Cerveja Wals Petroleum – Beercast #37

By | 22 de janeiro de 2014

Download deste episódio em “.zip” clique aqui.

Cerveja Wals Petroleum

Cerveja Wals Petroleum

No episódio de hoje batemos um papo com Marcio Beck do blog A volta ao mundo em 700 cervejas para comprovar que o Brasil é auto-suficiente na produção de cerveja artesanal.

Trata-se de uma parada obrigatória em Minas Gerais para provar a Cerveja Wals Petroleum.

Cerveja Cerveja Wals Petroleum

Cervejaria: Cervejaria Wäls
Estilo: Russian Imperial Stout
Álcool (%): 12% ABV
Temperatura: 12% ABV
Copo Ideal: Conhaque
Preço Varejo: R$14,00 ~ R$20,0

Avaliação da Cerveja Wals Petroleum
(Crie seu perfil e avalie também esta cerveja no Brejas.)

História da Cervejaria Wals

A Cervejaria Wäls nasceu a partir da idéia de fornecer cervejas para um consumidor exigente. Em novembro de 1999 o sonho começou a ser realizado. A região turística da Pampulha em Belo Horizonte foi então escolhida para ser palco da nossa bela história. Produzimos obras de arte que também podem ser chamadas de cervejas especiais. Nossa linha de produtos é inspirada nas tradicionais escolas cervejeiras Belgas – Tchecas. Ousamos, inventamos e acreditamos. Este é o espírito Wäls.

Links comentados durante o episódio:

Confira a nota dos Beerquesteiros para as Cerveja Wals Petroleum:

Marcio Beck (5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_ok

Anselmo Mendo (4,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada

Gustavo Passi (4,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada

Rica Japa (3,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada

Trilha Sonora

  • Django Reinhardt – Les yeux noirs
  • Audioslave – Like a Stone
  • Black Keys – Your Touch
  • Radio Head – Creep
  • Dishwalla – Charlie brown’s parents
  • Gogol Bordello – Alcohol
  • Blues Saraceno – If you believe
  • Kassabian days – Are forgotten
  • Semisonic – Secret smile
  • White Stripes – Seven Nation Army

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (38:01 de duração)

34 thoughts on “Cerveja Wals Petroleum – Beercast #37

  1. Pingback: O Cervejonalista – Beercast #156 - Beercast Brasil

  2. Pingback: IPA, o dossiê! – Parte 2 - Beercast Brasil

  3. Thiago Finardi

    Gostei muito do episódio, ainda mais pelo fato de se tratar de uma excelente cerveja nacional. Fico contente com a excelente qualidade das cervejas fabricadas pela Wals, e principalmente por esta em questão. Estou com uma aqui para fazer uma degustação. 🙂

    Abraço!

    Reply
  4. Félix

    Apenas como informativo existe uma cerveja chamada Tokyo Black Verizon que é a combinação de 3 cervejas distintas de 3 cervejarias diferentes: Nogne + Brewdog e Mikkeller.

    Pode ser considerada uma cerveja única e especial principalmente pelo seu preço salgado (em torno de R$150,00/garrafa de 330ml) é uma pedida obrigatória para os apreciadores de Imperial Stout.

    Link no ratebeer: http://www.ratebeer.com/beer/brewdog–nogne-o-mikkeller-black-tokyo-horizon/137813/

    Tive a oportunidade de provar esta maravilha por conta de um amigo que ganhou e resolveu provar junto comigo por saber que gosto.

    Saudações cervejerias

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Ô Felix, nenhuma cerveja de R$ 150 pode ser uma “pedida obrigatória”, se não estaremos perdidos :D. O que você achou, muito melhor que outras Imperial Stouts? Esse teu amigo merece um lugar especial no ranking dos camaradas, heim?

      Reply
  5. Flávio Yokooji

    Ótimo episódio para uma ótima cerveja. Só um ponto a acrescentar sobre o assunto: Creio que a Petroleum não é uma cerveja para apresentar aos “não iniciados”. Provavelmente, eles irão se assustar com a potência da cerveja por não conseguirem interpretar algumas de suas características.

    Reply
  6. Vinicius Rodrigues

    Tô começando em cerveja especial agora, não me xinguem se falar besteira rs
    Tava procurando a Petroleum fazia um tempo e pude degustar ontem por coincidência.

    Senti mais café que chocolate também e algo de caramelo.

    (agora a parte de não me xingarem) Me lembrou bastante a Young’s Double Chocolate.

    Reply
    1. Renato Martins

      Fala Vinicius!

      Legal que já esta começando com cervejas tão legais como essa, como o Flávio disse, essa é uma cerveja difícil para quem ainda não esta acostumado.

      Em relação a “falar besteira”, não se prenda a nada… pois cada pessoa vai ter uma percepção diferente da outra, o que importa na realidade é a cerveja te fazer bem e você curtir o momento.

      Você pode ter achado elas parecidas pelo fato de ambas utilizarem maltes torrados, e nesse ponto elas podem lembrar chocolate ou café… mas tem alguns pontos que diferenciam bastante, como o corpo… a percepção do álcool… o próprio caramelo que você comentou… nos detalhes percebemos que cada uma tem um toque especial.

      Isso é o grande lance de beber cervejas diferentes, nunca uma vai ser 100% igual a outra.

      Grande abraço e bem vindo a esse maravilhoso mundo das cervejas!
      Renato Martins

      Reply
  7. Alexandre Gorgulho

    Fala pessoal!
    Porra! Foi uma ótima escolha pro cast!

    Gosto muito de cervejas escuras e a Petroleum é uma puta cerveja! É daquelas que parecem uma refeição… vc fica bem satisfeito quando acaba.
    Lembro a primeira vez que tomei, daquela cor e densidade próprias dela. Foi uma experiência bem diferente e me conquistou antes do primeiro gole.

    Não posso falar mal da Saison de caipira porque ainda não experimentei… não é um estilo que eu gosto muito. Mas a qualidade das outras é inegável e tem sempre lugar garantido lá em casa…

    Abraço pra vocês!

    Reply
    1. Renato Martins

      Verdade Alexandre,

      A maioria das pessoas gosta dessa breja e tem ótimas recordações. Vou te falar que outro dia bebi com um amigo um kit com 3 da Wals, a Saison (que não achei nada demais)… já a Trippel e a Petroleum são excelentes… não tem o que falar.

      grande abraço
      Renato Martins

      Reply
  8. Luquita da Galera

    Fala galera,

    Essa cerveja é DUM caralh* rs… Primeira vez que tomei foi numa noite de bebedeira em casa, deixei pro final e não aguentei, pois é bastante pesada também.

    Só achei estranho a espuma ter sumido rápido assim, lembro que das vezes que tomei persistia e muito.

    Acho incrível como ela é viscosa e suja o copo que é uma beleza.

    Sobre cerveja da Wäls ruim, vc não tomaram a 65 anos do Pão de Açúcar né? Rs…

    Abraços e obrigado mais uma vez pelo apoio ao encontro!

    Reply
  9. Rafaela Ivo

    Incrível como Minas Gerais tá investindo na área da cervejaria artesanal, que bacana! Agora, além da arquitetura e da beleza natural, tenho mais um motivo pra fazer um tour por MG hahaha
    Achei ela um pouco cara pra ser 375ml, mas pôxa, é uma “cerveja de petróleo”, vale a pena \o/
    Mas cara, 12% de teor alcóolico é algo que eu ainda preciso experimentar, acho que até agora a cerveja com maior teor alcóolico que experimentei é de 8%, e foi uma IPA.
    Fiquei realmente curiosa com essa cerveja, preciso ir em Minas!

    Agora vou contar uma história engraçada pra vocês: estava eu tirando a louça do escorredor e aí fui puxar uma panela e crash! Vejo que um copo de vidro quebrou. Quando fui olhar, era meu mini caldereta da Cervejaria do Farol, meu fiel companheiro pra beber IPA. Na hora fiquei com muita raiva, por que o copo não era pra estar ali, foi minha colega de casa que usou. Só que porra, tu não usa um copo de cerveja se não for pra beber cerveja (e não era) e aí fiquei com raiva. Logo depois, comecei a pensar: “Caramba, agora vou ter que ir no Farol de novo pra arrumar outro caldereta pra mim… Pera, perfeito! Essa é a desculpa perfeita pra ir beber no Farol novamente!” e aí passou a raiva, fiquei bem feliz e agora tenho mais um motivo pra ir visitar a fábrica hahahaha

    P.s.: quero a cerveja do Pavê de Caneco! Beijão!

    Reply
    1. Luquita da Galera

      Rafael, quando quebra um copo sempre é uma dor no coração!

      Agora sobre os preços, vai se acostumando por enquanto… Ela até que tem um preço bom ainda viu rs.

      Reply
      1. Rafaela Ivo

        Que é isso, rapaz, sou bebum, mas ainda sou mulher UHSUHAUHUAHAUHU

        Eu me acostumei com preço de cervejas, meu salário de estagiária é que não curtiu hahaha

        Reply
    2. Anselmo Mendo

      Olha o Luquita mudando o gênero da Rafaela, hahaha.
      Realmente, MG é a terra dos bebuns. A Petroleum é um pouco cara mesmo, mas vale o investimento. Que vacilo, como você deixa seu copo de cerveja dando mole pra alguém beber água?!? Tem que ficar naquela prateleira com o aviso “Não Mexa!”. Mas pra ser sincero, agora até eu tô com vontade de beber cerveja no Farol. Bjs.

      Reply
      1. Rafaela Ivo

        Agora eu tô pensando sinceramente em fazer isso, vou comprar um armário ou cristaleira só com meus copos… assim que der! hahaha

        Reply
      1. Rafaela Ivo

        Quem dera! hahaha
        Sou que nem vocês, faço propaganda não patrocinada!
        É que é um lugar bacana, perto de casa, e aqui mesmo na minha cidade tem chopp deles no meu pub preferido 🙂

        Reply
  10. Guilherme (Buteco do Ferreira)

    Queria dizer que essa breja dispensa comentários, mas aqui estou eu comentando rs

    Essa cerveja foi uma puta surpresa pra mim. Tomei logo no começo quando estava começando a fazer os videos pro Buteco e imaginava que a breja era leve e docinha… ai surgiu uma paixão por Stouts mais alcóolicas como as Petroleum (vide Dum Petroleum também).

    Daria 5 tampinhas pra ela e tenho sempre na geladeira!

    Abraço e parabéns pelo cast galera

    Guilherme

    Reply
    1. Gú - Beercast Brasil Post author

      Grande Guilherme,

      Essa merece mesmo suas tampinhas, recebemos e-mails de ouvintes dizendo a mesma coisa e que foram surpreendidos.

      Aguardamos você no A Pint With The Queen no Metropolitan.

      Forte Abraço,

      Cheer!

      Reply
  11. Luís Loureiro

    Taí uma cerveja que estava MALUCO pra experimentar, e tive a oportunidade de beber ela no Mondial junto com o Renato! Adoro cervejas Stout e escuras em geral! E achei essa cerveja SENSACIONAL! E com isso digo logo que necessito experimentar a cerveja de vocês! Como já falei no Facebook, frete por minha conta! ahhahaaha
    Abraço!

    Reply
      1. Julio Oliveira

        Renato, Acho que a briga já está instaurada…rrsrsrs Se vocês fizeram uma receita normal de 20 litros que teve um bom rendimento, deve ter saído umas 33 garafas.
        Para o tanto de pessoas que estão querendo um exemplar e retirando as que vocês já tomaram……Fudeu! Vai dar briga….rsrsrsrs

        Reply
    1. Gú - Beercast Brasil Post author

      Luís,

      Com certeza a petroleum é coisa fina!

      Sobre a nossa cerveja, aguente só mais um pouco que estamos pensando numa forma de todos os ouvintes conseguirem provar nossa cerveja.

      Um forte abraço,

      Cheer!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*