Boa Cerveja-Feira #257… Funky Dubbel

By | 1 de fevereiro de 2019

Esta semana vamos ver como juntar, misturar e esperar pode gerar uma ótima cerveja, com a Funky Dubbel.

A cerveja é produzida por uma parceria entre as já conhecidas Way e a Wäls. As cervejarias trouxeram algo particular de cada uma na construção desta receita.

A Wäls trouxe o conceito da sua conhecida Dubbel, enquanto que a Way trouxe a pegada inovadora e resolveu colocar algumas coisas a mais da receita da Dubbel.

Foram usadas calda de caramelo com açúcar branco orgânico, açúcar mascavo orgânico e açúcar de beterraba. Foi inclusa levedura Brettanomyces e a cerveja foi coloca para fermentar e refermentar na própria garrafa por três anos antes de ser disponibilizada ao público.

Vou dizer que essa miscelânea de ingredientes e o tempo de espera valeram a pena.

Funky Dubbel

Funky DubbelDados Técnicos:

Cerveja: Funky Dubbel
Estilo: Dubbel
Teor: 7,6%
País de origem: Brasil
Embalagem: 375 ml
Nota: 4,00

No copo a Funky Dubbel se apresenta em tom castanho, levemente translucida. A espuma apresenta tom bege claro, com boa formação e persistência.

No aroma encontramos uma complexidade inesperada para uma dubbel, graças ao uso de Brettanomyces. Notas de caramelo, toffe e ameixas secas são completadas pela percepção de couro e notas selvagens. Felizmente temos equilíbrio entre estas características.

Quando provamos temos uma cerveja de corpo médio alto e carbonatação média. Enquanto que no paladar as características de uma dubbel surgem em primeiro plano. Notas de toffe, caramelo, candy sugar, frutas secas e figo.

Em segundo plano temos notas selvagens, leve animalesco e couro surpreendendo o paladar e trazendo um novo ânimo a experiência.

No aftertaste a Funky Dubbel traz a presença alcoólica uma pouco mais presente, mas mantendo as frutas escuras, animalesco e leve dulçor licoroso.

A Funky Dubbel é uma releitura do estilo Dubbel, trazendo todas as notas que o uso da Bretranomyces poderia oferecer.

Para a harmonização vamos fazer uma outra abordagem para o mesmo prato da semana passada, a Roquer Wings.

A ideia é que as asinhas com molho picante tenham a ardência reduzida pela presença do malte na cerveja, e com isso os sabores da carne e molho sejam destacados.

Porém, nem tudo que se planeja na harmonização é garantia, e neste caso de fato pedi a cerveja e a porção. E o nível alcoólico da cerveja acaba por puxar a ardência mais do que o malte consegue contrasta-la e temos novamente uma harmonização que destaca da ardência.

Mas diferente da última onde usamos o lúpulo, aqui a ardência ganha notas levemente frutadas por conta da própria cerveja e por conta da base de goiaba do molho.

Roquer Wings

Prost!

Fabrizio Guzzon

5 thoughts on “Boa Cerveja-Feira #257… Funky Dubbel

  1. Anselmo Mendo

    Guzzon, boa ideia repetir a harmonização, acho que a cerveja da semana passada parece mais balanceada pra isso. A Funky Dubbel seria uma boa representante pra Confraripa dessa semana com cervejas bretadas. Infelizmente ninguém levou 😀
    Abração!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Anselmo,

      Normalmente eu tento evitar repetir pratos na harmonização, mas é possível usar o mesmo prato com mais de uma cerveja justamente para mostrar como podemos mudar as percepções dependendo das combinações que usamos .

      Abç
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*