Boa Cerveja-Feira…. com Rigor Mortis Abt

By | 20 de novembro de 2015

Esta semana vamos comemorar um aniversário sombrio acompanhados pela Rigor Mortis Abt.

A Rigor Mortis Abt é produzida pela Dieu du Ciel, a mesma que 2015.11.20 undertakercomentamos a respeito na coluna da cerveja Aphrodisiaque e escolhemos esta cerveja pois esta semana o lutador de luta livre Undertaker esta completando 25 anos de atividade no mesmo show, o WWE, e como todo o seu contexto é ligado ao sobrenatural uma cerveja chamada Rigor Mortis vem a calhar.

Para quem não sabe quem é o Undertaker … bem, isso é um erro que vamos tentar corrigir hoje.

Undertaker começou sua carreira na WWE (que naquele tempo se chamava WWF) em 1990 e continua na ativa até hoje com seus 50 anos. Ele tem alguns feitos memoráveis 2015.11.20 hell in the cellem sua carreira, sendo o lutador com o contrato mais longo na ativa e a ter participado do primeiro programa RAW e ainda esta lutando, ser o recordista em desafios no evento Wrestlemania tendo ganho 22 desafios e perdido somente um, sendo 21 vitórias consecutivas, ele criou o “Hell in the Cell” onde todo o ringue é fechado dentro de uma jaula impedindo que qualquer um entre ou saia, por sinal ele é o lutador com maior numero de lutas neste tipo de ringue com treze participações.

Além disso, ele já ganhou 8 títulos mundiais individuais em diversas categorias, 7 títulos de duplas e foi o único lutador a entrar por último no ringue e vencer o evento Royal Rumbel (2007), onde 30 lutadores se enfrentam dentro do ringue.

Rigor Mortis Abt

Dados Técnicos:

2015.11.20 Rigor Mortis AbtCerveja: Rigor Mortis Abt
Estilo: Quadrupel
Teor: 10,2 %
País de origem: Canadá
Embalagem: 341 ml

Ao servirmos encontramos uma cerveja marrom, opaca e com nuances âmbar enquanto que sua espuma se forma de maneira densa e abundante.

No aroma o malte surge em primeiro plano sendo acompanhado por notas não menos intensas de caramelo, toques licorosos, frutas escuras como ameixas secas e uvas passas e ao final as notas de dulçor vindas do malte trazem um toque que remete a açúcar queimado.

Ao provarmos a cerveja encontramos um líquido de corpo alto e carbonatação média enquanto que no sabor vemos uma cerveja com sabor presente de malte, caramelo e frutas escuras com leve presença de chocolate suave, aliado a isso temos a percepção licorosa que remete a licor de ameixas ou frutas escuras.

No aftertaste temos o surgimento de um leve amargor que junto com a forte presença do malte nos trás a percepção de açúcar queimado, juntamente com as notas frutadas e um final sedoso, picante e alcoólico.

A Rigor Mortis Abt é uma cerveja densa com notas destacadas de malte, frutas escuras e um teor alcoólico alto e muito bem inserido e que apresenta um final sedoso e suculento.

Para a harmonização vamos buscar um conceito histórico que esteja ligado à mesma temática, então pensei na Ultima Refeição dos Condenados, e uma delas me chamou a atenção. Em 2011 no Texas um prisioneiro pediu uma quantidade enorme de comida e depois que foi entregue se recusou a comer dizendo que não estava com fome, isso levou o governo do estado a retirar a opção de ultima refeição para os detentos condenados à morte.

Dentre os pratos pedidos há um que se encaixa bem para esta cerveja, trata-se de frango frito com molho gravy. Apesar do frango ser uma carne que é suave demais para esta cerveja, temos aqui o molho gravy que é um molho feito com base nos sucos que saem da carne enquanto é feita e é engrossado no fogo com condimentos e farinha.

Este molho grosso, bem temperado e calórico contrastaria com as notas adocicadas e frutadas da cerveja, trazendo uma nova percepção ao sabor do frango, e os mais de 10% de álcool seriam o suficiente para retirar a untuosidade remanescente do paladar.

Prost!

Fabrizio Guzzon

4 thoughts on “Boa Cerveja-Feira…. com Rigor Mortis Abt

  1. Luquita da Cerveja

    Fala Guzzon,

    Caraca vc parece ser um grande fã de WWE, né. Eu curtia muito quando era criança, tinha até boneco do Hulk Hoogan e lembro bem do Undertaker ser o grande vilão na época.

    O show americano é mto foda, o nosso nacional chega a ser triste. Vira e mexe rola uns vídeos do México onde a coisa é mais tosca e surreal ainda… rola encantador, granada de mentira e etc.

    Sobre a breja, não tomei mas sendo Dieu du Ciel deve ser um sucesso e bem interessante essa harmonização.

    Abraços

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Luquita,
      Sou fã mesmo de luta livre, principalmente a WWE. O modelo de “lucha libre” do méxico é um pouco diferente… eles tem personagens com “poderes” e o uso das máscaras é muito comum e tem todo um glamour.
      Nos EUA a luta livre é um dos maiores shows esportivos que tem… ainda vou dar um jeito de assistir … hehehe

      E a cerveja não tem oque falar… a Dieu du Ciel até agora não me decepcionou, todos os rótulos que provei deles até agora eram no minimo acima da média.

      Abç
      Guzzon

      Reply
  2. Daniel Córdova

    Fala Guzzon!
    Demorei, mas cheguei.

    Vou te falar que não conhecia o Undertaker não, mas essa cerveja tomei faz pouco tempo e gostei muito dela, dei 4,75 no Untappd.

    Realmente, é difícil imaginar a harmonização com frango, mas esse molho deve fazer a diferença. É muito comum a gente ouvir “gravy” nos filmes e séries americanos quando estão comendo, principalmente no thanksgiving.

    Abraço!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Daniel.

      Você precisa se interar do mundo do WWE meu jovem… rsrs….. são verdadeiros espetáculos e mesmo sendo algo “combinado” é muito divertido.

      Para essa harmonização o molho gravy é fundamental… se fosse só o frango ele sera atropelado pela força da cerveja, mas como o molho é pesado, condimentado e forte conseguimos encontrar um equilibrio.

      O molho gravy tem duas versões, o clássico que é escuro é um que é branco. Neste caso estou usando o escuro que é bem mais forte.

      Abç
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*