Beercast Brasil http://beercast.com.br Um podcast onde Cerveja é o tema principal. Toda Quarta-Feira! Fri, 14 Jun 2019 03:45:41 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.0.4 http://beercast.com.br/wp-content/uploads/2017/06/logo_bc_500x500-150x150.jpg Beercast Brasil http://beercast.com.br 32 32 Boa Cerveja-Feira #276… Blackberry Daze IPA http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-276-blackberry-daze-ipa/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-276-blackberry-daze-ipa/#respond Fri, 14 Jun 2019 03:45:41 +0000 http://beercast.com.br/?p=18528 Esta semana vamos sair do pensamento comum e da mesmice, encontrando um exemplar que arrisca sair do hype do mercado e apostar novas percepções com a Blackberry Daze IPA Esta cerveja é produzida pela Anchor, assim como a Old Foghorn que falamos na coluna de algumas semanas atrás. Enquanto que a Old Foghorn era uma… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #276… Blackberry Daze IPA apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos sair do pensamento comum e da mesmice, encontrando um exemplar que arrisca sair do hype do mercado e apostar novas percepções com a Blackberry Daze IPA

Esta cerveja é produzida pela Anchor, assim como a Old Foghorn que falamos na coluna de algumas semanas atrás.

Enquanto que a Old Foghorn era uma Barleywine que buscava manter ao máximo a tradição da escola inglesa e colocando somente um toque discreto da escola americana. Já a Blackberry Daze IPA segue no caminho inverso, temos uma IPA que deixa de lado o uso dos lúpulos americanos e os perfis cítricos para apostar em um perfil herbal e terroso, quando como uma IPA inglesa.

Para completar este trajeto em sair do esperado a Anchor ainda inclui amoras silvestres da Califórnia no momento da segunda fermentação, trazendo notas completamente novas para uma IPA.

Blackberry Daze IPA

Blackberry Daze IPADados Técnicos:

Cerveja: Blackberry Daze IPA
Estilo: American IPA
Teor: 6,5%
País de origem: EUA
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,00

Cerveja em tom cobre vivo e opaca. A espuma se forma muito uniforme, com bolhas pequenas e com boa duração.

O aroma se apresenta complexo, uma mescla de percepção. Encontramos notas de frutas maduras como mirtillo e amora silvestre. Aliado a isso temos uma percepção levemente herbal, um toque de zimbro e nota terrosa que remete a terra molhada, muito provavelmente oriundo do uso do dry hop dos lúpulos.

Quando provamos a Blackberry Daze IPA encontramos uma cerveja de corpo e carbonatação médios. Enquanto que o primeiro plano do paladar é ocupado por um amargor terroso e com suaves notas herbais. Uma percepção frutada muito bem inserida com toque de frutas vermelhas, mas sem acidez ou dulçor, somente o perfil do sabor.

Já no aftertaste temos as percepções mais terrosas, herbais e com leve ‘funk’ ganham destaque. Ocupando todo o paladar e se mantendo persistente por um longo prazo, mas em baixa intensidade. Ao final nos resta um cenário terroso, seco e levemente amargo.

A Blackberry Daze IPA é uma cerveja que trás para a IPA uma leitura fora do padrão que esperado. O cítrico dos lúpulos americanos é substituído por notas terrosas e herbais. E a adição de frutas vermelhas enriquece a percepção com um funk que reforça a percepção terrosa.

Para a harmonização seria tentador usar as notas frutadas, mas o terroso e o funk da cerveja são muito sedutores para serem deixados de lado.

Minha sugestão é harmonizarmos com uma bruschetta de pão d’água com cogumelos porto bello salteados na manteiga. O protagonista desta harmonização é a semelhança entre a percepção terrosa do Porto Bello e todo este perfil terroso da cerveja, realçando ainda mais o funk deste exemplar.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #276… Blackberry Daze IPA apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-276-blackberry-daze-ipa/feed/ 0
Cervejas Trapistas e Quiz Cervejeiro – Beercast #316 http://beercast.com.br/programas/cervejas-trapistas-e-quiz-cervejeiro-beercast-316/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-trapistas-e-quiz-cervejeiro-beercast-316/#respond Wed, 12 Jun 2019 03:00:47 +0000 http://beercast.com.br/?p=18523 Quem será que sabe mais curiosidades sobre as cervejas Trapistas? Além de falar um pouco sobre o estilo, Anselmo Mendo montou um Quiz pra saber se o pessoal sabe mesmo sobre o assunto.

O post Cervejas Trapistas e Quiz Cervejeiro – Beercast #316 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Quem será que sabe mais curiosidades sobre as cervejas Trapistas? Além de falar um pouco sobre o estilo, Anselmo Mendo montou um Quiz pra saber se o pessoal sabe mesmo sobre o assunto.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas Trapistas e Quiz Cervejeiro – Beercast #316 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-trapistas-e-quiz-cervejeiro-beercast-316/feed/ 0
Boa Cerveja-Feira #275… Old Foghorn http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-275-old-foghorn/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-275-old-foghorn/#comments Fri, 07 Jun 2019 03:45:38 +0000 http://beercast.com.br/?p=18518 Esta semana vamos ancorar nosso copo em uma Barleywine com história e tradição, com a Old Foghorn Esta Barleywine é produzida pela Anchor Brewing em São Francisco. Seu nome é uma referência às antigas buzinas que os faróis tocavam quando um navio se aproximava muito de outra embarcação ou da costa. A Old Foghorn é a… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #275… Old Foghorn apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos ancorar nosso copo em uma Barleywine com história e tradição, com a Old Foghorn

Esta Barleywine é produzida pela Anchor Brewing em São Francisco. Seu nome é uma referência às antigas buzinas que os faróis tocavam quando um navio se aproximava muito de outra embarcação ou da costa.

A Old Foghorn é a American Barleywine mais antiga a ser produzida nos EUA, desde 1975. E desde seu início a Anchor buscou usar a tradição inglesa aliada a inovação que a escola americana nesta cerveja. Por conta disto temos o envelhecimento da cerveja, que a tradição indica, mas também temos o dry hop de cascade dando o perfil da escola americana.

Podemos ler um pouco mais da história da cervejaria nas colunas que escrevi sobre a Anchor Summer Beer e a Anchor Barrel Ale.

E seu nome ainda usa o prefixo “Old”, fato muito comum na Inglaterra para nomear as cervejas deste estilo.

Old Foghorn

Old FoghornDados Técnicos:

Cerveja: Old Foghorn
Estilo: Barleywine
Teor: 8,2%
País de origem: EUA
Embalagem: 300 ml
Nota: 4,00

A cerveja se apresenta castanha escura com tons rubi e opaca. A espuma apresenta um tom creme e boa formação, porem bom baixa persistência.

No aroma encontramos notas de caramelo e melaço, um toque alcoólico bastante presente que remete a notas de brandy. Em segundo plano ainda temos notas de malte e uma suave percepção de castanhas.

Ao provarmos a Old Foghonrn temos uma cerveja de carbonatação média baixa, corpo alto e percepção aveludada. Enquanto que no paladar somos logos apresentados a uma percepção levemente condimentada, alcoólica e adocicada, com notas de caramelo, madeira e castanhas. Em segundo plano as notas de malte e pão de centeio, um toque frutado muito discreto que remete a figos.

Já o aftertaste mantem uma percepção aveludada e licorosa no palato, mantendo somente a percepção mais intensa de brandy, madeira e um final de açúcar queimado.

A Old Foghorn se apresenta uma Barleywine bem equilibrada e mesmo tendo corpo alto, sua percepção aveludada ajuda no drinkability. As notas finais de açúcar queimado fecham a percepção uma mescla de dulçor e tosta muito agradável.

Ao pensar na harmonização de uma cerveja como esta sou levado a usar estas notas mais alcoólicas e a percepção de caramelo da cerveja como carro chefe. Mas esta Barleywine me apresentou notas de castanhas que me agradaram bastante, então o desafio será destaca-las.

Pensando nisso, irei sugerir um prato que destaque esta percepção sem atrapalhar as demais notas. Um prato com mais gordura usará o álcool para limpar o paladar e irá dar mais espaço para as notas que queremos. Então minha sugestão é harmonizarmos com costela com pinhão. A costela é uma carne suculenta e com bastante presença de gordura, que será contrastada pelo teor alcoólico e o pinhão trará notas que irão destacar ainda mais a percepção de castanhas da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #275… Old Foghorn apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-275-old-foghorn/feed/ 3
Episódio Extra – Beercast no Mondial de la Biere – SP http://beercast.com.br/programas/episodio-extra-beercast-no-mondial-de-la-biere-sp/ http://beercast.com.br/programas/episodio-extra-beercast-no-mondial-de-la-biere-sp/#respond Thu, 06 Jun 2019 03:00:35 +0000 http://beercast.com.br/?p=18511 Anselmo Mendo foi até o Mondial de la Biere que rolou aqui em São Paulo e aproveitou pra conversar com o pessoal por la.

O post Episódio Extra – Beercast no Mondial de la Biere – SP apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo foi até o Mondial de la Biere que rolou aqui em São Paulo e aproveitou pra conversar com o pessoal por la.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Episódio Extra – Beercast no Mondial de la Biere – SP apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/episodio-extra-beercast-no-mondial-de-la-biere-sp/feed/ 0
Reality Show Cervejeiro com Pedro Rocha – Beercast #315 http://beercast.com.br/programas/reality-show-cervejeiro-com-pedro-rocha-beercast-315/ http://beercast.com.br/programas/reality-show-cervejeiro-com-pedro-rocha-beercast-315/#comments Wed, 05 Jun 2019 03:00:38 +0000 http://beercast.com.br/?p=18506 Pedro Rocha conta para Anselmo Mendo, Renato Martins e Felipe Silva a experiência de participar de um Reality Show Cervejeiro.

O post Reality Show Cervejeiro com Pedro Rocha – Beercast #315 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Pedro Rocha, participante do Eisenbahn Mestre Cervejeiro, conta para Anselmo Mendo, Renato Martins e Felipe Silva a experiência de participar de um Reality Show Cervejeiro.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Reality Show Cervejeiro com Pedro Rocha – Beercast #315 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/reality-show-cervejeiro-com-pedro-rocha-beercast-315/feed/ 5
Boa Cerveja-Feira #274… Happy’n Peace http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-274-happyn-peace/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-274-happyn-peace/#respond Fri, 31 May 2019 03:45:04 +0000 http://beercast.com.br/?p=18493 Esta semana vamos conhecer mais uma cerveja campeã, literalmente, a campeã do concurso de cervejeiros caseiros da Eisenbahn, a Happy’n Peace. Como disse acima, a Happy’n Peace é produzida pela Eisenbahn e idealizada pela Sommerlier e Especialista em Harmonizações Anne Galdino. O concurso da Eisenbahn agora é apresentado na versão de reality show. Apesar das… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #274… Happy’n Peace apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos conhecer mais uma cerveja campeã, literalmente, a campeã do concurso de cervejeiros caseiros da Eisenbahn, a Happy’n Peace.

Como disse acima, a Happy’n Peace é produzida pela Eisenbahn e idealizada pela Sommerlier e Especialista em Harmonizações Anne Galdino. O concurso da Eisenbahn agora é apresentado na versão de reality show. Apesar das polemicas, é indiscutível que este formato traz muito mais visibilidade tanto ao concurso quanto aos mestres cervejeiros.

Temos mais artigos sobre as cervejas do concurso como a Altbier, Ventura e Frost Bison.

Eu conheci a Anne no curso de Especialização em Harmonização que fizemos no ICB e para escrever esta coluna perguntei para ela sobre como foi a construção desta receita, e nas palavras dela:

Bem, na receita eu quis fugir do óbvio, e optei por procurar lúpulos que dessem as características cítricas, cujo estilo pede. Então o azzaca e o sorachi ace entraram no perfil sensorial que eu queria para tornar uma Berliner indo para o limão e uva verde

Eu, pessoalmente, achei que o fato da Anne ter ganho o concurso do mestre cervejeiro da Eisenbahn foi um ponto muito importante do cenário cervejeiro nacional. Isso pontua claramente que as mulheres são presentes neste cenário e tão competentes quanto qualquer homem.

Happy’n Peace

Happy’n Peace.Dados Técnicos:

Cerveja: Happy’n Peace
Estilo: Berliner Weisse
Teor: 3,5%
País de origem: Brasil
Embalagem: 500 ml
Nota: 4,00

A Happy’n Peace apresenta um tom amarelo palhar brilhante e completamente cristalino. E espuma tem ótima formação com bolhas pequenas e uniforme e longa duração

O aroma é marcado por notas bastante delicadas que remetem a uvas verdes, limão rosa e maça verde. As notas acéticas são discretas e mescladas com uma percepção levemente adocicada. A percepção de acidez no aroma é muito mais vinculada às percepção de frutas ácidas.

Ao provarmos a Happy’n Peace vemos que é uma cerveja de corpo baixo e carbonatação média alta. Enquanto que o paladar traz como protagonista uma acidez discreta marcada por notas de frutas verdes como uva verde e limão, o malte acompanha com suaves notas de grãos e mosto em segundo plano.

O aftertaste apresenta um aumento na percepção de acidez, ainda marcada por uvas verdes e leve dulçor de malte, acompanhada por um final seco e com a percepção de uvas verdes e limão rosa bastante delicados.

