Cerveja Amazon Beer Priprioca Red Ale – Beercast #30

By | 4 de dezembro de 2013

Download deste episódio em “.zip” clique aqui.

Podcast da Cerveja Amazon Beer Priprioca Red Ale

Podcast da Cerveja Amazon Beer Priprioca Red Ale

No episódio de hoje vamos provar a cerveja Red Ale com Pripioca! Quer saber o que é isso? Então não deixe de escutar o episódio de hoje.

Existe alguma coisa boa no Pará além de Gaby Amarantus? Vamos descobrir se as misturas da Amazon Beer são boas mesmo.

Descubra nesse episódio: O que é Pripioca? Qual é a trilha sonora perfeita para se provar uma cerveja da Amazon Beer? Qual é a importancia das lembranças de infância nas percepções?

Cerveja Amazon Beer Priprioca Red Ale

Cervejaria: Amazon Beer
Estilo: Irish Red Ale
Álcool (%): 6% ABV
Temperatura: 8-12 °C
Preço Varejo: R$ 9,00 ~ 15,00

Avaliação da Cerveja Amazon Beer Priprioca Red Ale na Comunidade Brejas
(Crie seu perfil e avalie também esta cerveja no brejas.)


História da Cervejaria Amazon Beer

Dos Tonéis De Cobre Em Belém Do Pará Aos Rótulos Que Conquistam O Mundo

Fundada em 2000, a Amazon Beer é sucesso absoluto e atração turística na Estação das Docas, complexo de lazer que se destaca entre os cartões-postais de Belém do Pará. Lá, diante dos clientes, produz seis estilos de cervejas em imponentes tonéis de cobre.

É considerada por seus admiradores um patrimônio do universo cervejeiro paraense e, agora, derruba fronteiras para conquistar o Brasil e o mundo. Reconhecida pela excelência das cervejas artesanais que produz, investe sem parar em pesquisas para desenvolver rótulos a partir de matérias-primas originais da floresta.

Fiel ao estilo que consagrou a marca, a Amazon Beer não deixa faltar inovação em seus novos produtos. Esse ingrediente valioso é somado aos cuidados especiais em cada etapa da produção e à ausência de aditivos químicos, o que mantêm o processo nos moldes artesanais.
As cervejas Amazon Beer são inspiradas na exuberância e riqueza de possibilidades da Amazônia e não têm similares no mercado. Se diferenciam pela alta qualidade e são aprovadas por especialistas, por seus sabores e aromas inconfundíveis.
Beba melhor. Beba Amazon Beer.

Links comentados durante o episódio:

BeerNews

A nota dos Beerquesteiros para a Cerveja Amazon Beer Priprioca Red Ale:

Anselmo Mendo (2,5 de 5)
tampinha_oktampinha_oktampinha_amassada
Renato Martins (2 de 5)
tampinha_oktampinha_ok
Rica Japa (2 de 5)
tampinha_oktampinha_ok

Trilha Sonora

  • Gaby Amarantos – Ex My Love
  • Gang do Eletro – Velocidade do Eletro
  • Gaby Amarantos – Xirley
  • Gang do Eletro – Eletro Piripack
  • Fafá de Belem – Filho da Bahia
  • Banda Calypso – Cavalo Manco
  • Lia Sophia – Ai Menina

Acompanhe e Entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (20:00 de duração)

 

 

88 thoughts on “Cerveja Amazon Beer Priprioca Red Ale – Beercast #30

  1. Katsumi

    Eu experimentei a Amazon Beer faz tempo… acho que era a Witbier deles… achei gostosinha na época, mas fiquei com medo de experimentar a de Priprioca… rs

    Reply
  2. Vinicius Rodrigues

    Experimentei essa cerveja faz umas semanas. Sinceramente não lembro da aparência ou consistência, mas antes da percepção, o que me levou a comprar?

    Comecei a pouco tempo no mundo das cervejas especiais e gostei bastante das Red Ales. Enquanto estava no mercado (parecendo criança em loja de brinquedo) me deparo com a Amazon Beer. Não conhecia a cervejaria e me encantou um produto brasileiro, feito em Belém e com ingredientes da Amazônia.
    A gente fala tão mal do Brasil em uma série de áreas e ter um produto que a gente gosta e feito no Brasil é muito legal.
    Fiquei muito feliz pela cerveja feita com produtos “bem brasileiros”.

    No aroma, já ao servir senti bastante o cheiro de madeira.
    No paladar, madeira também.
    Não agradou tanto.

    Já a Stout de Açaí experimentei pouco tempo depois e é realmente bem superior.

