Cerveja Bodebrown Wee Heavy – Beercast #23

By | 16 de outubro de 2013
Podcast da Cerveja Prada Pilsen

Podcast da Cerveja Bodebrown Wee Heavy

Descobrimos no episódio de hoje o que a surpreendente BodeBrown tem a oferecer! Apesar de ser uma cervejaria relativamente nova, tem ganhado renome e respeito com suas cervejas inovadoras e nada convencionais. Conheça como surgiu a cervejaria e conheça um pouco mais sobre o mestre cervejeiro Samuel Cavalcante.

O que significa o nome Wee Heavy? Onde tomar um chope e onde encontrar a Wee Heavy? O Samuel tem a mão boa? Porque comer uma costela suína com essa Wee Heavy? O que é ABV (utilizado para medir o álcool das cervejas)? Onde é o melhor lugar para se tomar uma cerveja Belga na Espanha?

Vamos provar e ver se ela é boa mesmo!

E não esqueçam que essa semana o Beercast estará no YOUPIX RIO!!!! Dias 18 e 19 de Outubro (sexta e sábado) estaremos no RJ, não deixe de fazer sua inscrição gratuita clicando aqui, e vá até la nos encontrar e bater um papo. O primeiro ouvinte que chegar e falar que escuta o BC ganhará uma camiseta “Beba Menos Beba Melhor”, oportunidade única para nossos ouvintes cariocas!

 

Cerveja BodeBrown Wee Heavy

Cervejaria: Cervejaria BodeBrown
Estilo: Strong Scotch Ale
Álcool (%): 7,2% ABV
Temperatura: 8-12 °C
Preço Varejo: R$ 20,00 ~ 30,00 (SP Capital)


História da Cervejaria BodeBrown

A Cervejaria Bodebrown é uma micro produtora de cerveja gourmet e também uma formadora de opinião no universo cervejeiro. O nome Bodebrown está conquistando o respeito dos cervejeiros e a admiração e confiança dos consumidores. Nossas cervejas são todas preparadas com ingredientes de primeira qualidade, adquiridos com os melhores fornecedores nacionais e importados.

Links comentados durante o episódio:

Mande suas garrafadas, críticas, elogios, sugestões e brechas para contato@beercast.com.br

Download deste episódio em “.zip” clique aqui.

BeerNews

Trilha Sonora (Modéstia a parte, fodassa!)

  • Shotgun – Billy Goat Rock
  • The Beattles – Help
  • The Monkees – I am a believer
  • REM – Shiny Happy People
  • Whitesnake – Here I Go Again
  • The Doors – Light My Fire

A nota dos Beerquesteiros para a Cerveja Wee Heavy da BodeBrown:

Anselmo (4 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_ok
Renato (4,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada
Ricardo (4,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_oktampinha_amassada

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (20:58 de duração)

 

 

23 thoughts on “Cerveja Bodebrown Wee Heavy – Beercast #23

  1. Katsumi

    Realmente essas cervejas mais caras nacionais é necessário uma indicação para arriscar a tomar. Senão você acaba pegando um rótulo estrangeiro mais famoso. Fica na minha lista! 🙂

    Reply
  2. Nicolas Gomes

    Outra cerveja excelente da Bodebrown é a HOP WEISS, essa cervejaria me impressiona sempre! Para quem acha cervejas de trigo muito suaves e sem graça, essa cerveja traz um aroma e um sabor surpreendente.
    Sujiro para uma proxima ediçao.

    Reply
    1. Renato Martins Post author

      Nicolas, cá entre nós… não tem uma da BodeBrown que não é, no mínimo, muito boa.

      Provei essa ha duas semanas atras e também fiquei surpreso, o sabor é totalmente inesperado.

      Com certeza esta na nossa lista.

      Um abraço.
      Renato Martins

      Reply
  3. Nilton Alves dos Santos

    Fala galera do Beercast, eu realmente agradeço pelo curso de fabricação de cerveja artesanal no Tchê Café.
    Curso muito bom, almoço sensacional, professores show de bola e o ambiente nem preciso comentar show!!!
    Merece cinco tampinhas fácil.
    Um abraço meu e da patroa galera!!!

    Reply
  4. Guzzon

    Caros,

    Mais um ótimo programa, a descrição da Wee Heavy deixa clara a qualidade da cerveja. E a BodeBrown tem feita cervejas muito bem trabalhadas, tanto que a Perigosa (imperial IPA) deles ganhou medalha de ouro na Mondial de la Bière na França.

    Quanto a Radler, ele não pode ser uma cerveja por conta da regras de definição de cerveja nacional, e conceitualmente, esta cerveja vai ocupar o mesmo espaço que os “ices” e “coolers” da vida. Comercialmente o estilo se encaixa bem no gosto popular do brasileiro.

    No mais parabéns pelo programa!
    Guzzon

    Reply
  5. Samuel Crhistophe Cavalcanti Cabral

    Parabens pessoal.
    Divertido o trabalho de vocês! Artístico.
    Cheers!
    -Samuel.

    Reply
    1. Renato Martins Post author

      Obrigado pelo contato Samuel!