A Happy’n Peace é uma cerveja que traz notas discretas e equilibradas, trazendo a lembrança frutada e ácida. Agregando algumas alterações ao conceito original mas sem perder o cerne do estilo, uma cerveja bastante elegante em sua proposta.

Para a harmonização eu poderia pensar em salientar as notas frutadas ou aproveitar o malte discreto, mas a Anne se formou em Harmonização de Cervejas na mesma turma que eu, então nada mais justo que usar a mesma harmonização que ela mesmo usou em um de seus eventos.

A sugestão da Anne Galdino é harmonizarmos com ceviche de salmão com lichia. Estamos salientando a acidez e usando a lichia para destacar ainda mais as notas frutadas da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #274… Happy’n Peace apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-274-happyn-peace/feed/ 0
Cervejas Lagers da Avós – Beercast #314 http://beercast.com.br/programas/cervejas-lagers-da-avos-beercast-314/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-lagers-da-avos-beercast-314/#comments Wed, 29 May 2019 03:00:49 +0000 http://beercast.com.br/?p=18491 Anselmo Mendo foi até a casa da Cervejaria Avós e vai contar pra gente um pouco mais sobre essa estratégia de fazer só Lagers!

O post Cervejas Lagers da Avós – Beercast #314 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo foi até a casa da Cervejaria Avós e vai contar pra gente um pouco mais sobre essa estratégia de fazer só Lagers!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas Lagers da Avós – Beercast #314 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-lagers-da-avos-beercast-314/feed/ 2
Boa Cerveja-Feira #273… Averbode http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-273-averbode/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-273-averbode/#respond Fri, 24 May 2019 03:45:13 +0000 http://beercast.com.br/?p=18461 Esta semana voltaremos para os clássicos, e mostrando que as vezes delegar para um especialista pode ser a melhor opção, com a Averbode. A cerveja Averbode é uma parceria entre a abadia de Averbode e a cervejaria Huyghe. Para quem não sabe a Huyghe é produtora das marcas Delirium, Floris, Mongozo dentre outras. A receita… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #273… Averbode apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana voltaremos para os clássicos, e mostrando que as vezes delegar para um especialista pode ser a melhor opção, com a Averbode.

A cerveja Averbode é uma parceria entre a abadia de Averbode e a cervejaria Huyghe. Para quem não sabe a Huyghe é produtora das marcas Delirium, Floris, Mongozo dentre outras.

A receita é da Abadia de Averbode, que licenciou a huyghe a produzir sua cerveja, que não fez por menos e criou uma cerveja muito equilibrada, com uso de malte, aveia e espelta e inserção do lúpulo a frio no período de guarda.

E um detalhe que espero que seja visível na foto, é o copo desta cerveja. Ele tem logo da cervejaria no fundo e gera uma coluna de bolhas constante no copo, criando um visual muito bonito.

Averbode

AverbodeDados Técnicos:

Cerveja: Averbode
Estilo: Strong Golden Ale
Teor: 7,5%
País de origem: Bélgica
Embalagem: 375 ml
Nota: 3,75

Cerveja dourada, cristalina e brilhante. A espuma se forma abundante, com bolhas pouco uniformes, mas é muito persistente e fica como uma camada de neve belíssima sobre o líquido.

No aroma a primeira percepção que temos são grãos, um toque de mosto e aveia. Em segundo plano temos notas florais bastante delicadas e frescas.

Quando provamos a Averbode notamos corpo alto e carbonatação média alta. Enquanto que no paladar encontramos notas de frutas como jambo amarelo e nêspera que percepção madura. Em segundo plano encontramos novamente as notas de grãos e pão doce.

No aftertaste as notas frutadas e o malte ocupam o segundo plano. O protagonista aqui são as notas florais silvestres, o suave amargor com toque de especiarias e o final seco. Seguindo bem ao final um leve aquecimento muito agradável.

A Averbode é uma Strong Golden Ale que foge do padrão esperado. Enquanto que a maioria opta por trazer o álcool evidente e frutas amarelas aqui temos outra experiência. A frutas são mais silvestres, o uso de multigrãos traz percepções adicionais de malte e o resultado é uma cerveja fina e com notas delicadas, mas ainda assim potente.

Enquanto provo a cerveja tenho duas facetas da cerveja que me chamam para a harmonização, as notas frutadas e os perfis de malte.

Minha sugestão é harmonização com uma variação do Suikerbrood, um pão belga. Normalmente ele é recheado com canela e perolas de açúcar. Mas nesta versão vamos trocar a canela por nêsperas picadas. Vamos usar da semelhança para realçar ainda mais as notas frutadas da cerveja e aproveitar as notas do pão para realçar os maltes usados.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #273… Averbode apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-273-averbode/feed/ 0
Dicas Cervejeiras de Portugal com Carlos Bronson – Beercast #313 http://beercast.com.br/programas/dicas-cervejeiras-de-portugal-com-carlos-bronson-beercast-313/ http://beercast.com.br/programas/dicas-cervejeiras-de-portugal-com-carlos-bronson-beercast-313/#respond Wed, 22 May 2019 03:00:01 +0000 http://beercast.com.br/?p=18478 Carlos Bronson foi pra Lisboa e trouxe pra gente algumas dicas cervejeiras, além de uma boa cerveja, é claro.

O post Dicas Cervejeiras de Portugal com Carlos Bronson – Beercast #313 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Carlos Bronson foi pra Lisboa e trouxe pra gente algumas dicas cervejeiras, além de uma boa cerveja, é claro.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Dicas Cervejeiras de Portugal com Carlos Bronson – Beercast #313 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/dicas-cervejeiras-de-portugal-com-carlos-bronson-beercast-313/feed/ 0
Boa Cerveja-Feira #272… Tropical Blood http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-272-tropical-blood/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-272-tropical-blood/#comments Fri, 17 May 2019 03:45:41 +0000 http://beercast.com.br/?p=18456 Esta semana vamos descobrir como elevar o nível de complexidade de uma cerveja com uma sequência de técnicas, com a Tropical Blood. A cerveja foi desenvolvida pela Infected Brewing de Santos em São Paulo. A base desta receita é uma Berliner Weisse, mas a Infected Brewing não parou por aí. Para começar vamos fermentar está cerveja… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #272… Tropical Blood apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos descobrir como elevar o nível de complexidade de uma cerveja com uma sequência de técnicas, com a Tropical Blood.

A cerveja foi desenvolvida pela Infected Brewing de Santos em São Paulo. A base desta receita é uma Berliner Weisse, mas a Infected Brewing não parou por aí.

Para começar vamos fermentar está cerveja com Brettanomyces, afinal não queremos simplesmente uma Berliner.

Como se isso não fosse o suficiente, vamos adicionar amoras, framboesas, goiabas e cascas de laranja para trazer novas notas frutadas a experiência.

E para fechar, vamos envelhecer esta cerveja por seis meses em barris de Carbenet Merlot. Acho que é o suficiente para agregar complexidade a uma cerveja.

Tropical Blood

Tropical BloodDados Técnicos:

Cerveja: Tropical Blood
Estilo: Berliner Weisse
Teor: 6,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: 375 ml
Nota: 4,25

A Tropical Blood se apresenta em tom vermelho intenso, quase rubi e brilhante. A espuma boa formação, bolhas pequenas, porem baixa duração.

No aroma a acidez cítrica é bastante evidente, porém não identifiquei qualquer traço rústico. Logo encontramos notas de frutas vermelhas em segundo plano com acidez de amora silvestre, framboesa e frutado de goiaba.

Ao provarmos encontramos uma cerveja de corpo baixo, alta carbonatação, gerando muita salivação pela acidez. Enquanto que no paladar somos apresentados a um conjunto bastante ácido, inicialmente chegando a sobrepor as demais notas. Mas logo encontramos a presença cítrica e acético, notas de vinagre de maça, toque de laranja curaçau. Em segundo plano temos a presença de frutas vermelhas como framboesa e amora.

Após a cerveja aquecer um pouco ainda temos a adição da percepção de vinagre de vinho e vinificação ao final do paladar.

No aftertaste a Tropical Blood mantém suculência, acompanhada de notas de frutas vermelhas em destaque, vinificado de vinho tinto, vinagre, amora, framboesa. A acidez reduz com certa rapidez, restando a percepção vinificada e de frutas vermelhas.

A Tropical Blood esta muito distante de uma Berliner clássica, mas essa distância é esperada. E com todas as modificações feitas na receita temos uma experiência muito distante de qualquer estilo conhecido. Por vezes podemos achar que estamos mais próximo a uma Oud Bruin, por vezes próximos a uma American Sour. Mas no fundo a Tropical Blood é uma experiência por si só.

Para a harmonização, diferente da última semana, serei mais conversador. Neste caso a cerveja é bastante complexa e, portanto, quero manter o prato simples, para não disputar espaço com a cerveja.

Minha sugestão é harmonizar com trufas de chocolate branco. Mesmo sendo uma sobremesa naturalmente doce e gordurosa a cerveja irá nos dar os elementos ideais para contrastar estas características. Enquanto que a acidez e notas vinificadas contrastam com o dulçor, a carbonatação irá dar conta da untuosidade.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #272… Tropical Blood apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-272-tropical-blood/feed/ 1
Bruna Garcia e Bernardo Couto – Mercado Cervejeiro – Beercast #312 http://beercast.com.br/programas/bruna-garcia-e-bernardo-couto-mercado-cervejeiro-beercast-312/ http://beercast.com.br/programas/bruna-garcia-e-bernardo-couto-mercado-cervejeiro-beercast-312/#comments Wed, 15 May 2019 03:00:26 +0000 http://beercast.com.br/?p=18470 Anselmo Mendo e Renato Martins recebem as ilustres presenças de Bruna Garcia e Bernardo Couto para falar um pouco sobre a Segunda Rodada, 2 Cabeças e um pouco sobre o mercado cervejeiro atual.

O post Bruna Garcia e Bernardo Couto – Mercado Cervejeiro – Beercast #312 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo e Renato Martins recebem as ilustres presenças de Bruna Garcia e Bernardo Couto para falar um pouco a Segunda Rodada, 2 Cabeças, Cerveja de Graça e um pouco sobre o mercado cervejeiro atual.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Bruna Garcia e Bernardo Couto – Mercado Cervejeiro – Beercast #312 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/bruna-garcia-e-bernardo-couto-mercado-cervejeiro-beercast-312/feed/ 2
Boa Cerveja-Feira #271… Vinagrete http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-271-vinagrete/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-271-vinagrete/#respond Fri, 10 May 2019 03:45:05 +0000 http://beercast.com.br/?p=18451 Esta semana iremos descobrir que a produção caseira de cerveja não está limitada as IPAs e Stouts, com a Vinagrete. Esta cerveja é uma produção local pela Elementos, que você pode encontrar no La Maison de La Biere. E só podemos encontrar por lá pois é a produção caseiro do Rogério Santiago, cervejeiro caseiro e… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #271… Vinagrete apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana iremos descobrir que a produção caseira de cerveja não está limitada as IPAs e Stouts, com a Vinagrete.

Esta cerveja é uma produção local pela Elementos, que você pode encontrar no La Maison de La Biere. E só podemos encontrar por lá pois é a produção caseiro do Rogério Santiago, cervejeiro caseiro e responsável por uma série de ótimas cervejas.

Esta Oud Bruin é feita com base em um mosto acidificado com lactobacilos e posteriormente realizada uma segunda fermentação em um barril que foi usado para envelhecimento de vinagre balsâmico. E tudo isso feito no ambiente caseiro, e resultando em uma cerveja fantástica

Vinagrete

VinagreteDados Técnicos:

Cerveja: Vinagrete
Estilo: Oud Bruin
Teor: 7,2%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,25

A Vinagrete se apresenta castanha escura com nuances rubi. A espuma se apresenta levemente rosada, com uma ótima formação, bolhas pequenas e uniformes e muito persistente.

O aroma traz notas evidentes de acético e balsâmico primeiro plano como era de esperado. Já em segundo plano temos os aromas complementares de frutas vermelhas e amadeirado. Conforme a cerveja ganha temperatura as notas de frutas vermelhas se tornam ainda mais evidentes.

Quando provamos a Vinagrete vemos que é uma cerveja de corpo médio e alta carbonatação. Enquanto que no paladar a acidez balsâmica característica da Oud Bruin é destacada. Mas temos a complementação com notas de frutas vermelhas, amadeirado e o suave toque de vinagre de vinho tinto.

No aftertaste as notas de madeira e frutas vermelhas ganham ainda mais destaque, ficando à frente das notas balsâmicas. A acidez tem persistência média e o final seco deixa a porta aberta para um próximo gole.

A Vinagrete é uma Oud Bruin caseira que apresenta uma ótima leitura do estilo, trazendo todas as notas que esperamos e ainda assim com uma personalidade muito marcante.

Para a harmonização normalmente se busca o contraste, usando algum doce a base de chocolate branco. Mas para mudar um pouco, vamos usar uma outra nota que me chamou a atenção.

Minha sugestão é harmonizar com carré suíno com molho de cerejas. O conceito desta harmonização é a semelhança entre as notas de frutas vermelhas da cerveja e do molho, que irão destacar ainda mais esta percepção. Enquanto que a acidez e as notas amadeiradas irão conversar com a carne suína e destacar seu sabor.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #271… Vinagrete apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-271-vinagrete/feed/ 0
Cervejas do Daniel Córdova – Beercast #311 http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-daniel-cordova-beercast-311/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-daniel-cordova-beercast-311/#comments Wed, 08 May 2019 03:00:41 +0000 http://beercast.com.br/?p=18449 Felipe Silva não conseguiu trazer as cervejas do Daniel Córdova depois do Festival Brasileiro da Cerveja, mas o Fabrizio Guzzon conseguiu cumprir essa missão, podemos até que enfim provar essas famosas cervejas!

