Cerveja Dogma Rizoma – Beercast #166

By | 13 de julho de 2016
Cerveja Dogma Rizoma – Beercast #166

Cerveja Dogma Rizoma – Beercast #166

Para o episódio de hoje, Rica Shimoishi convidou Leonardo Satt da Cervejaria Dogma pra falar da Rizoma: a mais bem avaliada cerveja brasileira no aplicativo cervejeiro Untappd.

Confira como foi esse bate-papo.

Cerveja Dogma Rizoma

Cervejaria: Cervejaria Dogma
Estilo: Imperial / Double IPA
Álcool (%): 8.3% ABV
Temperatura: 5-7 °C
Copo Ideal: Pint

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Raul Seixas – Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás
  • Raul Seixas – Cowboy Fora da Lei
  • Raul Seixas – Por Quem Os Sinos Dobram
  • Raul Seixas- O Dia em que a Terra Parou.
  • Raul Seixas – Trem das Sete
  • Raul Seixas – Gita
  • Raul Seixas – Maluco Beleza
  • Raul Seixas – Profecias
  • Raul Seixas – Quando Acabar o Maluco Sou Eu
  • Raul Seixas – Sociedade Alternativa
  • Raul Seixas – Sapato Trinta e Seis
  • Raul Seixas – Al Capone
  • Raul Seixas – Mosca na Sopa

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (55:34 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

27 thoughts on “Cerveja Dogma Rizoma – Beercast #166

  1. Felipe Côrtes

    Excelente trabalho, como sempre. Estava voltando do trabalho quando ouvia o episódio e deu uma vontade muito grande de beber essa cerveja. Mesmo sendo 21h saí pelos empórios especializados procurando e nada de encontrar. Cheguei em casa e procurei Cerveja Store e nada também…
    O Leonardo comentou que a Dogma tem distribuição em Brasília. Seria possível indicar as lojas ou bares em que posso encontrar?

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Olá Felipe,
      Conversei com o Leonardo Satt e ele passou o nome destas revendas em Brasília: Santuário, I Love Beer, PIVO e Point Do Cervejeiro. Depois diz se encontrou. Abração!

      Reply
      1. Felipe Côrtes

        Valeu, Anselmo!
        A “I Love Beer” terá ela em chopp no final da próxima semana. Estarei lá com certeza. Nos demais pontos ela já está esgotada, infelizmente.
        Abraços e continuem com o bom trabalho!

        Reply
  2. Andre F

    Mais uma vez belo episódio.

    Informações muito interessantes sobre a diferente percepção de amargor de acordo com o corpo.

    O problema que vejo é o preço. Não consigo me empolgar com uma cerveja que custa 30 e tantos a lata. Entendi as justificativas do Leonardo sobre a quantidade de lúpulo e tudo mais, mas não pago esse valor em uma IPA.

    Sobre o maracuja, na hora que falaram veio à minha mente a my name is Zé, o que diminuiu ainda mais a possibilidade de pagar o preço pedido.

    Enfim, vai de cada um e entra naquela discussão do grande Marcussi sobre o valor das cervejas brasileiras que reverberou tanto pelas internets.

    Ah, e podem xingar mas NÃO toca Raul!

    Abs

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala André!

      Obrigado por enriquecer essa discussão.
      Eu tb acho caro: caríssimo pagar mais de R$30,00 num cerveja. É claro que gostaríamos que fossem mais baratas.
      Mas, na minha opinião, não dá pra comparar a Rizoma com a “My name is Zé”. Ambas são boas, mas num nível bem diferente. O NE IPA é outro estilo de cerveja, que ainda não vemos com frequência e que surpreende quem não conhece o estilo.
      Tb acho a Westleteren xii caríssima. Cara mesmo! Mas pra quem gosta de cerveja é uma experiência que não dá para deixar passar. O mesmo com a Rizoma. Num nível de “caro” bem mais acessível. Tanto que todos os lotes que os caras lançam esgotam rapidamente.
      Aliás, vc sabia que a “Head Topper”, considerada a melhor DIPA do mundo (e do mesmo estilo da Rizoma), chega a ser vendida no Brasil a R$130,00 a latinha ? Muitas vezes mais cara que a Westvleteren xii.

      Concordo bastante com as opiniões de Marcussi, mas nesse caso, pela inovação, a Dogma vive “Céu de Brigadeiro” porque fazem realmente uma cerveja diferenciada e que vai ter comprador, mesmo a mais de R$30.

