Boa Cerveja-Feira #315… Kerya apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos visitar a fazendo, abrir o celeiro e ver como se agrega complexidade em um estilo que em sua essência era simples, com a Kérya.

A Kérya é produzida pela Thisty Hawks , uma cervejaria carioca que tem lançado ótimos rótulos, a Kérya em especial de uma linha de cervejas envelhecidas que eles lançaram no final de 2019, e desta linha já falamos da Stima, Stouteada, Rarite.

A indicação desta semana é uma HQ de 1994, a Marvels escrita por Kurt Busiek e ilustrada por Alex Ross. Esta revista traz o universo Marvel do ponto de vista do fotógrafo jornalístico Phill Sheldon.

O enredo acompanhar Phill Sheldon desde o período da segunda guerra até o período da publicação e ele passa os olhos do leitor, e como um cidadão comum observa o surgimento de heróis como o Capitão América, eventos como a chegada de Galactus a Nova Iorque, a aparição dos mutantes dentro tantos outros eventos que foram apresentados sempre de forma heroica e do ponto de vista dos heróis até então.

Esta revista gerou um grande impacto em seu lançamento, tanto pelo roteiro inovador quanto pela arte impecável de Alex Ross, tanto que ganhou o prêmio Eisner.


Kerya

kERYADados Técnicos:

Cerveja: Kerya
Estilo: Farmhouse Ale
Teor: 6,8 %
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,25


Ao recebermos o copo vemos que a Kerya se apresenta dourada e cristalina. A formação de espuma é exemplar, bolhas pequenas, cremosa e muito persistente.

O aroma tem leve presença de madeira e feno, com presença de frutas amarelas como pitanga e jambo, além de um leve herbal com toque gramíneo. Em segundo plano uma presença rústica que remete a couro e madeira molhada.

Ao provarmos a Kerya encontramos uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar temos um cenário bastante complexo, com notas selvagens e rusticas trazendo a percepção de couro, madeira e herbal gramíneo em primeiro plano. Posteriormente encontramos um leve frutado acompanhado por um amargor médio e efêmero que traz da madeira de envelhecimento.

O aftertaste é marcado pela madeira e pelas notas grappa com um final seco e muito limpo.

Para aqueles que acreditam que a Farmhouse Ale é um estilo simples, a Kerya prova o contrário. De uma complexidade invejável a cerveja agrega notas inesperadas em uma jornada sensorial fantástica.


Quando pensamos em harmonizar esta cerveja temos uma dificuldade por conta da complexidade da cerveja, mas uma boa opção quando temos uma cerveja muito complexa é trazer um prato bastante simples, desta forma evitamos um conflito sensorial.

Minha sugestão é harmonizarmos com fatias de queijo conté. A proposta é contrastar o amanteigado do queijo com a carbonatação da cerveja, limpando o paladar e realçando o sabor frutado da cerveja.

Prost!
Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #315… Kerya apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-315-kerya/feed/ 0
Beertour no Canadá com Carlos Bronson – Beercast #355 http://beercast.com.br/programas/beertour-no-canada-com-carlos-bronson-beercast-355/ http://beercast.com.br/programas/beertour-no-canada-com-carlos-bronson-beercast-355/#comments Wed, 11 Mar 2020 03:00:58 +0000 http://beercast.com.br/?p=19269 Carlos Bronson foi pro Canadá e trouxe cerveja pro Beercast! Ele e Anselmo Mendo aproveitaram e convidaram os ouvintes Felipe Zambon e Guilherme Fabri, que também viajaram pelas bandas recentemente, pra contar as experiências e descobertas feitas por lá.

O post Beertour no Canadá com Carlos Bronson – Beercast #355 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Carlos Bronson foi pro Canadá e trouxe cerveja pro Beercast! Ele e Anselmo Mendo aproveitaram e convidaram os ouvintes Felipe Zambon e Guilherme Fabri, que também viajaram pelas bandas recentemente, pra contar as experiências e descobertas feitas por lá.

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Beertour no Canadá com Carlos Bronson – Beercast #355 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/beertour-no-canada-com-carlos-bronson-beercast-355/feed/ 1 Carlos Bronson foi pro Canadá e trouxe cerveja pro Beercast! Ele e Anselmo Mendo aproveitaram e convidaram os ouvintes Felipe Zambon e Guilherme Fabri, que também viajaram pelas bandas recentemente, pra contar as experiências e descobertas feitas por lá. Carlos Bronson foi pro Canadá e trouxe cerveja pro Beercast! Ele e Anselmo Mendo aproveitaram e convidaram os ouvintes Felipe Zambon e Guilherme Fabri, que também viajaram pelas bandas recentemente, pra contar as experiências e descobertas feitas por lá. Beercast Brasil 53:50
Boa Cerveja-Feira #314… Red Potion http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-314-red-potion/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-314-red-potion/#respond Fri, 06 Mar 2020 03:45:37 +0000 http://beercast.com.br/?p=19260 Esta semana iremos nos aprofundar nas formulas alquímicas e rir descontroladamente com a Red Potion. Este rótulo é produzido pela carioca Hocus Pocus. Falamos anteriormente da cervejaria nas resenhas da Bad Trip e da Derealization. Se em janeiro indicamos podcasts e em fevereiro indicamos séries, para março farei indicações de HQ. E minha escolha para...

O post Boa Cerveja-Feira #314… Red Potion apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos nos aprofundar nas formulas alquímicas e rir descontroladamente com a Red Potion.

Este rótulo é produzido pela carioca Hocus Pocus. Falamos anteriormente da cervejaria nas resenhas da Bad Trip e da Derealization.

Red Potion CoringaSe em janeiro indicamos podcasts e em fevereiro indicamos séries, para março farei indicações de HQ. E minha escolha para este mês é a HQ Coringa com roteiro de Brian Azzarello e arte de Lee Bermejo.

Achei interessante trazer está HQ, pois ela retrata o Coringa e um de seus capangas, mas sem a abordagem esperada de luta com o Batman, na verdade o Batman é um coadjuvante neste roteiro, o foco é no dia a dia do Coringa e de um de seus capangas e o roteiro não romantiza o Coringa, apresenta ele como um vilão sem qualquer escrúpulo.

E em dias atuais onde muito o veem como um exemplo, ou acham que ele não é tão mal assim, ou que acham bonito o casal Coringa e Arlequina, é importante deixar claro que ele é um vilão, não tem escrúpulos e que sua relação com a Arlequina é abusiva e tóxica.


Red Potion

Red PotionDados Técnicos:

Cerveja: Red Potion
Estilo: Berliner Weisse
Teor: 4,3 %
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 3,75


A Red Potion é de um vermelho intenso, totalmente cristalina e com um brilho marcante. A espuma é delicada, com bolhas pequenas e uniformes, bastante persistente.

O aroma apresenta suave acético e com notas de frutas vermelhas intensas. Encontramos notas de morangos maduros, amoras e framboesas.

Ao provarmos a Red Potion encontramos uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar temos acidez média, mas pouco duradoura no paladar. Já a persistência das notas de frutas vermelhas é marcante, principalmente dos morangos que traduzem muito bem a cerveja.

O aftertaste é delicado, com acidez baixa que se mantem persistente e as notas de morangos e amoras que remente ao azedo destas frutas.

A Red Potion é uma cerveja de construção elegante, sem forçar a intensidade, mas apostando em apresentar sua gama de aromas e sabores de forma delicada. E tudo isso aliado a um visual simplesmente lindo.


Para a harmonização é quase que impossível não usar as notas de acéticas e de frutas vermelhas tão bem representadas na cerveja.

Minha sugestão é realizar a harmonização com carolinas com creme de confeiteiro e chocolate branco. Vamos contrastar o dulçor do chocolate com a acidez da cerveja e deixar as notas de frutas vermelhas ganharem ainda mais espaço junto com o creme de confeiteiro.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #314… Red Potion apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-314-red-potion/feed/ 0
Notícias Frias e Cervejas Geladas – Beercast #354 http://beercast.com.br/programas/noticias-frias-e-cervejas-geladas-beercast-354/ http://beercast.com.br/programas/noticias-frias-e-cervejas-geladas-beercast-354/#respond Wed, 04 Mar 2020 03:16:07 +0000 http://beercast.com.br/?p=19256 Não perca as notícias, nem tão frescas assim, sobre o universo cervejeiro comentadas por Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Luiz Almeida (Pint Of Science).

O post Notícias Frias e Cervejas Geladas – Beercast #354 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Não perca as notícias, nem tão frescas assim, sobre o universo cervejeiro comentadas por Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Luiz Almeida (Pint Of Science).

Entre em contato com o Beercast ecompanhe nossas mídias sociais:

O post Notícias Frias e Cervejas Geladas – Beercast #354 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/noticias-frias-e-cervejas-geladas-beercast-354/feed/ 0 Não perca as notícias, nem tão frescas assim, sobre o universo cervejeiro comentadas por Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Luiz Almeida (Pint Of Science). Não perca as notícias, nem tão frescas assim, sobre o universo cervejeiro comentadas por Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Luiz Almeida (Pint Of Science). Beercast Brasil 49:17
Boa Cerveja-Feira #313… Lagunitas IPA http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-313-lagunitas-ipa/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-313-lagunitas-ipa/#comments Fri, 28 Feb 2020 03:50:09 +0000 http://beercast.com.br/?p=19244 Esta semana iremos permear a delicada película que separa o real do mitológico e conhecer deuses antigos, novos e reinventados, acompanhados pela Lagunitas IPA. A Lagunitas IPA é uma cerveja bastante conhecida, produzida pela Lagunitas. Muitos devem ainda se lembrar do Pop Up Taproom que a Lagunitas abriu em Pinheiros no ano passado. Por sinal...

