Cervejas de Goiás – Beercast #191

By | 4 de Janeiro de 2017
Cervejas de Goiás – Beercast #191

Cervejas de Goiás – Beercast #191

Para o episódio de hoje, Anselmo Mendo trouxe as Cervejas de Goiás para a mesa do Beercast.

Confira como foi esse bate-papo.

Cerveja Colombina Poema au Chocolat

Cervejaria: Cervejaria Goyaz
Estilo: Imperial Stout
Álcool (%): 8% ABV
Temperatura: 13-15 °C
Copo Ideal: Conhaque

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Zezé di Camargo & Luciano – E o Amor
  • Zezé di Camargo & Luciano – Em Mim So Da Voce
  • Zezé di Camargo & Luciano – Entre Ele e Eu
  • Zezé di Camargo & Luciano – Eu Te Amo (And I Love Her)
  • Zezé di Camargo & Luciano – Redeas do Possante
  • Zezé di Camargo & Luciano – Quem Sabe de Mim Sou Eu
  • Zezé di Camargo & Luciano – Quem Sou Eu Sem Ela
  • Zezé di Camargo & Luciano – Pra Desbotar a Saudade
  • Zezé di Camargo & Luciano – Pouco a Pouco
  • Zezé di Camargo & Luciano – Deus
  • Zezé di Camargo & Luciano – Aguas Passadas
  • Zezé di Camargo & Luciano – A Estrela So

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (45:02 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

17 thoughts on “Cervejas de Goiás – Beercast #191

  1. Pingback: Boa Cerveja-Feira #207....Gynhattan - Beercast Brasil

  2. Ronaldo

    Só esqueceram da Templária (fábrica própria), da Lola (cigana), da MJ (cigana) e outras 🙁
    Cheers.

    Reply
  3. André Novgorodcev

    Foi muito bom ouvir esse programa, porque acabo de voltar de Brasília e dei uma passada em Piri. E ao contrário do Anselmo, eu lembrei dos meus amigos e trouxe duas da Santa Dica, a de Hibisco e a Kolsch. Usei uma bolsa térmica é rodei 1300 km com elas dentro do carro. Trouxe também um kit com 4 da Asturia e Baru. Isso tudo porque me importo com meus amigos. Kkkkkkkkk

    Vou mandar as fotos das brejas por e-mail.

    Fui visitar a cervejaria Santa Dica que estava fechada, mas o dono do café da frente me deu a dica de tocar a companhia. Daí toquei ninguém abriu e vi que tinha uma outra no mesmo imovel e acabei acordando um dos socios que mora ao lado. Fiquei muito sem graça e nem tive as caras de perguntar o nome do senhor, mas ele tinha um jeitão de alemão. Depois desse mico fui recebido muito bem pelo pessoal que estava rotulando as brejas de hibisco. Pela tempo, devem ser as que vc viu maturando.

    Em BSB tinha uma estação rodoferroviaria, que mas com o aumento do fluxo de ônibus, foi construída uma rodoviária separada. A antiga vale uma visita pois ela tem uma arquitetura maravilhosa que se revelou depois que tiraram os picadinhos criados pra atender aos ônibus.

    Sigam a dica do Afonso, a Chapada dos veadeiros é linda. Outra dica é ir de bike pra Piri. Muitos fazem isso, mas tem que ter folego.

    É nao deixem de passar na Stadt Beer em Brasília. Foi a primeira breja artesanal que tomei. Muito boa.

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Boa André!
      Excelente relato.
      Quer dizer que eu não estava tão errado quando disse que Brasília tinha uma estação “Rodoferroviária”… hehe…
      Muito legal que possamos encontrar cervejas boas por esse Brasilzão afora. E Natureza, né?
      A gente quer ir prá Europa. Mas nunca devíamos esquecer o quanto de belezas naturais guarda essa país.

      Abração!

      Reply
    2. Anselmo Mendo

      Poxa, sou o cara que mais traz cerveja para os amigos nesse programa! E aí, André, as cervejas chegaram bem depois de 1.300km e muito sol?

