Duelo de Cervejas: Dum Petroleum x Wäls Petroleum – Beercast 96

By | 11 de março de 2015
Duelo de Cervejas: Dum Petroleum x Wäls Petroleum – Beercast 95

Duelo de Cervejas: Dum Petroleum x Wäls Petroleum – Beercast 95

“Ladies and gentlemen, we are live!”
“This is the main event of the evening”
“This is the moment you’ve all been waiting for”
“It’s time!”

No corner direito do octógono, temos a famosa DUM Petroleum (uma COCOA IMPERIAL OATMEAL STOUT), uma cerveja negra como o Petróleo, com adição de cacau e aveia.
Com 12% ABV e 96 IBU.

No corner esquerdo temos a não menos famosa Wäls Petroleum
Outra Russian Imperial Stout , também com 12% ABV e 70 IBU.

Confira o que achamos destas 2 cervejas e quem venceu a batalha da noite.

Cerveja DUM Petroleum

Cervejaria: DUM Cervejaria
Estilo: Russian Imperial Stout
Álcool (%): 12% ABV
Temperatura: 8-12 °C
Copo Ideal: Conhaque
Preço Varejo: R$21,50 (355 ml)

botao-comprar-cerveja (utilize o cupom: BEERCAST para 15% de desconto!)

Cerveja Wäls Petroleum

Cervejaria: Cervejaria Wäls
Estilo: Russian Imperial Stout
Álcool (%): 12% ABV
Temperatura: 8-12 °C
Copo Ideal: Conhaque
Preço Varejo: R$26,90 (375 ml)

botao-comprar-cerveja (utilize o cupom: BEERCAST para 15% de desconto!)

Links comentados durante o episódio:

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja DUM Petroleum:

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja Wäls Petroleum:

Links comentados BeerNews e leitura de e-mails:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Survivor – Eye of the Tiger
  • Survivor – Burning Heart
  • James Brown – Living in America
  • Robert Tepper – No Easy Way Out
  • John Cafferty – Hearts on Fire
  • Rocky Orchestra – Gonna Fly Now
  • Vince DiCola – War
  • Vince DiCola – Training Montage
  • Rocky Orchestra – Gonna Fly Now
  • Tihuana – Tropa de elite

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (42:35 de duração)

Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

28 thoughts on “Duelo de Cervejas: Dum Petroleum x Wäls Petroleum – Beercast 96

  1. Philip Adler

    Ótimo programa, gosto muito desse formato de batalhas!

    Na minha modesta opinião acho que a Dum é mais saborosa e encorpada, a Walls
    é uma tentativa de trazer uma pessoa que não está habituada com esse estilo.

    aguardando o próximo episódio!

    Abraços.

    Reply
  2. Elias Souza

    Essa petroleum da walls eu sempre encontro perto de casa a um bom preço, coisa de 17 reais. Além disso, vou a um bar aqui em BH chamado Staed Jever e sempre encontro os ‘chopes’ da walls. Das duas, gostei mais da Dum. Achei mais completa e condizente com o estilo. Já q estamos falando das russian, poderiam falar da Old Rasputin. Essa é minha top desse estilo.

    Prosit

    Elias Souza

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      E aí Elias? O Staed Jever é o bar da Wäls. Deve ser ótimo poder morar não muito longe dele! A Old Rasputin é nossa queridinha aqui também. Já falamos sobre ela em alguns programas, mas acho que a danada mereceria um episódio todo mesmo. Abração.

      Reply
  3. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!
    Muito bom o formato do episódio, esse modelo de embate entre brejas é legal e neste caso faz todo o sentido, afinal na teoria a formula é a mesma.
    A Wals Petroleum eu tomei logo no inicio da minha entrada no mundo cervejeiro artesanal, e gostei muito, ainda considero como uma das top 5 Imperial Stout.
    E sobre as cervejarias adquiridas, a Eisenbahn criou o concurso mestre cervejeiro e as sazonais como vocês citaram, mas a Baden tambem trabalhou nos rotulos, as Celebration Inverno (Dopplebock) e a Celebration Verão (Weiss Filtrada), a Witbier, Chocolate, 15 ano e em breve uma IPA.
    E acho que a compra da Wals pela Ambev, mesmo tendo um monte de gente com o cabelo de pé, vai ser muito bom para o mercado artesanal pois vamos começar a ter um impacto ainda maior na disponibilidade dos rótulos nos mercados.

