Cerveja Chimay Dorée – Beercast #72

By | 24 de setembro de 2014

Para aumentar a saga pelas trapistas, neste episódio o Beercast importou um carioca para nossa mesa, Gustavo Renha! Ele é Sommelier, consultor de bares e também apresenta o programa Rock’n Beer na Rádio Cidade – RJ.

Nesse episódio você vai descobrir o que faz um cumim e o porque dessa cerveja ser tão especial para nós brasileiros.

Cerveja Chimay Dorée Spéciale du Potaupré

Cervejaria: Chimay
Estilo: Belgian Blond Ale
Álcool (%): 4.8%
Temperatura: 5-7 °C
Copo Ideal: Tulipa
Preço Varejo: R$22,90 (330ml)

botao-comprar-cerveja
(utilize o cupom: BEERCAST para 15% de desconto!)

Links comentados durante o episódio:

Confira a nota dos Beerquesteiros para a Cerveja do episódio:

Links comentados BeerNews e leitura de emails:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • O Rappa – A Feira
  • O Rappa – Miséria SA
  • O Rappa – Vapor Barato
  • O Rappa – Ile Aye
  • O Rappa – Hey Joe
  • O Rappa – Pescador de Ilusões
  • O Rappa – Uma Ajuda
  • O Rappa – Eu Quero Ver Gol
  • O Rappa – Eu Não Sei Mentir Direito
  • O Rappa – O Homem Bomba
  • O Rappa – Tumulto

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (42:32 de duração)

Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

40 thoughts on “Cerveja Chimay Dorée – Beercast #72

  1. Pingback: Bebendo, Comendo e Harmonizando com Gil Lebre e Lily Gurgel - Beercast Brasil

  2. Pingback: Degusta Beer & Food 2015 – Beercast #115 - Beercast Brasil

  3. Andre Luis Loureiro (Batata)

    Show Gustavo Renha, mostrando sempre que conhece e muito de Cervejas e representando bem o Rio com Louvor, arrebentou, e claro que já encomendei essa Chimay Dorée…
    Parabéns pelo programa não conhecia o Beercast virei fã. abs a todos.

    Reply
  4. Miguel Santos

    Fala, galera! No fim do episódio ouvi um de vcs comentar sobre “temer” o fim da Last Call for Beer do Have a Nice Beer. Pois bem, se algum de vcs assina o clube, já poderão ver que ela já acabou. O Maurício Beltramelli publicou uma nota de despedida e, ao receber a revista desse mês, ela já não tinha o mesmo nome e estava “diferente” das dos últimos meses. Tomara que as coisas mudem pra melhor, mas não sei se isso foi um bom início.

    Abraços!

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      E aí Miguel? A voz de testemunha na brincadeira no final do programa é minha. O Beltramelli assinou este mês como editor-chefe, mas imagino que isso mude nos próximos. O nome voltou a ser o antigo, usado antes da Last Call For Beer. Particularmente gostava muito da direção de arte e projeto gráfico criativo da Jacqueline Lemos. Ela também não participa mais. Uma pena. Mas não quer dizer que o novo formato não funcione, vamos ver.

      Reply
  5. Daniel Córdova

    Fala galera!
    Não deu pra ouvir o episódio ontem tomando a cerveja porque o site caiu! ô loko meo! Fala aí, quem que teve que interromper a cervejinha de 6a a noite pra subir o site de novo? hehe
    Mas o site voltou e estamos aí.
    Acabei votando 2x ali na cerveja porque devo ser muito influenciável. Primeiro votei com 4 tampinhas pelo celular antes de ouvir o programa. Achei bem boa mesmo, mas agora que terminei o episódio vou dar 5 tampinhas pela história dela e pela exclusividade nossa de achar aqui no Brasil.
    Só pra completar, ontem à noite fiz uma “noite trapista”. Tomei uma Chimay Dorèe, uma Orval e uma Achel Bruin. Voltei lá no episódio da Orval e dei minhas 4 tampinhas pra ela. A minha tinha 8 meses e curti, no final tava bem azeda.
    A Achel Bruin é bem maltada e licorosa, vale a pena provar com calma e tempo.
    Ah! Ouvi vocês no Radiofobia e foi bem legal. Parabéns e espero que traga muitos novos ouvintes.
    Abraço!