    Reply
  3. Lula

    Bebi ontem duas dessas de bacuri da Amazon Beer. Gostei bastante. Bem refrescante apesar de cara…

    Reply
  4. Pedro Cavalcante

    Pow pessoal, vcs começaram com a cerveja errada, a minha recomendação é a Witbier de Taperebá, ela é muito boa. Eu que sou de Manaus me emocionei provar essa Witbier com uma fruta da minha região.
    Um abraço pessoal.

    Reply
  5. Marina

    Olá, pessoas!

    Cerveja com gosto de madeira? É perfume, agora? Deve ser no mínimo bizarro…

    Foi muito bom o último encontro! Adorei rever o Renato e o Ricardo e conhecer o Anselmo. Mas agora fiquei preocupada com o lance da comanda: será que eu saí pagando a menos? O.O Bom… Acho que fiz a conta certa, apesar das biritas na cabeça… Hehe.

    Até a próxima!

    Beijos

    Reply
    1. Renato Martins

      Oi Marina! É sempre muito bom encontrar essa galera… o pessoal é muito divertido!

      Esse negócio de fazer a conta para a mesa ao invés de comanda é mesmo um problema…… ainda mais quando o conteúdo é cerveja, fica mais fácil do pessoal esquecer..hehehe

      Beijo e até mais!
      Renato Martins

      Reply
    2. Anselmo Mendo

      E aí Marina? legal te conhecer também! Acho que essa cerveja da Amazon não deve agradar a todos os paladares, mas vale a pena experimentar e tirar suas próprias conclusões. E aguardamos os próximos encontros do pessoal. Bjs!

      Reply
    1. Renato Martins

      Caraca…esse negócio de contaminação (mosca, rato, cabelo, etc…) é um assunto complicado, pois é difícil ter certeza que a cerveja veio assim ou que a mosca caiu na hora do serviço. Não acho que seja impossível, e se realmente aconteceu é preocupante…

      Abs.
      Renato Martins

      Reply
    2. Gú - Beercast Brasil Post author

      Mano do céu!

      Vi o lance da mosca na garrafa, foda isso em!

      Fiquei com o pé atrás, mas é uma pena, pois é um nome bom (pros gringos) e ingredientes 100% brasileiros, tomara que resolvam isso, uma nota da cervejaria seria o mínimo.

      Cheers!

      Reply
  6. Victor Pontes

    Mais um episódio Top. Achei que já que rolaram uns “Carimbó” cabia uns do Zeca Baleiro também. Ele não é do amazonas, mas maranhão também tá ali bem colado!!
    Incrível como cada dia que passa o programa está melhor, os caras mais afiados em locais, quantidade, valores, etc… Fora o Renato que só dá risada! Bora marcar um dia no Tchê, assim que o Gustavo chegar pra gente tomar uma por lá!
    Abraço Brothers!!

    Reply
  7. Guzzon

    Salve Caros!

    Gostei do termo escola brasileira de cerveja, apesar da Amazônia ser uma referencia temos outras cervejas que estão buscando esta mesma identidade nacional, como a Way Amburana que é envelhecida em barris de amburana, típicos da produção nacional de cachaça. Acho que o Brasil tem muitos aspectos que podem trazer identidade a cerveja e com o crescimento e fortalecimento das micros cervejarias, a “Escola Brasileira” pode ser uma realidade daqui alguns anos.
    E fico feliz em ver vocês falando de harmonização no programa!! Vamos juntar comida e cerveja boa ! E na reportagem a única harmonização que eu mudaria seria o bolo de chocolate, que seria mais conservador e optaria por uma Robust Porter ou uma Stout.

    E foi muito legal encontrar vocês no encontro de sábado, como sempre um ótimo bate papo.

    Abraços a todos e até o próximo encontro
    Guzzon

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Guzzon, já experimentei a Amburana em chope no EAP e achei excelente. Pelo que parece a Way tem se esforçado para criar fórmulas inovadoras. Sábado foi bem bacana mesmo. E quando disse pra você no metrô “essa não é a sua estação(?)” quis dizer “até mais, esta é minha estação”, haha. Desculpe pelo engano.

      Reply
      1. Guzzon

        Ainda não tomei a amburana em chopp, mas é uma boa pedida!

        Haha.. nem me liguei na estação que estava quando você falou, entendi que era a minha estação e desci, mas deu certo tbm.

        Guzzon

        Reply
  8. Seven Beer

    E aí Galera!!!
    O melhor do programa foi a trilha sonora …. rsrsrsrs …. fiquei rindo sozinho …. hahahaha
    Essa cerveja, deixa mesmo a desejar … aliás …. vcs já beberam alguma mesma cerva nacional do estilo Irish Red Ale que fosse Muuuito Boa ???? Eu nunca !
    Abs !

