Cerveja O Manifesto Session Abbey com Jacqueline Lemos – Beercast #55

By | 28 de maio de 2014
Cerveja O Manifesto Session Abbey com Jacqueline Lemos – Beercast #55

Cerveja O Manifesto Session Abbey com Jacqueline Lemos – Beercast #55

Neste programa, o Beercast entra no assunto “Arte & Design” para saber um pouco do que está por trás da confecção de um rótulo e reuniões de pauta para uma revista de cerveja. Conversamos tudo isso com Jacqueline Lemos, designer do clube de cervejas Have a Nice Beer e responsável pela direção de arte da revista Last Call For Beer. Participa também o Rafael Borges, sócio-fundador do clube.

Esse papo foi muito bem acompanhado pela cerveja “O Manifesto Session Abbey”, feita especialmente pelo Have a Nice Beer com a colaboração de  3 cervejarias + 3 cervejeiros nacionais + 3 cervejeiros internacionais.

Prepare seu lápis de cor e papel e curta conosco mais um programa especial!

Cerveja O Manifesto Session Abbey 300ml

Cervejaria: Especial Have a Nive Beer
Estilo: Belgian Dubbel
Álcool (%): 3.8% ABV
Temperatura: 5-7 °C
Copo Ideal: Tulipa
Preço Varejo: R$21,40

 Links comentados durante o episódio:

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja O Manifesto Session Abbey :

Jacqueline Lemos (4,5 de 5)  tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_ok
Rafael Borges (4,5 de 5)  tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_ok
Anselmo Mendo (4,0 de 5) tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_ok
Gustavo Passi (4,5 de 5) tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada

Download

Trilha Sonora

  • Beyonce – Drunk In Love
  • Bob Dylan – Like a Rolling Stone
  • Bob Dylan – Song To Woody
  • Carole King – It’s Too Late
  • James Taylor – Fire And Rain
  • James Taylor – You’ve Got A Friend
  • Lou Reed – Perfect Day
  • Lou Reed – Walk On The Wild Side
  • Neil Young – Rockin’ in the Free World
  • Van Morrison – Brown Eyed Girl

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (42:42 de duração)

Avalie abaixo quantas tampinhas estas cervejas merecem.

26 thoughts on “Cerveja O Manifesto Session Abbey com Jacqueline Lemos – Beercast #55

  1. Flávio Santana

    Obrigado Beercast estou acompanhando o podcast de vc´s e um mundo novo se abre para mim agora. Goiânia – Goias.

    Reply
  2. Luquita da Galera

    Fala galera,

    Poh nesse programa me senti um peixe fora d’agua pois é um assunto do qual não entendo nada… tirando a cerveja rs.

    Mas foi bem legal sim, se alguém quiser fazer um novo rótulo para o Troll Hidromel a um preço camarada e algumas garrafas é só falar comigo hhahahaha…

    Abraços

    Reply
  3. Luiz Felipe Maia

    esse programa merecia não ter apenas audio, mas imagem também.

    tive que ficar imaginando os rótulos e ilustrações da Jacqueline. Vou ter que esperar chegar em casa para ver, pois aqui no trabalho quase tudo relativo a cerveja é bloqueado. O site de vcs é uma exceção! Ou os bot ainda não associaram o site, ou temos um fã na TI.

    Saudações

    Reply
  4. Vinicius Rodrigues

    Já tive muito preconceito com designer… pensava “como alguém tem coragem de cobrar pra desenhar?”
    Pelo que o Anselmo falou os editores estão com uma ideia parecida, não querendo pagar ilustradores lol
    e juro que não penso mais assim, aprendi que designers fazem muito mais que desenhar hahaha

    De cerveja Saison, provei a Cayarí na Cervejaria Nacional e é muito legal.

    Dessa cerveja e do tema do programa não manjo nada… então vou deixar o comentário por aqui.

    Abraço, parabéns pelo programa.

