Cerveja Zalaz Zapp – Beercast #193

By | 18 de janeiro de 2017
Cerveja Zalaz Zapp – Beercast #193

Cerveja Zalaz Zapp – Beercast #193

Para o episódio de hoje, Rica Shimoishi trouxe a Cerveja Zalaz Zapp para a mesa do Beercast.

Confira como foi esse bate-papo.

Cerveja Zalaz Zapp

Cervejaria: Zalaz
Estilo: German Weizenbock
Álcool (%): 8% ABV
Temperatura: 8 a 12º C
Copo Ideal: Weizen

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Bach – Palíndrome
  • Beethoven’s 5th Symphony
  • Chopin – Nocturne op9 No2
  • Giuseppe Verdi – Marcha Triunfal de Aida
  • Mozart – Turkish March Marcha Turca
  • Mozart – The Marriage of Figaro
  • Scott Joplin – The Entertainer

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (33:44 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

13 thoughts on “Cerveja Zalaz Zapp – Beercast #193

  1. Osmar Andrade Teixeira

    Fala Pessoal!
    Só vindo aqui pra dizer que Martiataka é uma cerveja feita por eles de uma banda, de mesmo nome, de Juiz de fora (cidade da qual escrevo)!

    Enfim, gostei do podcast (primeira vez por aqui) e irei continuar a ouvir!
    Um abraço!

    Reply
  2. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!

    Provei esta breja lá do CASP em um dos últimos encontros da confraria, eu achei muito interessante a proposta de trazer uma cerveja a base de trigo mas com um teor alcoólico bem mais alto.

    Mesmo não sendo uma breja que eu tenha achado “5 tampinhas”… dei 3,5 tampinhas, acho que a proposta de inovação muito boa e deve ser incentivada, ainda mais quando dá certo… rsrs

    Abç
    Guzzon

    Reply
  3. Afonso bsb

    ótimo, podcast, gostei muito sobre as musica é a cerveja. o pod cast do trooper red foi bom tb

    Quero agradecer ao podcast, que a cada vez que escutava, gostava mais de cerveja. na sexta feira eu acabei o meu curso de sommelier intensivo na academia barbante. Foi um pouco puxado hehe

    Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Fala Afonso!!!!

      Temos um novo sommelier no ciclo de amigos é isso?

      O que acha de relatar sua empreitada em um post do tipo “Como me tornei sommelier!”, acredito que o pessoal vai curtir o caminho das pedras para o curso e como você tomou gosto para procurar ensino no ramo.

      O que acha?

      Abração,

      Reply
      1. Afonso bsb

        posso fazer sim, Achei uma ótima ideia. Vou começa afazer na próxima semana é te mando. Ok?

        Reply
  4. Luquita da Cerveja

    Fala pessoal, um podcast destes e nenhum trocadilho com Frank Zappa ou Frank zAPA? Rs…

    Desta cervejaria só tomei uma sour, essa ainda não cheguei a experimentar mas vou logo dizendo, vocês estavam com o perfil de Weiss na cabeça mas a cerveja é uma Wheat Wine uma variação de Barley Wine, assim como agora existe tb a Rye Wine.

    Então a característica de frutas vermelhas são provenientes da fermentação, já que, como o Jaime sempre diz, o Trigo não acrescenta em nada. O estilo é uma American Wheat mais parruda e isso quer dizer tb que leva uma levedura diferente das Weiss alemãs.

    Enfim, a cerveja não parece bem dentro do estilo tb mas vale a experiência e pegar outras pra experimentar, to com uma da Wals aqui.

    E não vou fazer nenhum palíndromo aqui mas dizem que se somar todas as letras deste post o resultado é um palíndromo.

    Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Fala Luquita!!!

      Frank Zappa era menino truqueiro pelo tamanho do bigode, não só podia ter rolado trocadilho como pelo menos música.

      Você tem razão. em todo episódio ficamos com as características da Weiss na cabeça.

      Abração!!!

      Reply
    2. Afonso bsb

      eae blz depois poste a sua avalia;ao dessa wals, comprei no la;amento é veio forte gosto dertegente de coco

      Reply
  5. Daniel Córdova

    Fala, pessoal!
    Esse foi um dos programas com as melhores frases de abertura. A galera estava inspirada.

    Bebi essa e mais 2 da linha da Zalaz uns tempos atrás quando assinava o Hop Hunters, se não me engano e achei elas medianas. Dei 3,5 tampinhas pra Zapp aquela vez.

    Gosto de palíndromos também, mas confesso que acho sem nenhum sentido inventar uma palavra qualquer só pra ela ser um palíndromo, tipo “opacapo”. O que significa zalaz?

    E lembro que na garrafa tinha uma mensagem do tipo “viva um momento zalaz”, o que fazia ainda MENOS sentindo pra mim, porque, o que seria um momento zalaz?

    Rachei o bico c a harmonização do Anselmo: OVO.

    Quando foi lançado o playstation 3, o controle dele se chamava sixaxis. Boa sacada. Depois foi substituído pelo Dualshock 3 e a magia se desfez.

    AbraçoçarbA!

    Reply
    1. Gustavo Passi Post author

      Eaí Dani,

      Esse episódio quase rolou um truco ao vivo também na abertura!!!

      Eu não encontrei o significado para Zalaz, encontrei no site deles o seguinte também: “Busque mais ZalaZ para a sua vida.” rs

      Eu também harmonizaria com OVO, mas somente “APÓS A SOPA”!!!

      Eu vendo games no Mercado Livre a muito tempo e nunca reparei nos controles do PS3 e por curiosidade acessei minha conta para ver as fotos dos anúncios que já vendi, encontrei alguns com a traseira “sixaxis” e foram os que venderam mais rápido, deve ter algo bom nessa versão tb.

      Pesquisando sobre palíndromos já consigo me despedir como você fez no comentário dizendo seguinte: “A CERA CAUSA SUA CARECA” Assinado: MUSSUM

      Reply
  6. Vinicius Rodrigues

    Deveras diferente uma cerveja tendo notas de Weizen e frutas vermelhas. Parece bem legal.

    Sobre a linha de moebius o Piadas Nerds tem uma piadinha no livro deles… Não é muito boa, admito:
    – por que a galinha atravessou a linha de moebius?
    – pra chegar do mesmo lado.

    Abraço galera, ótimo programa.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*