Cerveja do Mussum Biritis – Beercast #29

By | 27 de novembro de 2013

Download deste episódio em “.zip” clique aqui.

Podcast da Cerveja do Mussum Biritis

Podcast da Cerveja do Mussum Biritis

Cacildis!!! Hoje tem biritis no Beercast! Atendendo a pedidos e com o patrocínio da Hopfen vamos degustar essa ampolis que está dando o que falar. Vamos ver se o Mussum teria gostado dessa cerveja e vamos conversar um pouco sobre a cerveja e sobre o saudoso trapalhão!

O que caracteriza uma cerveja Viena Lager? Quem criou a receita da cerveja do Mussum? É uma cerveja indicada para quem está começando a beber cervejas? Porque é uma cerveja com cara de Rio de Janeiro? Qual é o verdadeiro nome do Mussum? Já existiu quadrinhos dos Trapalhões? Qual é a importância dos Trapalhões para o mundo da TV? Onde encontrar a Biritis para comprar e provar? Qual cerveja você provaria: Biritis, Cacildis ou Forevis?

Episódio para matar a saudade e matar a curiosidade!

Cerveja do Mussum Biritis

Cervejaria: Cervejaria Dortmund
Estilo: Vienna Lager
Álcool (%): 4.8% ABV
Temperatura: 5-7 °C
Preço Varejo: R$ 23,00 ~ 35,00

Avaliação da Cerveja da Cerveja do Mussum Biritis na Comunidade Brejas
(Crie seu perfil e avalie também esta cerveja no brejas.)


História da Cerveja do Mussum Biritis

A cerveja, do tipo Vienna Lager, é o primeiro produto da cervejaria Brassaria Ampolis, criada por Gomes e outros dois empreendedores, Diogo Mello e Leonardo Costa. De acordo com a empresa, mais do que uma cerveja divertida – ela utiliza a imagem do humorista -, trata-se de um projeto feito com carinho, atenção e o cuidado de um filho em forma de homenagem ao pai, também um notório apreciador de cerveja.

Mais detalhes da Cerveja do Mussum Biritis

Links comentados durante o episódio:

BeerNews

A nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do Mussum Biritis:

Anselmo Mendo (3,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada
Renato Martins (4 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_ok
Rica Japa (3,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada

Trilha Sonora

  • Originais do Samba – Assassinaram o Camarão
  • Adoniran Barbosa e Elis Regina – Tiro ao Alvaro
  • Cartola – As Rosas Não Falam
  • Nelson Cavaquinho – Devia Ser Condenada
  • Paulinha da Vilola – Foi um Rio Que Passou na Minha Vida
  • Roberto Silva – Jornal da Morte
  • Senhora Liberdade – Com Wilson Moreira
  • Demonios da Garoa – Samba do Arnesto

Acompanhe e Entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (23:55 de duração)

 

 

37 thoughts on “Cerveja do Mussum Biritis – Beercast #29

  1. Pingback: Bate Papo com Ouvintes e Aniversário de 02 Anos – Beercast 105 - Beercast Brasil

  2. Katsumi

    Tenho preconceito com essas cervejas porque acho que é Marketing, mas a opiniões de vocês me deixaram na curiosidade de pelo menos experimentar, mas só uma vez, porque realmente ela está com um preço salgado. 🙂

    Reply
  3. Luquita da Galera

    Fala pessoal,

    Só eu que não gostei dessa cerveja… alias não, faço parte de uma boa turma! Rs…

    Ta fora do estilo mas isso no primeiríssimo lote que tomei mas há quem diga que ficou boa!

    Fiquei até com medo de vocês me chamando de Lucas hahahaha…

    Enfim, cadê o Sandro rs… bom programa pra variar, ta ficando chato de tão bom rs.

    Abraços e até sábado com presente pra vocês!

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Aê, Luquita!

      Na verdade eu tb não me empolguei muito com a breja não.
      Pelo menos a cerveja que tomamos não estava tão legal quanto tem sido a opinião geral.
      Talvez seja necessário uma “contraprova”.
      Mas… 28 conto!?
      Será q vale a pena provar de novo só para saber se é tão boa quanto a Brooklyn Lager (R$ 8,99) ?

      Fica a reflexão (ou não!)

      Abs,

      Reply
  4. David Redmerski Jr

    rapaziada, belo programa, de novo. Parabéns.
    Sobre o concurso que vai rolar em fevereiro, ele é válido para cervejarias (com MAPA)
    da forma como foi falado ficou a impressão que poderia se inscrever qualquer um que achasse sua cerveja fodástica.

    Reply
    1. Renato Martins

      Obrigado por complementar a informação David! Pra ser sincero, eu estava achando isso também.

      Então, fica ai a dica!

      Abração e obrigado pela audiência!
      Renato Martins

      Reply
    2. Ricardo Shimoishi

      Valeu, David!
      Realmente vc tem razão nos dois aspectos:
      – Ficou parecendo mesmo q qq um pode se inscrever.
      – E realmente só as cervejas com MAPA podem participar.
      Obrigado por ajudar a informar a galera!

      abração!!

      Reply
  5. Seven Beer

    E aí Galera do BeerCast!!!
    Ao provar essa breja, acredito que, como a maioria, fiquei muito surpreso! Juro que não esperava muito dela, mas ao primeiro gole já me conquistou! Não esperava tanto lúpulo, e daria 4 tampinhas pra ela!
    Graças a Biritis, estão surgindo centenas de novos cervejeiros que estão conhecendo as Cervejas de Verdade!
    Um grande abraço e parabéns pelo sucesso!

