Boa Cerveja-Feira #488… Beggin Bitter

Voltando a polemica cerveja ou Campari? A cervejaria Sigilo Total tem uma linha de cervejas que referenciam bandas e artistas musicais. No caso da Beggin Bitter se trata de uma homenagem a banda italiana de hard rock maneskin, eu particularmente achei que não conhecia banda até ouvir algumas musicas e ligar os pontos. Mas a grande sacada deste rótulo, além do uso de groselha, é a adição de bitter italiano – comumente representado pelo campari – em sua receita e já adianto que o resultado me agradou bastante pela maneira como é possível capturar os nuances da cerveja antes de ser tomado pelo bitter.


Beggin Bitter

Beggin BitterDados Técnicos:

Cerveja: Beggin Bitter
Estilo: Double NEIPA
Teor: 11,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,00

 


Aparência: Cerveja em lindo tom vermelho – dica: role a lata pela mesa antes de abrir – e com espuma branca de boa formação e duração.

Aroma: No aroma a percepção de groselha surge no primeiro plano, trazendo um leve adocicado e frutado. Somente em segundo plano encontramos a presença dos lúpulos trazendo um suave tom cítrico.

Paladar: Corpo e carbonatação medianos. Enquanto que no paladar temos as notas de groselha e leve cítrico surgindo no momento inicial, mas logo a percepção de amargor típica do bitter italiano surge e ocupa todo o palato.

Aftertaste: O aftertaste é a lapidação das notas de bitter, que ganham ainda mais profundidade e personalidade se mantendo por um longo período presentes no paladar.

Harmonização: Neste caso foi pesquisar um pouco sobre harmonização com drinks a base de bitter, pois o uso da bebida na construção da cerveja é marcante. Minha sugestão é harmonizarmos com Steak Tartare, enquanto a carne traz um certo dulçor e condimentos a cerveja irá contrapor com amargor, notas frutadas e herbais característicos do bitter.

Prost!

Fabrizio Guzzon