O post Boa Cerveja-Feira #313… Lagunitas IPA apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos permear a delicada película que separa o real do mitológico e conhecer deuses antigos, novos e reinventados, acompanhados pela Lagunitas IPA.

A Lagunitas IPA é uma cerveja bastante conhecida, produzida pela Lagunitas. Muitos devem ainda se lembrar do Pop Up Taproom que a Lagunitas abriu em Pinheiros no ano passado. Por sinal uma ideia muito interessante que deveria ser replicada.

A indicação de hoje é uma série da Amazon Prime, baseada em um livro do Neil Gaiman, chamada “Deuses Americanos”. Na série somos apresentados é uma série de Deuses, alguns facilmente reconhecidos das mitologias que conhecemos, outros novos advindos dos novos tempos, com a “internet”.

Um ponto interessante é o intervalo entre o livro de 2001, e a série de 2017. Este intervalo permitiu que a série atualizasse uma vasta gama de detalhes que se adaptados seriam completamente ultrapassados. Um exemplo é a divindade internet, o entendimento de internet em 2001 e 2017 são completamente distintos e a série reflete isso.


Lagunitas IPA

Lagunitas IPADados Técnicos:

Cerveja: Lagunitas IPA
Estilo: IPA
Teor: 6,2 %
País de origem: EUA
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,75


No copo a Lagunitas IPA se apresenta em um dourado belíssimo e totalmente cristalino. A espuma tem boa formação e ótimo persistência.

O aroma é uma síntese do que se esperar de uma IPA da escola americana, notas cítricas em destaque com maracujá e grapefruit, com percepção bastante fresca, o que surpreende sabendo-se da viagem que esta cerveja fez, dado que a mesma é produzida em Blumenal. Em segundo plano encontramos o malte sendo apresentado pelas notas de caramelo discretas.

Ao provarmos temos uma cerveja de corpo médio alto e carbonatação média baixa. Enquanto que no paladar o cartão de visitas é o amargor cítrico que remete diretamente a grapefruit, seguindo pelas notas de maracujá, casca de laranja e um dulçor suave de caramelo que contrasta com o amargor. Em segundo plano temos uma suave presença herbal e resinosa que reforça as características do lúpulo.

O aftertaste mantém as notas cítricas e o amargor residual é persistente e limpo. A percepção de grapefruit carregado de amargor cítrico se mantem no palato por bastante tempo, sem exagero mas com persistência, praticamente te lembrando que ainda pode dar mais um gole.

Se alguém pedir uma indicação de uma American IPA clássica, daquelas que representaram o estilo a quase uma década atrás, este é o rótulo. Retornar a esta leitura, sem inovações, mas com uma execução primorosa é uma experiência de redescobrimento do estilo e de o quanto houve de evolução desde então.


Assim como este rótulo, optarei por uma harmonização clássica daquelas que vemos como um dos chavões para o estilo, mas que neste caso torna o pacote de fato completo.

Minha sugestão de harmonização é um hambúrguer clássico. Carne ao ponto no centro, mas quase tostada por fora, pão fresco e queijo cheddar em fatias. Vamos deixar estas notas cítricas tão presentes na cerveja complementarem o sabor da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #313… Lagunitas IPA apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-313-lagunitas-ipa/feed/ 4
Cervejaria Dadiva com Luiza Tolosa e o Victor Marinho – Beercast #353 http://beercast.com.br/programas/cervejaria-dadiva-com-luiza-tolosa-e-o-victor-marinho-beercast-353/ http://beercast.com.br/programas/cervejaria-dadiva-com-luiza-tolosa-e-o-victor-marinho-beercast-353/#comments Tue, 25 Feb 2020 03:00:09 +0000 http://beercast.com.br/?p=19222 O Beercast, que é uma dádiva cervejeira, recebe hoje a Luiza Tolosa e o Victor Marinho, da cervejaria Dádiva, pra falar um pouco mais sobre a história e futuro da cervejaria. Confira como foi esse bate-papo. Links Comentados durante o episódio: Escutar no Spotify Escutar no Play Plus Seja Patrono do Beercast contribuindo a partir...

O post Cervejaria Dadiva com Luiza Tolosa e o Victor Marinho – Beercast #353 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

O Beercast, que é uma dádiva cervejeira, recebe hoje a Luiza Tolosa e o Victor Marinho, da cervejaria Dádiva, pra falar um pouco mais sobre a história e futuro da cervejaria.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejaria Dadiva com Luiza Tolosa e o Victor Marinho – Beercast #353 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejaria-dadiva-com-luiza-tolosa-e-o-victor-marinho-beercast-353/feed/ 1 O Beercast, que é uma dádiva cervejeira, recebe hoje a Luiza Tolosa e o Victor Marinho, da cervejaria Dádiva, pra falar um pouco mais sobre a história e futuro da cervejaria. - Confira como foi esse bate-papo. - O Beercast, que é uma dádiva cervejeira, recebe hoje a Luiza Tolosa e o Victor Marinho, da cervejaria Dádiva, pra falar um pouco mais sobre a história e futuro da cervejaria.<br /> <br /> Confira como foi esse bate-papo.<br /> <br /> Links Comentados durante o episódio:<br /> <br /> Escutar no Spotify<br /> Escutar no Play Plus<br /> Seja Patrono do Beercast contribuindo a partir de R$10,00 por mês.<br /> <br /> BeerGifts<br /> <br /> Lojinha Beercast<br /> <br /> Acompanhe e entre em contato com o Beercast:<br /> <br /> Feed do BeerCast (assine nosso feed)<br /> Beercast Brasil no Itunes<br /> contato@beercast.com.br : Mande suas degustações, garrafadas, críticas, elogios e sugestões.<br /> Fanpage Beercast Brasil no Facebook <br /> Twitter Beercast Brasil<br /> Instagram Beercast Brasil<br /> Google Plus Beercast Brasil Beercast Brasil 1:02:46
Boa Cerveja-Feira #312… Merciful Maverick http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-312-merciful-maverick/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-312-merciful-maverick/#comments Fri, 21 Feb 2020 03:45:11 +0000 http://beercast.com.br/?p=19164 Esta semana iremos comemorar os seis anos da coluna abrindo um presente e degustando em um soco só, com a Merciful Maverick. Esta cerveja faz parte da linha OverWorks da conhecida cervejaria Brewdog, esta linha trás releituras de estilos com uma pegada mais ‘sour’. Esta em especial ganhei de presente do pessoal do Beercast na...

O post Boa Cerveja-Feira #312… Merciful Maverick apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos comemorar os seis anos da coluna abrindo um presente e degustando em um soco só, com a Merciful Maverick.

Esta cerveja faz parte da linha OverWorks da conhecida cervejaria Brewdog, esta linha trás releituras de estilos com uma pegada mais ‘sour’. Esta em especial ganhei de presente do pessoal do Beercast na gravação do episódio 340,  onde falamos na época das 300 colunas já escritas.

E minha indicação de série desta semana é um Anime disponível na Netflix chamado ‘One Punch Man’, que apresenta Saitama um herói completamente desconhecido e extremamente poderoso, capaz de derrotar qualquer inimigo com um único soco, graças a um intenso treinamento de três anos, mas para saber qual é o treino assistam a série…. ou procurem no google.

A primeira temporada aborda a tentativa de conseguir visibilidade e a apatia de Saitama, justamente por não ver mais desafio em sua vida.

A versão dublada não deixa nada a desejar da legendada, até por conta da liberdade dada aos dubladores para adequar as falas a nossa cultura sem perder o sentido das cenas.


Merciful Maverick

Merciful MaverickDados Técnicos:

Cerveja: Merciful Maverick
Estilo: Brut IPA
Teor: 6,4 %
País de origem: Escócia
Embalagem: 500 ml
Nota: 4,00


Ao servimos a Merciful Maverick se apresenta em tom amarelo palha e levemente opaca. A espuma se forma abundante, com bolhas medias e com persistência média. Reduzindo rapidamente no início, mas ao final mantendo pouco menos de um dedo de espuma sobre a cerveja.

No aroma as notas cítricas se destacam logo em primeiro plano, trazendo notas de grapefruit, casca de laranja e um toque de nêspera. Em segundo plano encontramos um pano de fundo criado por notas de especiais, pimenta branca e leve percepção de feno e grama recém cortada.

Ao provarmos a Merciful Maverick encontramos uma cerveja de corpo médio e alta carbonatação. Enquanto que no paladar as notas cítricas de casca de laranja e nêspera são acompanhadas por notas mais evidentes de especiarias, pimenta, leve cardamomo e um final levemente rústico que remete a madeira.

Já no aftertaste as notas rústicas ganham mais destaque acompanhadas pelas notas de especiais, pimenta e madeira aumentando ainda mais a complexidade da cerveja, o final seco deixa somente uma lembrança de madeira e especiarias no palato.

A Merciful Maverick é uma cerveja bastante complexa, que tras aromas bem definidos e um paladar complexo e com vários níveis. A Brettanomyces é inserida de forma muito bem pensada, trazendo as notas selvagens sem afetar o drinkability da cerveja.


Para a harmonização temos uma cerveja que apresenta diversos nuances que podem ser usados para a abordagem, desde o cítrico inicial até a miríade de notas de especiarias agregadas principalmente ao aftertaste.

Minha sugestão será harmonizar a Merciful Maverick com uma moqueca capixaba, onde o principal elemento que queremos destacar aqui são as notas de especiarias. As notas da cerveja serão destacadas pelos temperos usados na moqueca e esta união irá trazer um novo conjunto de sabores ao peixe.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #312… Merciful Maverick apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-312-merciful-maverick/feed/ 2
Skol Beats 150 BPM – Por Ana Castilho http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/skol-beats-150-bpm-por-ana-castilho/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/skol-beats-150-bpm-por-ana-castilho/#comments Fri, 21 Feb 2020 02:22:33 +0000 http://beercast.com.br/?p=19162 Por Ana Castilho (patrona do Beercast), Em setembro do ano passado foi anunciada, ainda que timidamente pelas redes sociais, o lançamento da Skol Beats 150 BPM.  A foto do produto só adiantava o design da embalagem, muito parecida com a de um desses suplementos de academia, ou vitamina, com tampa de rosquear e tamanho reduzido....

O post Skol Beats 150 BPM – Por Ana Castilho apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Por Ana Castilho (patrona do Beercast),

Em setembro do ano passado foi anunciada, ainda que timidamente pelas redes sociais, o lançamento da Skol Beats 150 BPM.  A foto do produto só adiantava o design da embalagem, muito parecida com a de um desses suplementos de academia, ou vitamina, com tampa de rosquear e tamanho reduzido.

O que aconteceu: a cantora Anitta foi chamada para fazer a publicidade da linha Skol Beats, mas mulher de negócios que é, ao invés de cachê, quis receber o pagamento em ações da empresa. É, a bicha é bonita, inteligente, dança bem e tem tino para negócios. Então, a marca a convidou para ser a “chefe de criatividade e inovação” e a primeira ideia a sair dessa parceria foi a 150 BPM, tanto é que o próprio nome da bebida, 150 bpm, é um estilo de funk nascido no Rio, mais rápido e que consiste em 150 batidas por minuto (a título de informação, o funk tradicional tem 130 bpm).

Trata-se de uma bebida mista, que eu chamaria de cooler, ou coquetel misto, nome mais popular, até porque o teor alcoólico disso – chamarei assim, mas é um tratamento carinhoso – é de 13,9%. O rótulo dela, em letras minúsculas, aponta a composição como destilado alcoólico simples de cereais, com adição de acidulantes, aromas e ácidos, além dos corantes. O público? Sem dúvida alguma, jovens (universitários ou não), sem tanto dinheiro e com uma quantidade de bom senso inerente a este fator. Acredito ainda que o design da embalagem, uma tampa rosqueável e não uma latinha, como a prima lançada no carnaval retrasado, Frost e Fire, seja mais uma tendência chupinhada de leve das garrafas tradicionais de Corote, as “barrigudinhas”. Na real, com o advento do Corote como bebida da vez das baladas da Augusta (como já foi também a catuaba) a 150 BPM vem como uma alternativa mais elitista e hypada.

O lançamento tinha como data oficial 15/11/19, mas eu não consegui encontrar a 150 em lugar nenhum mesmo após essa data, em nenhum mercado ou adega. Inclusive um contato na Ambev me disse que a bebida ainda não poderia ir para os pontos de venda por conta de uma questão contratual. Tá aí uma coisa que eu não entendi, essa “segurada”, a demora em colocar o produto na prateleira… Skol, isso aí é um a bebida alcoólica mista, não uma barrel aged. Não fica se achando, não.

A primeira coisa a ser levada em conta é que isso não é cerveja. Entendo que o nome Skol possa levar a alguma confusão sobre o tipo de bebida que estamos falando, mas acredito que a intenção é essa mesmo. Até hoje, anos depois do lançamento, essa linha ainda é erroneamente chamada de cerveja por alguns. A Skol Beats, segundo fontes seguras, é feita com o que sobra do preparo da cerveja Skol, adicionando-se glucose de milho e mandando fervura, tornando-se um jeito de reaproveitar o que seria descartado e ainda lucrar. Somam-se aromatizantes, acidulante e corante, manda colocar numa garrafa colorida, faz comercial com gente dançando na baladinha e pá, ela se vende sozinha.

O que me fez ter vontade de provar a BPM foi a informação de que ela teria, entre outros aromas, pimenta-preta. Eu amo pimenta e fiquei curiosa em como um sabor assim poderia “caber” num produto como esse.

Como quem tem amigos tem tudo (obrigada, Claudio!), ganhei de presente em dezembro duas dessas, e no final de semana seguinte me reservei para testar. O primeiro teste que eu fiz foi beber na própria embalagem, já que a proposta é essa, num dia de sol bem QUENTE, emulando uma situação de bloquinho de carnaval na Vila Madalena, que é uma das ocasiões em que eu imagino que o consumo seja mais propício.

No primeiro gole: nada. Açúcar e só. Talvez seja o mais atrativo do produto, você não sente o álcool, e é aquilo, o que a língua não sente, o fígado só vai perceber quando for tarde demais. Não senti a pimenta. O sabor é bastante parecido com o da Skol Beats Senses, a azul, primeira a ser lançada dessa linha, mas diferente dessa, a 150 não tem carbonatação alguma. É um sabor genérico, cítrico e só, e não parece com nada que realmente exista na natureza (nem com nada que realmente devesse ser bebido).

Na segunda tentativa consumi a bebida gelada, pesquisei aqui no meu glasswear alguma coisa que me ajudasse a perceber o álcool, ou algo que não fosse o açúcar. Tentei uma tulipa e só o que deu pra perceber foi o teor alcoólico, que vinha altíssimo no paladar. Coloquei gelo, porque uma das propostas da linha Beats é essa, e pá, o álcool some, mas nada de outros sabores ou aromas aparecerem. Nada. Doce. Açúcar. Só. Impossível perceber qualquer outra coisa, e eu tenho um paladar legal, olfato idem, tudo em ordem. Só açúcar e cítrico, parecido com uma bala de laranja. Aliás, fica aí a ideia, já que é pra ser assim, Skol, na próxima lança um drops com teor alcoólico, certeza que vai fazer sucesso (eu compraria). O aroma de pimenta preta? Asseguro que não tem. Ainda bem que é barato, cerca de R$ 3,50, porque mais do que isso não valeria. Como último recurso e por zoeira, porque eu vim pra vida só pra isso, degustei uma delas igual Yakult, fazendo um furinho na parte de baixo. Se o objetivo for ficar bêbado rápido, esse com certeza é o melhor método… Vai lá, amiguinho, tenta também! Não vai dar ruim não, confia em mim!

Eu sei que a proposta é fazer uma bebida que te deixa bêbado rápido, seja barata e fácil de portar (esconder) e consumir. Mas um pouco de capricho cairia bem. O mais importante a se ressaltar, ao menos para mim, é que apesar do nome isso não é cerveja, de jeito nenhum, de forma alguma.

O post Skol Beats 150 BPM – Por Ana Castilho apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/skol-beats-150-bpm-por-ana-castilho/feed/ 5
Cervejas da Periferia – Graja Beer e Costa Leste – Beercast #352 http://beercast.com.br/programas/cervejas-da-periferia-graja-beer-e-costa-leste-beercast-352/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-da-periferia-graja-beer-e-costa-leste-beercast-352/#comments Wed, 19 Feb 2020 03:00:35 +0000 http://beercast.com.br/?p=19158 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins recebem no episódio de hoje os manos Leandro (Graja Beer), Stetison (Costa Leste) e William (Costa Leste), para falar um pouco sobre como é produzir e vender as cervejas na quebrada.

O post Cervejas da Periferia – Graja Beer e Costa Leste – Beercast #352 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins recebem no episódio de hoje os manos Leandro (Graja Beer), Stetison (Costa Leste) e William (Costa Leste), para falar um pouco sobre como é produzir e vender as cervejas na quebrada.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas da Periferia – Graja Beer e Costa Leste – Beercast #352 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-da-periferia-graja-beer-e-costa-leste-beercast-352/feed/ 5 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins recebem no episódio de hoje os manos Leandro (Graja Beer), Stetison (Costa Leste) e William (Costa Leste), para falar um pouco sobre como é produzir e vender as cervejas na quebrada. Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins recebem no episódio de hoje os manos Leandro (Graja Beer), Stetison (Costa Leste) e William (Costa Leste), para falar um pouco sobre como é produzir e vender as cervejas na quebrada. Beercast Brasil 53:49
Boa Cerveja-Feira #311… Old Bitter Man http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-311-old-bitter-man/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-311-old-bitter-man/#respond Fri, 14 Feb 2020 04:15:02 +0000 http://beercast.com.br/?p=19149 Esta semana iremos entender de política internacional com um toque de humor e crítica social com a Old Bitter Man. A Old Bitter Man é produzida pela Gaudenbier e recebida pelo Clube do Malte. E se nas indicações de podcast falamos de política internacional com o podcast Xadrez Verbal, agora nas indicações de seriados irei...

O post Boa Cerveja-Feira #311… Old Bitter Man apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos entender de política internacional com um toque de humor e crítica social com a Old Bitter Man.

A Old Bitter Man é produzida pela Gaudenbier e recebida pelo Clube do Malte.

E se nas indicações de podcast falamos de política internacional com o podcast Xadrez Verbal, agora nas indicações de seriados irei indicar a série Patriot Act. Esta série é apresentada pelo humorista Hasan Minhaj e aborda temas que vão desde a imigração nos Estados Unidos até as ações de desmatamento na Amazônia.

Graças a ascendência indiana de Hasan Minhaj os temas de oriente médio são tratados com bastante profundidade e com um toque de personalismo interessante.


Old Bitter Man

Old Bitter ManDados Técnicos:

Cerveja: Old Bitter Man
Estilo: Extra Special Bitter
Teor: 5,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,75


Ao servirmos a Old Bitter Man encontramos uma cerveja âmbar clara, cristalina e brilhante. A espuma apresenta boa formação e uma longa duração.

