Ribeirão Preto com Anelise – Beercast #288

By | 28 de novembro de 2018
Ribeirão Preto com Anelise – Beercast #288

Ribeirão Preto com Anelise – Beercast #288

Convidamos a nossa patrona Analise para contar todos os detalhes cervejeiros da cidade de Ribeirão Preto.

Confira como foi esse bate-papo.

Comentados durante o episódio:

Músicas

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (50:00 de duração)

6 thoughts on “Ribeirão Preto com Anelise – Beercast #288

  1. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!

    Legal ouvir sobre a vivência de mais uma patrona do Beercast.
    Conheço um pouco de Ribeirão, tenho família por lá. E o Pinguim é uma cervejaria clássica, mesmo tendo somente o mainstream e as criações deles, ainda é um ótimo serviço.

    A ideia deles de colocar chopp claro com um pouco de escuro, copo só com espuma, copo de chopp com adjuntos (groselha, menta etc) cria toda uma mitologia em cima da chopperia.

    E sim… Ribeirão tem quase um sol por pessoa.

    Abç
    Guzzon

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Guzzon, o que gostaria era de um ambiente clássico à brasileira como o Pinguim a servindo todos os tipos de cerveja. Isso seria bem interessante.

      Reply
  2. Thiago

    Sempre ouço o programa, mas ultimamente o áudio está sofrível. Essas entrevistas feitas via Skype perdem o “time”, ficam cansativas.

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Obrigado por acompanhar, Tiago. É… SKYPE não é a melhor solução. Mas às vezes não tem jeito. Agora, você diz que perdem o “time”. Como assim?

      Reply
  3. Daniel Córdova

    Fala pessoal!

    Po, muito legal saber que os podcasts for dummies estão surtindo efeito. Muito obrigado pelos elogios =)

    Sobre a cor da goiaba na cerveja, nunca fiz com goiaba, mas tem que ver quanto tempo ela ficou em contato, se a fruta foi jogada inteira ou se foi feito purê/suco, coisas assim. Acho que se bater a fruta no liquidificador antes de botar na cerveja é mais provável de dar cor.

    Ribeirão preto só passei uma noite. Até queria conhecer o bar Pinguim, mas preferi ir no Cervejarium tomar umas Colorado. Na época ainda era pré-Ambev.

    Abraço

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Tu é nosso herói, Córdova, do for Dummies. Como escrevi pro Guzzon, acho que seria bem legal ver bares com ambiente clássico, como o Pinguim, servindo todo tipo de cerveja. O Brasil, ou cidades como Rio e São Paulo, tem uma tradição de bar/boteco “de chope” que seria bom de ver mantida.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*