Cerveja Westmalle Tripel – Beercast 91

By | 4 de fevereiro de 2015
Cerveja Westmalle Tripel – Beercast 91

Cerveja Westmalle Tripel – Beercast 91

Hoje vamos falar da mãe de todas as tripels. Vamos saber um pouco mais das veredas que levaram a tornar popular um dos mais alcoólicos estilos de cerveja.
Você precisa conhecer um pouco mais da Cerveja Westmalle Tripel.

Confira o que achamos desta cerveja e aprecie com moderação.

Cerveja Westmalle Tripel

Cervejaria: Trappisten van Westmalle
Estilo: Belgian Tripel
Álcool (%): 9.5% ABV
Temperatura: 8-12 °C
Copo Ideal: Cálice (Trapista)
Preço Varejo: R$22,90 (330 ml)

botao-comprar-cerveja (utilize o cupom: BEERCAST para 15% de desconto!)

Links comentados durante o episódio:

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Links comentados BeerNews e leitura de e-mails:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Chuck Berry – Almost Grown
  • Chuck Berry – Carol
  • Chuck Berry – Maybellene
  • Chuck Berry – Sweet Little Rock And Roller
  • Chuck Berry – Anthony Boy
  • Chuck Berry – Johnny B Goode
  • Chuck Berry – Little Queenie
  • Chuck Berry – Jo Jo Gun
  • Chuck Berry – Roll Over Beethoven
  • Chuck Berry – Around And Around
  • Chuck Berry – Hey Pedro
  • Chuck Berry – Blues For Hawaiians
  • Raul Seixas – Al capone

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (38:16 de duração)

Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

23 thoughts on “Cerveja Westmalle Tripel – Beercast 91

  1. Felipe

    Salve galera! Muito bom esse trabalho de vocês! Curto mesmo.

    Hoje só passo aqui para uma garrafada mesmo RS

    Sobre a pronúncia do nome dessa cerveja, em uma aula no Science of Beer o Mauricio Beltramelli me disse que se fala “Vestmale” mesmo (escrevendo a pronuncia RS).

    Abraço!

    Reply
  2. Daniel Córdova

    Fala galera!
    Foi difícil de ouvir esse episódio. Comprei um fone de ouvido no aeroporto em pleno sábado tentando voltar pra casa.
    Concordo com o Rica que a Tripel Karmeliet é a melhor tripel. Uma das minhas favoritas de todos os tempos.
    E depois que ouvi a historia da levedura também respeitei mais a Westmalle.
    E nunca mais vou conseguir ouvir/falar/ler esse nome sem lembrar da piadinha do Gustavo… Veste mole, pqp hahaha
    Abraço e ótimo programa! Dei bastante risada.

    Reply
  3. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!
    Ainda não provei a westmalle tripel, mas irei colocar na minha lista de próximas cervejas.
    Sobre a trip cervejeira citada, é só marcar que eu tenho certeza de que vcs lotam no minímo uma van ou micro onibus.
    E sobre a carne de avestruz, ela não é clara na verdade é uma carne escura, um pouco mais clara que uma picanha. De fato é uma carne muito saborosa, com um sabor forte e muito pouca gordura. Por sinal, uma boa opção de servir a carne de avestruz é grelar e depois colocar azeite extra virgem por cima.

    Abç
    Guzzon

    Reply
      1. Fabrizio Guzzon

        Não preparei Anselmo, mas já provei algumas vezes, é muito boa. Saborosa e “magra”

        Abç
        Guzzon

        Reply
  4. Vinicius Rodrigues

    Perdi o raio do comentário. Vou resumir.

    Realmente não está entre as melhores trapistas.
    Mas entre as tripels, poucas chegam perto.

    Abraço galera

    Reply
  5. Paulo Habermann

    Salve galera do beercast!!!
    Ótimo cast falando de uma cerveja que, particularmente, gosto demais…como não gostar não é mesmo!?
    Curto escutar os casts degustando a mesma breja, então já passei no empório pegar uma aqui…agora é só degustar e ouvir…

    Grande abraço!!!

    Obs: A data do Delorean é 21 de outubro mesmo…:)

    Reply
  6. Flávio Yokooji

    Tenho a mesma visão que muitos beercasters, Westmalle não é uma das minhas cervejarias trapistas preferidas, mas ela tem muito valor. “Competir” com gigantes é sempre complicado. Nivelá-se MUITO POR CIMA.
    Passem um contato para eu enviar cervejas que eu fizer para vocês.

    Reply
  7. Luquita da Cerveja

    Sensacional o programa, as frases e pérolas rs.

    De fato não é a Trapista mais expressiva mas sempre uma ótima opção.

    Eu realmente penso em fazer uma cerveja chamada Westzurwellen hahaha…

    Abraços.

    Reply
  8. Derly de Lana Cordeiro

    Fala galera do Beercast.

    Depois de 6 programas sem comentar, olha ai de novo.
    Caraca mais vocês já sabem me deixar com vontade.
    E que aula de historia foi essa Rica, égua do japonês f***!!! Não conhecia esse breja, mas só por causa da aula do Rica, já ficado afim de tomar e com a sua aula fiquei mais afim ainda.

    Obrigado por sempre alegrarem minha manhã de quarta-feira.

    Ps: Anselmo, meus parabéns a arte da It’s la trappe ficou muito f***.

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Obrigado Derly!
      As trapistas são cheias de história, aí tem que caprichar na pesquisa que nem o Ricardo fez. Se encontrar a Dubbel e a Tripel por aí, experimenta que vale a pena. Abs.

      Reply
        1. Anselmo Mendo

          Hahaha… desculpe Derly! Tinha acabado de responder pro Alex e errei o nome.
          Já viajei para Manaus, mas ainda não conheço Belém. Está na minha lista.
          Se um dia vier a São Paulo, avisa para juntarmos a galera do Beercast e bebermos juntos.
          PS: Editei minha mensagem anterior pra não parecer tão maluco 😀

          Reply
    2. Ricardo Shimoishi

      Valeu, Derly!

      A gente sempre tenta fazer um episódio legal. Mas a história da Westmalle ajudou bastante.
      E seus elogios me deram até saudades da sala de aula!

      Forte Abraço!

      Reply
  9. Alex Rodrigues do Nascimento

    “Há males que vêm para o bem, principalmente os que vêm do oeste” – Mendo, Anselmo.

    Cravou um clássico… vai ser difícil superar essa frase de abertura!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*