No aroma temos o malte marcante com perfil de biscoito fresco, casca de pão, leve caramelo e mosto. Em segundo plano uma leve presença de notas de fermento e leve presença terrona.

Ao provarmos vemos que se trata de uma cerveja de corpo leve e carbonatação média alta. Enquanto que no paladar vemos que o malte continua como protagonista. Notamos notas de pão preto e biscoitos. Em segundo plano podemos notas leves notas de caramelo, toffe e terroso discreto.

Já o aftertaste apresenta um perfil muito prolongado, trazendo principalmente toffe e notas terrosas e posteriormente a percepção de amargor ganha força e segue persistente por muito tempo.

A Old Bitter Man é uma cerveja que respeita o estilo clássico, por sinal, bastante difícil de se encontrar no mercado nacional. E como toda adaptação, esta leitura de uma Extra Special Bitter deixa o amargor mais intenso para o aftertaste enquanto que o paladar é pautado pelo malte, notas de pão e biscoito.


Para a harmonização iremos temos o malte bastante destacado, mas um dos perfis mais esperados da escola inglesa é o perfil do lúpulo com características terrosas.

Dado isto minha sugestão é harmonizarmos com tomates recheados com cogumelos. A proposta é usarmos as notas terrosas dos cogumelos para salientar as notas terrosas do lúpulo e com isso trazer uma nova perspectiva para a cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #311… Old Bitter Man apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-311-old-bitter-man/feed/ 0
Da Paneilinha ao Panelão com Marcel Santos e Felipe Caldas – Beercast #351 http://beercast.com.br/programas/da-paneilinha-ao-panelao-com-marcel-santos-e-felipe-caldas-beercast-351/ http://beercast.com.br/programas/da-paneilinha-ao-panelao-com-marcel-santos-e-felipe-caldas-beercast-351/#comments Wed, 12 Feb 2020 03:00:41 +0000 http://beercast.com.br/?p=19147 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins conversam com Marcel Santos e Felipe Caldas, que tiveram a coragem de sair da panelinha para criar a própria cervejaria!

O post Da Paneilinha ao Panelão com Marcel Santos e Felipe Caldas – Beercast #351 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins conversam com Marcel Santos e Felipe Caldas, que tiveram a coragem de sair da panelinha para criar a própria cervejaria!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Da Paneilinha ao Panelão com Marcel Santos e Felipe Caldas – Beercast #351 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/da-paneilinha-ao-panelao-com-marcel-santos-e-felipe-caldas-beercast-351/feed/ 2 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins conversam com Marcel Santos e Felipe Caldas, que tiveram a coragem de sair da panelinha para criar a própria cervejaria! Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins conversam com Marcel Santos e Felipe Caldas, que tiveram a coragem de sair da panelinha para criar a própria cervejaria! Beercast Brasil 48:17
Boa Cerveja-Feira #310… Christina’O http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-310-christinao/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-310-christinao/#respond Fri, 07 Feb 2020 03:55:09 +0000 http://beercast.com.br/?p=19130 Esta semana veremos o sol nascer em Temeria, navegaremos pelos mares do Golfo de Praxeda e deitaremos nas praias de Baccala para apreciar a Christina’O. A Christina’O é uma Summer Ale da cervejaria Seelaender uma cervejaria cigana de São Paulo recente. A cervejaria tem mantido uma temática náutica nos rótulos e nomes da cerveja, uma...

O post Boa Cerveja-Feira #310… Christina’O apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana veremos o sol nascer em Temeria, navegaremos pelos mares do Golfo de Praxeda e deitaremos nas praias de Baccala para apreciar a Christina’O.

A Christina’O é uma Summer Ale da cervejaria Seelaender uma cervejaria cigana de São Paulo recente. A cervejaria tem mantido uma temática náutica nos rótulos e nomes da cerveja, uma ideia que acho importante na construção da identidade da marca. No caso da  Christina’O, trata-se de uma referência ao megaiate do grego Alexander Onassis.

No mês anterior eu indiquei podcasts que ouço regularmente. Mas neste mês irei indicar algumas séries que assiste. E para este mês a série relativamente nova da Netflix “The Witcher” é a minha indicação.

A série é baseada no livro de mesmo título, e tem influência dos jogos lançados. O enredo é simples, mas bem executado e os protagonistas, Gerald de Rivia interpretado por Henry Cavill e Yennefer de Vengerberg interpretada por Anya Chalotra, tem uma ótima interpretação dos personagens.

Para quem gosta de séries com uma temática medieval fantástica madura é uma boa pedida, e para quem já jogou os jogos da série é uma ótima adaptação áudio visual.


Christina’O

Christina’ODados Técnicos:

Cerveja: Christina’O
Estilo: Summer Ale
Teor: 4,8 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 3,75


Poucas vezes falamos aqui da experiência auditiva, mas esta cerveja em especial apresentou aquele som de escape de gás ao abrir a lata muito marcante e foi um ótimo cartão de visitas.

No copo a Christina’O apresenta um dourado intenso, brilhante e com levemente opaca. A espuma se forma abundante, com algumas bolhas maiores, mas ainda dentro de um visual limpo e com média persistência. Mas ao final mantem uma fina camada sobre o líquido.

O aroma traz as notas de lúpulo cítrico, com percepção de maracujá, grapefruit e casca de laranja. Em segundo plano o malte ajuda no equilíbrio do aroma.

Ao provarmos podemos notar que se trata de uma cerveja de alta carbonatação e corpo médio baixo. Enquanto que no paladar a Christina’O se apresenta leve, com a presença cítrica oriunda do lúpulo bem inserida, com perfil de casca de laranja, mas equilibrado pelo malte e pelo uso de aveia, que ainda traz uma certa sensação de picância.

O aftertaste é o palco do lúpulo IDAHO 7, o único usados nesta receita. As notas cítricas são marcantes e quase mascaram o amargor residual com a percepção de casca de laranja e leve quinino.

A Christina’O tem alto drinkability, com uma carbonatação invejável e um bom equilíbrio no paladar, mas com um final com uma acidez inesperada e um fundo de quinino. Por um lado, temos uma cerveja fora do estilo, pelo outro lado temos uma cerveja que se planejada para apresentar este toque de quinino pode trazer uma personalidade para a cerveja.


Para a harmonização vamos manter o tema náutico abordado pelo fabricante para direcionar nossa escolha.

Minha sugestão é harmonizar a Christina’O com uma porção de anéis de lula salteados no azeite com um toque de alho em laminas. Nesta proposta iremos usar a citricidade da cerveja para temperar prato juntamente com a acidez, além de termos a carbonatação destacada para limpar o paladar ao final do gole.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #310… Christina’O apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-310-christinao/feed/ 0
Conhecendo o Pint of Science com Luiz Gustavo de Almeida – Beercast #350 http://beercast.com.br/programas/conhecendo-o-pint-of-science-com-luiz-gustavo-de-almeida-beercast-350/ http://beercast.com.br/programas/conhecendo-o-pint-of-science-com-luiz-gustavo-de-almeida-beercast-350/#respond Wed, 05 Feb 2020 03:00:54 +0000 http://beercast.com.br/?p=19124 O entrevistado de hoje do Beercast é Luiz Gustavo de Almeida, Diretor Nacional do Pint of Science. Se você ainda não conhece essa iniciativa e, assim como nós, adora ciência e conhecimento, não pode perder por nada!

O post Conhecendo o Pint of Science com Luiz Gustavo de Almeida – Beercast #350 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

O entrevistado de hoje do Beercast é Luiz Gustavo de Almeida, Diretor Nacional do Pint of Science. Se você ainda não conhece essa iniciativa e, assim como nós, adora ciência e conhecimento, não pode perder por nada!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Conhecendo o Pint of Science com Luiz Gustavo de Almeida – Beercast #350 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/conhecendo-o-pint-of-science-com-luiz-gustavo-de-almeida-beercast-350/feed/ 0 O entrevistado de hoje do Beercast é Luiz Gustavo de Almeida, Diretor Nacional do Pint of Science. Se você ainda não conhece essa iniciativa e, assim como nós, adora ciência e conhecimento, não pode perder por nada! O entrevistado de hoje do Beercast é Luiz Gustavo de Almeida, Diretor Nacional do Pint of Science. Se você ainda não conhece essa iniciativa e, assim como nós, adora ciência e conhecimento, não pode perder por nada! Beercast Brasil 47:29
Boa Cerveja-Feira #309… Stekelbees http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/boa-cerveja-feira-309-stekelbees/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/boa-cerveja-feira-309-stekelbees/#respond Fri, 31 Jan 2020 03:55:08 +0000 http://beercast.com.br/?p=19113 Esta semana iremos entender as reações físico químicas, a história e a microbiologia cervejeira com a Stelkelbees. A Zure Van Tildonk Stekelbees, ou simplesmente Stekelbeed, é produzida pela Hof Ten Dormaal uma cervejaria Belga próxima a cidade de Leuven. Uma curiosidade é que a cervejaria produz boa parte de seus insumos em sua fazendo e...

O post Boa Cerveja-Feira #309… Stekelbees apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos entender as reações físico químicas, a história e a microbiologia cervejeira com a Stelkelbees.

A Zure Van Tildonk Stekelbees, ou simplesmente Stekelbeed, é produzida pela Hof Ten Dormaal uma cervejaria Belga próxima a cidade de Leuven. Uma curiosidade é que a cervejaria produz boa parte de seus insumos em sua fazendo e ao final da produção, o resíduo do mosto é devolvido para a fazendo para alimentar os animais.

Se no Beercast #349 falamos do Naruhodo, um podcast de divulgação cientifica, irei indicar um outro podcast que realiza o mesmo trabalho.

