Clube Cerveja na Mesa – Beercast #203

By | 29 de março de 2017
Clube Cerveja na Mesa – Beercast #203

Clube Cerveja na Mesa – Beercast #203

Para o episódio de hoje, trouxemos o Renato Fernandes “Beer Hunter” do clube Cerveja na Mesa pra contar um modelo diferente.

Confira como foi esse bate-papo.

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Dead Kennedys – California Uber Alles
  • Dead Kennedys – Nazi Punks Fuck Off
  • Dead Kennedys – Too Drunk To Fuck
  • Dead Kennedys – Viva Las Vegas
  • Dead Kennedys – Moon Over Marin
  • Dead Kennedys – Halloween
  • Dead Kennedys – MTV Get Off The Air
  • Dead Kennedys – Cesspools in Eden
  • Dead Kennedys – Chickenshit Conformist
  • Dead Kennedys – Lie Detector

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (44:56 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

13 thoughts on “Clube Cerveja na Mesa – Beercast #203

  1. Andre F

    Fala pessoal!

    Belo programa e bela trilha. Gostei bastante da ideia do clube mas ficaria bem indeciso para escolher e assinar os 4 não dá.

    Outro ponto: acho a questão das assinaturas interessantes mas uma coisa que pega é o preço. Estamos falando de cervejas que custam para você 20 a 25 reais dependendo do local por causa do frete. Aí ao receber você percebe que aquelas cervejas na verdade custam 15 cada… isso me deixa meio cabreiro, pois já vi amigos recebendo cervejas em kits de assinatura que custavam metade do que ele estava pagando.

    Ok, você está pagando pela comodidade e pelo conhecimento que vem junto, afinal tem um material elaborado pelo profissional que escolheu aquelas cervejas, mas acho caro pagar 30 – 40 reais para alguém escolher as cervejas que vou beber.

    Mas realmente foi interessante ouvir sobre o trabalho que o Renato está fazendo.

    abs

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Não deixa de ter razão André.

      Talvez seja legal para quem realmente está no começo de sua vida cervejeira e necessita de uma “ajuda profissional”.
      Eu lembro que, quando comecei a beber cerveja artesanal, gastei muita grana com cervejas que não valiam a pena. Ou, que eu fiquei achando que não valiam a pena.
      Se naquela época já existissem clubes, é provável que o dinheiro tivesse sido mais bem gasto.
      Porque além de mandar cervejas escolhidas, mesmo cervejas que à primeira vista nem são tão boas, com a explicação do especialista, a coisa pode ser encarada de maneira diversa.

      Obrigado por escrever!

      Abração!!

      Reply
  2. Luquita do BeerCast

    Fala pessoal bom programa,

    Esse negócio de clube temático da bastante certo, o Beerflakes também funciona assim mas no Clube na Mesa com certeza é bem mais fácil fazer a seleção dos produtos, afinal será tudo cerveja.

    Acredito que se eu fosse assinar algum esse seria um a cogitar e eu ia sempre ficar trocando, apesar que eu acho que poderiam implementar algo mais fácil para isso.

    Bom é isso, um abraço para vocês

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala Luquita,

      Tem razão! O Beerflakes deve ser bem difícil de fazer.
      E no Cerveja na Mesa eu faria o mesmo que vc: Ia ficar vendo a seleção mais interessante e ficar mudando…
      Não sei se é a melhor solução, mas já traz uma inovação que o formato dos clubes de cerveja já vinham pedindo.

      Abração!!

      Reply
  3. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!
    Muito bom o programa… eu continuo com minha assinatura de clube e já deve ter uns 3 ou 4 anos…

    A ideia de ter mesas temáticas é muito bacana e é uma pegada que não tem ainda no mercado, e já direciona o consumidor a algo que ele tem preferência.

    Eu tenho optado por deixar chegar e ser surpreendido, se eu assinar o clube da cervejastore optarei pelo pacote misto, para ter uma de cada estilo.

    Abç
    Guzzon

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala Guzzon!

      Parabéns por mais “um dia de seu nome”! Que muitos outros venham por aí. Com saúde, disposição e cervejas boas.
      E, por falar em cervejas boas, acho que sua ideia de manter a assinatura passa por aí mesmo:
      Surpreender-se com os rótulos que por conta própria talvez não tivéssemos comprado mas que, de repente, se mostra incrível.
      Obrigado por escrever pra gente!

      Abração!

      Reply
  4. Mauro Prates

    Pôôô… De novo programa sobre Clube Gustavo Passi? Kkkk

    Literalmente clube SÓ serve pra quem não tem acesso. Até se o negócio é comodidade clube não presta. Depois que a WBeer mandou a tal 961 do Líbano eu desisti. E o preço desses clubes também é caro. Enfim…

    Muito boa a trilha hein. Vou ouvir mais isso aí.

    Pilsen é uma coisa que voltei a provar mais. Mês passado tomei as mineiras Krug, Falke e uma bem nova e pouco famosa Capitania, ambas muito boas.

    E sim Anselmo, pra galera existe IPA e mais nada. Chato isso. IPA é bom, mas variar é melhor ainda.

    Abraços

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala Mauro!

      Para quem tem tempo e lugar onde comprar boas cervejas talvez o clube não funcione. Mas pode ser legal quando vc não tem tempo e gostaria de beber sugestões de um Sommelier de cerveja.
      hahahaha… Não gostou de 961?
      Nem sempre vamos curtir todas que se recebe dos clubes. Mas pra não gostar tb tem que experimentar, né?
      Eu gosto de IPAS e gosto realmente quando tem monte de torneiras dela. E eu prefiro experimentar 2 IPAS do que determinados estilos de cerveja, que geralmente não são boas.

      Abração!!

      Reply
  5. Flavio Yokooji

    Beleza senhores? Faz tempo que não escrevo por aqui. Falta de tempo!
    Interessante como em cima de uma mesma temática é possível abrir um sub-tema onde se escolhe várias cervejas.
    O Renato Fernandes além de Beer Hunter é um ótimo fotógrafo de cervejas… rs

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala, Mr. Yokooji!

      De fato os clubes de cerveja ainda têm lenha pra queimar.
      E a proposta do Cerveja na Mesa é nova. Acho que pode dar certo sim. Sobretudo para quem está um pouco mais longe dos centro urbanos.

      Fotógrafo? Não entendi…

      Abração!!

      Reply
      1. Flávio Yokooji

        Rica, veja as fotos de cerveja e comida que o Renato posta no Instagram e Facebook. Todas ótimas.

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*