Boa Cerveja-Feira #283… Amber Ale

Esta semana iremos voltar ao básico para mostrar que ser simples pode ser a receita para entregar uma boa cerveja com a Amber Ale.

A Amber Ale é produzida pela Cervejaria Narcose, de Capão da Canoa.

Já falamos de duas cervejas da Narcose, a Table sous la mer e a Epoca Bella.

O primeiro vislumbre da existência da cervejaria surgiu em 2015, quando Daniel Diehl que estudava na Áustria na época comentou com os pais que desejava sair da carreira acadêmica e partir para o ramo cervejeiro.

Enquanto os pais do Daniel, Raul e Elise, corriam atrás de toda parte burocrática, realizam cursos e cuidavam da estrutura física, Daniel aproveitou que estava na Europa e trabalhou voluntariamente em cervejarias para ganhar experiência prática no ramo.

Quando voltou ao Brasil resolveram fundar a cervejaria unindo duas paixões, a cerveja e o mergulho. E isso a cervejaria soube trabalhar muito bem, na identidade visual, nomes e definição das linhas de produto.

A cervejaria aloca suas cervejas em três linhas, Shallow Dive para as cervejas de entrada, Deep Dive para as cervejas intermediárias e Tech Dive para as cervejas de maior complexidade.

Amber Ale

Amber AleDados Técnicos:

Cerveja: Amber Ale
Estilo: Amber Ale
Teor: 4,7%
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 3,25

A Amber Ale se apresenta cristalina, e como esperado, em tom âmbar brilhante. Já a espuma tem uma boa formação, mas com persistência mediana.

O aroma traz notas de caramelo, toffe, percepção de malte levemente tostado. Aliado as notas oriundas do malte temos uma presença herbal bastante agradável e pautando o suave adocicado pelo malte.

Ao provarmos a Amber Ale temos uma cerveja de corpo e carbonatação medianos. Enquanto que no paladar as notas de malte e caramelo são destacadas, seguido pela percepção de toffe e suave tosta. O amargor surge somente ao final com notas de tosta suave e herbal fresco.

E no aftertaste temos um destaque ainda maior no amargor e no frescor herbal, o amargor bastante suave e persistente segue bastante tempo e com final seco e refrescante.

A Amber Ale é uma cerveja honesta em sua proposta, trazendo notas agradáveis de malte, caramelo e toffe. O amargor surge ao final da degustação trazendo um frescor herbal persistente e agradável.

Para a harmonização podemos buscar notas que destaquem o malte da cerveja e o frescor herbal. E usar um prato que seja uma escada para a cerveja, usando somente para destacar as notas da cerveja.

Minha sugestão é harmonizarmos com corte de fraldinha na brasa. A fraldinha é uma carne que não se excede na gordura e irá trazer notas caramelizadas, com isso a percepção de caramelo da cerveja será destacada. O herbal e o frescor serão oportunos para valorizar o sabor da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon