Boa Cerveja-Feira #301… Ever Kings

By | 6 de dezembro de 2019

Esta semana iremos sentir a maresia na praia de areia dura mais famosa do litoral paulista, com a Ever Kings

Este rótulo é produzido com base em uma parceria entre a cervejaria Everbrew e a hamburgueria Seven Kings, ambas de Santos.

Para quem não sabe, e acho isso muito difícil, a hamburgueria Seven kings é do Fernando Russel, a.k.a. Tucano. Conhecido por participar do podcast nerdcast,  pelo canal de culinária Maravilhosa Cozinha de Jack e pelo programa 45 do Beercast.

Porém, para quem é patrono deve conhecer o Tucano de outros lugares. Em 12 dezembro de 2015 o Beercast realizou um evento com a cerveja própria, a Genius Lemondrop, e com um lanche do Tucano.

Além disso visitamos com os patronos a hamburgueria do Tucano em 18 de agosto de 2018, onde aproveitamos para conhecer a Tabeerna Caiçara.


Ever Kings

Ever KingsDados Técnicos:

Cerveja: Ever Kings
Estilo: New England IPA
Teor: 8,1%
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 3,75


Ao servirmos a Ever Kings vemos uma cerveja de um amarelo intenso e completamente opaca. A espuma se forma branca e bastante persistente.

O aroma arrebata o primeiro plano com notas frutadas tropicais com manga, pêssego e suave presença de abacaxi. Em segundo plano encontramos malte, leve herbal e resinoso.

Ao provarmos a Ever Kings temos uma cerveja de corpo alto e média carbonatação. Enquanto que no paladar temos um forte frutado com manga, pêssego, leve percepção de pera e ameixa amarela. No segundo plano encontramos o malte, leve resinoso e herbal com amargor bastante suave.

O aftertaste mantem o frutado em evidência, com final com amargor pouco mais elevado. Mas a cerveja finaliza limpa no paladar, sem deixar qualquer rastro além de uma leve reminiscência herbal.

A Ever Kings é uma cerveja com notas frutadas muito evidentes tanto no aroma quanto no paladar. A cerveja apresenta uma experiência sensorial com um crescente de aroma e sabores tão intensa quanto a redução ao final, trazendo um paladar limpo memorável.


Para a harmonização podemos pensar em uma série de fatores, mas irei optar por uma harmonização conceitual.

Minha sugestão é harmonizar com o Camemburguer, uma receita autoral do Tucano. A proposta aqui é aproveitar todas as notas frutadas da cerveja para acrescentar ao sabor do queijo enquanto que o álcool contrasta com a untuosidade do queijo.

Prost!

Fabrizio Guzzon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.