      E vc não gosta de Raul? hahaha… Gosto é gosto!
      Saúde e um Forte Abraço!

      Rica

      Reply
  3. Luquita da Cerveja

    Fala pessoal, ótimo programa mesmo e ainda com essa fera ai que é o Leo.

    Foi bem interessante ele apresentar pontos mais técnicos. Uma fato legal é que o Leo não ouvia podcast antes de gravar da primeira vez com o Beercast, depois disso passou a ser um ouvinte de vários.

    Eu tinha um pouco de preconceito com o valor da lata, mesmo a Hop Lover sendo minha IPA nacional favorita. Agora vou esperar o novo lote que ta pra sair e garantir a Rizoma e a Citra Lover.

    Abraços

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala Luquita.

      De fato o Léo realmente entende da matéria. E ele comentou comigo isso dos podcasts. Muito legal trazer mais gente pra essa midia.
      Os novos lotes da Rizoma (e a Citra Lover) devem chegar hoje às lojas.
      #corrão

      Reply
  4. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!
    Muito bom o programa.
    As informações mais técnicas dadas pelo Leonarda, principalmente a respeito da medição de percepção de amargor foram muito legais, são informações de cunho mais técnico mas que trazem muita riqueza para este debate de amargor.

    Eu estou atrás da Rizoma para provar a algum tempo e não achei ainda…. quero ver se consigo pegar algum lugar que ficou com um final de lote ainda disponível.

    Abç
    Guzzon

    Reply
      1. Fabrizio Guzzon

        Luquita, falei com o pessoal do La Maison e deve chegar mais uma leva esta semana… já pedi para reservarem uma para mim

        Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Isso mesmo Guzzon!

      Muito legal essas novas técnicas que trazem novas sensações gustativas relacionadas ao amargor.
      A Rizoma é realmente incrível!
      E os novos lotes chegam hoje às lojas.
      É pra correr pq imagino que não vai durar.

      Abração!!

      Reply
  5. Chaval

    Tem um hype enorme por causa da marca, da variação do estilo e por ter esgotado o primeiro lote muito rápido… eu só consegui do segundo lote. Mas tentando abstrair e olhando friamente, ainda assim a cerveja é top de verdade. A minha IPA nacional predileta era a Hop Lover, agora junto com a Rizoma e aguardando ansiosamente a Citra Lover.

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala Chaval!

      Acho que a “hype” não é por acaso. Os caras realmente tem uma grande preocupação com a qualidade dos produtos que vendem.
      O foco dos caras são as IPAS. E quando falamos desse estilo na Dogma estamos falando de produtos de alta qualidades. É claro que uma Sculpin ou uma Punk tb são cervejas incríveis, mas se for pra tomar aqui no Brasil não dá para comparar com a Rizoma ou a Hop Lover (que tomei essa semana): São absolutamente sensacionais!
      Hoje chegam os novos lotes, heim?! Fica ligado.

      Abração!!

      Reply
  6. Afonso

    Ótimo Podcast.

    Primeiramente tenho que falar que a “cafuza” é uma das minha cervejas preferidas, mesmo chegando aqui em brasília sem cadeia refrigerada (acho que a unica que chega brasília em cadeia refrigerada é a perro libre) .

    Tive a oportunidade na minha ultima viagem em SP de beber a rizoma. Pelo fato de fizeram a grande propaganda desse sub estilo “new england IPA” eu pensava que iria beber algo surreal rs, mas não deixa de ser uma boa cerveja

    Reply
    1. Afonso

      quase esquecendo, a cerveja que me surpreendeu que veio nesse laçamento em cervejas em latas, foi a “cat in the box”

      Reply
      1. Ricardo Shimoishi

        Ae, Afonso.

        Olha que engraçado, né?

        Percebi que vc não se empolgou muito com a Rizoma. E eu justamente a mesma coisa com a “Cat in the Box”. Não que eu a tenha achado ruim. Mas a RIS do Rodrigo Reis, por exemplo, pra mim foi muito mais surpreendente.

        Do meu lado, fiquei tão encantado com esse tal do “New England IPA” que já estou atrás de outras no mesmo estilo.

        haha…

        Abração !

        Reply
        1. Luquita da Cerveja

          Eu to com medo de tomar a Cat in the Box e me decepcionar, pois tomei na época da fabriquinha no Jaraguá e já me falaram que de longe não é a mesma coisa.

