Rótulos Bastardos!

Por | 9 de setembro de 2014

design_cerveja_topo_bastards

Mais uma vez o Paraná trazendo ótimas cervejas e lindos rótulos pra gente. No início, o pessoal da Bastards Brewery se encontrava para fazer (e beber) cerveja na garagem de casa. Em 2013 a coisa ficou mais séria, decidiram construir um barracão e abastecê-lo com equipamentos de alta tecnologia para atender o processo completo de fabricação: fermentação, envase, refrigeração e estocagem. Dali então começaram a sair barris de chopp e garrafas long neck com diferentes estilos de cerveja.

Willie The Bitter, Jean Le Blanc e Zé Galego! Personagens boêmios, malandros e cafajestes irresistíveis deram vida a rótulos muito bem desenhados e a cervejas repletas de lúpulo, maltes e especiarias.

Richard Buschmann, um dos sócios, nos contou que procurava uma identidade visual jovem para suas cervejas, com ilustrações de personagens com características semelhantes ao estilo de cada uma. Optou por “uma linha de design mais forte e impactante na prateleira.”

rotulos_bastard

O Richard manteve reuniões semanais de briefing e acompanhamento para definir o rumo entre as várias opções apresentadas pela equipe de criação.

layouts_ideias_personagens_

O ilustrador Isaac Santos ficou responsável pelos desenhos. Ele mesmo nos contou alguns detalhes sobre o trabalho:

“A ideia é que todos tivessem aquela aura de malandragem, fossem um pouco “filhos da puta”, pelo menos foi o que pensei durante a criação.”

layouts_propostas_personagens_

Cada personagem veio com as características bem definidas e em cima disso eu era livre pra criar. Para cada arte eram enviadas algumas opções em esboço e fomos afinando a cada e-mail.”layout_jean_2

layout_motoqueiro

“Depois de definido como seria mais ou menos, era partir para o Photoshop para testar algumas cores e colocar alguns elementos.”

“Em cima do esboço a lápis, os desenhos eram praticamente refeitos no Photoshop. Para mim é bem mais fácil trabalhar nesse programa, pois consigo ter um controle melhor de tudo, mais agilidade para alterar algo e enviar os arquivos.”

ilustracoes_bastard

www.bastardsbrewery.com.br
www.behance.net/isaacsantos

22 comentários para “Rótulos Bastardos!

  1. Pingback: Boa Cerveja-Feira #190…. A Little Bitch Sour – Beercast Brasil

  2. Lucas Zurwellen

    Grande Anselmo, agora além de tudo está lançando cerveja no mercado.

    Aparentemente ela chama muita atenção, belos rótulos e o desenvolvimento foi bem legal.

    Pelo que eu li nos comentário os estilo tb parecem ser mto interessantes, poderiam fazer um programa com a IPL que sem dúvida é o estilo mais diferente e interessante.

    Espero que eles consigam fazer ela chegar por aqui logo!

    Responder
      1. de Deus, Rafael

        Caralho mano, muito bom a história. Moro do Norte de Minas Gerais e comprei a Jean e a Willy, só pq os rótulos me chamou a atenção, quando tomei as cervejas, nossa muitoboa mesmo, todo mundo q tomou gostou, muito bom. Parabéns

        Responder
  3. Fabrizio Guzzon

    Grande Anselmo,
    Não conhecia essa cervejaria, e portanto nem os rotulos. Mas achei a arte muito legal…. o uso dos personagens e com esse nivel de personalização dá uma identidade muito clara a cerveja, alem de abrir um leque de opções para o marketing e divulgação das cervejas.
    Vou dar uma caçada nestas brejas, são garrafas que gostaria muito de ter na minha coleção.
    Abç
    Guzzon

    Responder
    1. Anselmo Mendo Autor

      Guzzon, são do Paraná e acho que só dá pra encontrá-las por lá. Esles estão lançando uma cerveja nova estes dias, uma “Imperial IPA Pale Larger” (!?!). Estou curioso pra conhecer a cerveja e ver o rótulo.