O post Cervejas do Daniel Córdova – Beercast #311 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Felipe Silva não conseguiu trazer as cervejas do Daniel Córdova depois do Festival Brasileiro da Cerveja, mas o Fabrizio Guzzon conseguiu cumprir essa missão, podemos até que enfim provar essas famosas cervejas!

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas do Daniel Córdova – Beercast #311 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-do-daniel-cordova-beercast-311/feed/ 2
Boa Cerveja-Feira #270… Ka’Kau http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-270-kakau/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-270-kakau/#comments Fri, 03 May 2019 03:45:09 +0000 http://beercast.com.br/?p=18429 Esta semana vamos beber uma cerveja que homenageia os maias e o cacaueiro e faz isso de uma forma muito bem-feita, com a Ka’Kau. Esta cerveja é produzida pela cervejaria Augustinus, uma micro cervejaria fundada em 2013, hoje tocada pelos sócios e amigos Gabriel Cunha e Leonardo Indini. A Augustinus é uma cervejaria que desde… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #270… Ka’Kau apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos beber uma cerveja que homenageia os maias e o cacaueiro e faz isso de uma forma muito bem-feita, com a Ka’Kau.

Esta cerveja é produzida pela cervejaria Augustinus, uma micro cervejaria fundada em 2013, hoje tocada pelos sócios e amigos Gabriel Cunha e Leonardo Indini.

A Augustinus é uma cervejaria que desde a sua fundação já brincava com as cervejas extremas, RIS, Dubbels, Imperial IPAs. Desta vez vamos provar uma colaborativa entre a Augustinus e a Dádiva, uma Russian Imperial Stout com adição de cacau in natura e baunilha.

A receita não é uma novidade para a Augustinus, já era uma receita conhecida deles produzida como uma caseira, mas o nome Wasted Wonka, que envolve alguns direitos autorais. Então optaram por alterar para Ka’Kau, o nome maia para cacaueiro.

Ka’Kau

Ka'KauDados Técnicos:

Cerveja: Ka’Kau
Estilo: Russian Imperial Stout
Teor: 11,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,50

No copo a Ka’Kau se apresenta completamente negra e opaca. A espuma de forma densa e com bolhas pequenas em tom de bege escura pendendo para o marrom.

No aroma notas de chocolate ao leite destacado, baunilha bastante presente e a presença de cacau surge um pouco mais discreta ao fundo. Em segundo plano um leve toque licoroso e de tosta.

Quando provamos vemos que se trata de uma cerveja de corpo alto e carbonatação média baixa. Enquanto que no paladar encontramos uma cerveja licorosa com notas de baunilha, chocolate e cappuccino. Em segundo um leve amadeirado por conta da baunilha e a percepção aveludada toma conta do palato ao final.

Aftertaste com a percepção de chocolate ao leite e baunilha, mas encontramos o crescimento do amargor oriundo da tosta de forma equilibrando o dulçor inicial. O aquecimento alcoólico surge ao final, agradável e equilibrado fazendo os mais de 10% de teor alcoólico serem bem inseridos.

A Ka’Kau é uma Russian Imperial Stout que aplica cacau in natura e baunilha, que traz notas de chocolate muito frescas, muito agradável. E o principal ao meu ver é a maneira como o álcool e o caráter denso da cerveja são apresentados. O aveludado da cerveja é fantástico e preenche o palato lindamente.

Para a harmonização vou usar as notas de chocolate muito frescas que a cerveja apresenta. Afinal, seria um desperdício deixar de usar essa qualidade da cerveja.

Minha sugestão é harmonizar com folhado de chocolate amargo. O grau alcoólico da cerveja dará recado da untuosidade da massa e o chocolate amargo irá ressaltar as notas de chocolate ao leite da cerveja, sem reforçar o dulçor.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #270… Ka’Kau apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-270-kakau/feed/ 2
Cervejas da Mikkeller em Barcelona com Flávio Yokooji – Beercast #310 http://beercast.com.br/programas/cervejas-da-mikkeller-em-barcelona-com-flavio-yokooji-beercast-310/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-da-mikkeller-em-barcelona-com-flavio-yokooji-beercast-310/#comments Wed, 01 May 2019 03:00:11 +0000 http://beercast.com.br/?p=18427 Fávio Yokooji foi até Barcelona, aproveitou a viagem para buscar algumas cervejas e vai nos contar como foi essa experiência.

O post Cervejas da Mikkeller em Barcelona com Flávio Yokooji – Beercast #310 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Fávio Yokooji foi até Barcelona, aproveitou a viagem para buscar algumas cervejas e vai nos contar como foi essa experiência.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cervejas da Mikkeller em Barcelona com Flávio Yokooji – Beercast #310 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-da-mikkeller-em-barcelona-com-flavio-yokooji-beercast-310/feed/ 1
Boa Cerveja-Feira #269… Manchinha 4 http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-269-manchinha-4/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-269-manchinha-4/#respond Fri, 26 Apr 2019 03:45:14 +0000 http://beercast.com.br/?p=18418 Esta semana beber, mas com consciência e sabendo que estamos fazendo o bem a alguém, além de nós mesmos, com a Manchinha 4. Esta versão da Manchinha foi produzida pela Biernards, que já falamos um pouco da cervejaria no post sobre a Jundiahy 2. Esta cerveja faz parte da iniciativa criada pela empresário Hugo Rocha… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #269… Manchinha 4 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana beber, mas com consciência e sabendo que estamos fazendo o bem a alguém, além de nós mesmos, com a Manchinha 4.

Esta versão da Manchinha foi produzida pela Biernards, que já falamos um pouco da cervejaria no post sobre a Jundiahy 2.

Esta cerveja faz parte da iniciativa criada pela empresário Hugo Rocha para movimentar o mercado em uma corrente do bem. Mas as poucas linhas deste artigo são poucas para o tamanho desta ação, então pelo que ouçam o Beercast 308 onde o Anselmo e o Felipe Silva entrevistam o Hugo Rocha.

Vou aproveitar para falar tanto da cerveja em garrafa quanto na versão on tap.

Manchinha 4

Manchinha 4Dados Técnicos:

Cerveja: Manchinha 4
Estilo: Amber Ale
Teor: 5,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: 500 ml/on tap
Nota: 4,00

Ao servirmos vemos uma cerveja castanha escura com nuances avermelhados. Na garrafa a espuma é bastante breve, enquanto que on tap ela se forma densa e duradoura.

Aroma inicial com caramelo em primeiro plano, seguido pelas notas de café e cacau. Em segundo plano temos notas de tosta discretas, pão australiano e leve toque de malte. Já no tap as notas de café e cacau se apresentam ainda mais presentes ao inicio.

A maior diferença ao meu ver ocorre assim que provamos a cerveja. Enquanto que a garrafa nos entrega uma cerveja de corpo e carbonatação baixas a opção on tap nos entrega um corpo médio baixo e carbonatação média.

No paladar temos a percepção de café verde, cacau e tosta de malte, enquanto que em segundo plano um leve toque herbal. Já no tap o café tem um pouco mais de destaque e tanto o café quanto o cacau são mais frescos.

O aftertaste trás notas de tosta e café, sendo seguido por uma leve adstringência. Enquanto que na opção on tap a percepção de café e cacau é mais persistente e finaliza com um suave amargor de tosta.

A Manchinha 4 apresentou algumas diferentes entre as opções de garrafa e on tap. Principalmente na carbonatação e espuma. Mas ainda assim é uma Amber Ale muito agradável e com notas frescas de café.

Para a harmonização vamos lembrar que todos os eventos de lançamento das Manchinhas foram uma grande reunião em bares e cervejarias. Portanto vamos buscar uma opção dentre o cardápio de bares.

Minha sugestão é harmonizarmos com bolinho de aipim recheado com carne seca. A intensão é contrastar o salgado da carne seca com a tosta. E por consequência, salientar o sabor de cacau e do aipim e carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #269… Manchinha 4 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-269-manchinha-4/feed/ 0
Propriedade Industrial com Nuno Caldas – Beercast #309 http://beercast.com.br/programas/propriedade-industrial-com-nuno-caldas-beercast-309/ http://beercast.com.br/programas/propriedade-industrial-com-nuno-caldas-beercast-309/#comments Wed, 24 Apr 2019 03:00:32 +0000 http://beercast.com.br/?p=18411 Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins convidaram o patrono Nuno Caldas para uma conversa sobre o recente caso da cervejaria que registrou a marca Helles.

O post Propriedade Industrial com Nuno Caldas – Beercast #309 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo, Felipe Silva e Renato Martins convidaram o patrono Nuno Caldas para uma conversa sobre o recente caso da cervejaria que registrou a marca Helles.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Propriedade Industrial com Nuno Caldas – Beercast #309 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/propriedade-industrial-com-nuno-caldas-beercast-309/feed/ 1
Boa Cerveja-Feira #268… Sacromonte http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-268-sacromonte/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-268-sacromonte/#respond Fri, 19 Apr 2019 03:45:18 +0000 http://beercast.com.br/?p=18401 Esta semana vamos abrir a mala de quem foi viajar e começar a aproveitar os presentes, com a Sacromonte. Vamos conhecer a Sacromonte, uma cervejaria espanhola situada em Granada. É uma micro cervejaria que traz enraizada em sua história a própria história de Granada, mais especificamente no bairro de Sacromonte, onde é localizada a Abadia… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #268… Sacromonte apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos abrir a mala de quem foi viajar e começar a aproveitar os presentes, com a Sacromonte.

Vamos conhecer a Sacromonte, uma cervejaria espanhola situada em Granada. É uma micro cervejaria que traz enraizada em sua história a própria história de Granada, mais especificamente no bairro de Sacromonte, onde é localizada a Abadia com o mesmo nome.

Além da cervejaria, existem outras curiosidades a respeito do bairro de Sacromonte. Como as grutas, que foram construídas pela população que se aliava a ciganos e por conta disso era ‘convidada a se retirar’ da comunidade formal e lhes restava buscar abrigo nas encostam do bairro.

Sacromonte

SacromonteDados Técnicos:

Cerveja: Sacromonte
Estilo: English Pale Ale
Teor: 5,0%
País de origem: Espanha
Embalagem: 335 ml
Nota: 3,50

A Sacromonte se apresenta dourada e levemente opaca. Enquanto que a espuma tem formação média, com boa estrutura e se mantem persistente no copo por um bom tempo.

O aroma nos traz percepção de malte, grãos, biscoitos frescos e um toque floral. Já em segundo plano encontramos notas de mosto que remetem a doce e casca de pão.

Ao provarmos temos na Sacromonte uma cerveja de corpo médio e alta carbonatação. Enquanto que no paladar temos notas de grãos, biscoitos e casca de pão, acompanhadas malte e floral. Em segundo plano somos apresentados a um perfil discreto com leve amargor de fundo herbal bastante agradável.

No aftertaste este amargor ganha espaço trazendo as notas herbais para o primeiro plano. Aliado a esta percepção temos as notas de grãos e biscoitos ainda presentes, mas agora de forma mais discreta.

A Sacromonte é uma cerveja sem surpresas, mas no bom sentido. Toda a experiência é bastante agradável, trazendo o básico de forma muito bem construída, agregando notas florais e herbais no momento certo. Por vezes acho que falta este básico bem feito no mercado, que se preocupa demais em ter misturas inesperadas e sem base de comparação.

Para a harmonização, vamos levar em conta que a cerveja um presente que ganhei e veio diretamente da Espanha.

Minha sugestão é harmonizarmos com tapas, que pequenas porções de aperitivos servidas na Espanha, mas sejamos mais específicos e vamos harmonizar com lulas empanadas.

Vamos nos aproveitar do toque floral e herbal da cerveja para salientar o sabor marinho da lula, e garantir que nem o prato nem a cerveja ganhem mais destaque que o desejado.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #268… Sacromonte apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-268-sacromonte/feed/ 0
Cerveja Manchinha na Central Panelaço do João Gordo – Beercast #308 http://beercast.com.br/programas/cerveja-manchinha-na-central-panelaco-do-joao-gordo-beercast-308/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-manchinha-na-central-panelaco-do-joao-gordo-beercast-308/#respond Wed, 17 Apr 2019 03:00:08 +0000 http://beercast.com.br/?p=18396 Anselmo Mendo e Felipe Silva foram até o Central Panelaço para falar com Hugo Rocha, idealizador do projeto da cerveja Manchinha. De quebra conversamos também com o João Gordo sobre o espaço cultural criado por ele aqui em São Paulo.

O post Cerveja Manchinha na Central Panelaço do João Gordo – Beercast #308 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Anselmo Mendo e Felipe Silva foram até o Central Panelaço para falar com Hugo Rocha, idealizador do projeto da cerveja Manchinha. De quebra conversamos também com o João Gordo sobre o espaço cultural criado por ele aqui em São Paulo.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

O post Cerveja Manchinha na Central Panelaço do João Gordo – Beercast #308 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-manchinha-na-central-panelaco-do-joao-gordo-beercast-308/feed/ 0
Boa Cerveja-Feira #267… Robert Burns http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-267-robert-burns/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-267-robert-burns/#comments Fri, 12 Apr 2019 03:45:38 +0000 http://beercast.com.br/?p=18388 Esta semana vamos visitar uma cerveja que faz uma homenagem a um poeta escocês, com a Robert Burns. Esta cerveja é produzida pela Belhaven, uma cervejaria escocesa fundada em 1719, mas que foi adquirida pela conhecida Greene King em 2005. A cerveja é uma homenagem a um famoso poeta escocês, que dá o nome a cerveja.… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #267… Robert Burns apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos visitar uma cerveja que faz uma homenagem a um poeta escocês, com a Robert Burns.