    Reply
    1. Guzzon

      Sever Beer, já provou a Way Irush Red Ale?
      É um bom exemplar nacional do estilo, vale a pena conhecer

      Abç
      Guzzon

      Reply
  9. Micheel Pedreira

    Ficar com gosto de madeira na boca é algo complicado heim(5:16).
    Qualquer cerveja é prejudicial para mulher gravida, não? Pelo menos sempre vejo o alerta nos rótulos das cervejas.
    “Qual o bar que você prefere na BAHIA? O Caminho de Casa.” Por que todo mundo resume a Bahia a Salvador? Lá em Feira de Santana(minha cidade) tem ótimos bares(mas basicamente quase todos só vendem AMBEV também).
    Experimentei a de Bacuri da Amazon Beer e também não gostei muito, no Untappd atribui a nota 2 ou 2.5 de 5 a ela. Achei um pouco enjoativa.

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      hahahaha…
      Mas pelo menos o Anselmo não uso o termo “popular” prá madeira, né? 🙂
      O Jaisson que é de Belém e acabou de postar um comentário tem a mesma opinião que vc.
      Acha o chope da Bacuri enjoativa. Mas cá entre nós:
      Bacuri deveria ser melhor que Priprioca. Ou não???

      Reply
    2. Gú - Beercast Brasil Post author

      Micha,

      O lance que citei o Caminho de Casa é pq perguntaram do que eu conheci aqui, mas com certeza sei que tem bons bares espalhados por feira, simões filho e camaçari, é só questão de chegar e perguntar no primeiro posto. rs

      Eu felizmente não provei no programa a Bacuri, vou deixar pra uma outra oportunidade, estou curioso para provar a de Açaí, vamos ver qualé.

      Cheers!

      Reply
      1. Micheel Pedreira

        É que muitas vezes já vieram falar comigo querendo saber algo de Salvador e falaram Bahia, ou algo que é só de Salvador vira de toda a Bahia.
        Como a umas semanas, um carioca veio me falar que passava as férias na Bahia, ai eu perguntei aonde, ai ele: Jardim de Alah. Eu não conheço essa cidade na Bahia, só um bairro em Salvador. Ai depois descobri que era nesse bairro em Salvador mesmo. Acaba sendo como eu falei, muita gente resume a Bahia a Salvador, quer falar Salvador mas acaba falando Bahia.

        Reply
    3. Anselmo Mendo

      Ué Micheel, quando tu come uma pizza calabresa aí em Roma fica com gosto de que na boca?!? Hahaha. É, essa Priprioca dá muitos motivos para os duplos sentidos.

      Reply
  10. jaisson

    Fala galera, não conhecia o podcast de vocês , descobri faz duas horas através de um post no facebook de uma amiga que me indicou, gostaria de dizer que aqui em Belém (sim sou de Belém do Pará) não se toma açaí com banana nem com morango, inclusive se você fizer isso por aqui vão achar que você curte uma “priprioca”. Quanto as cervejas da amazon beer só tomei duas a forest bacuri ,que achei boa mas enjoativa se você tomar um pouco mais, e a stout Açaí que gostei muito. Enfim é isso , vou virar ouvinte de vocês agora .

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Boa Jaisson!

      Acho divertido poder fazer cervejas com ingredientes diferentes. E como dissemos no programa, produtos da amazônia dão uma brasilidade muito legal para elas.
      Seja Priprioca ou Bacuri, não importa. Desde que se goste da fruta. 🙂
      Obrigado pela audiência!
      Abraço!!

      Reply
    2. Gú - Beercast Brasil Post author

      Jaisson,

      Fodeoooo!

      Todas os ratos de academia de São Paulo e Rio são apreciadores de “priprioca” então, aqui foi moda durante muito tempo comer com banana e morango, ultimamente ficou quem curte mesmo o Açai, mas se não me engano todos que tem em Sampa são batidos com morango, e acredite, em salvador também é batido com banana e colocam morango, leite condensado e até leite ninho, acredita?

      Aguardo novas visitas suas e sempre mande suas degustações e descobrimentos cervejeiros.

      Cheers!

      Reply
      1. jaisson

        hahahahaa quando eu vejo os costumes dos outros lugares tomando Açai acho muito estranho, vocês tomam e vão malhar, aqui e gente toma e vai dormir porque da muito sono depois que toma uma tigela disso com farinha

        Reply
    3. Anselmo Mendo

      Açaí se come é com farinha, o resto é frescura. Jaisson, Belém está nos meus planos de viagem. As cervejas da Amazon são fáceis de se achar por aí? Abração!