    Reply
  6. Guzzon

    Salve galeris!
    Ainda não provei a Biritis, mas esta a minha lista desde o lançamento. Todas as opiniões que vejo sobre esta cerveja são positivas e acredito que a formula de sucesso esta em ter um liquido de qualidade e um apelo emocional, pois quem é da fase dos 4 trabalhões não consegue beber esta cerveja sem lembrar daquela época.

    E apesar do movimento das IPA Americanas que existe no mercado, os outros estilos também apresentam boas surpresas…. e a Viena Lager não é diferente, a Biritis é um exemplo, assim como a Viena da Bierland que ganhou como a melhor do mundo como vcs disseram ou a já antiga de mercado Eisenbahn 5 que traz uma Viena com Dry Hop e amargor alto.

    Acho que o grande barato deste universo cervejeiro é justamente a diversidade monstruosa que temos de estilos e rótulos e que permitem que o assunto nunca acabe! Sorte de você, afinal se o Podcast fosse sobre água… não teria assunto para tantos episódios.

    Abraços
    Guzzon

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Excelente, Guzzon!
      Bem lembrado! A Eisenbahn 5 (excelente) tb é uma Vienna Lager.
      É chover no molhado dizer o quanto somos fascinados pelo mundo da cerveja.
      Cerveja é alimento, é cultura, é diversão e, como prova o nosso encontro do dia 30, amizade.

      Grande Abraço!

      Reply
  7. Rafaela Ivo

    Fala, galera! Excelente episódio e excelente piada no final hahaha
    Queria parabenizar vocês por apreciarem cervejas brasileiras, acho que o mercado cervejeiro, tanto no campo das vendas quanto no campo da criação tá se expandindo muito no Brasil, e dar valor a isso é o que diferencia vocês. A cada cerveja fico mais curiosa pra provar, e tô contando os dias pra ir em algum grande supermercado em Porto Alegre e garimpar umas pra mim! Uma coisa que fiquei em dúvida é: onde vocês aprenderam tanto sobre quais lúpulos e quais maltes são usados? hahaha
    É uma coisa interessante de se saber, e eu voto pra ter um Beercast dedicado á isso!

    No mais, é só isso. Mais uma vez parabéns pelo excelente programa e obrigada por me entreterem!

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Valeu, Rafa!
      Eu vi que, pelo horário dos seus primeiros comentários, vc tb é uma notívaga, né?
      hehe…
      Costumamos fazer uma pequena pesquisa da cerveja que é tema do programa. Não é sempre que conseguimos todas as informações. Mas quando possível passamos pra vcs.
      Tb acho que brevemente teremos excelentes cervejas brasileiras. Ou melhor teremos MUITO MAIS cervejas excelentes, já que elas já estão aí esperando para serem descobertas.

      Um beijo!

      Reply
  8. Marina

    Bom dia, galeris!

    Adorei o programa! Foi muito bom matar a saudade dos Trapalhões da época áurea! Para mim o Mussum era o melhor de todos.

    Estou no Rio a trabalho e ontem (terça-feira) fui almoçar no Dom Barcelos, que fica na Cidade Nova, próximo ao metrô Praça 11. Na carta de cervejas deles tem a Biritis e estava um preço bem bom em relação ao que vocês acharam em outros lugares: cerca de R$24,00. Para quem é do Rio, é uma boa alternativa. Por acasis, quase pedi ela, mas acabei escolhendo outra viena lager, a Mary Help da Mistura Clássica. (a propósito, gostei muito).

    Beijos

    Reply
  9. Guilherme (Buteco do Ferreira)

    Saúde amigos do BeerCast!

    Tomei essa cerveja no Beer Experience e achei bem agradável, mas também não faz meu tipo =]

    Não sou muito muito da época dos Trapalhões (nasci em 90), mas lembro que toda vez que eu assistia, dava dor de cabeça pra minha mãe. Sempre que o Mussum comia cachorro-quente na rua, eu pedia pra minha mãe fazer na janta! Imagina a quantidade de vezes que enchi o saco dela né!

    Abraço e parabéns pelo ótimo epísódio!

    Guilherme

    Reply
  10. Charles Cruz

    Experimentamos essa breja no Mondial de la Biere no RJ e acredito que ela não poderia ter sido feita de outra maneira. Tinha que ser uma cerveja marcante, algo que nos faça lembrar do mestre Mussum toda vez que tomarmos uma Viena. Gostei muito dela, ela possui um amargor acentuado mas nada que seja tão difícil de beber. Mais uma vez parabéns pelo episódio, fod@ pra cacete. Saúdis…

    Reply
  11. Luís Loureiro

    Aewww Biritis! Ouvir antes de dormir que amanhã tem dia cheio de trabalho e edição! Doido pra ouvir suas opiniões sobre essa cerveja do maior bebum de todos os tempos! hehehe

    Reply
    1. Marina

      Foi mal aí, Luís! Tirei seu posto na semana passada… mas pelo visto você já não está mais na mesma forma de antes… hehe

      Reply
  12. Matheus Martin

    Com certeza as brejas da Urbana valem a pena pra um programa!!!

    Achei a Biritis muito pau a pau com a Brooklyn Lager, que pra mim é uma ótima Vienna!

    E finalmente o Gustavo aprendeu a falar Instagram kkkkkkkkkkkk

    Abs!

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Fala Matheus.

      Eu a achei um pouco inferior. Vou ver se consigo uma da Bierland.
      Acho que valeria a pena fazer um comparativo entre a Biritis, a Brooklyn Lager, a da Bierland e a Eisenbahn 5.

      abs!!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*