Esta cerveja é produzida pela Belhaven, uma cervejaria escocesa fundada em 1719, mas que foi adquirida pela conhecida Greene King em 2005.

A cerveja é uma homenagem a um famoso poeta escocês, que dá o nome a cerveja. Robert Burns (1758-1796) é conhecido como “Um dos maiores líricos da poesia universal”, palavras de Jorge Sena. Lendo as críticas e resenhas sobre as poesias de Robert Burns vemos algumas palavras que aparecem com frequência: Liberdade, erotismo, malicia, tom popular.

Olhando estas palavras, eu tenho quase certeza que Robert Burns escrevia suas poesias no ambiente do bar, que também compartilha de todos estes adjetivos.

Robert Burns

Robert BurnsDados Técnicos:

Cerveja: Robert Burns
Estilo: Brown Ale
Teor: 4,2%
País de origem: Escócia
Embalagem: 500 ml
Nota: 3,75

Ao servirmos a Robert Burns vemos uma cerveja castanha claro, com sutis reflexos vermelhos. A espuma se forma com boa qualidade e persistência.

O aroma é suave e delicado, que se apresenta aos poucos. As notas iniciais remetem a malte e um suave caramelo. Mas em segundo plano encontramos notas de café fresco e chocolate ao leite.

Ao provarmos temos uma cerveja de corpo e carbonatação médios. Enquanto que no paladar encontramos notas de torra suave, notas de café com leite, suave caramelo e malte discreto. Em segundo plano uma suave nota terrosa, toffe e mosto adocicado.

O aftertaste prima pelas notas de café, toffe e leve caramelo, aliado a um suave amargor que fecha a experiência da cerveja.

Após provar a Robert Burns a palavra que me vem à mente para descrever a cerveja é elegante. A maneira como os aromas e sabores se apresentam são sutis, mas sem abrir mão da complexidade.

Para a harmonização quero aliar duas características da cerveja, sua origem e a elegância do conjunto de aroma e sabores.

Minha sugestão é harmonizar com o pudim de pão e manteiga inglês, uma sobremesa típica do reino unido que além de usar os pães amanteigados usa creme de baunilha. E é nesta última parte que apoio a harmonização, usando o creme de baunilha para realçar a percepção de caramelo, toffe e café com leite da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #267… Robert Burns apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-267-robert-burns/feed/ 2
Cervejas Japonesas – Beercast #307 http://beercast.com.br/programas/cervejas-japonesas-beercast-307/ http://beercast.com.br/programas/cervejas-japonesas-beercast-307/#respond Wed, 10 Apr 2019 03:00:06 +0000 http://beercast.com.br/?p=18384 Renato Martins foi pro Japão e aproveitou para provar e trazer algumas cervejas pro Beercast, vamos descobrir como anda o cenário cervejeiro por lá?

O post Cervejas Japonesas – Beercast #307 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Renato Martins foi pro Japão e aproveitou para provar e trazer algumas cervejas pro Beercast, vamos descobrir como anda o cenário cervejeiro por lá?

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (44:21 de duração)

O post Cervejas Japonesas – Beercast #307 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cervejas-japonesas-beercast-307/feed/ 0
Boa Cerveja-Feira #266… Epoca Bella http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-266-epoca-bella/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-266-epoca-bella/#respond Fri, 05 Apr 2019 03:45:12 +0000 http://beercast.com.br/?p=18365 Esta semana vamos voltar no tempo e ter contato com mais um estilo que está saindo dos livros de história para voltar para as linhas de produção das cervejarias, com a Epoca Bella. Esta cerveja é uma produção colaborativa entre as cervejarias El Trago e a Narcose. As cervejarias buscaram trazer um estilo que está voltando… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #266… Epoca Bella apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos voltar no tempo e ter contato com mais um estilo que está saindo dos livros de história para voltar para as linhas de produção das cervejarias, com a Epoca Bella.

Esta cerveja é uma produção colaborativa entre as cervejarias El Trago e a Narcose. As cervejarias buscaram trazer um estilo que está voltando ao mercado. E pelo que li e provei, optaram por manter uma abordagem bastante clássica, trazendo uma cerveja com foco na simplicidade da receita e o resgate histórico.

O estilo Grisette remonta o inicio de 1800, no sul da Bélgica, onde este produto era vendido na saída das minas para saciar a sede dos mineiros. O estilo mantém um teor alcoólico baixo e alta carbonatação, muito propício para seu objetivo. Já o nome Grisette vem do termo “Gris”, que em francês significa Cinza que era a cor do uniforme das mulheres que serviam a cerveja, e passaram a ser chamadas de Grisettes até o nome ser diretamente vinculado a cerveja.

Epoca Bella

Epoca BellaDados Técnicos:

Cerveja: Epoca Bella
Estilo: Grisette
Teor: 4,5%
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,50

No copo a Epoca Bella se apresenta amarelo clara, levemente opaca mas ainda com brilho. A espuma se forma abundante, mas com falta de uniformidade no tamanho das bolhas, mas bastante persistente.

No aroma temos predominantemente o malte, grãos e notas de pão e biscoito. Em segundo plano um leve toque cítrico e condimentado. No aroma conseguimos notar que a cerveja preza pela simplicidade da receita e o cuidado na construção da receita.

Ao provarmos vemos que a Epoca Bella tem corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar temos as notas de grãos, malte e casca de pão. Temos notas condimentadas que acompanham, como leve percepção de cravo e pimenta branca, muito provavelmente pelo uso de aveia e trigo.

Já no aftertaste vemos as notas condimentadas ganhando mais destaque, juntamente com a percepção de casca de pão. E a Epoca Bella fecha bastante seca, trazendo espaço para um novo gole.

Encontramos neste rótulo uma cerveja leve, bastante refrescante e com alto drinkability. E de fato perfeita para refrescar um dia de trabalho.

Para a harmonização optei por manter a busca pela simplicidade e o conceito da cerveja. Simplicidade e informalidade, como deveria ser consumir uma cerveja depois de um dia de trabalho.

Minha sugestão é harmonizar com crostini de alecrim com azeite. Uma massa simples e crocante com toque herbal do alecrim que irá ser destacado pelas notas condimentadas da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #266… Epoca Bella apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-266-epoca-bella/feed/ 0
Ivan Tozzi – Eisenbahn Mestre Cervejeiro 2017 – Beercast #306 http://beercast.com.br/programas/ivan-tozzi-eisenbahn-mestre-cervejeiro-2017-beercast-307/ http://beercast.com.br/programas/ivan-tozzi-eisenbahn-mestre-cervejeiro-2017-beercast-307/#comments Wed, 03 Apr 2019 03:00:46 +0000 http://beercast.com.br/?p=18373 Ivan Tozzi vai contar pra gente como foi participar e vencer o mais famoso programa de TV cervejeiro, o Eisenbahn Mestre Cervejeiro.

O post Ivan Tozzi – Eisenbahn Mestre Cervejeiro 2017 – Beercast #306 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Ivan Tozzi vai contar pra gente como foi participar e vencer o mais famoso programa de TV cervejeiro, o Eisenbahn Mestre Cervejeiro.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (55:18 de duração)

O post Ivan Tozzi – Eisenbahn Mestre Cervejeiro 2017 – Beercast #306 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/ivan-tozzi-eisenbahn-mestre-cervejeiro-2017-beercast-307/feed/ 4
Boa Cerveja-Feira #265… Big Wave http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-265-big-wave/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-265-big-wave/#comments Fri, 29 Mar 2019 03:45:25 +0000 http://beercast.com.br/?p=18356 Esta semana vamos comemorar mais um outono deste colunista com uma surpresa que encontrei pelas minhas andanças, a Big Wave. Esta cerveja é produzida pela Kona Brewing, uma cervejaria nativa do Hawai. Esta cervejaria foi fundada em 1994 por Cameron Healy e seu filho Spoon Khalsa. Um ponto muito interessante para quem já viu alguns… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #265… Big Wave apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos comemorar mais um outono deste colunista com uma surpresa que encontrei pelas minhas andanças, a Big Wave.

Esta cerveja é produzida pela Kona Brewing, uma cervejaria nativa do Hawai. Esta cervejaria foi fundada em 1994 por Cameron Healy e seu filho Spoon Khalsa.

Um ponto muito interessante para quem já viu alguns dos documentários sobre o estilo de vida dos havaianos, como o Island Earth que fala sobre os movimentos agrícolas sustentáveis, sabe que eles buscam fortemente proteger e manter a ilha.

Neste sentido a cervejaria usa energia solar, jardins para reciclagem da água, o uso do mosto para as pizzas do brewpub e redução da emissão de poluentes. Um exemplo de eficiência da produção, mas com muito mais foco na sustentabilidade do que meramente no lucro.

Big Wave

Big WaveDados Técnicos:

Cerveja: Big Wave
Estilo: Golden Ale
Teor: 4,4%
País de origem: EUA
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,75

Cerveja dourada, levemente opaca, mas ainda assim brilhante. A espuma apresenta uma boa formação, apesar de baixa, com persistência mediana.

Aroma com notas de mel, amêndoas e nozes, com percepção caramelizada e agradável. Em segundo plano encontramos notas frutadas e notas de mosto. As notas de mel e amêndoas são inesperadas para uma Golden Ale, mas neste caso surgem de maneira muito agradável e o conjunto da cerveja fica muito agradável.

Ao provarmos a Big Wave encontramos uma cerveja de corpo baixo e carbonatação alta com percepção frisante na língua. Enquanto que no paladar com dulçor de malte, percepção destacada de mel e nozes, com as nozes surgindo como nozes caramelizadas por conta do malte. Em segundo plano temos um agradável floral, dulçor de malte e frutado discreto.

Já no aftertaste temos um amargor suave, percepção de mel e dulçor de mosto. Ao final reencontramos um toque agradável de nozes e castanhas.

Para a harmonização as notas inesperadas de mel e amêndoas pedem para serem consideradas, portanto, buscarei uma opção que posso realçar estas notas.

Pensando nisso, minha sugestão é frango com amêndoas laminadas e mel. Queremos um prato que tenho a mesma potência da cerveja, as amêndoas e o mel serão destacados e estes sabores serão ainda mais evidentes.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #265… Big Wave apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-265-big-wave/feed/ 2
Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Entrevistas – Parte 2 – Beercast #305 http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2019-entrevistas-parte-2-beercast-305/ http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2019-entrevistas-parte-2-beercast-305/#comments Wed, 27 Mar 2019 03:00:20 +0000 http://beercast.com.br/?p=18348 Anselmo Mendo e Renato Martins foram em busca de entrevistas e, de quebra, contam as novidades que rolaram no Festival Brasileiro da Cerveja 2019.

O post Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Entrevistas – Parte 2 – Beercast #305 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299

Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Entrevistas – Parte 2 – Beercast #305

Anselmo Mendo e Renato Martins foram em busca de entrevistas e, de quebra, contam as novidades que rolaram no Festival Brasileiro da Cerveja 2019.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (45:50 de duração)

O post Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Entrevistas – Parte 2 – Beercast #305 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2019-entrevistas-parte-2-beercast-305/feed/ 2
Boa Cerveja-Feira #264… Brew Collection RIS http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-264-brew-collection-ris/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-264-brew-collection-ris/#comments Fri, 22 Mar 2019 03:45:19 +0000 http://beercast.com.br/?p=18339 Esta semana vamos criar um pleonasmo cervejeiro, provando uma Russian Imperial Stout Russa conhecida como Baltika Brew Collection RIS, ou como eles chama por lá Коллекция Пивовара Русский Имперский Стаут . Este rótulo foi produzida pela cervejaria Russa Baltika. Por sinal, tenho encontrado a série Baltika desta cervejaria com certa facilidade e com um preço… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #264… Brew Collection RIS apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos criar um pleonasmo cervejeiro, provando uma Russian Imperial Stout Russa conhecida como Baltika Brew Collection RIS, ou como eles chama por lá Коллекция Пивовара Русский Имперский Стаут .

Este rótulo foi produzida pela cervejaria Russa Baltika. Por sinal, tenho encontrado a série Baltika desta cervejaria com certa facilidade e com um preço bastante competitivo. Mas a cervejaria é um conglomerado que detém diversas outras marcas, entre elas a Carlsberg, já conhecida por praticamente todos.

A série Brew Collection foi desenvolvida pelos mestres cervejeiros Yuri Katunin e Dmitry Afonin olhando o mercado ocidental, especificamente das Américas. Ao notar que o mercado das Américas crescia cerca de 12% ao ano a cervejaria apostou em uma série de cervejas destinadas a exportação e a atender ao nosso paladar.