Minha indicação desta semana é o podcast Scicast. O time do Scicast é muito diversificado permitindo que eles naveguem por praticamente qualquer área da ciência, e as informações e explicações são muito bem estruturadas, permitindo que o ouvinte tenha noção dos assuntos mesmo tendo somente o áudio.

A minha sugestão é um dos cast mais apaixonantes que já ouvi

Scicast #126 : Marie Curie


Stekelbees

StekelbeesDados Técnicos:

Cerveja: Stekelbees
Estilo: Sour
Teor: 6,0 %
País de origem: Bélgica
Embalagem: 330 ml
Nota: 4,25


A Stekelbees é uma cerveja dourada e cristalina, com um belo visual. A espuma tem uma formação muito breve, praticamente inexistente.

O aroma acético é marcante, trazendo notas rústicas que rementem a feno, caprílico e leve toque de madeira. Em segundo plano encontramos frutas amarelas como pêssego e nectarina, suave percepção de groselha selvagem e couro.

Ao provarmos a Stekelbees temos uma cerveja de corpo médio baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar a acidez é a protagonista, intensa e acética. Depois do primeiro impacto da acidez encontramos notas de madeira, rústico e feno que são equilibrados por uma leve presença frutada de pêssego e groselha.

O aftertaste mantem a acidez alta e persistente, com notas de madeira e frutas amarelas discretas. O remanescente da acidez deixa a língua formigando devido a intensidade.

No Brasil temos uma produção de sour considerável e com qualidade. Mas é bom retornar para as escolas cervejeiras que praticamente criaram esta vertente. A acidez pungente nos faz lembrar a raiz das sour que vemos hoje.


Para a harmonização iremos pensar em algo que se aproveite da acidez e notas complexas deste exemplar.

Minha sugestão é harmonizarmos com lombo suíno escalfado. Este preparo valoriza o sabor da carne que será destacando pelas notas de madeira e acidez, enquanto que a carbonatação ajudará na limpeza do paladar.

 

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #309… Stekelbees apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/boa-cerveja-feira-309-stekelbees/feed/ 0
A ciência por trás do consumo excessivo e do alcoolismo com Naruhodo – Beercast #349 http://beercast.com.br/programas/a-ciencia-por-tras-do-consumo-excessivo-e-do-alcoolismo-com-naruhodo-beercast-349/ http://beercast.com.br/programas/a-ciencia-por-tras-do-consumo-excessivo-e-do-alcoolismo-com-naruhodo-beercast-349/#comments Wed, 29 Jan 2020 03:00:56 +0000 http://beercast.com.br/?p=19104 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins contaram com a ajuda dos ilustríssimos Ken Fujioka e Altay de Souza, do Naruhodo, para desvendar alguns mitos e descobrir algumas verdades sobre o alcoolismo.

O post A ciência por trás do consumo excessivo e do alcoolismo com Naruhodo – Beercast #349 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins contaram com a ajuda dos ilustríssimos Ken Fujioka e Altay de Souza, do Naruhodo, para desvendar alguns mitos e descobrir algumas verdades sobre o alcoolismo.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

Artigos e links relacionados com o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post A ciência por trás do consumo excessivo e do alcoolismo com Naruhodo – Beercast #349 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/a-ciencia-por-tras-do-consumo-excessivo-e-do-alcoolismo-com-naruhodo-beercast-349/feed/ 1 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins contaram com a ajuda dos ilustríssimos Ken Fujioka e Altay de Souza, do Naruhodo, para desvendar alguns mitos e descobrir algumas verdades sobre o alcoolismo. Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins contaram com a ajuda dos ilustríssimos Ken Fujioka e Altay de Souza, do Naruhodo, para desvendar alguns mitos e descobrir algumas verdades sobre o alcoolismo. Beercast Brasil 55:37
Boa Cerveja-Feira #308… Black Ghost http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-308-black-ghost/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-308-black-ghost/#comments Fri, 24 Jan 2020 03:45:12 +0000 http://beercast.com.br/?p=19096 Esta iremos colocar nosso ceticismo a prova, ouviremos sons de passos, vultos no canto da sala e imagens na espuma da cerveja com a Black Ghost. A Black Ghost é produzida pelo Clube do Malte, produtor e clube de cerveja e foi entregue para os membros do clube no ano passado. A escolha da cerveja...

O post Boa Cerveja-Feira #308… Black Ghost apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta iremos colocar nosso ceticismo a prova, ouviremos sons de passos, vultos no canto da sala e imagens na espuma da cerveja com a Black Ghost.

A Black Ghost é produzida pelo Clube do Malte, produtor e clube de cerveja e foi entregue para os membros do clube no ano passado.

A escolha da cerveja da semana não foi aleatória, foi pensando no podcast que irei indicar esta semana. Um podcast Mundo Freak é um podcast de casos insólitos e paranormalidade. Ele sempre apresenta convidados e especialistas em diversas áreas, e a tríade que cuida da gestão e apresentação do Mundo Freak são o Andrei Fernandes, a Ira Morato e o Rafael Jacaúna.

Apesar da temática sobrenatural o podcast trata de temas desde folclore e lendas urbanas, filmes até casos relatados e debates sobre figuras históricas.  Uma das séries que acho mais interessante é o “Aconteceu Comigo”, uma série que apresenta o relato de ouvintes a respeito de casos insólitos, que são comentados com muito humor pelos participantes do podcast.

Como dica, irei deixar um podcast Aconteceu Comigo e outro com uma temática de investigação.

Mundo Freak #242: Caso Crixas e a Ufologia Brasileira

Mundo Freak #278: Aconteceu Comigo 23


 Black Ghost

Black GhostDados Técnicos:

Cerveja: Black Ghost
Estilo: Porter
Teor: 6,2 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,50


Ao servimos somos apresentados a uma cerveja negra com reflexos castanhos, completamente fechada. A espuma se apresenta bege com ótima formação e média persistência.

O aroma predominante é de chocolate amargo, cacau, malte torrado e baunilha. Em segundo plano encontramos a percepção de toffe e um toque de açúcar queimado.

Ao provarmos a Black Ghost podemos notar que é uma cerveja de corpo e carbonatação médios. Enquanto que no paladar encontramos notas de chocolate amargo e café tostado, toffe e suave café coado ao final. Em segundo plano temos caramelo, açúcar queimado e leve percepção de pó de café.

Aftertaste com amargor mais pronunciado como se houvesse cacau em pó tostado, trazendo uma leve lembrança de condimentos.

A Black Ghost é uma cerveja agradável com chocolate em todos seus momentos sensoriais, a ausência das notas de café deixa um sentimento de que poderia ser uma ótima porter. Mas ainda assim, é um bom exemplar do estilo.


Como temos o chocolate como o protagonista do aroma e do paladar, vamos usar esta força como guia para a escolha da harmonização.

Minha sugestão é harmonizarmos a Black Ghost com suspiro cremoso. As notas de cacau e tosta irão contrastar com o dulçor do suspiro, e toda a percepção de chocolate irá atuar como uma cobertura da sobremesa.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #308… Black Ghost apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-308-black-ghost/feed/ 2
Cervejaria Blondine com Aloísio e Sibele – Beercast #348 http://beercast.com.br/programas/cervejaria-blondine-com-aloisio-e-cibele-beercast-348/ http://beercast.com.br/programas/cervejaria-blondine-com-aloisio-e-cibele-beercast-348/#comments Wed, 22 Jan 2020 03:00:40 +0000 http://beercast.com.br/?p=19091 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva batem um papo hoje com Sibele e Aloísio Xerfan. Eles são os proprietários da cervejaria e irão contar pra gente como funciona a Blondine.

O post Cervejaria Blondine com Aloísio e Sibele – Beercast #348 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva batem um papo hoje com Sibele e Aloísio Xerfan. Eles são os proprietários da cervejaria e irão contar pra gente como funciona a Blondine.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejaria Blondine com Aloísio e Sibele – Beercast #348 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejaria-blondine-com-aloisio-e-cibele-beercast-348/feed/ 4 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva batem um papo hoje com Sibele e Aloísio Xerfan. Eles são os proprietários da cervejaria e irão contar pra gente como funciona a Blondine. Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva batem um papo hoje com Sibele e Aloísio Xerfan. Eles são os proprietários da cervejaria e irão contar pra gente como funciona a Blondine. Beercast Brasil 49:39
Boa Cerveja-Feira #307… Von Der Volke Koyt http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-307-von-der-volke-koyt/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-307-von-der-volke-koyt/#comments Fri, 17 Jan 2020 03:45:11 +0000 http://beercast.com.br/?p=19080 Esta semana vamos investigar os mistérios esquecidos do passado holandês, interpretando um sommelier de arqueologia, com a Von Der Volke Koyt Esta cerveja é produzida pela Schornstein em parceria com a Von Der Volke, uma marca de camisetas catarinense, mas com descendência holandesa. Assim como a cerveja. Já a dica de podcast deste semana vai...

O post Boa Cerveja-Feira #307… Von Der Volke Koyt apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos investigar os mistérios esquecidos do passado holandês, interpretando um sommelier de arqueologia, com a Von Der Volke Koyt

Esta cerveja é produzida pela Schornstein em parceria com a Von Der Volke, uma marca de camisetas catarinense, mas com descendência holandesa. Assim como a cerveja.

Já a dica de podcast deste semana vai para o RPG Next, um podcast que tem programas sobre regras e sistemas para quem gosta de conhecer a teoria por trás do jogo, e programas com jogos de fato. Como o RPG é um hobby meu que antecede a cerveja e que tenho mantido presente na vida a algumas décadas, acho legal compartilhar um podcast que trate do tema com tanto profissionalismo.

