Cervejaria Santo Pisa com Alessandro Pisa – Beercast #197

By | 15 de fevereiro de 2017
Cervejaria Santo Pisa com Alessandro Pisa – Beercast #197

Cervejaria Santo Pisa com Alessandro Pisa – Beercast #197

Para o episódio de hoje, Alessandro Pisa trouxe a Cerveja Aurora para a mesa do Beercast.

Confira como foi esse bate-papo.

Cerveja Aurora

Cervejaria: Santo Pisa
Estilo: Irish Red Ale
Álcool (%): 4,5% ABV
Temperatura: 5-7 °C
Copo Ideal: Pint

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Nova Dança
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Aqui pra Ele
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Beijo no Umbiguinho
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Dança da Bundinha
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Fazer Beber
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Filho de Tiquin
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Meu Carango
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Não me meta Em Confusão
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – Negra Bonita
  • Nelson Nascimento – O Rei da Pisadinha – O Poeirão Vai Levantar

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (39:09 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

13 thoughts on “Cervejaria Santo Pisa com Alessandro Pisa – Beercast #197

  1. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!

    Muito bom o programa…. e fiquei muito curioso em provar as brejas da Santa Pisa…. cervejas envelhecidas são uma vertente que tem me agradado demais…. ainda mais vendo o trabalho cuidadoso que o Alessandro tem em escolher o tipo de barril para casa cerveja.

    Vale a pena vocês indicarem os locais onde podemos encontrar as cervejas.

    Abç
    Guzzon

    Reply
  2. Luquita da Cerveja

    Fala galera, ótimo programa.

    Conheço um cervejeiro que tem uma ideia de negócio baseado somente em lotes envelhecidos em madeira, algo que se bem feito, como parece ser do Pisa, pode dar muito certo.

    Curti esse programa e acho que podem chamar ele novamente para mais papo de paneleiro e falar mais das Acervas.

    Bom é isso, um abraço!

    Reply
  3. Mauro de Souza Lima Prates Junior

    Quem liberou o Gustavo pra escolher música??? Porque não deixaram o Alessandro como sempre?! kkkk
    E porque o Gustavo estava pensando no Anselmo quando ouviu a música? Será pelo “coxa com coxa”? kkk
    Eu sempre ouvi falar que a madeira geralmente é escolhida usada na maturação para evitar contaminação, e não “apenas” para pegar o gosto do que havia ali antes… será que tem algum tratamento para evitar esta contaminação? Ou estou enganado?
    Ia comentar da Associação, mas já li que teremos outro programa…
    E por falar em American Brown Ale, tomei a Django da Verace, aqui de Nova Lima. Muito boa. Já conheceram alguma cerveja deles? Fizeram investimento enorme, e parece ser a segunda da região, atrás apenas da Backer. Sem falar da Brownie do Velhas Virgens/Invicta que tomei no bar dos caras, por indicação do Rica eu acho, que fica por conta do “Instrãgram”.
    Estou indo pra quarta brassagem… não tenho acertado a mão, mesmo com a ajuda do Rodrigo Reis via internet… o problema é que a falta de estudos e/ou alguém com mais experiência, não dá para identificar o(s) erro(s)… já que sigo a receita, faço os testes e nada kkkk mas é isso. Aos poucos estamos melhorando.
    Abraços

    Reply
    1. Luquita da Cerveja

      Verdade tem algumas Brown Ale boas, só tem que caçar. Tomei todas da Verace, como até agora são receitas de cervejeiros convidados, não teve muito erro. A German Pils deles ficou fantástica, realmente me impressionei com a qualidade, sei que a mão por trás também era muito boa.

      Acho que na vdd dependendo como vc usa a madeira, no caso de uma barrica, é mais fácil vc ter contaminação do que ao contrário.

      Reply
      1. Mauro de Souza Lima Prates Junior

        Luquita, eu não sabia que todas são receitas de convidados. Bom saber… o que importa é que estou tendo boas experiências. rs
        Ainda não provei todas, tomei além da Djnago (Brown Ale), a Syrena (IPA) e a Coração de Leão (ESB). Com tempo vou conhecendo.

        Reply
    2. Gustavo Passi Post author

      Fala Mauro….

      Prometo não judiar das trilhas sonoras nos próximos encontros rs.

      Sobre a Django, eu já recebi um ótimo feedback, o rótulo dela também é muuuito legal!

      Aguardamos uma breja sua para avaliação, vamos ver como esta essas brassagens…

      Abração!

      Reply
      1. Mauro de Souza Lima Prates Junior

        Fala Gustavo!
        Você tem a mãnha, só não repita pisadinho por favor kkkkk
        A Django eu posso falar que é muito boa sim.
        Quanto a minha produção, deixa eu melhorar a produção daí a gente dá um jeito de levar umas daqui de BH praí!
        Abraços

        Reply
  4. Guilherme Sória

    Legal! Mais um episódioestimulando nós homebrewers a melhorar a produção.

    Eu estou pensando em passar a minha mini produção pra alguma dessas panelas mais automatizadas, vamos ver se perco menos tempo brassando.

    Parabens!

    Reply
    1. Alessandro Pisa

      Fala meu caro, tudo bem? Com toda ctza o tempo ira reduzir! Mas o melhor de tudo eh a repetibilidade das receitas alem da maior precisao.
      Grande abraco.
      Alessandro Pisa.

      Reply
    2. Gustavo Passi Post author

      Fala Guilherme,

      Aproveita e já visita a Acerva da sua região pra pegar mais dicas e macetes, com certeza vem cerveja boa por aí….

      Abração!!!

      Reply
  5. Daniel Córdova

    Fala, pessoal!

    Muito legal o papo de hoje. Só faltou falar um pouco a Acerva Paulista. Fiquei curioso pra saber o que se faz de legal e diferente por lá.

    Essas cervejas dele certamente não devo tomar tão cedo, por ser de produção pequena e caseira, mas achei bem interessante o uso das madeiras. Ah, se eu tivesse espaço!

    Me identifiquei com a ideia de chamar as cervejas com nomes de deusas. Me amarro em mitologia. Uma época queria que as minhas também tivessem nomes de herois mitológicos e coisas do tipo. Atualmente cada uma que faço tem o nome de uma constelação, o que fica bem perto das mitologias e afins.

    Abraço!

    Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Dani,

      O episódio ficou grande, nós fizemos 2 episódios: um da Santo Pisa e outra só do assunto Acerva!

      Vai ter mais um…… deve sair nas próximas semanas!!!!

      Abraço,

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*