Com isso eles criaram dois rótulos, até agora, na série Brew Collection. O primeiro é a RIS que iremos falar, que se aproveitou das receitas antigas da cervejaria e criaram uma versão mais potente e com um toque adicional de lúpulo. O segundo rótulo é uma Russian Honey Brown Ale que, segundo os criadores, trará notas de mel e dos campos russos….. Não sei o significado de “campos russos”, mas imagino que tenha a ver com ursos…

Brew Collection RIS

Brew Collection RISDados Técnicos:

Cerveja: Brew Collection RIS
Estilo: Russian Imperial Stout
Teor: 10,0%
País de origem: Rússia
Embalagem: 450 ml
Nota: 3,75

A Brew Collection RIS se apresenta completamente negra e opaca. A espuma com ótima formação, cremosa e bastante persistente.

O aroma traz notas levemente licorosas, com nuances de malte torrado, café e chocolate. Em segundo plano encontramos a percepção de madeira, uma suave presença de baunilha e cacau.

Quanto provamos a Brew Collection RIS temos uma cerveja de corpo alto e aveludado e baixa carbonatação. Enquanto que o paladar encontra a percepção de café, chocolate ao leite e suave amadeirado. A primeira percepção chega a remeter ao licor Baileys com um pouco de café.

Em segundo plano notas de torra e um amargor que mescla a presença da torra e um toque herbal. Fato que se destaca ainda mais no aftertaste, fazendo as notas de torra, herbal e o amargor ganharem mais destaque.

A Brew Collection RIS é uma cerveja densa com uma textura aveludada que se faz presente principalmente quando a cerveja está mais gelada. As notas herbais surgem ao final complementando a percepção licorosa de café e madeira.

Para a harmonização optei por pesquisar ao invés de usar algum prato da minha memória, e fui em busca de pratos tipicamente russos.

Minha sugestão é a harmonização com Solyanka, uma sopa a base de carne com textura cremosa e com temperos picantes.  E é justamente a textura e a picância do prato que serão usados como chave da harmonização.

Usaremos as notas de tosta da cerveja para contrastar com a picância da cerveja e assim mudarmos o foco para o sabor da carne que será destacado pelas notas amadeiradas e pelo herbal.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #264… Brew Collection RIS apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-264-brew-collection-ris/feed/ 2
Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Parte 1 – Beercast #304 http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2019-beercast-304/ http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2019-beercast-304/#comments Wed, 20 Mar 2019 03:00:11 +0000 http://beercast.com.br/?p=18335 Anselmo Mendo, Renato Martins, Felipe Silva e Pedro Rocha nos contam as novidades e impressões do Festival Brasileiro da Cerveja 2019.

O post Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Parte 1 – Beercast #304 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299

Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Parte 1 – Beercast #304

Anselmo Mendo, Renato Martins, Felipe Silva e Pedro Rocha nos contam as novidades e impressões do Festival Brasileiro da Cerveja 2019.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (35:08 de duração)

O post Festival Brasileiro da Cerveja 2019 – Parte 1 – Beercast #304 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/festival-brasileiro-da-cerveja-2019-beercast-304/feed/ 5
Boa Cerveja-Feira #263… Irish Red Ale http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-263-irish-red-ale/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-263-irish-red-ale/#respond Fri, 15 Mar 2019 03:45:53 +0000 http://beercast.com.br/?p=18326 Esta semana estamos no aquecimento para o St Patrick Day e nada mais obvio que ir para uma cerveja clássica para o evento, a Irish Red Ale da Antuérpia. A Irish Red Ale que provei foi produzida pela Cervejaria Antuérpia de Minas Gerais. Já conhecia a cervejaria de eventos que fui em 2018 e as RIS… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #263… Irish Red Ale apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana estamos no aquecimento para o St Patrick Day e nada mais obvio que ir para uma cerveja clássica para o evento, a Irish Red Ale da Antuérpia.

A Irish Red Ale que provei foi produzida pela Cervejaria Antuérpia de Minas Gerais. Já conhecia a cervejaria de eventos que fui em 2018 e as RIS são ótimas e aproveitei para provar este rótulo deles.

Encontrei esta cerveja em um passeio próximo ao meu trabalho, no Kabana Rock & Bar. Um local pequeno, mas com 10 torneiras de chopp disponíveis, com alguns rótulos muito bons e dois rótulos produzidos pela própria casa.

E como estamos aquecendo para o St Patrick Day, temos dois artigos escritos de 2015 sobre o tema:

http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/st-patrick/

http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/boa-cerveja-feira-com-burgman-lager/

Irish Red Ale

Irish Red AleDados Técnicos:

Cerveja: Irish Red Ale
Estilo: Irish Red Ale
Teor: 4,9%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,00

A cerveja apresenta colocação vermelha intensa, quase bordo. A espuma se forma branca, com uma ótima formação e persistência. A espuma se manteve como uma fina camada mesmo após um bom tempo.

O aroma traz a síntese de uma Irish Red Ale. Notas de malte, caramelo e suave tosta. Em segundo plano encontramos uma leve percepção terrosa, frutada e de toffe.

A Irish Red Ale é uma cerveja com corpo médio baixo e carbonatação médio alta. Enquanto que o paladar me surpreendeu pelo equilíbrio e drinkability. Notas de caramelo, suave dulçor de malte e toffe. Mas logo em seguida temos notas de tosta e um amargor muito suave com percepção terrosa e floral que gera um equilíbrio muito agradável ao meu paladar.

O aftertaste apresenta uma maior percepção do amargor e das notas de tosta, fechando seca e ainda assim bastante refrescante.

A Irish Red Ale representa muito bem o espirito irlandês das cervejas que remetem ao St Patrick Day, mas com notas frutadas e florais. Mas o destaque ao meu ver para esta cerveja é o equilíbrio e o drinkability.

Para a harmonização, as notas de malte, caramelo e tosta da cerveja foram as que mais me chamaram a atenção.

Minha sugestão é harmonizar com um lanche de carne desfiada no baguete italiano bastante carregado no molho. Já que cerveja apresentou notas marcantes de malte e toffe, buscamos a semelhança com as notas maltadas e suculentas da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #263… Irish Red Ale apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-263-irish-red-ale/feed/ 0
Cerveja Abbondanza – Grape Ale – Beercast #303 http://beercast.com.br/programas/cerveja-abbondanza-grape-ale-beercast-303/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-abbondanza-grape-ale-beercast-303/#comments Wed, 13 Mar 2019 03:00:24 +0000 http://beercast.com.br/?p=18320 Cerveja ou vinho? Já ouviu falar do estilo Grape Ale? Vamos descobrir um pouco mais sobre essa cerveja e estilo hoje no Beercast.

O post Cerveja Abbondanza – Grape Ale – Beercast #303 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299

Cerveja Abbondanza – Grape Ale – Beercast #303

Cerveja ou vinho? Já ouviu falar do estilo Grape Ale? Vamos descobrir um pouco mais sobre essa cerveja e estilo hoje no Beercast.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (36:42 de duração)

O post Cerveja Abbondanza – Grape Ale – Beercast #303 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-abbondanza-grape-ale-beercast-303/feed/ 4
Boa Cerveja-Feira #262… Extra Pulp Dragonfruit http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-262-extra-pulp-dragonfruit/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-262-extra-pulp-dragonfruit/#comments Fri, 08 Mar 2019 03:45:54 +0000 http://beercast.com.br/?p=18311 Nas últimas semanas falamos sobre o uso de adjuntos e sobre realizar blend entre estilos, mas esta semana vamos provar uma cerveja que é produzida com características de dois estilos, a Extra Pulp Dragonfruit. Esta bela cerveja é produzida por uma nano cervejaria de Santa Catarina, a Locomotive Brew. Achei poucas referências da cervejaria, mas… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #262… Extra Pulp Dragonfruit apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Nas últimas semanas falamos sobre o uso de adjuntos e sobre realizar blend entre estilos, mas esta semana vamos provar uma cerveja que é produzida com características de dois estilos, a Extra Pulp Dragonfruit.

Esta bela cerveja é produzida por uma nano cervejaria de Santa Catarina, a Locomotive Brew. Achei poucas referências da cervejaria, mas pelos posts e registros no Untappd creio que a cervejaria tenha cerca de 3 anos.

E a Extra Pulp Dragonfruit, mesmo estando classificada como Fruit Beer no Untappd. É na verdade uma IPA com forte adição de pitaya roxa e com um dry hop de três lúpulos de perfil americano. Com isso temos uma IPA com toda a cara de uma Fruit Beer, mas com características esperadas de IPA.

Extra Pulp Dragonfruit

Extra Pulp DragonfruitDados Técnicos:

Cerveja: Extra Pulp Dragonfruit
Estilo: Fruit Beer
Teor: 6,6%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 3,75

Ao recebermos o copo vemos uma cerveja púrpura, com cores vivas, brilhante. A espuma em tom rosado se mostra cremosa e muito persistente. A Extra Pulp Dragonfruit tem uma apresentação impactante, como poucas vezes já vi.

O aroma com toque cítrico de lúpulos de perfil americano, com mistura de grapefruit e pitaya. Trazendo um misto de cítrico e dulçor frutado.

Quando provamos temos uma cerveja de corpo médio e alta carbonatação. Enquanto que no paladar temos o toque frutado de pitaya, trazendo suave dulçor que acompanha um leve toque de malte. Mas logo encontramos os lúpulos de perfil americano trazendo notas cítricas e um amargor mediano e persistente.

O aftertaste mantem o perfil de IPA ao invés de fruit beer e mantem o amargor persistente e com notas cítricas e frutadas, além de um final seco e agradável.

Se você procura por uma experiência fora das regras esperadas, a Extra Pulp Dragonfruit é uma ótima pedida. Ela pode ser vista com uma Fruit Beer lupulada ou uma IPA mais frutada. Mas em qualquer um dos casos vale muito a pena provar.

Como provei a Extra Pulp Dragonfruit no La Maison de la Biere, logo pensei nas próprias opções do cardápio para buscar uma harmonização que pudesse ser realizada aqui mesmo.

Pensando nisso minha sugestão é harmonizar com o Bittersweet, um belo hambúrguer com queijo brie e geleia de frutas vermelhas. A intensão aqui é trazer à tona ainda mais as notas frutadas da cerveja, buscando a semelhança entre as notas da pitaya roxa e as notas de frutas vermelhas.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #262… Extra Pulp Dragonfruit apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-262-extra-pulp-dragonfruit/feed/ 4
Estilo Brettanomyces – Beercast #302 http://beercast.com.br/programas/estilo-brettanomyces-beercast-302/ http://beercast.com.br/programas/estilo-brettanomyces-beercast-302/#comments Wed, 06 Mar 2019 03:00:50 +0000 http://beercast.com.br/?p=18308 Cobertor de cavalo, suor, celeiro... teria coragem de provar uma cerveja com esses aromas? Hoje vamos falar sobre a diferente Brettanomyces, ou "Bretta", para os íntimos.

O post Estilo Brettanomyces – Beercast #302 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299

Estilo Brettanomyces – Beercast #302

Cobertor de cavalo, suor, celeiro… teria coragem de provar uma cerveja com esses aromas? Hoje vamos falar sobre a diferente Brettanomyces, ou “Bretta”, para os íntimos.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (48:18 de duração)

O post Estilo Brettanomyces – Beercast #302 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/estilo-brettanomyces-beercast-302/feed/ 6
Boa Cerveja-Feira #261… Kameradski Balsamico http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-261-kameradski-balsamico/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-261-kameradski-balsamico/#respond Fri, 01 Mar 2019 03:45:11 +0000 http://beercast.com.br/?p=18300 Na coluna anterior já falamos de como misturar adjuntos na cerveja, então esta semana vamos radicalizar e misturar estilos e usar a Kameradski Balsamico como referência. A Kameradski Balsamico é um blend entre uma Russian Imperial Stout e uma Oude Bruin realizada pela cerveja Belga TVerzet. Esta cerveja faz parte das ‘bootlegs’ da cervejaria, dentre… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #261… Kameradski Balsamico apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Na coluna anterior já falamos de como misturar adjuntos na cerveja, então esta semana vamos radicalizar e misturar estilos e usar a Kameradski Balsamico como referência.

A Kameradski Balsamico é um blend entre uma Russian Imperial Stout e uma Oude Bruin realizada pela cerveja Belga TVerzet. Esta cerveja faz parte das ‘bootlegs’ da cervejaria, dentre os outros exemplares destas produções especiais da cervejaria me chamaram a atenção dois rótulos.

A Sweet Little Lies and Dirty Leaks, uma cerveja multi grãoes que conta com adição de limão e alho poró. E a Super Boil, uma Oude Bruin fervida por 16h, ganhando muito mais corpo e toques de caramelo.

Mas a cerveja escolhida para hoje não fica atrás dos dois exemplos acima, afinal, realizar um blend entre dois estilos tão fortes não é uma tarefa simples.

Kameradski Balsamico

Kameradski BalsamicoDados Técnicos:

Cerveja: Kameradski Balsamico
Estilo: Russian Imperial Stout
Teor: 12,5%
País de origem: Belgica
Embalagem: On tap
Nota: 4,25

Cerveja em tom rubi escuro, praticamente negro. A espuma é cremosa e em tom bege, que remete a café com leite. Além de apresentar uma ótima formação e persistência.

No aroma as notas balsâmicas surgem em primeiro plano, remetendo a vinagre balsâmico e xerez. Em segundo plano encontramos notas de tosta de café recém coado, leve vinificado e chocolate.

Quando provamos a  Kameradski Balsamico temos uma cerveja de carbonatação médio baixa e corpo médio alto. Enquanto que no paladar temos notas balsâmicas intensas no início, com percepção de vinagre balsâmico, mas logo encontramos a presença licorosa que remete a xerez e vinho do porto, acidez vinificada e notas de amoras maduras.

Em segundo plano notas de tosta e café surgem discretas e criando um contraponto às percepções ácidas e alcoólicas que temos inicialmente.

Já no aftertaste traz a percepção aveludada ao palato, com notas de licor de café, aquecimento na garganta e uma leve picância por conta do residual da acidez vinificada, e um leve toque de amoras.

A Kameradski Balsamico é uma cerveja complexa e com notas extremas, tanto a percepção balsâmica quanto as notas de café, alcoólico e frutado são fundamentais na construção da experiência.

A harmonização de uma cerveja como este, graças a sua complexidade, pode ser simples ou muito difícil. Eu vou optar por uma opção mais simples, mas sem esquecer da potência da cerveja.

Minha sugestão é harmonizar com uma salada de rúcula, prosciutto e pedaços de gorgonzola. Apesar de ser uma salada relativamente simples, vamos tentar usar tudo que a cerveja nos oferece.

Obviamente as notas balsâmicas irão realçar o sabor da rúcula, a untuosidade do gorgonzola irá contrapor o alcoólico da cerveja e com isso realçamos as notas frutadas. Enquanto o prociutto irá se aproveitar das notas vinificadas para ganhar destaque.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #261… Kameradski Balsamico apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-261-kameradski-balsamico/feed/ 0
Bares Pet Friendly em São Paulo – Beercast #301 http://beercast.com.br/programas/bares-pet-friendly-em-sao-paulo-beercast-301/ http://beercast.com.br/programas/bares-pet-friendly-em-sao-paulo-beercast-301/#comments Wed, 27 Feb 2019 03:01:28 +0000 http://beercast.com.br/?p=18285 Neste episódio Felipe Silva trouxe a Amora, a sua cachorrinha da raça Shih Tzu que já frequentou mais bares que muito barbudo por aí.

Ah! O Guzzon que é nosso patrono, sommelier e especialista em harmonizações também reforçou a mesa.

Confira como foi esse bate-papo.

O post Bares Pet Friendly em São Paulo – Beercast #301 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Bares Pet Friendly em São Paulo – Beercast #301

Bares Pet Friendly em São Paulo – Beercast #301

Neste episódio Felipe Silva trouxe a Amora, a sua cachorrinha da raça Shih Tzu que já frequentou mais bares que muito barbudo por aí.

Ah! O Guzzon que é nosso patrono, sommelier e especialista em harmonizações também reforçou a mesa.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

Bares de SP comentados pelo Felipe:

  • Cia de Brassagem Brasil
  • Tche Café
  • Soul Botequim
  • Vórtex Brewhoue
  • Cervejaria Madalena
  • Bar da Cervejaria Cratera
  • Cervejaria Tarantino
  • La Fraternité
  • Viva Tap House
  • Extreme Brewpub
  • Blues Beer
  • Empório Alto dos Pinheiros
  • Alquimia (Vila Mascote)

Bares de Sorocaba comentados pelo Felipe:

  • Kamerad
  • Mestre Cervejeiro.com
  • Cervejário
  • Cervejaria Synergy
  • Bamberg Taproom
  • Baderna

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (51:24 de duração)

O post Bares Pet Friendly em São Paulo – Beercast #301 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/bares-pet-friendly-em-sao-paulo-beercast-301/feed/ 4
Boa Cerveja-Feira #260… Smoked Puddin Porter http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-260-smoked-puddin-porter/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-260-smoked-puddin-porter/#respond Fri, 22 Feb 2019 03:45:54 +0000 http://beercast.com.br/?p=18277 Esta semana vamos partir para uma daquelas combinações que inicialmente geram dúvidas, mas depois de ver o resultado vemos que funciona, com a Smoked Puddin Porter. Esta porter é uma produção colaborativa entre as cervejarias Dádiva e Maniba. E como o nome da cerveja já explicita, foi usada calda de pudim como ingrediente adicional a receita.… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #260… Smoked Puddin Porter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos partir para uma daquelas combinações que inicialmente geram dúvidas, mas depois de ver o resultado vemos que funciona, com a Smoked Puddin Porter.

Esta porter é uma produção colaborativa entre as cervejarias Dádiva e Maniba. E como o nome da cerveja já explicita, foi usada calda de pudim como ingrediente adicional a receita.

Logo após o lançamento da cerveja vi uma série de sommelieres, como a Daiane Colla, Fernanda Meybom e Bia Amorim, preparando pudins para acompanhar a cerveja e os relatos indicam que as cervejarias acertaram na receita.

Smoked Puddin Porter

Smoked Puddin PorterDados Técnicos:

Cerveja: Smoked Puddin Porter
Estilo: Porter
Teor: 7,9%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,00

A Smoked Puddin Porter se apresenta negra e completamente fechada. A espuma se forma cremosa, com ótima formação e boa persistência.

O aroma nos apresenta notas defumadas suaves, açúcar queimado, caramelo e suaves notas de baunilha e cacau. Já em segundo plano temos grãos de café torrados e chocolate ao leite.

Ao provarmos notamos que a Smoked Puddin Porter tem corpo alto e carbonatação médio baixa. E é notável a sensação aveludada e densa que ela traz ao paladar. Enquanto que no paladar temos notas de chocolate, suave tosta e defumado, além de notas discretas de café e caramelo. Já em segundo plano temos um toque de baunilha, madeira e açúcar mascavo.

O aftertaste apresenta notas de tosta e defumado ganhando relevância, acompanhado pela percepção de cacau e açúcar queimado. O final é persistente com notas de tostas suaves e uma sensação residual de caramelo.

A percepção de pudim não surge de maneira descarada nesta cerveja, mas os elementos estão presentes no decorrer da experiência. A Smoked Puddin Porter se mantem uma cerveja intensa e saborosa do começo ao fim.

Para a harmonização, chega a ser covardia colocar de lado parte da construção da cerveja e buscar outras opções.

Minha sugestão é harmonizarmos com uma larga fatia de pudim. Buscamos contrastar o dulçor do pudim com as notas de tosta da cerveja, e com isso abrimos espaço para as notas de caramelo e defumado ganharem espaço.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #260… Smoked Puddin Porter apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-260-smoked-puddin-porter/feed/ 0
Concurso Cultural Bad Company 3 http://beercast.com.br/promocoes-de-cerveja/concurso-cultural-bad-company-3/ http://beercast.com.br/promocoes-de-cerveja/concurso-cultural-bad-company-3/#comments Wed, 20 Feb 2019 23:40:05 +0000 http://beercast.com.br/?p=18267 Uma nova cerveja está por vir, quem escutou o episódio #297 do Beercast já sabe disso, o que não sabemos é qual fruta será utilizada nessa nova cerveja... o Fábio e o Carioca nos falaram que quem adivinhar qual é a fruta, ganha um kit da Bad Company 3, vai arriscar?

O post Concurso Cultural Bad Company 3 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Sabe qual será a fruta utilizada na Bad Company 3?

Uma nova cerveja está por vir, quem escutou o episódio #297 do Beercast já sabe disso, o que não sabemos é qual fruta será utilizada nessa nova cerveja… o Fábio e o Carioca nos falaram que quem adivinhar qual é a fruta, ganha um kit da Bad Company 3, vai arriscar?

Regras:

– só 1 resposta por pessoa, quem responder mais de uma vez fica desclassificado.
– a primeira pessoa a responder a fruta correta é a ganhadora
– caso o CPF esteja inválido ou errado a pessoa será desclassificada (CPF será solicitado ao ganhador)

– válido só para pessoas com 18 anos de idade ou mais

Responda o questionário:
https://pt.surveymonkey.com/r/TTB3MTS

Boa sorte!!!

O post Concurso Cultural Bad Company 3 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/promocoes-de-cerveja/concurso-cultural-bad-company-3/feed/ 2
Fufa e As Cervejas Americanas – Beercast #300 http://beercast.com.br/programas/fufa-e-as-cervejas-americanas-beercast-300/ http://beercast.com.br/programas/fufa-e-as-cervejas-americanas-beercast-300/#comments Wed, 20 Feb 2019 11:31:43 +0000 http://beercast.com.br/?p=18259 O Fufa trouxe novamente algumas cervejas da Terra do Tio Sam diretamente pro Beercast, vamos descobrir o que temos hoje?

Confira como foi esse bate-papo.

O post Fufa e As Cervejas Americanas – Beercast #300 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

O Fufa trouxe novamente algumas cervejas da Terra do Tio Sam diretamente pro Beercast, vamos descobrir o que temos hoje?

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (49:16 de duração)

O post Fufa e As Cervejas Americanas – Beercast #300 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/fufa-e-as-cervejas-americanas-beercast-300/feed/ 3
Boa Cerveja-Feira #259… Jundiahy 2 http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-259-jundiahy-2/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-259-jundiahy-2/#respond Fri, 15 Feb 2019 02:45:58 +0000 http://beercast.com.br/?p=18252 Se na semana anterior comemoramos pela coluna, agora iremos trazer um cerveja que comemora as raízes de uma cervejaria, com a Jundiahy 2. Produzida pela cervejaria Biernards de Jundiaí. Já havíamos falado um pouco da cervejaria na coluna sobre a Haar e da Haar Cinnamon Wood. Falando com o Luquita consegui algumas declarações do mestre cervejeiro… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #259… Jundiahy 2 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Se na semana anterior comemoramos pela coluna, agora iremos trazer um cerveja que comemora as raízes de uma cervejaria, com a Jundiahy 2.

Produzida pela cervejaria Biernards de Jundiaí. Já havíamos falado um pouco da cervejaria na coluna sobre a Haar e da Haar Cinnamon Wood.

Falando com o Luquita consegui algumas declarações do mestre cervejeiro da Biernards sobre como foi o desenvolvimento da Jundiahy 2. Irei resumir um pouco as palavras dele, fazendo o possível para não perder o principal.

A Jundiahy 2 é uma celebração de uma nova fase da biernards, com uma pegada moderna com forte influência norte americana.

Mais importante ainda, a Jundiahy é uma série. Todo ano, desde 2015 a Jundiahy é lançada e a deste ano é um divisor de águas, primeira de uma série. Todas as produções futuras terão adição de mosto de vinho, mas podendo ser trabalhado qualquer estilo tendo sempre o trabalho com a uva para lembrar e honrar as origens.

E o resultado foi como o esperado no processo criativo, trazer uma cerveja com uma pegada de smooth, quase uma sobremesa.

Jundiahy 2

Jundiahy 2Dados Técnicos:

Cerveja: Jundiahy 2
Estilo: Sour
Teor: 5,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: On tap
Nota: 4,00

A cerveja apresenta um tom rubro intenso, praticamente bordo. A espuma é espessa, uma ótima formação e bastante duradoura.

O aroma apresenta notas láticas e vinificadas ao início, as notas de baunilhas são discretas e surgem em segundo plano. A composição do aroma traz o início lático, mas logo remete para notas de vinho tinto.

Ao provarmos a Jundiahy 2 encontramos uma cerveja de corpo baixo e alta carbonatação. Enquanto que no paladar a acidez é média alta, bastante agradável e é acompanhada por notas láticas e com um toque de vinho tinto. Além de um leve adocicado proveniente da baunilha que torna a experiência muito refrescante e agradável.

No aftertaste temos o crescimento das notas de baunilha e uva bordo. Enquanto que a acidez perde um pouco da força inicial e fica o suficiente para manter a refrescância da cerveja.

A Jundiahy 2 é uma sour muito bem estruturada, mantendo o equilíbrio entre notas láticas, acidas e frutadas. Se for para a cada ano termos uma nova versão desta cerveja, com esta qualidade, eu apoio integralmente.

Para esta harmonização lembrei de um prato específico aqui de São Roque, da pizzaria Port’Alba, que interagirá muito bem com esta cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos a Jundiahy 2 com a pizza de presunto alemão com geleia de vinho. A nossa proposta neste caso é contrastar o dulçor da geleia com a acides da cerveja e com isso colocar os holofotes nas notas de uva e vinho tanto da cerveja quanto da geleia. Trazendo assim uma nova composição juntamente com o presunto alemão.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #259… Jundiahy 2 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-259-jundiahy-2/feed/ 0
Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299 http://beercast.com.br/programas/mercado-cervejeiro-na-argentina-beercast-299/ http://beercast.com.br/programas/mercado-cervejeiro-na-argentina-beercast-299/#comments Wed, 13 Feb 2019 02:01:19 +0000 http://beercast.com.br/?p=18242 Neste episódio o nosso correspondente "hermano" Felipe Vasconcelos traz novidades do mercado cervejeiro na Argentina.

Confira como foi esse bate-papo.

O post Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299

Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299

Neste episódio o nosso correspondente “hermano” Felipe Vasconcelos traz novidades do mercado cervejeiro na Argentina.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (59:51 de duração)

O post Mercado Cervejeiro na Argentina – Beercast #299 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/mercado-cervejeiro-na-argentina-beercast-299/feed/ 8
Boa Cerveja-Feira #258… Black Label http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-258-black-label/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-258-black-label/#comments Fri, 08 Feb 2019 02:45:55 +0000 http://beercast.com.br/?p=18235 Esta semana estamos comemorando cinco anos de colunas cervejeiras, garantindo que tive uma desculpa justa para beber mais de 250 cervejas e para esta coluna vamos provar a Black Label Esta deliciosa Geuze é produzida pela Brouwerij Boon, uma cervejaria belga das antigas, especializada na produção de Lambics e Geuzes. Esta cerveja, assim como a… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #258… Black Label apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana estamos comemorando cinco anos de colunas cervejeiras, garantindo que tive uma desculpa justa para beber mais de 250 cervejas e para esta coluna vamos provar a Black Label

Esta deliciosa Geuze é produzida pela Brouwerij Boon, uma cervejaria belga das antigas, especializada na produção de Lambics e Geuzes.