O RPG Next conta com uma quantidade bem grande de participantes, isso garante que exista conteúdo diversificado mantendo o portal sempre movimentado e os jogos semanais sempre acontecendo. Por sinal, as campanhas são ótimas em diversos sentidos, mas a interpretação é um ponto de destaque que merece ser citado.

As campanhas ocupam meses de podcast, então para ouvir uma campanha é bom ter ciência que é algo demorado para se terminar, mas que vale a pena. Mas eles produzem programas pontuais, em sua maioria comemorativos, de uma única sessão. E usarei um destes como a dica, o programa especial de Natal usando o sistema Fiasco

Tarrasque na Bota Especial de Natal 2019 : Um Fiasco de Natal


 Von Der Volke Koyt

Von Der Volke KoytDados Técnicos:

Cerveja: Von Der Volke Koyt
Estilo: Tradicional Ale
Teor: 5,3 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,00


A Von Der Volke Koyt se apresenta uma cerveja dourada, cristalina e brilhante. A espuma branca tem boa formação e persistência, mantendo uma fina camada sobre o liquido por um bom tempo. Visualmente a cerveja é de fato muito atraente.

No aroma as notas de malte ocupam o primeiro plano, dividindo espaço com a percepção de biscoito doce, casca de pão e um agradável e suave floral silvestre. O segundo plano traz notas um pouco mais adocicadas, remetendo a mosto e um toque de caramelo muito suave.

Ao provarmos a Von Der Volke Koyt temos uma cerveja de corpo médio alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar as notas de malte, leve dulçor de caramelo e um toque floral muito agradável são marcantes. Todo este cenário é acompanhado pela percepção aveludada da cerveja que rapidamente ocupa todo o palato. Em segundo plano encontramos um amargor suave e muito breve.

O aftertaste é surpreendente, as notas florais ganham um destaque inesperado. Toda a experiência sensorial é revista no aftertaste trazendo o floral em primeiro plano e o mantendo persistente, reforçando sua presença no aroma nos goles subsequentes.

A Von Der Volke Koyt é uma cerveja que tem uma rampa ascendente, ela se apresenta visualmente muito bem, traz bons aromas, um paladar delicado e agradável e um aftertaste inesperado e surpreendente. E estamos tratando de um estilo histórico, sem adjuntos em excesso ou extremismos em suas características, provando que uma cerveja de aromas e sabores simples, mas bem construída pode surpreender e cativar.


Para a harmonização seria um desrespeito não pensar em algo que usasse os aromas e sabores florais que este exemplar nos apresenta.

 

Minha sugestão é uma salada de frango grelhado com capuchinhas. A capuchinha é uma flor comestível levemente picante, então deixaremos o floral do prato acrescentar e destacar o floral da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #307… Von Der Volke Koyt apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-307-von-der-volke-koyt/feed/ 2
Previsões do Beercast Para o Futuro Cervejeiro – Beercast #347 http://beercast.com.br/programas/previsoes-do-beercast-para-o-futuro-cervejeiro-beercast-347/ http://beercast.com.br/programas/previsoes-do-beercast-para-o-futuro-cervejeiro-beercast-347/#respond Wed, 15 Jan 2020 03:00:47 +0000 http://beercast.com.br/?p=19072 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos.

O post Previsões do Beercast Para o Futuro Cervejeiro – Beercast #347 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Previsões do Beercast Para o Futuro Cervejeiro – Beercast #347 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/previsoes-do-beercast-para-o-futuro-cervejeiro-beercast-347/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos. Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem as previsões para um futuro não tão longínquo das cervejas, cervejarias e também sobre a produção de cervejas. Não deixe de conferir e nos cobre daqui alguns anos. Beercast Brasil 48:22
Boa Cerveja-Feira #306… Baltic Porter http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-306-baltic-porter/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-306-baltic-porter/#respond Fri, 10 Jan 2020 03:45:22 +0000 http://beercast.com.br/?p=19062 Esta semana vamos internacionalizar a coluna usando influencias de diversos países e entendendo como essas interações criaram a Baltic Porter Esta cerveja é produzida pela Cervejaria Avós, uma cervejaria localizada na cidade de São Paulo e conta com um quarto que pode ser alugado via AirBnB com torneira de chopp disponível. A cerveja vem para...

O post Boa Cerveja-Feira #306… Baltic Porter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos internacionalizar a coluna usando influencias de diversos países e entendendo como essas interações criaram a Baltic Porter

Esta cerveja é produzida pela Cervejaria Avós, uma cervejaria localizada na cidade de São Paulo e conta com um quarto que pode ser alugado via AirBnB com torneira de chopp disponível. A cerveja vem para celebrar o mês do Bourboun, e por conta disto foi envelhecida em barris de carvalho americano encharcados com Bourbon.

E voltando para as indicações de podcasts, nesta semana vou indicar o podcast Xadrez Verbal. Este podcast é apresentado pelo Filipe Figueiredo, acompanhado pelo Matias Pinto.

O foco do podcast é a análise da política internacional, este semanário é completo e na minha opinião tanto Filipe quanto Matias realizam a divulgação das notícias com grande aporte de conhecimento e dando espaço para muitas notícias que a mídia convencional não cita.

Como o podcast se propõe a debater os temas da semana e se manter atualizado, é difícil indicar um único programa sob o risco de realizar uma indicação desatualizada. Aconselho aguardar o podcast voltar de seu recesso e começar a acompanhar. E um detalhe, são algumas horas de programa separados em blocos, deixando muito mais simples separar o programa para ouvir um pouco por dia.

Mas tem um programa em especial, mesmo sendo do final de 2016, que trata sobre o escândalo da Coréia do Sul e as Fadas Celestiais que foi extremamente claro e explica o tema de maneira muito didática.

Xadrez Verbal #71 : COREIA DO SUL, TPI E PLEBISCITOS


 Baltic Porter

Baltic PorterDados Técnicos:

Cerveja: Baltic Porter
Estilo: Baltic Porter
Teor: 8,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 3,75


A Baltic Porter se apresenta castanha escura, praticamente negra quando servida no copo. A espuma é breve, deixando somente um alo ao redor do líquido.

O aroma traz notas de cacau, chocolate amargo, malte tostado e madeira. Em segundo plano encontramos café, coco queimado e Bourbon.

Ao provarmos a Baltic Porter notamos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos um toque licoroso que remete a café e malte tostado, complementado com madeira e um leve baunilha. Em segundo plano a percepção de madeira evolui para percepção de Bourbon e com isso o licoroso da cerveja fica ainda mais evidente.

Já o aftertaste é pautado pelo aquecimento alcoólico, notas de cappuccino, licor de café, madeira, coco queimado e Bourbon. Fechando com um leve formigamento alcoólico na língua.

A Baltic Porter é uma cerveja intensa e ainda assim equilibrada, com o envelhecimento sendo usado para agregar notas sem sobrepujar as notas originais do estilo.


Quando comecei a pensar na harmonização duas coisas ficaram na minha cabeça, a primeira e mais evidente é o teor alcoólico da cerveja e suas notas de madeira e Bourbon. O outro ponto é que estamos indicando um podcast de política internacional, então pode ser interessante usar estas duas informações.

 

Minha sugestão é harmonizarmos com um prato típico inglês, país que participou muito do Xadrez Verbal por conta do Brexit. Vamos usar o Bangers and Mash, um prato com purê de batatas , salsichões temperados e molho de cebola. Vamos deixar o teor alcoólico da cerveja contrastar com a untuosidade do prato e desta forma as notas de madeira e Bourbon irão alavancar os sabores do molho e dos salsichões temperados

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #306… Baltic Porter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-306-baltic-porter/feed/ 0
Cervejas Sem Álcool – Beercast #346 http://beercast.com.br/programas/cervejas-sem-alcool-beercast-346/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-sem-alcool-beercast-346/#respond Wed, 08 Jan 2020 03:00:07 +0000 http://beercast.com.br/?p=19050 Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil).

O post Cervejas Sem Álcool – Beercast #346 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

 

Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil).

Façam suas escolhas junto com a gente.

Links Comentados durante o episódio:

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Dia da Gravação

Dia da Grtavação - Amora

Dia da Gravação

 

O post Cervejas Sem Álcool – Beercast #346 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-sem-alcool-beercast-346/feed/ 0 Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil). Hoje, depois de muito tempo, todos saíram sóbrios da gravação. Falamos sobre cervejas sem álcool e comparamos as da De Halve Maan (Bélgica), Leuven (Brasil), Schneider (Alemanha) e Dádiva (Brasil). Beercast Brasil 41:33
Boa Cerveja-Feira #305… Zalaz e Japas http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-305-zalaz-e-japas/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-305-zalaz-e-japas/#comments Sat, 04 Jan 2020 03:45:48 +0000 http://beercast.com.br/?p=19037 Chegamos em 2020 e vamos para a primeira coluna deste ano mudando um pouco a abordagem da coluna, começando com a Zalaz e Japas. Esta cerveja é produzida em uma parceria entre a cervejaria Zalaz e a cervejaria Japas, para o projeto da Fazendo ao Copo 2019. Neste caso, uma Sour com Hibisco e Pitaya,...

O post Boa Cerveja-Feira #305… Zalaz e Japas apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Chegamos em 2020 e vamos para a primeira coluna deste ano mudando um pouco a abordagem da coluna, começando com a Zalaz e Japas.

Esta cerveja é produzida em uma parceria entre a cervejaria Zalaz e a cervejaria Japas, para o projeto da Fazendo ao Copo 2019. Neste caso, uma Sour com Hibisco e Pitaya, e com a acidificação feita com natto de feijão.