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Valeu Daniel. Ficamos várias horas fora do ar ontem. Mas foi culpa nossa. Pra ser sincero não conseguimos nem identificar o problema. Parece ter sido algo com os provedores de banda larga, alguns DNS não respondiam. Pô, que festa de Trappistas, heim? Essas 3 são bem diferentes umas das outras, bela pedida pra 6ª feira. Tua Orval estava opaca ou bem translúcida?

      Reply
      1. Daniel Córdova

        Fala Anselmo,
        Imagino a dor de cabeça que deve ter sido ontem mesmo, mas que bom que agora está tudo certo.
        Então, a Orval não estava muito translúcida não. Não lembro agora como vocês descreveram no episódio dela.
        Abraço

        Reply
  6. Marcos André Lopes

    Fala galera!

    Ae a ESB que fizemos na casa do Charlão também está quase pronta…tava como pouco álcool devido aquele pequeno acidente de percurso…mas já resolvi essa questão durante a fermentação (pode deixar q não introduzi álcool de posto de combustível)..vai tá sinistra!!!! hehehe

    Abraço!

    Reply
  7. Diogo carioca

    Valeu Gustavo! Representou bonito! 🙂 Fiquei bem surpreso assim que vi que ele seria o convidado rsrs O rock & beer é realmente bem legal! Me identifiquei com o 1% da audiência que ele se referiu rsrs

    Nunca tomei essa Chimay e fiquei bastante curioso após a descrição de vocês, uma “belgian wit blond ale” que é praticamente uma exclusividade tupiniquim?! Preciso degustá-la! 🙂

    Grande abraço galera!

    Reply
  8. Luquita da Galera

    Sensacional o programa pessoal, eu particularmente gosto desta Trappista e foi muito bem harmonizado com um queijo Gruyère, a diferença foi que a cerveja foi on tap.

    Gostei desse Gustavo ai, sabe bem mais que o outro…mesmo sendo carioca rs.

    Cara e essa fofoca ai do final, bombástico heim… mas acho que ninguém percebeu, vendo pelos comentários rs

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon

      Dado que temos um bar da brewdog em SP, acho improvável que fiquemos sem essa marca.
      Já as demais que serão deixadas de lado, possivelmente alguma outra importada deve assumir
      Abç
      Guzzon

      Reply
  9. Charles Henrique

    Os caras tão vidradaços nas cervejas trapezistas.
    A Chimay foi minha primeira paixão, apesar da Westvleteren XII ser o Santo Graal das trapistas o meu sonho é visitar a Abadia de Notre-Dame de Scourmont e beber a cerveja e comer os queijos de Chimay, o primeiro amor a gente nunca esquece.
    O foda de fazer uma analise sensorial perto do Renato é que ele puxa o aroma da cerveja dele e a dos outros que estão ao seu redor. HAUHAUHAUAHAUHA.
    Galera, o churras e a brassagem foi um sucesso, a nossa Saison está bombando no fermentador e quando estiver pronta repetiremos a dose do churras.
    Abraço a todos.
    Obs. Rica e Anselmo a Mamba Negra de vocês estava na geladeira mas no final estavamos tão bebados que esquecemos, mas na próxima a gente lembra.

    Reply
  10. Fabrizio Guzzon

    Salve galera!
    E enquanto a Discovery tem o mês do Tubarão o Beercast tem o mês da Trappista… rsrs
    Ótimo programa! O Gustavo Renha trouxe uma abordagem bem legal ao programa, trazendo algumas informações bem legais sobre a formação de Sommelier, e um ponto legal é que a grade do curso de Sommelier pelo Instituto da Cerveja (com a Katia e Alfredo) já tem uma parte que fala justamente de serviço e treinamento de brigada.
    Abç
    Guzzon

    Reply
  11. Derly de Lana Cordeiro

    Fala galera do Beercast!!!