Esta cerveja, assim como a coluna desta semana, é uma edição comemorativa de aniversário. Elaborada a partir de uma seleção de Lambics com 1, 2 e 3 anos de envelhecimento em barris de carvalho.

Nestes 5 anos de coluna melhoramos as fotos, passei a falar mais sobre harmonização, busquei trazer uma maior variedade de estilos, algumas vezes mudei o layout. Mas fica a pergunta, o que mais pode ser feito na coluna? Deixe seu comentário para que eu possa começar o sexto ano da coluna trazendo novidades.

Black Label

Black LabelDados Técnicos:

Cerveja: Black Label
Estilo: Geuze
Teor: 6,4%
País de origem: Bélgica
Embalagem: 750 ml
Nota: 4,50

Ao ser servida, a Black Label se apresenta amarela e levemente opaca. A espuma se forma densa e cremosa, porem com duração mediana.

O aroma prima pelas notas acéticas que remetem a vinagre de maça, leves notas frutadas de ameixa branca, carambola e maça verde. Já em segundo plano notas mais selvagens e levemente animalescas.

Ao provarmos encontramos uma cerveja de corpo médio baixo e alta carbonatação. Enquanto que o paladar inicia com o frutado de maça verde e ameixa, mas logo é sobrepujado pelas notas acéticas, além da percepção selvagem com notas de couro, animalesco e leve capríleo ao final.

No aftertaste as notas selvagens são suavizadas e o acético e frutado de maça verde ganham novamente destaque, acompanhados por um final muito seco e limpo.

A Black Label tem uma jornada incrível, trazendo uma variação das percepções entre aroma e paladar que nos faz transitar por notas selvagens e frutadas passando pelas notas mais ácidas, mas finalizando seca e limpa no paladar.

Para a harmonização vamos colocar a cerveja como a principal protagonista e optar por buscar um prato que destaque as notas da cerveja.

Minha sugestão é harmonizar com crostini de queijo de cabra com geleia de maça verde. Aqui buscamos harmonizar por semelhança, tanto das notas mais selvagens com o queijo, quanto com o frutado da geleia. Assim salientamos ainda mais as notas que se destacam em diferentes momentos da degustação.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #258… Black Label apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-258-black-label/feed/ 2
Cerveja for Beginners: Cerveja Fácil EP.21 – Beercast #298 http://beercast.com.br/programas/cerveja-for-beginners-cerveja-facil-ep-21-beercast-298/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-for-beginners-cerveja-facil-ep-21-beercast-298/#comments Wed, 06 Feb 2019 02:01:47 +0000 http://beercast.com.br/?p=18214 Neste episódio encontramos com o Leandro Oliveira, famoso por suas gambiarras cervejeiras e também com Rodrigo Volpe que é nosso patrono e também cervejeiro caseiro.

Confira como foi esse bate-papo.

O post Cerveja for Beginners: Cerveja Fácil EP.21 – Beercast #298 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Cerveja for Beginners: Cerveja Fácil EP.21 – Beercast #298

Cerveja for Beginners: Cerveja Fácil EP.21 – Beercast #298

Neste episódio encontramos com o Leandro Oliveira, famoso por suas gambiarras cervejeiras e também com Rodrigo Volpe que é nosso patrono e também cervejeiro caseiro.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (51:52 de duração)

O post Cerveja for Beginners: Cerveja Fácil EP.21 – Beercast #298 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-for-beginners-cerveja-facil-ep-21-beercast-298/feed/ 3
Boa Cerveja-Feira #257… Funky Dubbel http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-257-funky-dubbel/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-257-funky-dubbel/#comments Fri, 01 Feb 2019 02:45:21 +0000 http://beercast.com.br/?p=18191 Esta semana vamos ver como juntar, misturar e esperar pode gerar uma ótima cerveja, com a Funky Dubbel. A cerveja é produzida por uma parceria entre as já conhecidas Way e a Wäls. As cervejarias trouxeram algo particular de cada uma na construção desta receita. A Wäls trouxe o conceito da sua conhecida Dubbel, enquanto que… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #257… Funky Dubbel apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos ver como juntar, misturar e esperar pode gerar uma ótima cerveja, com a Funky Dubbel.

A cerveja é produzida por uma parceria entre as já conhecidas Way e a Wäls. As cervejarias trouxeram algo particular de cada uma na construção desta receita.

A Wäls trouxe o conceito da sua conhecida Dubbel, enquanto que a Way trouxe a pegada inovadora e resolveu colocar algumas coisas a mais da receita da Dubbel.

Foram usadas calda de caramelo com açúcar branco orgânico, açúcar mascavo orgânico e açúcar de beterraba. Foi inclusa levedura Brettanomyces e a cerveja foi coloca para fermentar e refermentar na própria garrafa por três anos antes de ser disponibilizada ao público.

Vou dizer que essa miscelânea de ingredientes e o tempo de espera valeram a pena.

Funky Dubbel

Funky DubbelDados Técnicos:

Cerveja: Funky Dubbel
Estilo: Dubbel
Teor: 7,6%
País de origem: Brasil
Embalagem: 375 ml
Nota: 4,00

No copo a Funky Dubbel se apresenta em tom castanho, levemente translucida. A espuma apresenta tom bege claro, com boa formação e persistência.

No aroma encontramos uma complexidade inesperada para uma dubbel, graças ao uso de Brettanomyces. Notas de caramelo, toffe e ameixas secas são completadas pela percepção de couro e notas selvagens. Felizmente temos equilíbrio entre estas características.

Quando provamos temos uma cerveja de corpo médio alto e carbonatação média. Enquanto que no paladar as características de uma dubbel surgem em primeiro plano. Notas de toffe, caramelo, candy sugar, frutas secas e figo.

Em segundo plano temos notas selvagens, leve animalesco e couro surpreendendo o paladar e trazendo um novo ânimo a experiência.

No aftertaste a Funky Dubbel traz a presença alcoólica uma pouco mais presente, mas mantendo as frutas escuras, animalesco e leve dulçor licoroso.

A Funky Dubbel é uma releitura do estilo Dubbel, trazendo todas as notas que o uso da Bretranomyces poderia oferecer.

Para a harmonização vamos fazer uma outra abordagem para o mesmo prato da semana passada, a Roquer Wings.

A ideia é que as asinhas com molho picante tenham a ardência reduzida pela presença do malte na cerveja, e com isso os sabores da carne e molho sejam destacados.

Porém, nem tudo que se planeja na harmonização é garantia, e neste caso de fato pedi a cerveja e a porção. E o nível alcoólico da cerveja acaba por puxar a ardência mais do que o malte consegue contrasta-la e temos novamente uma harmonização que destaca da ardência.

Mas diferente da última onde usamos o lúpulo, aqui a ardência ganha notas levemente frutadas por conta da própria cerveja e por conta da base de goiaba do molho.

Roquer Wings

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #257… Funky Dubbel apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-257-funky-dubbel/feed/ 5
Márvio Lúcio – O Carioca e sua cerveja Bad Company – Beercast #297 http://beercast.com.br/programas/marvio-lucio-o-carioca-e-sua-cerveja-bad-company-beercast-297/ http://beercast.com.br/programas/marvio-lucio-o-carioca-e-sua-cerveja-bad-company-beercast-297/#comments Wed, 30 Jan 2019 02:01:58 +0000 http://beercast.com.br/?p=18198 Neste episódio encontramos com o humorista Márvio Lúcio, o famoso Carioca, ele nos contou um pouco da sua relação com a cerveja e como foi fazer o primeiro rótulo com a cervejaria Heroica.

Confira como foi esse bate-papo.

O post Márvio Lúcio – O Carioca e sua cerveja Bad Company – Beercast #297 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>

Márvio Lúcio - O Carioca e sua cerveja Bad Company – Beercast #297

    Márvio Lúcio – O Carioca e sua cerveja Bad Company – Beercast #297

Neste episódio encontramos com o humorista Márvio Lúcio, o famoso Carioca, ele nos contou um pouco da sua relação com a cerveja e como foi fazer o primeiro rótulo com a cervejaria Heroica.

Confira como foi esse bate-papo.

Para participar do Concurso Cultural e ganhar um Kit da Bad Company 3, clique aqui!

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (47:38 de duração)

O post Márvio Lúcio – O Carioca e sua cerveja Bad Company – Beercast #297 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/marvio-lucio-o-carioca-e-sua-cerveja-bad-company-beercast-297/feed/ 42
Boa Cerveja-Feira #256… Dry Hop Me Not http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-256-dry-hop-me-not/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-256-dry-hop-me-not/#respond Fri, 25 Jan 2019 02:50:52 +0000 http://beercast.com.br/?p=18181 Quando temos um grande consenso no mercado, sempre haverá aqueles que irão questionar e buscar outros caminhos, como a Dry Hop Me Not. Esta Imperial IPA é produzida pela micro cervejaria carioca Three Monkeys.  A cervejaria foi fundada em 2013 por três amigos que tinham o intuito de quebrar barreiras e mudar o senso comum… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #256… Dry Hop Me Not apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Quando temos um grande consenso no mercado, sempre haverá aqueles que irão questionar e buscar outros caminhos, como a Dry Hop Me Not.

Esta Imperial IPA é produzida pela micro cervejaria carioca Three Monkeys.  A cervejaria foi fundada em 2013 por três amigos que tinham o intuito de quebrar barreiras e mudar o senso comum sobre cerveja.

A Dry Hop Me Not é um bom exemplo de como eles tratam essa visão de negócio. Fugindo um pouco do senso comum do uso do dry hop nas Double IPA, eles optaram por usar tudo na etapa de fervura.

Foi usado o lúpulo Vic Secret de uma safra muito fresca e tomando cuidado em todas as etapas de produção. Isso entrega uma Double IPA com aromas, sabores e amargor que se equivalem a qualquer exemplar com dry hop.

Dry Hop Me Not

Dry Hop Me NotDados Técnicos:

Cerveja: Dry Hop Me Not
Estilo: Imperial India Pale Ale
Teor: 8,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 4,00

Ao receber o copo podemos notar que a cerveja é completamente turva, em tom amarelo escuro com toque avermelhado. A espuma tem formação mediana, mas bastante persistente.

O aroma apresenta um frutado intenso, com notas de maracujá, grapefruit, casca de laranja e uma suave presença de manga. Em segundo plano temos leves notas cítricas e a presença do malte.

Ao provarmos temos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar as notas cítricas e frutadas oriundas do lúpulo são protagonistas, trazendo maracujá e grapefruit. Juntamente temos um amargor médio alto que começa cítrico mas migra para notas herbais e resinosas.

O malte é coadjuvante, servindo para realizar um contraponto ao amargor.

O aftertaste é pautado pelo amargor se mantendo persistente e crescendo na percepção herbal.

A Dry Hop Me Not entrega muito bem o que se espera de uma Double IPA, mas a aparência turva deixa claro a influência que as NEIPA tiveram nesta receita.

Para a harmonização, vou aproveitar que estou no Roquer e fazer uma brincadeira para mostrar que a harmonização pode ser bastante abrangente.

Vamos harmonizar a Dry Hop Me Not com as Roquer Wings, tulipas de asas de frango fritas e acompanhadas por molho picante. Aqui o conceito é usar a carga de lúpulo para destacar as notas picantes do molho e salientar ainda mais a picância e o sabor do molho.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #256… Dry Hop Me Not apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-256-dry-hop-me-not/feed/ 0
BeerTrip: Aruba com Carlos Bronson – Beercast #296 http://beercast.com.br/programas/beertrip-aruba-com-carlos-bronson-beercast-296/ http://beercast.com.br/programas/beertrip-aruba-com-carlos-bronson-beercast-296/#comments Wed, 23 Jan 2019 02:01:56 +0000 http://beercast.com.br/?p=18172 Neste episódio nosso patrono querido Carlos Bronson conta o que encontrou de cervejas em Aruba em sua última viagem de férias.
Confira como foi esse bate-papo.

O post BeerTrip: Aruba com Carlos Bronson – Beercast #296 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
BeerTrip: Aruba com Carlos Bronson – Beercast #296

BeerTrip: Aruba com Carlos Bronson – Beercast #296

Neste episódio nosso patrono querido Carlos Bronson conta o que encontrou de cervejas em Aruba em sua última viagem de férias.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (57:29 de duração)

O post BeerTrip: Aruba com Carlos Bronson – Beercast #296 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/beertrip-aruba-com-carlos-bronson-beercast-296/feed/ 2
Boa Cerveja-Feira #255… CBS http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-255-cbs/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-255-cbs/#respond Fri, 18 Jan 2019 02:45:27 +0000 http://beercast.com.br/?p=18163 Esta semana vamos matar a curiosidade e provar aquela cerveja que nem sempre você tem coragem de comprar mas sempre fica namorando quando vai para o bar, com a CBS. A CBS, Canadian Breakfast Stout, é produzida pela já conhecida Founders e faz parte da série de Barrel Aged deles. Desta série de cervejas envelhecidas já… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #255… CBS apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Esta semana vamos matar a curiosidade e provar aquela cerveja que nem sempre você tem coragem de comprar mas sempre fica namorando quando vai para o bar, com a CBS.