Depois de alguns anos falando sobre as cervejas, cervejarias e estilos, resolvi tratar de alguns outros temas nesta coluna. Vamos continuar apresentando uma cerveja por semana, mas vamos trazer outros temas nesta coluna semanal.

Vamos começar este ano indicando alguns outros podcasts, e vamos indicar nesta coluna o podcast Papo Delas.  Este podcast é apresentado pela Cafeína e Patsy, na grande maioria das vezes com um convidado para tratar de um tema específico, sempre tratado com humor um tanto ácido, similar a esta cerveja.  Vou indicar dois programas que achei muito bons:

Programa 22: Autossabotagem com Mayara Santos

Programa 25: Naquela Época 1982 com Eubalena


Zalaz e Japas

Zalaz e JapasDados Técnicos:

Cerveja: Zalaz e Japas
Estilo: Sour Ale
Teor: 4,5 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 500 ml
Nota: 3,50


A Zalaz e Japas apresenta uma cor vermelha intensa, cristalina e brilhante. A espuma rosada tem boa formação, uniforme, mas com duração breve.

No aroma praticamente não sentimos notas de acidez, mas temos uma presença floral e frutada muito agradável, trazendo aroma de pitaya e brunha. Em segundo plano um toque rústico com memória herbal e um toque daquele aroma de pós chuva e terra molhada.

Ao provarmos encontramos uma cerveja de corpo baixo e média carbonatação. Enquanto que no paladar temos um início frutado e floral delicado, trazendo a percepção de hibisco em primeiro plano e em segundo plano o frutado de pitaya. A acidez surge em destaque no paladar com notas muito distintas e difíceis de serem comparadas, talvez pelo uso de natto de feijão para gerar a acidificação.

O aftertaste é pautado pelas notas acidificadas e florais, trazendo o hibisco em destaque e acidez persistente e limpa.

A Zalaz e Japas é uma cerveja com notas distintas, acredito que pelas matérias primas usadas, principalmente para gerar a acidificação. Marcada pelo floral agradável e acidez mediana, agradável e ousada.


Talvez esta seja uma cerveja com o melhor uso de hibisco que já provei, traz a presença floral em destaque e sem se tornar enjoativa. Então pautei a escolha da harmonização neste aspecto da cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos a Zalaz e Japas com arroz da cuxá. Este prato é feito com arroz, flor de hibisco, camarão seco, gergelim e pimenta de cheiro. Iremos buscar a semelhança no uso do hibisco tanto na cerveja quanto no prato.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #305… Zalaz e Japas apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-305-zalaz-e-japas/feed/ 2
Episódio de Ano Novo e Casório #345 http://beercast.com.br/programas/episodio-de-ano-novo-e-casorio-345/ http://beercast.com.br/programas/episodio-de-ano-novo-e-casorio-345/#respond Wed, 01 Jan 2020 02:13:39 +0000 http://beercast.com.br/?p=19031 Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva.

O post Episódio de Ano Novo e Casório #345 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Episódio de Ano Novo e Casório #345 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/episodio-de-ano-novo-e-casorio-345/feed/ 0 Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva. Hoje tem episódio especial de ano novo e também tem casório no Beercast! Escuta ai para relembrar tudo o que rolou nesse ano de 2019 e não perca a cerimônia de casamento realizada pelo Felipe Silva. Beercast Brasil 46:19
Boa Cerveja-Feira #304… Stima http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-304-stima/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-304-stima/#comments Fri, 27 Dec 2019 03:45:58 +0000 http://beercast.com.br/?p=19020 Estamos vivendo aquele momento entre o Natal e o Ano Novo quem sabemos o dia da semana que estamos, mas vamos tentar nos achar com a Stima. Esta cerveja é produzida pela carioca Thirsty Hawks, uma cervejaria cigana fundada em 2014.  E já comentamos sobre esta cervejaria em duas outras oportunidades, quando falamos sobre a...

O post Boa Cerveja-Feira #304… Stima apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Estamos vivendo aquele momento entre o Natal e o Ano Novo quem sabemos o dia da semana que estamos, mas vamos tentar nos achar com a Stima.

Esta cerveja é produzida pela carioca Thirsty Hawks, uma cervejaria cigana fundada em 2014.  E já comentamos sobre esta cervejaria em duas outras oportunidades, quando falamos sobre a Stouteada e a Rarite.

Já que estamos nesta semana entre o Natal e o Ano novo, período comumente conhecido pelo consumo de vinhos, vamos falar sobre uma cerveja envelhecida em barris de vinho Carmenére e graças a isso empresta estas notas para a cerveja.


Stima

StimaDados Técnicos:

Cerveja: Stima
Estilo: Wild Ale
Teor: 5,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 3,75


Ao ser servida apresenta um líquido escarlate, cristalino e brilhante. Espuma de boa formação e persistente. Um visual lindo.

No aroma encontramos um equilíbrio delicado entre as notas de frutadas de morango madura, cereja, groselha negra e as notas vinificadas trazendo tanino e vinho tinto. Em segundo encontramos as notas de leveduras selvagens que aliadas ao envelhecimento em barris cria uma percepção de feno e madeira molhada. Um aroma complexo, onde as notas de leveduras selvagens são apresentadas de forma nova graças ao envelhecimento.

Ao provarmos a Stima temos uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que o paladar começa com uma acidez controlada e pautada pelas notas de frutas vermelhas, morangos maduros e framboesa. Mas esta acidez ganha força no decorrer da degustação trazendo tanino, madeira, baunilha e vinho tinto suave.

Já no aftertaste a acidez cresce ainda mais, trazendo madeira e tanino. Poderia até lembrar o final de um copo de sangria, deixando uma lembrança de tanino suave e um leve aspecto amadeirado e selvagem.

A Stima apresenta um equilíbrio elegante entre a acidez, notas frutadas e a inclusão do envelhecimento em barris e uso das leveduras selvagens. Pensando em tudo isso poderíamos ter uma cerveja extrema, mas neste caso temos uma criação equilibrada e com personalidade.


Quando pensamos em harmonização para uma cerveja como esta podemos usar algumas abordagens. Podemos pensar em usar a acidez, ou as notas frutadas ou o envelhecimento em barris de Camernere. Neste caso, irei optar por usar em primordialmente o envelhecimento.

 

Minha sugestão é harmonizarmos com um ensopado de carnes com cogumelos. Iremos buscar a harmonização por semelhança para alguns aspectos da cerveja. As notas de leveduras selvagens serão realçadas pelo dos cogumelos enquanto que a carne será realçada pelas notas amadeiradas e de tanino.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #304… Stima apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-304-stima/feed/ 2
É natal!!! Hops hops hops!!!! – Beercast #344 http://beercast.com.br/programas/e-natal-hops-hops-hops-beercast-344/ http://beercast.com.br/programas/e-natal-hops-hops-hops-beercast-344/#respond Wed, 25 Dec 2019 03:00:10 +0000 http://beercast.com.br/?p=19017 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós.

O post É natal!!! Hops hops hops!!!! – Beercast #344 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post É natal!!! Hops hops hops!!!! – Beercast #344 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/e-natal-hops-hops-hops-beercast-344/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós. Anselmo Mendo, Carlos Bronson e Felipe Silva fazem uma retrospectiva do ano de 2019 junto com os nosso queridos patronos. Saiba quais são as melhores cervejas e cervejarias na humilde opinião de cada um de nós. Beercast Brasil 39:49
Boa Cerveja-Feira #303… Charlie Dont Surf http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-303-charlie-dont-surf/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-303-charlie-dont-surf/#respond Fri, 20 Dec 2019 04:45:34 +0000 http://beercast.com.br/?p=19009 Esta semana vamos sentar na areia e aproveitar o sol, mas não vamos colocar nossa prancha na água, pois Charlie Dont Surf. Esta cerveja é produzida pela cervejaria Spartacus de Juiz de Fora, Minas Gerais. A cervejaria tem no portfólio uma quantidade considerável de cervejas “High Gravity”. Ou seja, cervejas de corpo alto ou, tecnicamente...

O post Boa Cerveja-Feira #303… Charlie Dont Surf apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos sentar na areia e aproveitar o sol, mas não vamos colocar nossa prancha na água, pois Charlie Dont Surf.

Esta cerveja é produzida pela cervejaria Spartacus de Juiz de Fora, Minas Gerais. A cervejaria tem no portfólio uma quantidade considerável de cervejas “High Gravity”. Ou seja, cervejas de corpo alto ou, tecnicamente falando, com OG acima de 1080.

Uma curiosidade sobre o nome desta cerveja, Charlie Dont Surf, não é uma referência única. Talvez a mais icônica seja a fala do personagem Tenente Kilgore, interpretado por Robert Duvall, no filme Apocalipse Now. Mas além disso também é uma música da banda inglesa The Clash e uma fase do jogo FPS Call of Duty 4: Modern Warfare.


Charlie Dont Surf

Charlie Dont SurfDados Técnicos:

Cerveja: Charlie Dont Surf
Estilo: Sour Ale
Teor: 7,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,0


Ao servirmos encontramos uma cerveja dourada e cristalina, com espuma branca, densa e com boa formação, porem com uma duração muito baixa.

No aroma o frescor das notas de frutas é espantoso. Encontramos pêssego, manga, abacaxi, ameixa amarela e maracujá, em segundo plano notas láticas e leve presença de malte.

Ao provarmos a Charlie Dont Surf temos uma cerveja de corpo baixo e média carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos a acidez em patamar mediando e notas de frutas amarelas como pêssego, manga, maracujá e ameixa amarela. Em segundo plano leve dulçor de malte e baunilha.