    Abç
    Guzzon

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      E aí Guzzon!
      Também gostei do formato, acho que faremos mais vezes.
      Você tem toda a razão, esquecemos de falar a respeito das novas cervejas criadas pela Baden. Foi um investimento importante. Vamos retificar.
      Abração!

      Reply
  4. Flavio Yokooji

    Fala aí! Tudo bem?

    Ainda não tive a oportunidade de experimentar a Petroleum da DUM. Só conheço da Wals, pois nunca encontrei a da DUM. Ah, harmonização com sorvete cai bem demais.
    Acho que comentei em outro episódio da análise feita pelo próprio Murilo da DUM sobre essas diferenças. Como não tenho certeza, segue o link (novamente – ou não): https://www.youtube.com/watch?v=P454AmE-rUc

    Reply
  5. Carlos Amorim (Cervas no Ceará)

    Pô pessoal, não pude comentar antes, mas cá estou! Muito massa o episódio!! Vocês deveriam fazer mais episódios de batalha!! Sou “cabaço” em ambas as cervejas, só vi aqui na minha cidade (Fortaleza-CE) com preços bastante salgados.

    PS: Seria interessante trazer convidados para “defender” uma cerveja específica, como em um tribunal. Acho que daria uma dinâmica legal ao programa.

    Abração galera!!

    Nós citamos vocês no nosso último vídeo, quando for possível, assistam e deixem a opinião de vocês: https://youtu.be/crNUgso48hE

    Reply
  6. Diego

    Qual o site que envia cerveja mensal que foi mencionado nesse cast? Estou atrás de um bom para ampliar a coleção.

    Reply
  7. Mateus Bahis

    Já tomei as duas, não sei se foi porque tomei a DUM Petroleum no barril, mas eu percebo uma vantagem maior da DUM em relação a Wals em todos os quesitos.

    Reply
  8. Fellipy

    Fala pessoal!

    Gostei muito deste episódio e também do resultado acirrado. A Cláudia comentou que o Anselmo tem jeito pra apresentar luta de UFC. haha
    E que grito de fundo foi esse nos 9min 54s? rs
    Quanto ás duas cervejas, já as provei e acabei preferindo a Wals. Eu achei ela bem mais saborosa e mais fácil de beber do que a DUM e, assim como o Vini, não senti o gosto avinagrado quando a bebi. entretanto, percebi que ela formava pouca espuma, que se desfez rapidamente.
    Tomei a versão chope da DUM, mas honestamente eu não gostei. Achei extremamente amarga, e com uma espuma pesada, com sensação de areia no gosto. Não sei se essa sensação foi por conta do formato chope (a wals eu tomei de garrafa). Eu estou disposto a comprar uma garrafa da DUM e da Wals pra fazer esse duelo e tirar novas conclusões, pois achei estranho duas cervejas de uma mesma receita transmitirem experiências diferentes.
    Assim como o Anselmo, eu tô torcendo para que a compra da Wals possa ajudar a difundir as cervejas artesanais pelo país. A promoção do Pão Doce que teve há algumas semanas mostrou que o público brasileiro tem interesse em adquirir novas experiências.

    Um Abraço,
    Fellipy

    PS: sobre o nariz do Renato, se ele levantar a cabeça durante o vôo, ele pode ajudar o avião a fazer curva?