A CBS, Canadian Breakfast Stout, é produzida pela já conhecida Founders e faz parte da série de Barrel Aged deles. Desta série de cervejas envelhecidas já falamos aqui da KBS, Frootwood, Lizard of Koz e Curmudgeon.

A CBS traz um diferencial em relação as demais cervejas da série de cervejas envelhecidas, os barris usados pela CBS são barris que inicialmente foram usadas para armazenar xarope de bordo e posteriormente foram usados para armazenar Bourbon, e isso agrega uma complexidade inesperada para a cerveja.

CBS

CBS Canadian Breakfast StoutDados Técnicos:

Cerveja: CBS
Estilo: American Imperial Stout
Teor: 11,7%
País de origem: EUA
Embalagem: 330 ml
Nota: 5,00

Quando servida a CBS se apresenta completamente preta e fechada. E espuma é densa e persistente, se apresentando em tom bege escuro.

No aroma encontramos notas de cacau, amadeirado e licoroso, mas com uma presença marcante de notas de Bourbon e com um toque herbal que é agregado pelo bordo. A percepção de tosta fica em segundo plano e traz uma lembrança de café expresso e grãos torrados. O conjunto entrega um pano de fundo esperado com a tosta e cacau, mas o uso do envelhecimento em barris de Bourbon e Bordo agregam um perfil amadeirado, herbal e de Bourbon que criar uma experiência completamente nova.

Ao provarmos temos uma cerveja de corpo alto e carbonatação média baixa. Enquanto que no paladar somos apresentados a uma cerveja aveludada e densa, com percepção alcoólica evidente, porém sem ser agressiva. As notas de Bourbon são protagonistas, acompanhadas pelas notas amadeiradas, herbais e cacau. E ocupando o segundo plano temos a percepção de café, tosta, grãos torrados e leve dulçor.

Para aqueles que já conhecem a KBS, temos nesta versão a adição do uso de barris que armazenaram bordo e isso agrega notas herbais, resinosas e leve dulçor a experiência, e na minha opinião, torna a cerveja ainda melhor.

O aftertaste traz um aquecimento agradável e deixa claro os mais de 10% de ABV da cerveja. Juntamente a percepção alcoólica residual do Bourbon, acompanhada pelo herbal e cacau seguem persistentes. Finalizando com um suave toque amadeirado no paladar.

A CBS é uma versão, na minha opinião, ainda melhor que a KBS. As notas do uso de barris usados para bordo agregam ao aroma e ao paladar notas muito agradáveis e que fazem esta cerveja sair do esperado das cervejas envelhecidas.

Quando pensamos em como harmonizar a CBS a potência, as notas amadeiradas e alcoólicas da cerveja não podem ser deixadas de lado. Optar por um prato com sabores potentes e marcantes por ser uma boa opção.

Pensando nestas premissas, minha sugestão é testarmos esta harmonização com um prato clássico, ossobuco com polenta. O ossobuco irá nos trazer uma carne de sabor forte e gordurosa, a ideia desta harmonização é usarmos a potência alcoólica da cerveja para contrastar a gordura da carne, e com isso favorecer o sabor da carne e o aspecto amadeirado e herbal da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #255… CBS apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-255-cbs/feed/ 0
Harmonização com Fabrízio Guzzon Ep.02 – Beercast #295 http://beercast.com.br/programas/harmonizacao-com-fabrizio-guzzon-ep-02-beercast-295/ http://beercast.com.br/programas/harmonizacao-com-fabrizio-guzzon-ep-02-beercast-295/#comments Wed, 16 Jan 2019 02:01:24 +0000 http://beercast.com.br/?p=18152 Neste episódio Fabrízio Guzzon conta um pouco do seu curso de harmonização e deixa algumas dicas para você tomar a sua cerveja com o prato ideal.

Confira como foi esse bate-papo.

O post Harmonização com Fabrízio Guzzon Ep.02 – Beercast #295 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Harmonização com Fabrízio Guzzon Ep.02 – Beercast #295

Harmonização com Fabrízio Guzzon Ep.02 – Beercast #295

Neste episódio Fabrízio Guzzon conta um pouco do seu curso de harmonização e deixa algumas dicas para você tomar a sua cerveja com o prato ideal.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (50:15 de duração)

O post Harmonização com Fabrízio Guzzon Ep.02 – Beercast #295 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/harmonizacao-com-fabrizio-guzzon-ep-02-beercast-295/feed/ 7
Boa Cerveja-Feira #254… The Honey Beer http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-254-the-honey-beer/ http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-254-the-honey-beer/#comments Fri, 11 Jan 2019 02:45:00 +0000 http://beercast.com.br/?p=18148 Vamos adoçar esta semana com uma cerveja que leva a sério o uso de adjuntos, com The Honey Beer. Esta cerveja é produzida pela cervejaria Inglesa Hepworth. Situada em Londres a cervejaria buscou nas clássicas Honey Beer inglesas a inspiração da sua produção. A parceria com os apicultores da região, comprando e incentivando o mercado,… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #254… The Honey Beer apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Vamos adoçar esta semana com uma cerveja que leva a sério o uso de adjuntos, com The Honey Beer.

Esta cerveja é produzida pela cervejaria Inglesa Hepworth. Situada em Londres a cervejaria buscou nas clássicas Honey Beer inglesas a inspiração da sua produção. A parceria com os apicultores da região, comprando e incentivando o mercado, garante a esta cerveja um insumo totalmente fresco e de ótima qualidade.

E aqui estamos falando do mel sendo usado efetivamente como parte da cerveja e não somente como um complemento. A presença dele na fermentação tem a função de fornecer açúcar e com isso deixar em destaque aromas e sabores de mel, mas sem o dulçor excessivo.

Um bom exemplo desta parceria entre cervejaria e apicultores é o fato da cervejaria doar 10% do seu lucro para apoiar os apicultores. Além de participar dos festivais relacionados ao tema.

The Honey Beer

The Honey BeerDados Técnicos:

Cerveja: The Honey Beer
Estilo: Honey Beer
Teor: 4,5%
País de origem: Reino Unido
Embalagem: 330 ml
Nota: 3,75

A cerveja é dourada, cristalina e brilhante. A espuma tem boa formação e se mantem persistente por um bom tempo.

O aroma inicial traz as notas de malte, grãos e leve cereal, mas logo somos apresentados as notas de mel que ocupam o primeiro plano, com percepção floral e fresca.

Ao provarmos encontramos na The Honey Beer uma cerveja de corpo médio baixo e média carbonatação. Enquanto que no paladar temos a percepção de mel logo no início, mas trazendo principalmente as notas florais do mel sem agregar o dulçor excessivo. Já em segundo plano encontramos notas grãos, biscoito doce e cereais.

Temos um aftertaste bastante suave, com notas florais de mel, cereal e com leve amargor, discreto e agradável. Que é aliado a um final seco e limpo.

A The Honey Beer é uma cerveja que usa o mel de forma a agregar aroma e sabor, mas sem se tornar doce ou enjoativa. O final equilibrado entre o floral e o leve amargor com final seco finaliza muito bem.

Para a harmonização vamos pensar em como usar estas notas de mel muito bem inseridas na cerveja como principal ferramenta.

Minha sugestão é usar um crostine com camembert, onde a The Honey Beer fará o papel do fio de mel. Nesta sugestão a cerveja entra como um complemento ao prato, substituindo um ingrediente dada sua equivalência.

Neste caso as notas florais de mel e suave dulçor irão complementar o sabor do queijo, enquanto que a carbonatação irá ajudar a limpar o paladar.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #254… The Honey Beer apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/leia-o-rotulo/colunistas/fabrizio-guzzon/boa-cerveja-feira-254-the-honey-beer/feed/ 3
Franquias de Cerveja – Beercast #294 http://beercast.com.br/programas/franquias-de-cerveja-beercast-294/ http://beercast.com.br/programas/franquias-de-cerveja-beercast-294/#comments Wed, 09 Jan 2019 02:01:40 +0000 http://beercast.com.br/?p=18129 Neste episódio Renato Martins surge das cinzas com algumas ideias de franquias e empresas que utilizam a cerveja como fonte de renda.

Confira como foi esse bate-papo.

O post Franquias de Cerveja – Beercast #294 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Franquias de Cerveja – Beercast #294

Franquias de Cerveja – Beercast #294

Neste episódio Renato Martins surge das cinzas com algumas ideias de franquias e empresas que utilizam a cerveja como fonte de renda.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (48:46 de duração)

O post Franquias de Cerveja – Beercast #294 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/franquias-de-cerveja-beercast-294/feed/ 3
Boa Cerveja-Feira #253… Fruchte Weisse http://beercast.com.br/programas/2019-01-04-253-fruchte-weisse/ http://beercast.com.br/programas/2019-01-04-253-fruchte-weisse/#respond Fri, 04 Jan 2019 02:45:20 +0000 http://beercast.com.br/?p=18078 Mais um ano começando e não vamos deixar a coluna ficar sem a última cerveja que separei no ano passado, vamos uma cerveja muito propícia para as festas de fim de ano, a Fruchte Weisse. Apesar de estar com o termo “Weisse” no rótulo, esta cerveja é considerada uma Fruit Lambic e é produzida pela… Read More »

O post Boa Cerveja-Feira #253… Fruchte Weisse apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Mais um ano começando e não vamos deixar a coluna ficar sem a última cerveja que separei no ano passado, vamos uma cerveja muito propícia para as festas de fim de ano, a Fruchte Weisse.

Apesar de estar com o termo “Weisse” no rótulo, esta cerveja é considerada uma Fruit Lambic e é produzida pela parceria entre a Alenda e a Taverna MF. Para a concepção desta cerveja as cervejarias usaram os métodos tradicionais utilizados nas cervejarias da Baviera, incluindo o processo de decocção e fermentação em tanques abertos.

E como se não bastasse optaram por usar três tipos de leveduras, a própria levedura de weisse, Brettanomyces e Lactobacillus. Esta última levedura foi extraída naturalmente da casca do malte, como o pessoal da CCB disse no programa desta semana.

Fruchte Weisse

Fruchte WeisseDados Técnicos:

Cerveja: Fruchte Weisse
Estilo: Fruit Lambic
Teor: 6,1%
País de origem: Brasil
Embalagem: 750 ml 
Nota: 4,75

Quando servimos vemos uma cerveja levemente acobreada, como um dourado com toque rubro e completamente opaca. A espuma praticamente não existe, se forma e se dissipa quase que ao mesmo tempo.

No aroma encontramos uma mescla entre o perfil selvagem, com percepção de couro e animalesco, notas frutadas e levemente lático. Somente em segundo plano temos a presença do malte, muito discreto, mas o suficiente para criar um pano de fundo.

Ao provarmos podemos notar que a cerveja tem corpo e carbonatação baixos. Enquanto que no paladar as notas ácidas e láticas surgem em primeiro plano acompanhadas de um frutado de cereja e notas de umami. Em segundo plano ainda encontramos a presença de notas trazidas pela Brettanomyces, como couro e uma percepção selvagem.

O aftertaste traz notas láticas e animalesco, mas sem ser agressivo e ainda mantendo a refrescância. E talvez essa seja a cerveja com final mais seco e limpo que tenha provado.

A Fruchte Weisse é uma cerveja que traz complexidade sem ser extrema, que apresenta o uso de leveduras de uma maneira primorosa. Não é uma cerveja fácil de beber, mas é uma experiência que vale a pena passar pela qualidade do trabalho realizado pelas cervejarias.

Para a harmonização temos um desafio. Por ser uma cerveja com notas complexas e equilibradas temos que pensar com carinho nas opções.

Minha sugestão é harmonizarmos com uma pavlova de frutas vermelhas. A construção desta harmonização irá buscar contrastar a acidez da cerveja com o dulçor da pavlova e com isso colocamos todo o foco nas cerejas usadas na cerveja que ainda serão apoiadas pelas frutas vermelhas da sobremesa.

Prost!

Fabrizio Guzzon

O post Boa Cerveja-Feira #253… Fruchte Weisse apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/2019-01-04-253-fruchte-weisse/feed/ 0
Cerveja Caseira for Dummies: Catharina Sour EP.20 – Beercast #293 http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-catharina-sour-ep-02-beercast-293/ http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-catharina-sour-ep-02-beercast-293/#comments Wed, 02 Jan 2019 02:01:49 +0000 http://beercast.com.br/?p=18067 Começando 2019 com a série Cerveja Caseira for Dummies direto do bar/sede da Cia Brasileira de Brassagem do com nossos amigos Alessandro Pisa e Dani Mingatos.

Confira como foi esse bate-papo.

O post Cerveja Caseira for Dummies: Catharina Sour EP.20 – Beercast #293 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
Cerveja Caseira for Dummies: Catharina Sour EP.02 – Beercast #293

Cerveja Caseira for Dummies: Catharina Sour EP.02 – Beercast #293

Começando 2019 com a série Cerveja Caseira for Dummies direto do bar/sede da Cia Brasileira de Brassagem do com nossos amigos Alessandro Pisa e Dani Mingatos.

Confira como foi esse bate-papo.

Links Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (52:18 de duração)

O post Cerveja Caseira for Dummies: Catharina Sour EP.20 – Beercast #293 apareceu primeiro em Beercast Brasil.

]]>
http://beercast.com.br/programas/cerveja-caseira-for-dummies-catharina-sour-ep-02-beercast-293/feed/ 8