      Responder
      1. Fabrizio Guzzon

        Uma “Imperial indian Pale Ale Pale Lager”… rsrs…. não sei oq esperar de uma cerveja dessa, mas deve ser no minimo interessante…
        Abç
        Guzzon

        Responder
          1. Fabrizio Guzzon

            Legal, agora até dá para entender melhor a proposta… vamos ver se vai aparecer por SP essas brejas, ou em algum site de vendas… toparia comprar só pelos rotulos.
            Este é um dos casos que a cerveja se vende pela embalagem
            Abç
            Guzzon

      1. de Deus, Rafael

        Moss, deixa eu comprar direto da sua mão, por favor. Parabéns pela vitória, os rótulos das suas cervejas estão colada na minha geladeira

        Responder
  4. Daniel Córdova

    Belos rótulos, mas ainda não encontrei a cerveja pra vender por aqui.
    Fico curioso em saber quais os ‘malandros’ podem vir nas próximas.
    Acho engraçado o Zé Galego ser afrodescendente, porque aqui em Floripa (não sei se aí por SP também), chamam de galego geralmente alguém caucasiano e loiro, também chamado de ‘alemão’. (comentário politicamente correto pra evitar processos).
    Abraço

    Responder
    1. Fabrizio Guzzon

      Daniel,
      Aqui por SP o termo “galego” tbm é usada para indicar pessoas caucasianas… mas talvez seja um tipo de apelido… como chamar o cara mais alto da turma de Zé Pequeno, ou o menos de Montanha.

      Abç
      Guzzon

      Responder
      1. Daniel Córdova

        Sim, Guzzon, eu também entendi a piada dessa forma e achei que o nome casou bem com a ilustração.
        E vc falou em Zé Pequeno, pensei no Dadinho hahaha

        Lembrei agora de uma reportagem que vi faz muito tempo sobre a Oktoberfest em Blumenau e tinha um pessoal vestido de forma típica da bavária tocando música alemã. Todos ‘galegos’, mas no meio deles um afrodescendente.
        O repórter perguntou pra ele alguma coisa sobre isso e ele disse que era um “alemão bock” hahahaha

        Anselmo, seria legal mesmo ver a explicação, pois dá pra ver nos rascunhos que o personagem era um pouco diferente no início.

        Abraço

        Responder
      1. Richard Buschmann

        Amigos cervejeiros

        AS CERVEJAS – Cada cerveja será representada por um personagem.
        Todos serão malandros, mas cada um com a sua nacionalidade. O país escolhido para cada um deles
        estará ligado ao estilo da cerveja.

        APA – WILLIE THE BITTER É um típico hell angel da Califórnia, com barba e cabelo ruivos. Costuma
        ser um pouco mal humorado e durão. Daí o seu apelido: the bitter.

        WITBIER – JEAN LE BLANC É um artista eternamente incompreendido. E não é a toa.
        Costuma frequentar mais os bares e cabarés de Paris do que o seu Atelier. É um típico conquistador.(feita com capim limão)

        PREMIUM LAGER -­ ZÉ O GALEGO Típico malandro carioca. Seu pai é alemão, sua mãe uma mulata gostosa da baixada fluminense, vive na Lapa onde pratica seu esporte preferido: a vadiagem. (usamos malte nacional, alemão e blend de leveduras)

        IMPERIAL ÍNDIA PALE LAGER – PINÁ a VIVÁ Índia que usa a feitiçaria a seu favor, ai sua malandragem, e a descoberta Bastards de uma nova índia.(fermentada com levedura Lager)

        Espero ter passado uma ideia de como criamos as cervejas com identidades de aroma e sabor e seus personagens.

        Abraço

        Responder
        1. Fabrizio Guzzon

          Richard, muito obrigado pela explicação, os rotulos ficaram fantásticos e tendo essa “mitologia” de cada personagem o conceito fica ainda mais interessante!
          Abç
          Guzzon

          Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*