Boa Cerveja-Feira #284… Stage Dive

By | 9 de agosto de 2019

Esta semana vamos comemorar o aniversário do bar que mais tenho frequentado no último ano a Roque, com uma criação deles, a Stage Dive.

A Roquer é um brewpub, mas sem produção local, que está completando um ano de vida. Neste um ano a Roquer renovou seu visual, praticamente dobrou o número de torneiras, fez parcerias com cervejarias e produtores de queijos e charcutaria regionais e garantiu seu lugar no cenário da região.

Por algumas fontes internas, fiquei sabendo que a Roquer tem planos para trazer cada vez mais cervejas de produção própria. Na festa de um ano, além da Lager que sempre esteve presente nos taps, foram lançadas a Witbier e a Session IPA. E hoje fui conhecer um teste, uma Kviek IPA.

Mas além de servir ótimas opções no tap, a Roquer tem uma cozinha de fazer inveja a muito bar consagrado. A parceria com produtores locais e a produção praticamente artesanal de todos os pratos garantem uma qualidade constante e porções frescas e bem-feitas sempre.

Stage Dive

Stage DiveDados Técnicos:

Cerveja: Stage Dive
Estilo: Kviek IPA
Teor: 6,8%
País de origem: Brasil
Embalagem: on tap
Nota: 3,50

A Stage Dive se apresenta em tom castanho e opaca. A espuma é densa e muito persistente, praticamente um creme.

No aroma somos apresentados a notas frutadas e cítricas, leve notas tropicais e frutas vermelhas. Em segundo plano e encontramos o malte, trazendo a percepção de mosto e caramelo. A percepção frutada e cítrica é bastante fresca e é perceptível o uso do dry hop.

Quando provamos a Stage Dive temos uma cerveja de alta carbonatação e corpo médio. Enquanto que no sabor temos um início frutado e cítrico, com notas de grapefruit e frutas vermelhas, leve dulçor de mosto e caramelo equilibrado pelo amargor. Em segundo plano o amargor cítrico e herbal criam um pano de fundo.

No aftertaste o amargor ganha destaque trazendo notas frutadas e herbais com um frescor inesperado, com uma suave refrescancia que chega a remeter a folha de menta.

A Stage Dive é uma boa IPA, ainda precisa lapidar alguns detalhes, mas como um primeiro teste já apresenta um resultado acima da média. Esperamos que o restante das cervejas autorais da Roquer sigam este cuidado.

Para a harmonização nada mais justo que usar o próprio cardápio da Roquer para harmonizar com a cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos com a Parmegiana Brassador. Tem uma versão de parmegiana que ao invés de queijo gratinado, usa um molho de queijo fundido com cerveja, e vamos usar a Stage Dive para destacar o sabor da carne com as notas herbais e frescas e deixar os 6,8 de ABV limpar o paladar da untuosidade do molho.

Prost!

Fabrizio Guzzon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.