      Esperamos fazer outros episódios da Bodebrown, parabéns pela qualidade. É um privilégio degustar cervejas nacionais desse nível.

      Um abraço.
      Renato Martins

      Reply
  6. Glaucia C. Rosa (25 anos, Educadora Física, Blumenau - SC, Cerveja Favorita: DIFÍCIL EIN!)

    Aaaah se esses meus poderes fossem o suficiente pra que eu acertasse os números da Mega ein! usiahdiaushdiahihsdiuhsdiu
    Fico triste pq aqui na terrinha só conseguimos beber Bodebrown durante o festival da cerveja, os mercados aqui não vendem 🙁 Minhas favoritas são a Hop Weiss e a deliciosa Cacau IPA!
    Mais um excelente podcast! Abraçosss

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Grande Mãe Glaucia Diná!

      Quando vc tinha enviado o e-mail anterior achamos graça porque já sabíamos o que iríamos publicar nessa semana. Foi divertido!
      Vamos fazer outros programas com a BodeBrown. Ela merece ser mais conhecida! Cervejas Espetaculares!

      E não é por nada não, mas pensa em 6 números de 1 a 60 (mas se concentra!) e me passa?! 🙂

      huhauhuahua…

      Beijo,

      Rica

      Reply
    1. Gustavo Passi

      Salve! Salve! Felipe, Que Ótima visita aqui… Estou curtindo muito o pod de vocês também, vou foder o server baixando todos rs.

      Entre e fique a vontade!

      Abração,

      Gustavo Passi

      Reply
  7. Matheus

    Ainda não experimentei a Wee Heavy da Bodebrown, mas está na minha wishlist! Falar dela é chover no molhado… delicias como a Cacau IPA, Perigosa, Black Rye IPA, Hop Weiss, etc! É uma das melhores cervrjarias nacionais e quem dirá um dia do Mundo!

    Parabens pelo Youpix! Foi merecidissimo!

    Reply
    1. Renato Martins Post author

      Só não vou concordar com você por um motivo: preciso tomar as outras cervejas deles… é bom lembrar que a Cacau IPA foi considerada a melhor do IPA day.

      Semana que vem tem participação sua com a gente!

      Um abraço e valeu!
      Renato Martins

      Reply
  8. Lucas Zurwellen

    Fala pessoal, minha cerveja favorita? Aquela na temperatura certa! Rs…

    Ótimo programa, adoro as cervejas da Bodebrown são muito boas mesmo. As invenções do Samuel são divinas, cada uma melhor que a outra e só pra ajudar quem for procurar no face é Samuel Cavalcanti com “I” no final.

    Um detalhe citado pelo Anselmo, algumas cervejas europeias trazem no rótulo expresso um número em graus como é o caso das Rochefort. Porém este número não está diretamente ligado a graduação alcoólica, isto é, não é 8º que indicara 8% de abv. Este caso é igual que citei no beercast da Raimundos Helles, trata se do grau Plato e não é linear a graduação alcoólica. Porém é muito complicado e técnico de entender e explicar, fica os links:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Beer_measurement
    http://en.wikipedia.org/wiki/Gravity_(alcoholic_beverage)

    A questão de custo da cerveja é como um amigo falou: – você está tomando experiências novas, se for ficar reparando no preço não vai sair do lugar. Por tanto, quando forem pegar alguma cerveja mais cara na prateleira pense na satisfação que ela vai te trazer, não que os impostos pudessem ser menores, mas enquanto isso não ocorre temos que aproveitar da mesma forma.

    Como minha namorada diz quando compra algo: – Estou X reais mais feliz! Rs…

    Agora a Kaiser eu já sou da opinião contrária, talvez o foco de destacar os 60% de suco seja apelativo, mas trazer o estilo Radler para o mercado Brasileiro é uma boa jogada. Combina bem com o clima quente, é boa pra ressaca, refrescante e o povo que não tem muito gosto por cerveja gosta dessas coisas diferentes.

    Ok, que a Kaiser Radler ficou muito doce em comparação as alemãs, mas também lá é usado Pils pra começo de conversa e não Standard American Lager. Enfim, vocês devem ter visto no Eu Amo Cerveja, meu post falando como se faz Radler em casa… tão refrescante quanto e ainda minha opção numero 1 pra ressaca.

    Valeu por disponibilizarem o MP3 agora com a capa indexada, rs.

    Boa sorte nesse fds no Youpix e semana que vem é “nois” no Tchê Café com o 2º Encontro Skynerd SP!

    Abraços

    Reply
    1. Renato Martins Post author

      Valeu pelos comentários Lucas! E valeu também pela dica de colocar a imagem junto com o MP3…heheh ficou muito legal.

      Na próxima semana convocaremos o pessoal para ir até o Tche Café também!

      Um abraço!
      Renato Martins

      Reply
  9. Luís Loureiro

    Ouvinte novo que já virou fiel vindo aqui comentar no episódio novo! Desde semana passada, quando ouvi meu primeiro episódio, fiz uma maratona e já ouvi todos os anteriores! Parabéns pelo programa! Sábado estarei lá no youpix e farei questão de ir lá falar com vocês e até quem sabe degustar uma cerveja!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*