      Reply
  4. Kanji Iwamoto Jr

    Foi difícil ouvir o programa por causa da trilha sonora… xD

    Mas valeu! Goiás está explodindo de novas cervejarias e novos cervejeiros! Pago jabá para a Cervejaria Lola! Procurem mais brejas daqui e sejam felizes.

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Poxa… a trilha que era a parte mais legal. 😀
      Valeu Kanji, mande sempre notícias pra gente de como anda o movimento cervejeiro no Centro-Oeste.
      Abs

      Reply
  5. Luquita da Cerveja

    Fala galera, bom programa e boa estreia de 2017 com equipe completa.

    Essa cerveja da Colombina é bem interessante, inclusive tomei junto com o Anselmo quando os caras estavam no evento aqui na Barra Funda e se não me engano tomei alguma outra da marca em MG em outro evento.

    O Anselmo é o que parece que menos faz algo da vida e o que mais viaja… deve ser fortuna acumulado durante todo esse tempo de vida né? Rs… Brincadeira Anselmo!

    Enfim, fiquei mais curioso desta outra cerveja mas pelo visto só indo lá mesmo.

    Abraços

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Aaaahhh… queria eu ser esse Bon Vivant aí, Luquita.
      Verdade, a Colombina estava na Barra Funda, havia esquecido, não bebemos exatamente juntos, mas foi tu que indicou.
      Quando puder, experimente a Santa Dica, vale a pena, e converse com o Ernesto pois ele também fala alemão.
      E você esqueceu de me corrigir porque mais uma vez chamei o Alexander de Alexandre 🙁 .
      Abração Luquita.

      Reply
  6. Daniel Córdova

    Fala galera!
    Cara, fazia tempo que o programa não contava com o time completo. Bem legal, hein.
    Apesar dos perrengues pra chegar até Piri, parece que o local lá é bem bonito. Acompanhei algumas fotos pelas redes sociais do Anselmo e gostei.
    Nunca tomei nada da Colombina, mas vou ficar mais atento à ela a próxima vez que fizer uma compra pela internet.
    Quero ouvir/ler agora das férias do Anselmo no Uruguai!
    Tem uns aí que viajaram pra lá e não fizeram coluna pro blog =P
    Abraço!

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      E aí Córdova? Dá trabalho chegar lá vindo do sul, mas é uma experiência bem legal conhecer o Cerrado. A Colombina é uma cerveja que até a gente encontra aqui em SP, também tinha na Cerveja Store. Acho que fazem um bom trabalho com as misturas regionais, que parece ser uma coisa bem da “escola brasileira”. E sim, a próxima é sobre o Uruguai, mas não vou te cobrar não :D, você já escreveu muita coisa bacana pra gente 🙂 Abração.

      Reply
    1. Anselmo Mendo

      Obrigado Fabrício. Estou ouvindo agora os links que você enviou, muito boas as bandas, mas difícil perceber de onde são. Parecem universais. Essa era nossa melhor chance de ser clichê com as sertanejas 🙂 Goias é um estado cheio de coisas lindas, é fácil falar bem. Valeu mais uma vez pelas dicas. Abração!

      Reply
  7. Afonso bsb

    eae galera blz?
    Achei boa essa colombina, gosto harmoniza bem produto a base de chocolate.

    Anselmo se vc quer conhecer outro lugar de natureza perto de bsb vai para chapada na proxima. mas la tem muito lugares com bem menos estrutura que o piri, mas é mais bonito as cachoeiras…

    Na próxima vez que eu ir para piri vou tenta passar na cervejaria.

    Acabei de me cadastra na campus party… espero que consiga participa do evento

    obs: odeio pequi kkkk. Pequi ou vc ama ou odeia kkk

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Afonso, blz? Cara, quero sim visitar a Chapada, o cerrado tem locais lindos. E procure mesmo ir à Santa Dica, tente conhecer a fábrica. Dá pra ver o pessoal trabalhando na produção e beber cerveja fresca. Obrigado pela força com a Campus Party, vamos ver se a gente consegue. E Pequi, acho que o lance é esse mesmo de amor/ódio 😀 Abração!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*