      Reply
      1. jaisson

        essas cervejas a amazon beer você encontra ou na estação das docas ou nos supermercados da cidade tipo lider ou yamada, mas é melhor você ir na estação para apreciar a vista do rio Guama enquanto saboreia a dita cuja

        Reply
        1. Renato Martins

          Jaisson, acredito que seja possível beber em chope la na estação né…

          Apesar de não ter gostado muito dessa, deve ter outras opções que tem tudo pra ser interessantes.

          Abs.
          Renato Martins

          Reply
    4. Micheel Pedreira

      Quando fui em Porto Velho/Rondônia, tomei um açaí lá que tinha umas 20 opções de extras. Morango, banana, creme de leite, farinha em pó, farinha de milho, passas, granola, creme de leite…. Não escolhi as 20, coloquei umas 5 ou 6, foi o açai mais “estranho” que tomei, mas era gostoso.

      Reply
  11. Caroline Brandão

    Meus queridos, como uma paraense nata devo informar à vocês que definitivamente erraram na escolha da cerveja… Hahahaha
    A melhor é a de bacurí, na vdd o melhor da Amazon é o Chopp mesmo, quem sabe em uma visita de vcs aqui ao Pará vocês provem né?!
    Já avisei que vou dar uma cachaça de Jam ú pra vocês provarem..
    Beijos e Sucesso!

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Boa Tarde Lolly.

      Esses nomes de frutas, raízes e ervas paraenses são muito engraçados…:)
      Bacuri tb ia render piadas boas!!
      Mas tb achamos que os chopes são sempre melhores!
      Não ia ser má idéia passear no Pará e conhecer as cervejas daí.
      Obrigado por escrever.

      Um beijo!

      Reply
    2. Gú - Beercast Brasil Post author

      Caroline,

      Ufa! Ainda bem que erramos na escolha da cerveja e não da cervejaria, eu confesso que estou curioso para provar a de Açai e com certeza nossa nota vai melhorar.

      Sobre a cachaça eu quero só ver, com certeza mais uma tradição do Pará pra provar.

      O que achou da trilha sonora? Você sabe que teve sua contribuição né? rs

      Cheers!

      Reply
    3. Anselmo Mendo

      Caroline, Belém está nos meus planos de viagem. E o que seria uma cachaça de Jamú? De qualquer forma, reserva uma pra nós aí! As cervejas da Amazon são fáceis de achar nos bares belenenses?

      Reply
  12. Sylvia

    Olá Anselmo, Renato e Ricardo… episódio muito bacana 🙂
    Prazer em revê-los no encontro Skynerd Beer … e conhecê-los (Anselmo…kkkk)
    Pra quem tava incomodado que eu não existo virtualmente, olha eu aqui!!….hahaha
    =)

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Olha a Sylvia aí!!! Finalmente lembrou onde tinha guardado o computador, heim? Foi bem legal te conhecer no sábado, no próximo encontro estaremos lá novamente, bjs!

      Reply
  13. Leonardo Graton

    Fala pessoal do BeerCast, como sempre sensacional o programa, conheci vocês a menos de uma semana ( e já ouvi todos episodios ) depois que começaram a me seguir no Instagram (@leonardograton), valeu. Queria deixar uma dica para vocês que pode virar um episodio, moro em Uberlandia MG e na próxima terça feira vai acontecer no EAP o lançamento da mais nova cervejaria daqui, a Cervejaria Munchkin vai lançar lá a Goosfraba (Por enquanto a produção é feita nas instalações da Dortmund). Fica aqui o link do evento para mais informações.
    https://www.facebook.com/events/185801414945835/?ref_dashboard_filter=calendar

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      E aí Leonardo, obrigado pelos elogios, cara. E valeu por avisar sobre o lançamento da Munchkin. Esse slogan “… a primeira cerveja do Brasil elaborada inteiramente com maltes especiais” deixa curioso. Se tudo der certo passo lá pra conferir.

      Reply
    2. Gú - Beercast Brasil Post author

      Leonardo,

      Obrigado pela visita em nossa site, volte sempre e se for pra trazer novidades cervejeiras esta convocado a voltar sempre.

      Mande suas degustações e experiências neste mundo e se tiver piada boa de bêbado manda pra mim que conto no próximo programa.

      Cheers!

      Reply
  14. Rafaela Ivo

    Rotina de quarta-feira: chegar no trabalho, ouvir beercast e depois voltar pra casa e beber qualquer cerveja que tiver na geladeira!