          Reply
  7. Daniel Córdova

    Fala pessoal!
    Muito bom esse programa! O Leonardo mesmo que rapidamente dá umas informações bem legais sobre processo de produção, coisas bem específicas.
    Seria legal ter alguém com esse tipo de experiência dando essas dicas pro pessoal que faz cerveja em casa.
    Já usei o Citra em uma cerveja minha e ela ficou bem maracujá também, isso que o Rica comentou. O Mosaic estou utilizando na que está agora no fermentador junto com outros dois, então tenho que esperar ainda para ver o que esse lúpulo traz pra cerveja.
    Pena ser difícil achar Dogma aqui por Floripa. A Cafuza tinha até que fácil quando era feita na Tupiniquim, mas agora essa torneira fechou.
    Tomei a Touro Sentado esses tempos também no interior do estado aqui e achei sensacional. A Hop Lover só provei quando eles ainda não eram “casados” hehe
    Mas é isso aí. Saudações lupuladas.
    Abraço!

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Legal, Daniel.

      Foi isso que pensei tb: Que as dicas do Leonardo poderiam ser de grande valia prá quem já está em fase avançada nas panelinhas.
      Seria muito bom provar cervejas com essa qualidade vindas dos cervejeiros caseiros. Já pensou?!

      Estou com a Hop Lover que comentei no episódio em casa. Acho q vou beber hoje.. haha..

      Abração!!!

      Reply
  8. Flavio Yokooji

    Tudo bem pessoal? Ainda não tive a oportunidade de experimentar a Rizoma. Não tenho encontrado para comprar! Snif. Alguém sabe onde ainda tem aqui em São Paulo? Ou quando terá novo lote?
    Falando sobre o Untappd, eu gosto e uso bastante do aplicativo, mas confio mais nas percepções do ratebeer e do beeradvocate. Entretanto, para a Dogma, eu digo que a avaliação como melhor cervejaria está mais que justa! Para mim, a ordem das melhores cervejarias brasileiras ficariam: Dogma, Bodebrown e Tupiniquim.

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala Flávio!

      Falei agora há pouco com o Leonardo Satt. Ele disse que um novo lote estará disponivel na Sexta-feira nos principais pontos de vendas cervejeiros: EAP, Capitão Barley, Let´s Beer, La Fraternite, Rock Club, etc.

      E realmente a Dogma faz cervejas incríveis! Não deixe de experimentar uma Rizoma. Vou tentar pegar uma pack de 6!

      Será?! kkkkk

      Abraços!

      Reply
      1. FLAVIO COSTA YOKOOJI

        Sexta irei correr atrás de umas latas de Rizoma e Hop Lover Citra! Rs

        Reply
  9. Andre Novgorodcev

    Mandaram muito bem tocando Raul no DIA MUNDIAL DO ROCK!!!! Sei que foi coincidência, vcs nem tocaram no assunto. kkkkkkk

    O episódio foi muito bom. Deu pra aprender um pouco mais sobre lúpulagem e amargor.
    O Ranking do Untappd é interessante, mas realmente é muito viciado. As 6 da Goose que aparecem entre as 13 primeiras na verdade são variações da mesma cerveja. Ou seja, os caras roubaram!!!

    Eu sempre fico com aquela dúvida antes de comprar cervejas não pasteurizadas. Será que os distribuidores cuidam direito dela? No mercado as vezes dá pra ver até que o frango está descongelado! E pela internet ainda fico mais receoso. Ela é entregue refrigerada no galpão da destribuidora e espero que continue refrigerada lá. Mas quando pega o caminhão pra minha casa não deve ir refrigerada. Suponha que compre uma Rizoma na CervejaStore, ela vai manter a qualidade nos dias de translado até minha casa? Eu ainda moro no Rio e chega rápido, mas se eu morasse digamos no Acre?

    Aquele abraço.

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala André!

      Isso. É como eu disse: ler as estatística do Untappd com moderação.
      E vc tem toda a razão: É muito difícil saber se a cadeia toda tratou bem da cerveja. Mas se vc está mais perto do centro de distribuição com certeza a cerveja chegará com mais qualidade.
      Agora imagina as cervejas americanas (e europeias) que bebemos, né? O quanto elas poderiam ser melhores.
      Dia Mundial do Rock? Nossa! Nem pensei… hahaha…

      Abração!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*