O Cervejeiro Caseiro com Cadú Zamoner – Beercast #82

By | 3 de dezembro de 2014
O Cervejeiro Caseiro com Cadú Zamoner – Beercast #82

O Cervejeiro Caseiro com Cadú Zamoner – Beercast #82

Hoje é dia de cerveja caseira no Beercast! Mas não é uma simples cerveja caseira… é uma cerveja que, durante o processo de fabricação, se divide em duas!!!

Isso é uma das coisas malucas que o nosso amigo cervejeiro Cadú Zamoner faz. Entenda como isso funciona nesse papo descontraído e didático sobre fabricação artesanal de cervejas.

Cerveja do Cadú – Pumpkin Ale

Cervejaria: Cadú Zamoner
Estilo: Pumpkin Ale
Copo Ideal: Taça

Confira a nota dos Beerquesteiros para esta cerveja:

Cerveja do Cadú – Weizenbock

Cervejaria: Cadú Zamoner
Estilo: German Weizenbock
Copo Ideal: Weizen

Confira a nota dos Beerquesteiros para esta cerveja:

Links comentados durante o episódio:

Links comentados BeerNews e leitura de emails:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • AC/DC – It’s a Long Way to the Top (If You Wanna Rock ‘n’ Roll)
  • AC/DC – Rock ‘n’ Roll Singer
  • AC/DC – The Jack
  • AC/DC – Live Wire
  • AC/DC – T.N.T.
  • AC/DC – Rocker
  • AC/DC – Can I Sit Next to You Girl
  • AC/DC – High Voltage
  • AC/DC – School Days

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (44:43 de duração)

Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

18 thoughts on “O Cervejeiro Caseiro com Cadú Zamoner – Beercast #82

  1. Luiz Felipe Maia

    Também tenho vontade de ter uma cerveja para chamar de minha, mas quando penso na trabalheira que dá, vou ao mercado e a vontade passa. Um dia, me inspiro no Cadú e venço essa preguiça.

    Complementando o que o Lukita já falou acima, a BrewDog tem a série “Unleash The Yeast” que usa a mesma base e só troca a levedura, que resulta em uma American Ale, uma Bavarian Weizen, uma Belgian Trappist e uma Pilsen Lager. E a série mais conhecida “IPA is Dead” na qual trocam apenas o lúpulo (sempre single hop). A série IPA is Dead é anual, em 2014 foram utilizados Amarillo, Comet, Kohatu, Exp 366. Apesar de escrever com propriedade, não tive a oportunidade de experimenta-las, portanto não posso compartilhar a experiência 🙁

    E para terminar, vocês também podem tirar uma com o Leo, por que apesar de já conhecê-lo do Nercast, só comecei a ouvir o Radiofobia depois do episódio com vocês.

    Saudações!

    Reply
  2. Daniel Córdova

    Fala galera!
    Ouvi agora o cast e como sempre o programa está muito legal.
    Eu to na fissura de fazer cerveja… faz alguns meses que estou planejando uma Wit mas to sem tempo pra fazer.
    Aí ouvindo o Cadú falar das experiências dele me deixou mais ainda na pilha hahaha
    Abraço

    Reply
  3. Derly de Lana Cordeiro

    Fala galera do Beercast!!!

    Caraca do programa massa, realmente vocês escolheram um excelente cervejeiro caseiro para começar(assim espero).
    Cadú, só de ouvir voce falar do processo já fiquei muito afim de fazer o mesmo teste.
    Estou na fase de adquirir meus equipamentos para começar a fazer minhas brejas, e ouvir cara como o Cadú só da mais vontade de começar nesta arte.

    Abraços e já ansioso pelo próximo cast.

    Reply
  4. Luquita da Cerveja

    Fala galera,

    O Cadú é um cara sensacional, já conversei muito com ele sobre diversos assuntos cervejeiros nerds rs. As cervejas são um caso a parte, muito boas e inventivas.

    To sabendo de uma doideiras que estou bem curioso pra experimentar.

    Sobre essa ideia de dividir a cerveja e usar 2 bases iguais, a BrewDog tb fez isso. Há uma série onde usam a mesma cerveja e leveduras diferentes e recentemente fizeram tb com um single hop diferente se não me engano.

    Abraços

    Reply
  5. Vinicius Rodrigues

    24’55” frase solta do Renato

    Programa excelente, Cadu bem ousado, sem medo de tentar.
    Acho que faltou perguntar alguns história sobre uma experiência que não deu tão certo. Acho que teria algo engraçado.

    Abraço pessoal, ótimo trabalho.

    Reply
  6. ragio

    Fala galera.

    Sempre digo que do Butantã até Sorocaba é tudo Osasco ! rs.

    Muito legal abrirem esse espaço para os cervejeiros caseiros.
    Que venham muito mais casts caseiros e quem sabe uma cerveja minha está por ai também.

    Abraços a todos.

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon

      Só se for pela Castelo Branco…. rsrsrs… pela Raposo Tavares tem estâncas turísticas famosissimas… rsrs

      Reply
  7. Mauricio

    São pessoas assim que nos dão incentivo a iniciar uma produção caseira.
    Cerveja além de ser uma arte é um estilo de vida.

    Parabéns pelo cast, sempre sensacional!

    Abraço

    Reply
  8. Fabrizio Guzzon

    Fala Galera!
    Muito bacana a ideia de fazer um programa com um cervejeiro caseiro, eu tenho impressão que esse pessoal que faz cervejas em casa, ainda como hobby são aqueles que mais arriscam, que mais buscam inovar, até por não terem a pressão de acertar sempre.
    E achei a sacada do Kadu em “dividir” a cerveja em duas muito bacana.
    E quem diria… meu nome do ultimo papel sorteado!!
    Sabado estarei no butantã food park! Espero vocês por lá!
    Abç
    Guzzon

    Reply
    1. Renato Martins

      É uma experiência bem diferente provar as duas cervejas, Guzzon.

      O legal é ver que essas maluquices podem dar certo… e de verdade, uma cervejaria grande não pode arriscar nesse nível, né?!?! hehe

      Nos vemos sábado!

      Abs.

      Reply
  9. Flavio Yokooji

    Fala pessoal, beleza?
    Agora vai chover e-mails de pedido de cervejas para o Cadu Zamoner! Rs. Acho que ele não sabe onde se meteu… kkk. Moro em Pirituba que é do lado de Osasco, então está fácil! Rs.
    Um problema recorrente aos cervejeiros caseiros, eu me incluo nessa, é a questão da carbonatação. Acertar o ponto é complicado. Sempre fico com receio de explodir as garrafas também (que já aconteceu).
    Legal que ganhei o chopp da Summéria. Sábado, estarei no Butantan Food Park!

    Reply
      1. Flávio Yokooji

        Pessoal, infelizmente, não pude ir. Estou com conjuntivite e não posso sair de casa. Espero uma próxima oportunidade.

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*