    P.S. Pô Renato, faz meses que twittei pra vocês para falarem da Schneider kk

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Não é bem que editores não querem pagar ilustradores Vinícius, mas sim que a ilustração nem sempre é a primeira opção no mercado editorial. Apesar dos preços estarem em baixa, já que tem muito ilustrador por aí hoje em dia. Sobre “porque se pagaria alguém pra desenhar”, a gente sempre acha que trabalho tranquilo é aquele que não é o nosso. Tinha uma moça que fazia faxina aqui em casa há um tempo. Ela me viu sentado em frente ao desktop e mandou, “moleza esse seu emprego heim? Só apertar uns botões e o computador faz tudo pro senhor”. Aí eu respondi, “sabe que você tem razão, e levando pra esse lado, acho que hoje no final do dia vou dar o seu pagamento para o aspirador de pó” 😀

      Reply
  5. Jairo Tx

    Parabéns pessoal, cast muito bom, e a algum tempo espero um que fale de parte gráfica na indústria cervejeira.
    Trabalho com ilustração e diagramação, então, da pra ver que o cast é uma recompensa (e em breve espero desbravar o caminho dos rótulos). A HNB é uma revista extremamente caprichosa no seu visual e com um conteúdo de 1ª, parabéns a Jaque pelo seu trabalho.
    Como dica pra pauta (afinal vcs pediram) ia ser legal se falassem sobre a questão tributária, afinal muita gente acha que cerveja artesanal é cara pq é artesanal (já fui gerente em restaurante especializado em carta de cerveja, e se escuta muito isso). E seria legal vcs usarem esse veículo pra difundir a questão.
    Abraço e boa jornada!

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Valeu Jairo, é pessoas como você que a gente tentou agradar neste programa. O ambiente gráfico que envolve a cerveja é bem interessante e vasto. Valeu pela dica de pauta, essas questões legais (mesmo quando o tema não é muito legal 😀 ) interessam a gente e boa parte do nosso público. Abração.

      Reply
  6. edney cavic

    Saudações…

    Sou de Curitiba, aqui podemos pegar uma cerva direto na bodebrown e pagar 15 reais o litro, isso com o growler.

    Falando de rótulos… a Blanche de Curitiba e a Cara Preta da Bode tem as ilustrações elaboradas por mim, o rótulo é do Rafael David, dá uma olhada aqui:

    http://midauma.blogspot.com.br/2012_04_22_archive.html

    http://midauma.blogspot.com.br/2012/08/ilustra.html

    Aproveito para divulgar meu blog que tem como conteúdo ilustrações e informações sobre a bebida mais nobre do Brasil, a vulgo Cachaça. Confiram: http://midauma.blogspot.com.br/

    Faço cerveja na panela, no blog também tem alguma coisa das minhas produções.

    Abraço a todos!

    © 2014 Microsoft Termos Privacidade e cookies Desenvolvedores Português (Brasil)

    Reply
    1. Jacqueline Lemos

      São muito legais esses rótulos, principalmente o da Blanche de Curitiba! Parabéns!

      Reply
    2. Anselmo Mendo

      E aí Edney? Que inveja de você por poder pegar as cervejas da Bode Brow a esse preço! Parabéns pelas ilustras, ficaram bem bacanas. Pelo jeito você manja bastante também de cachaça, esse lance de fotografá-las com LPs de fundo é uma ótima sacada.

      Reply
  7. Diogo

    Coé galera!

    Excelente tema para o programa! É inegável a importância de um bom rótulo para o sucesso da cerveja. Na minha opinião, a degustação começa justamente pelo conjunto rótulo, garrafa e porque não, chapinha, afinal, é por onde estabelecemos o primeiro contato com a cerveja. Confesso já ter escolhido qual breja comprar pela garrafa … por favor não me considerem fútil por isso rsrs o fato é que quando vejo uma garrafa bem trabalhada, com um rótulo diferenciado, automaticamente tenho a sensação de ser um produto feito com cuidado e atenção, e o contrário também é válido!

    A propósito, falando sobre essas “peças de apoio”, não me lembro de ouvir vocês comentando sobre copos! É mais um item que conta muito na impressão que tenho sobre uma cerveja, não apenas pelo apelo visual, o copo certo ajuda na formação adequada de espuma e, mais ainda, inclui mais um sentido na história , o tato! Taças, canecas, tulipas, etc, dão sensações diferentes de pegada e também do contato com a boca, sensações essas que podem combinar mais ou menos com a cerveja!

