Cider Cornish Orchards Blush – Beercast #189

By | 21 de dezembro de 2016
Cider Cornish Orchards Blush – Beercast #189

Cider Cornish Orchards Blush – Beercast #189

Para o episódio de hoje, Renato Martins trouxe a Cider Cornish Orchards Blush para a mesa do Beercast.

Confira como foi esse bate-papo.

Cider Cornish Orchards Blush

Fabricante: Cornish Orchards
Estilo: Sidra de maçã c/ Framboesa
Álcool (%): 4% ABV
Temperatura: 3-4 °C
Copo Ideal: Tumbler

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Raul Seixas – A Maçã
  • Raul Seixas – Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás
  • Raul Seixas – Cowboy Fora da Lei
  • Raul Seixas – Gita
  • Raul Seixas – Quando Acabar o Maluco Sou Eu
  • Raul Seixas – Sociedade Alternativa
  • Raul Seixas – Al Capone

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (33:21 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

15 thoughts on “Cider Cornish Orchards Blush – Beercast #189

  1. Luquita da Cerveja

    Fala galera um belo programa, pena que não deu pra participar dele.

    Eu gosto bastante de Sidras e essa é bem boa mesmo, sempre quando aparecem novidades eu procuro tomar.

    As Sidras aparecem no BJCP e Untappd pelo fato que historicamente, junto com o Hidormel, essas bebidas andavam e se misturavam junto com a cerveja.

    No textos que escrevi, “Ale, Cider ou Mead”, é abordado justamente o caso das bebidas se confundirem nas histórias e registros antigos, não sendo possível a diferenciação deles até porque o termo mais comum para se referenciar as 3 era Ale… sim era tudo Ale.

    Acredito também que a similaridade delas se da pelo processo básico de produção… bota em um recipiente, cobre com água e aguarde.

    Sidras no Reino Unido são muito populares mesmo, chega quase a ser mais popular que as cervejas em certas regiões.

    O fato de a gente não ter sidra boa e barata aqui é porque a maçã não é algo que se da bem no nosso país. As maças daqui são de baixíssima qualidade, tanto é que a Sidra da Morada leva adjuntos diferentes que é para “emular” o sabor das sidras lá de fora ou em outras palavas, equilibrar o sabor de sidra Cereser que elas teriam.

    Alias vocês sabem né que a sidra da Morada se chama “Épo”… Apple em inglês… a forma de se falar!

    Há um tipo de sidra, que eu só conheço uma pessoa que faz, é a do Leo da Cervejaria Villas, onde ele mistura maçã e cerveja, fazendo o que ele chama de Sidra Asturiana. Conforme ele é receita de família e pode apostar que é bom demais, já to com 2 garrafas da edição 2016. Neste caso a maçã nacional não faz muita diferença mas fica bem perceptível no sabor.

    Enfim, acho que eu tinha mais coisas pra falar mas não lembro agora rs… sorte a de vocês!

    Feliz natal!

    Reply
  2. Afonso bsb

    Eae galera blz?

    Não sou fã de sidra, a unica que gostei de verdade foi o da morada – epo com lupulo. Ainda provei a cornish, irei prova..

    Sempre gostaria de saber o que muda na produção na sidra cereser para essas sidras mais caras…

    Seria muito interessante fazer um podcast sobre hidromel

    Esqueceu de falar que a fullers comprou Cornish Orchards .

    Acho que sempre no final do beercast tem que ter um cantoria pelos participantes hahahaha. Que dia o Anselmo volta a fazer podcast?

    Reply
      1. Afonso bsb

        Gostei do texto que vc postou aqui nos comentários, explicando principalmente o fato das maça serem ruins no Brasil…
        Uma pequena duvida, a água de agudos é o melhor para fabrica sidras? kkkkk zoa

        Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Afonso,

      O Renato comentou da compra sim, eles vão comprar o mundo todo e até o pessoal da Sidra Cereser que foi fundada em 1926. rs

      Abração,

      Gus

      Reply
  3. Haifang

    Opa.
    Pelo q eu vi no google, Perry em português seria “perada”. Se procurar perada, aparece “vinho de peras”, então acho q é isso mesmo.
    Tomei as Épo da morada e achei bem boa, principalmente a envelhecida em barril. Minha esposa gostou mais da com hibisco.
    Aqui na nossa região os bares cervejeiros normalmente tem Magners pra oferecer tbm ( sucesso entre a mulherada), em três versões: cidra, cidra com frutas vermelhas, e perry.
    Abraços e feliz natal.

    Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Cara…. as Magners … esquecemos de falar delas, no Tchê Café também é sucesso de vendas, tem gente que vem de longe pra tomar. Só lembro que a importação dela era complicada e nem sempre tinha/tem na geladeira.

      Um forte abraço e boas festas!

      Gus

      Reply
  4. Daniel Córdova

    Fala pessoal!

    Sidras aparentemente são bem populares no Reino Unido. O André Junqueira está fazendo um esforço para popularizá-las aqui no Brasil, tanto que lançou de uma vez só 3 “épo” diferentes.

    Pessoalmente acho elas bem refrescantes, mas raramente bebo. Já tomei a original da Magners, que por aqui se achava facilmente no supermercado. Agora está bem difícil achar cervejas e sidras importadas nas gôndolas, só não sei se pela alta do dólar, se por causa da Ambev/Kirin/Heineken, por pressão das cervejarias brasileiras ou tudo isso junto.

    Quando o Renato falou de Ginger Beer eu pensei que tivesse confundido com Ginger Ale, mas não, segundo o Google/Wikipedia, existem os dois. E se tá na Wikipedia é verdade!
    Ginger beer é um fermentado, geralmente não alcoólico, à base de gengibre. Enquanto que ginger ale é só um refrigerante aromatizado com gengibre (aqui no Brasil só conheço a Cini Gengibirra assim).

    Abraço e boas festas!

    Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Fala Dani!

      Eu comentei isso com o pessoal, no Tchêa Magners já foi febre e meu irmão sofria com o importador. Eu acho que tudo isso é por conta do custo, pois na épóca ela já era carinha pra manter e com preço final bem salgado.

      Falando de Refri, em sampa tem um bar que chama: Tubaína Bar, ele fica na Haddock Lobo e tem drinks à base de tubaína do sabor que você imaginar e de diversas regiões do Brasil. Arrisco em dizer que deve ter de Gengibre!

      Ow…. quando você vem pra Sampa?

      Abração e boas festa para você!

      Gus

      Reply
      1. Daniel Córdova

        Fala Gu

        Estamos adiando essa visita pra SP, mas vai rolar sim. Precisamos fazer o visto pros EUA, aí já tiramos uns dias pra dar umas voltas e visitar uns bares por aí.

        Mas pode deixar que eu aviso antes pra combinarmos alguma coisa.

        Abraço!

        Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Quero! rs

      O foda que fico com receio de parecer “Quentão” de festa junina que o Gengibre toma conta e até desentope o nariz!

      Abração,

      Gus

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*