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Valeu Fellipy! Ajuda aí a achar uma relação entre cerveja e Astronomia. Assim ficaria bem legal de você gravar um programa com a gente! Caramba, 9m54s. Tive que abrir o arquivo do editor de áudio para entender o que vocês estavam falando. Verdade, tem um grunhido ali. Vou tentar tocar ao contrário pra ver se tem alguma mensagem oculta 😀

      Reply
      1. Fellipy

        Anselmo, tô me esforçando aqui para achar uma relação legal Por enquanto, só achei aquela cerveja que foi feita com poeira lunar. haha
        Eu tava indo pro trabalho ouvindo o podcast quando tomei um susto no bus ao ouvir o grito de fundo. Até achei que tinha sido algo no ônibus, mas depois percebi a origem.
        Com a Blue Moon dava pra ser feita porque tem um fenômeno astronômico chamado Lua Azul (quando em um mesmo mês a lua fica cheia duas vezes). Mas vou continuar procurando aqui uma cerveja e um link que pode ser associado ao tema.
        Abraço!

        Reply
  9. Luquita da Cerveja

    Fala Galera, esse início ficou show… o inglês do Anselmo ta ótimo! Rs…

    Eu não sabia que a Dum se classificava como Cocoa RIS mas de Coco ela não tem nada na minha opinião!

    Apesar da Wäls ter uma garrafa mais apresentável e parecer mais cara a Dum em SP custa muito mais que a irmã gêmea, o que é uma pena pq prefiro a Dum!

    Uma dúvida, o que é ale grito aos 9:54 minutos?

    Só pra registrar, o Gustavo é um vendido, troca o Beercast até por Itaipava rs.

    Bom é isso, um abraço!

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Pelo jeito não é só o meu inglês que está “ótimo”, né Luquita? Cocoa é Cacau e não Coco 😀 A gente tinha falado sobre isso na gravação e não sei porque o Renato cortou. Não entendi sobre o 9m54s, no meu arquivo parece bate papo normal. O Gustavo trocaria o BC até por Tubaína. Abração!

      Adendo: o Fellipy também falou do 9 e 54. Estou tocando de trás pra frente pra ver se tem alguma mensagem oculta 😀

      Reply
  10. Daniel Córdova

    Fala galera!
    O programa de hoje tá especial com essas duas maravilhas que são preferência lá em casa, principalmente a Wals, por ser mais fácil de achar, mesmo Floripa estando só a 350km de distância de Curitiba.
    Tomei uma vez só a da DUM e gostei mais dela do que a da Wals.
    Uma curiosidade sobre as cervejas é que além de ter mais IBUs, a DUM tem o processo de carbonatação diferente da Wals. Uma é por carbonatação forçada, a outra por refermentação na garrafa. Só não lembro qual é qual (acho que a Wals é por refermentação). Isso talvez explique a diferença na formação da espuma que vocês detectaram.
    E dei risada alta aqui no trabalho na hora do “o Gustavo cada enxadada é uma minhoca” hahaha um colega olhou meio assustado pra cá.
    E Renato, nos vemos lá no festival sábado!!!
    Abraço!

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Isso mesmo Daniel, a Wäls é refermentada na garrafa. Deve fazer diferença. Essa coisa da carbonatação a gente nota mais quando abre duas ao mesmo tempo como fizemos. Essas estavam diferentes. E o Beercast é isso aí, enxadada pra todo lado 😀

      Reply
  11. Vinicius Rodrigues

    Pô, duas cervejas lindas.
    Acho que a Dum realmente ganha mas por muito pouco.
    Não sabia que a Wals tinha trocado a rolha, realmente as cervejas vinham com a carbonatação zuada. Avinagrado nunca peguei.

    Resultado da luta foi justo, mas apesar disso a Wals é a que eu vou comprar hoje pq Dum é foda de achar.

    Abraço galera, parabéns pelo trabalho.

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      A DUM é difícil mesmo, Vinícius. Essa Wäls zuada que todo mundo fala nunca aconteceu comigo. As que provei estavam legais. Vamos ver o que acontecerá agora com a AMBEV. Vai lá na Barcearia?

      Reply
      1. Vinicius Rodrigues

        Mas sem dúvida.

        Na verdade, eu fui lá outro dia pra conhecer e gostei demais. Aí comentei que tinha o grupo e poderíamos fazer um encontro no bar. Então foi só encher o saco da galera pro próximo ser lá rs

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*