    É isso aí!! Valeu!

    PS: Foi mal aí se o “paulistada” soou depreciativo hehe

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      E aí Carioca! Hahaha… que é isso, claro que pode nos chamar de paulistada (mas de mineirada, não, por favor :D). Teremos um surpresa com relação a copos muito em breve.

      Reply
  8. Fabrizio Guzzon

    Salve galera,

    Mais uma vez vocês tomam uma exclusiva do HNB que esta na minha geladeira e eu ainda não provei… rsrs
    Mas estas sessions beer estão ganhando espaço, como se uma nova leitura dos estilos reduzindo o alcool e buscando maior drinkability para a cerveja.
    E os rolutos das Mikkellers distribuidas pelo HNB foram fantásticos, tanto que tenho as garrafas guardadas em casa.
    E usar a cerveja como ponto em comum para tratar de temas como ilustração, mercado, eventos e afins é uma ótima sacada!
    Abç
    Guzzon

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Guzzon! Experimenta lá e depois diz o que achou. E é o que você disse, a ideia aqui é tentar relacionar cerveja com diversos temas. Abração!

      Reply
  9. Nicolas Gomes

    Ja fui sócio de alguns clubes de cerveja, ja cheguei a assinar 4 clubes ao mesmo tempo, mas depois de um bom aprendizado sobre cervejas fiquei apenas com o HNB e um dos motivos para isso é pela revista LastCall! e claro as cervejas exclusivas que costumeiramente aparecem aos socios.

    A sugestão do Wolf para entrevista é sensacional. Sempre acompanho os videos dele, e gosto muito do estilo dele comentar sobre o assunto cervejeiro.

    Um abraço galera!

    Reply
  10. Luis Loureiro

    Não consegui o primeiro comentário mas isso é o de menos, sempre que possível acho interessante a abordagem nos rótulos, algo que muitas vezes chama nossa atenção mas passa despercebido em suas pequenas nuances. Trabalhei muitos anos na área de ilustração e design antes de ir pra área de arquitetura, e digo que pessoas que valorizavam a ilustração era algo muito raro. Muitas das empresas que trabalhei procuravam um “carinha pra mexer no photoshop e corel” e ignoravam por completo o fato de eu já estar em uma faculdade da área, de eu já ter um estudo…Lógico que sempre há exceções, e conheço alguns Diretores de Arte que tentam a todo custo utilizar uma ilustração para valorizar os jobs. E isso eu acho super pertinente, uma arte própria, seja ela uma ilustra, seja ela uma arte no photoshop, dá um levante maior pra algumas peças que merecem destaque como rótulos de cerveja, que tem que saltar aos olhos do consumidor na prateleira.
    Ainda não ouvi o episódio pra variar, sempre comento primeiro né! hehehe Depois eu volto com mais comentários, dessa vez sobre o episódio! Abraço galera!

    Reply
  11. Eduardo Arpassy

    PQP! Que surpresa gostosa que tive, esperando ouvir um cast esperando ser sobre cerveja e o mesmo ser sobre minha profissão. Sou DA/Ilustrador, e cerveja e desenhar são minhas duas maiores paixões. O trabalho da revista do Have a Nice Beer sempre me chamou a atenção não só pelas ilustrações mas pela diagramação, direção de arte, enfim o conjunto completo. Só de ouvir suas referencias, já da para entender o porquê.

    Me empolguei bastante quando vocês falaram sobre o Petit, que sempre foi uma referência pra mim, infelizmente perdemos nosso P da DPZ ano passado, já li seus livros “Propaganda Ilimitada” e o citado “Marca” e recomendo fortemente para quem não leu. Invejo muito a Jacqueline por ter tido a honra de trabalhar com essa grande referência que foi Petit.

    Por fim, em defesa dos Diretores de Arte, venho dizer que sempre sou a favor de colocar ilustrações nos Jobs (não só as minhas), o que acontece muitas vezes, é que vivemos numa época onde a maioria dos clientes nem dão prazo, ou verba, e quando tem isso muitas vezes não querem ilustrações muitas vezes por preconceito, é uma merda.

    Um grande abraço, e continuem sendo excelentes!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*