    Como sempre um excelente programa. Sobre essa chimay nunca nem tinha visto ela, mas pela descrição de vocês me deu uma vontade…
    Eu sempre gosto de ouvir entrevistas com essa galera que está fazendo o mercado cervejeiro, sempre nós da um animo para planejar uma ida definitiva para esse mercado.
    Também queria agradecer a vocês galera, pois as minhas Cafuzas chegaram. Queria deixa um obrigado especial para o Rica, você foi bem demais cara, foi bem solicito e prestativo. Também queria agradecer ao pessoal da Serra de Três Pontas, Prima Satt, Noturna por primeiramente desenvolverem essa maravilha cervejistica, segundo por terem cedido ela para sorteio e assim permitir a um cara que está no interior do estado do Pará, onde só se acha cerveja de milho, saborear essa maravilha. 5 tampinha para a Cafuza.

    Bem acho que já babei demais aqui.

    Já esperando o próximo episodio.

    Reply
  12. Vinicius Rodrigues

    Excelente programa, apesar do convidado ser carioca rsrs
    Eu nem brinco mais com carioca, tem um aqui no trabalho que pagou minha cerveja outro dia e no IPA day me ofereceu asilo depois do evento. Não fosse ele ia passar a noite bêbado na rua kkk

    A Chimay é puro amor. Essa eu tomei faz um tempo quando foi anunciada e adorei. Muito porque quando pensava em Chimay já imaginava algo próximo dos outros rótulos e essa é bem diferente. Tava um calor do diabo e ela é bem refrescante e saborosa. Quatro tampinhas.

    O profissionalismo no Gustavo é excelente. “não sei o que é isso mas quero aprender porque é legal pro meu trabalho”.
    Como ele disse, acho que falta muito treinamento para a “brigada” (também imaginei incêndio), mas também falta muito interesse por parte dos funcionários mesmo. E isso em qualquer ramo do mercado.

    Eu vou ter que passar a Barcearia, achei que ia conseguir ir mas tenho um rolê no dia que tinha esquecido. Mas já vou mandar meu endereço pra vocês passarem pra Fernanda mandar minha cerveja.

    Parabéns pelo trabalho, abraço.

    Reply
    1. Gustavo Renha

      Fala Vinicius! Colé mano, tá embassado hein?? kkkkk… Obrigado pelas palavras! Realmente, existe desinteresse de alguns, mas sempre tem um ou outro bem interessado, e um pouco de incentivo da diretoria sempre ajuda também. Desejo melhoras pra Barcearia, a galera falou muito bem daí! Abs!

      Reply
  13. Luís Loureiro

    Olha aí mais um conterrâneo da minha terrinha que fica do outro lado da poça!
    Ótimo programa, não conhecia o Rock’n Beer e com certeza a partir de hoje ouvirei todo dias, e irei atrás dessa Chimay agora!
    Só não gostei da notícia da Tarantino vendida, será que vou ficar sem minhas Brew Dogs? Não pode ser!
    Já me acompanharam na pedalada da manhã, e na volta pra casa vou escutar novamente, afinal, Beercast nunca é demais!
    Abração galera!

    Reply
    1. Renato Martins

      Boa Luis! Escuta sim, o programa é curtinho e bem informativo.

      Sobre as Brew Dogs, acho que não teremos problemas… era o que faltava, né?

      Abração e vamos bater o martelo na data do Mondial do RJ!!!

      Reply
  14. Daniel Córdova

    Fala pessoal!
    Essa semana tá meio complicado de ouvir o programa, mas vou fazer o seguinte: tenho uma Chimay Dorée me esperando lá em casa, então na 6a a noite vou abrir uma e beber ouvindo o programa (ou ouvir a cerveja bebendo o programa, dependendo do grau de embriaguez).
    Legal a série de trapistas que estão fazendo. Qual será a próxima? Achel, Westmalle ou Engelszell? Bem que poderia ser a Westvleteren, ostentação total.
    Abraço!

    Reply
  15. Luiz Felipe Maia

    Opa, essa já tomei! 4,5 tampinhas.

    Vcs estão deixando a galera mal acostumada com essa pontualidade. O dia que atrasar….

    Volto mais tarde para comentar.

    Sds

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*