Já no aftertaste temos um dulçor leve aliado a acidez lática, trazendo notas de pêssego em calda, mel e baunilha, mas sem persistência. Resta ao final do paladar, uma acidez suave e com delicada, pautada pela notas frutadas e de baunilha.

A Charlie Dont Surf é uma sour que abusa do uso das frutas, e talvez este seja um dos motivos causados da baixa retenção de espumas, mas faz isso garantindo um equilíbrio elegante entre as notas frutadas e ácidas.


Para a harmonização optaremos por guiar nossa decisão pelas notas frescas de fruta que a Charlie Dont Surf nos apresenta.

Minha sugestão é harmonizarmos com salada de fruta quente com sorvete de creme. Iremos trabalhar com harmonização em semelhança tanto pelas notas de frutas quanto pelas notas de baunilha.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #303… Charlie Dont Surf apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-303-charlie-dont-surf/feed/ 0
Cobertura Slow Brew 2019 em São Paulo – Beercast #343 http://beercast.com.br/programas/cobertura-slow-brew-2019-em-sao-paulo-beercast-343/ http://beercast.com.br/programas/cobertura-slow-brew-2019-em-sao-paulo-beercast-343/#respond Wed, 18 Dec 2019 03:00:20 +0000 http://beercast.com.br/?p=19003 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal.

O post Cobertura Slow Brew 2019 em São Paulo – Beercast #343 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cobertura Slow Brew 2019 em São Paulo – Beercast #343 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cobertura-slow-brew-2019-em-sao-paulo-beercast-343/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal. Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Felipe Silva e Renato Martins foram conferir um dos melhores eventos cervejeiros da atualidade, o Slow Brew!  Encontramos patronos, ouvintes e amigos por la e aproveitamos para conversar e entrevistar o pessoal. Beercast Brasil 26:32
Boa Cerveja-Feira #302… Wals Quadruppel http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-302-wals-quadruppel/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-302-wals-quadruppel/#respond Fri, 13 Dec 2019 03:45:15 +0000 http://beercast.com.br/?p=18992 Esta semana vamos questionar o conceito de cervejaria artesanal com a Wals Quadruppel Como o próprio nome diz, a cerveja é produzida pela cervejaria Wals,  sediada em Belo Horizonte e fundada em 1999. Porem em 2015 foi adquirida pela multinacional Ambev. A compra da Wals foi só uma dentre diversas outras aquisições realizadas pelas grandes...

O post Boa Cerveja-Feira #302… Wals Quadruppel apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos questionar o conceito de cervejaria artesanal com a Wals Quadruppel

Como o próprio nome diz, a cerveja é produzida pela cervejaria Wals,  sediada em Belo Horizonte e fundada em 1999. Porem em 2015 foi adquirida pela multinacional Ambev.

A compra da Wals foi só uma dentre diversas outras aquisições realizadas pelas grandes cervejarias. Temos diversos outros exemplos como Colorado,  Eisenbahn, Baden, Cacildis etc.

E nem vou entrar no mérito da qualidade ou sabor das cervejas, mesmo que veja muita gente afirmando categoricamente que existem diferenças gritantes entre as cervejas antes e depois das aquisições, indicando um barateamento da matéria prima e redução de qualidade. Minha experiência, quando trabalhei em cervejaria, deixou claro que qualidade era algo que não se abria mão, o ganho vem do volume de compra e não da compra de produtos de menor qualidade.

Mas podemos questionar se podemos tratar uma Wals como tratamos uma Backer, ou se podemos tratar uma Baden como tratamos uma Caras de Malte. Se pensarmos na força de negociação de grandes cervejarias com redes de mercados, nas isenções de tributações e no poder de negociação de compra de insumos pelo volume negociado, fica claro que estas artesanais adquiridas gozam de vantagens que as outras nem chegam perto de ter.

Por conta disto devemos deixar de consumir? Na minha opinião não, mas devemos ter consciência que estas compram não fomentam o mercado das artesanais.  A Pri Colares, patrona influencer do Beercast, tem uma coluna bem interessante sobre o tema em seu blog : Era uma vez Pratinha.


Wals Quadruppel

Wals QuadruppelDados Técnicos:

Cerveja: Wals Quadruppel
Estilo: Quadruppel
Teor: 11,0 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 375 ml
Nota: 3,0


Cerveja em tom castanho escuro, cristalina e com presença de bastante sedimento. A espuma é inexistente, nem no momento do serviço ela se forma.

No aroma somos apresentados às notas de caramelo, mel e toffe logo no início e de maneira bastante intensa. Em segundo plano encontramos notas discretas de casca de laranja, madeira, especiarias e ameixa seca.

Ao provarmos temos uma cerveja com baixíssima carbonatação e corpo médio alto. Enquanto que no paladar temos uma suave presença cítrica que ajuda a contrapor o dulçor de caramelo e toffe bastante intenso, notas de frutas secas como ameixa e uma presença bastante discreta de especiarias. Em segundo plano percebemos um pouco da madeira e um toque de mel.

O aftertaste é pautado por um dulçor crescente, que chega a deixa a boca com uma sensação calda de caramelo, ainda encontramos algumas notas cítricas e um amargor muito discreto bem ao final.

A Wals Quadruppel tem potêncial para ser uma boa cerveja, infelizmente a execução não faz jus a média das cervejas produzidas por eles. A carbonatação baixa aliada ao dulçor elevado deixam a cerveja enjoativa.


Para a harmonização, podemos pensar em como tentar corrigir um pouco esta percepção. Para isso o ideal é buscar um prato que apresente um elemento que contraste com o dulçor e assim realce os demais sabores.

Minha sugestão é harmonizarmos com sobrecoxa de frango braseada servida com molho de iogurte. Aqui usaremos a acidez do iogurte para contrastar com o dulçor da cerveja, deixando espaço para as notas cítrica e de especiarias conversarem com a carne braseada.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #302… Wals Quadruppel apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-302-wals-quadruppel/feed/ 0
Cerveja em Marte com Carola Carvalho – Beercast #342 http://beercast.com.br/programas/cerveja-em-marte-com-carola-carvalho-beercast-342/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-em-marte-com-carola-carvalho-beercast-342/#respond Wed, 11 Dec 2019 03:00:59 +0000 http://beercast.com.br/?p=18986 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra.

O post Cerveja em Marte com Carola Carvalho – Beercast #342 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cerveja em Marte com Carola Carvalho – Beercast #342 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-em-marte-com-carola-carvalho-beercast-342/feed/ 0 Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra. Anselmo Mendo, Carlos Bronson, Fabrizio Guzzon e Felipe Silva recebem hoje Carola Carvalho para descobrir se há a possibilidade de se fazer uma boa cerveja fora do planeta Terra. Beercast Brasil 45:07
Boa Cerveja-Feira #301… Ever Kings http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-301-ever-kings/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-301-ever-kings/#respond Fri, 06 Dec 2019 03:45:24 +0000 http://beercast.com.br/?p=18972 Esta semana iremos sentir a maresia na praia de areia dura mais famosa do litoral paulista, com a Ever Kings Este rótulo é produzido com base em uma parceria entre a cervejaria Everbrew e a hamburgueria Seven Kings, ambas de Santos. Para quem não sabe, e acho isso muito difícil, a hamburgueria Seven kings é...

O post Boa Cerveja-Feira #301… Ever Kings apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos sentir a maresia na praia de areia dura mais famosa do litoral paulista, com a Ever Kings

Este rótulo é produzido com base em uma parceria entre a cervejaria Everbrew e a hamburgueria Seven Kings, ambas de Santos.

Para quem não sabe, e acho isso muito difícil, a hamburgueria Seven kings é do Fernando Russel, a.k.a. Tucano. Conhecido por participar do podcast nerdcast,  pelo canal de culinária Maravilhosa Cozinha de Jack e pelo programa 45 do Beercast.

Porém, para quem é patrono deve conhecer o Tucano de outros lugares. Em 12 dezembro de 2015 o Beercast realizou um evento com a cerveja própria, a Genius Lemondrop, e com um lanche do Tucano.

Além disso visitamos com os patronos a hamburgueria do Tucano em 18 de agosto de 2018, onde aproveitamos para conhecer a Tabeerna Caiçara.


Ever Kings

Ever KingsDados Técnicos:

Cerveja: Ever Kings
Estilo: New England IPA
Teor: 8,1%
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 3,75


Ao servirmos a Ever Kings vemos uma cerveja de um amarelo intenso e completamente opaca. A espuma se forma branca e bastante persistente.

O aroma arrebata o primeiro plano com notas frutadas tropicais com manga, pêssego e suave presença de abacaxi. Em segundo plano encontramos malte, leve herbal e resinoso.

Ao provarmos a Ever Kings temos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar temos um forte frutado com manga, pêssego, leve percepção de pera e ameixa amarela. No segundo plano encontramos o malte, leve resinoso e herbal com amargor bastante suave.

O aftertaste mantem o frutado em evidência, com final com amargor pouco mais elevado. Mas a cerveja finaliza limpa no paladar, sem deixar qualquer rastro além de uma leve reminiscência herbal.

A Ever Kings é uma cerveja com notas frutadas muito evidentes tanto no aroma quanto no paladar. A cerveja apresenta uma experiência sensorial com um crescente de aroma e sabores tão intensa quanto a redução ao final, trazendo um paladar limpo memorável.


Para a harmonização podemos pensar em uma série de fatores, mas irei optar por uma harmonização conceitual.

Minha sugestão é harmonizar com o Camemburguer, uma receita autoral do Tucano. A proposta aqui é aproveitar todas as notas frutadas da cerveja para acrescentar ao sabor do queijo enquanto que o álcool contrasta com a untuosidade do queijo.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #301… Ever Kings apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-301-ever-kings/feed/ 0