Cerveja Colorado Berthô – Beercast #177

By | 28 de setembro de 2016
Cerveja Colorado Berthô – Beercast #177

Cerveja Colorado Berthô – Beercast #177

Para o episódio de hoje, Rica Shimoishi trouxe a cerveja Colorado Berthô para a mesa do Beercast.

Confira como foi esse bate-papo.

Cerveja Colorado Berthô

Cervejaria: Cervejaria Colorado
Estilo: American Brown Ale
Álcool (%): 8% ABV
Temperatura: 5-7 °C
Copo Ideal: Pint

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Adilson Celso – Manicuri do Amor
  • banda carícias – eu sou mais eu
  • BANDA MANCHA DE BATOM – Volta Pra Mim Amor
  • BANDA NOVA REAÇÃO – NOSSO AMOR ( BREGA 2011 ) DJ TORNADO DO BREGA
  • BANDA PONTO FINAL – Não Me Deixe
  • Banda Só Brega – Espelho do Poder
  • fissura do amor – eu te amei demais
  • Kitara – Dizem que sou Louca
  • Se me deixa o que farei – Boa Toda
  • Swing do Amor – Eterno Amor
  • tecnolypso – te amo
  • Vício Louco – Ilusão e Alucinação

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (40:49 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

15 thoughts on “Cerveja Colorado Berthô – Beercast #177

  1. Raul

    Olá! Fiquei feliz pela análise de vocês, pois sempre achei que a Colorado vinha perdendo a mão no alcool em algumas cervejas, como a Ithaca e a Berthô. Ficaria perfeita se o alcool ficasse um pouco menos acentuado.

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Ae, Raul.

      Eu ainda não tomei a Ithaca depois da aquisição da Ambev. Mas agora fiquei curioso.
      Será que está acontecendo mesmo isso (do álcool estar destoando do conjunto)?
      A Ithaca é (era) super boa. Espero que isso não tenha acontecido.

      Reply
  2. Paula Luiza

    Olá, adorei esse episódio. Como assim Pará genteeee ? Cheio de banda de PE, a Banda Só Brega é o patrimônio aqui do Recife; até quem não gosta, curte esse brega hahaha. Sobre as cervejas, aqui em Pernambuco também nunca encontrei essa Colorado, as prateleiras estão cheias de Appia. Ficou a curiosidade em provar a Berthô. A Demoseille, PELAMORDEDEUS, acho intragável, o café se sobrepõe demais ao sabor da cerveja, e olha que foi uma degustação com um amigo que também odiou. A única vez que tomei, tive que pegar uma coisa mais limpa pra lavar o paladar.
    Falando em Recife, temos rótulos novos surgindo, com sabores intensos e de qualidade, já provaram algo daqui? Queria ouvir um beercast com análise de uma breja da minha terrinha.

    Abraços de uma garota cervejeira 😀

    Reply
  3. Daniel Córdova

    Fala pessoal!
    Essa Colorado ainda não vi pra vender por aqui. Geralmente tem Indica e Appia nos mercados, as outras é mais complicado.
    Uma coisa que vi depois que viraram Ambev foi que começaram a aparecer em bares que só vendia Chopp Brahma e uma ou outra coisa tipo Stella. Agora posso comer a batata 4 queijos flambada no bar aqui e tomar uma Deimosele junto.
    Valeu!

    Reply
  4. Flávio Yokooji

    E aí pessoal, beleza?
    Sobre as mudanças na Colorado, eu percebi mudança na Vixnu. Para mim, perdeu muito a carga de lúpulo no aroma e o álcool está bem mais evidente.
    Fui ao TV Cerveja pegar o kit da Dádiva e achei bem legal. Irei semana que vem tomar uma lá!
    Falando agora sobre a Ocus Pocus, estão falando muitíssimo bem da Overdrive. Estou com um exemplar na geladeira que será finalizado amanhã! Rs

    Reply
  5. Allan George

    Legal o podcast, interessante o ingrediente da cerveja, sou paraense radicado no Paraná. Já usei avelãs numa cerveja, ficou uma merda!
    Parabéns pela trilha sonora kkkkk

    Reply
  6. Afonso bsb

    Eae galera, mais um otimo pod cast

    Gosto muito da bertho, mas nesse lote desse ano senti menos malte é mais alcool. No ano passado eu sentia quase zero a presença do alcool
    Eu costumo beber bertho, quando esta mais próximo data de fabricação , não gostei dela perto da data de vencimento.

    Uma garrafada no podcast: falou que a indica usa mandioca, na verdade ela usa rapadura. Quem usa mandioca é a caium

    Reply
    1. Renato Martins

      Ops acho que essa garrafada foi minha!!! Hehehe obrigado por avisar. Eu também gostava dela antes… Tomara que seja algum lote que saiu assim e que as proximas estejam normais!!!

      Reply
  7. Luquita da Cerveja

    Fala galera, esse sem dúvida foi o melhor programa e por causa desta linda trilha sonora! Rs…

    Cara como eu gosto desta cerveja, só não consigo deixar uma guardada pra ver ela envelhecer, é boa demais.

    Essa cerveja nasceu como sendo Colorado Grão Pará, inclusive eu a bebi quando ainda tinha este nome em 2011 se não me falha a memória. Porém a mesma teve que mudar de nome pois “Grão Pará” é também um título de nobreza brasileira e ai a galera nobre pediu pra tirar o nome da cerveja.

    Lembro que na época a Colorado abriu para o público escolher um novo nome e Berthô foi escolhido.

    E sim, a castanha do pará é a castanha mais internacional do Brasil e lá fora é conhecida como Brazilian Nut, somente. Se você for em mercados com produtos importados poderá ver embalagens de mix de nozes escrito Brazilian Nut ou até mesmo aqueles quiosques de nozes torrados eu já vi escrito assim.

    No demais só posso dizer, se ver essa breja com um preço bom, compre para guardar.

    Abraços

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*