    Fala galerinha, tudo bem? Muito bom o programa, mas não sei se gostaria dessa cerveja, não… E poxa, bem divertido o papo, MAS PRA QUÊ TANTA MÚSICA DA GABY AMARANTOS? ASUDHIASHDIHASHDUASHDUASH

    Frase marcante do beercast: “Eu sou Anselmo e olha, me dá um medo danado de tomar uma cerveja que tem piroca no nome!”

    Reply
    1. Renato Martins

      Rafaela, o nome da cerveja é uma piada pronta, né?!

      As músicas desse episódio foram escolhidas pelo Gustavo, na próxima eu tomo as rédeas de novo…hehehe

      Grande abraço!
      Renato

      Reply
      1. Rafaela Ivo

        Isso aí, toma as rédeas da situação! hahaha
        É que teve uma época que eu escutei essas músicas até enjoar, por que minhas irmãs gostavam da abertura da novela hahahaa

        Reply
      1. Sylvia

        Anselmo… o pior mesmo … mesmo…é: além de estar com a priprioca e/ou pikantus na boca, é elas ainda terem gosto de mofo de armário de casa de praia… …hahahahahaha… XD

        Reply
        1. Gú - Beercast Brasil Post author

          o Anselmo com certeza passa o ano na Praia Grande ou Bertioga, segundo estudos do IBGE são as cidades com maior índice de compra de Naftalina para armário de todo o Brasil.

          Reply
      1. Rafaela Ivo

        Ihh, Gustavo, passo a bola pra outro, já escutei tanto esse tipo de música por causa dos outros (com carros de som e etc) que não aguento mais! haha

        Reply
  15. Luquita da Galera

    Fala pessoal a minha cerveja preferida é aquela de Pimenta que eu levei rs…

    Vejam só, eu gosto muito da Amazon Bier e diga se de passagem foi um ponta pé inicial para vocês fazerem um programa com uma Fruit rs.

    No caso da Priprioca é uma cerveja, ame ou odeie (alias quase todas da marca são assim), particularmente eu adoro ela. Esse gosto muito diferente dela é interessante demais, da um amargor diferente e muito bom na minha opinião.

    Já a de açaí eu não curti muito, porém todas as outras são sensacionais.

    Bom, eu tenho que agradecer a presença de vocês no nosso encontro. Foi muito legal, finalmente, conhecer vocês pessoalmente. Esse apoio com divulgação que vocês fazem não tem preço para nosso encontro, aliás o encontro em si já demonstrou fazer a sua parte para a Cultura cervejeira.

    Espero que em janeiro teremos um encontro ainda melhor e com comandas, rs.

    Abraços

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Fala Lukita. Também gostei do encontro, foi divertido e o pessoal é bem legal. Valeu mais uma vez por organizar a coisa. E esse negócio da comando é sacanagem em muitos bares pra deixar a conta confusa de pagar. Gosto do esquema do EAP e da Cervejaria Nacional com comanda individual. E também gostei das cervas do seu amigo (principalmente o aroma de todas elas), mas a de pimenta realmente não é mole não. Precisa ser meio mexicano pra beber uma garrafa toda. Aguardamos o próximo encontro cervejeiro! Abs.

      Reply
      1. Luquita da Galera

        O esquema da comando no EAP já ta por mesa tb, pelo menos da última vez que eu fui. Realmente é muita sacanagem mas tem muitos brasileiros por ai que pedem por isso e inventam formas muito boas de dar calote.

        Eu tenho um projeto bom pra acabar com toda essa confusão e parafernália, falta alguém pra desenvolver ele pra mim! Rs…

        Logo mais a gente desce mais algumas de pimenta!

        Reply
  16. Luís Loureiro

    Hoje eu acho que consegui chegar primeiro! aauhauha
    A Amazon Beer Priprioca eu nunca degustei, na verdade nunca nem vi por aqui, já comprei da IPA e da Stout, não lembro se já vi mais alguma por aqui.
    Mas convenhamos, como vocês disseram em um programa passado, comparando com a Red Ale da Baden Baden, as outras não tem chance!

    Reply
    1. Renato Martins

      Po Luis… essa comparação é realmente uma sacanagem! Outro dia mesmo a gente estava conversando sobre isso, a Red Ale da Baden Baden (apesar de ser classificada como Double Red pela mesma) pode ser considerada uma BarleyWine e nesse ponto, elas ficam bem distantes.

      Um abraço e vamos gravar aquele nosso papo!
      Renato

      Reply
    2. Anselmo Mendo

      Ôôôô… Luís, cê tá virando o Barrichello dos comentários! 2º lugar de novo :).
      Achei difícil definir o estilo dessa breja e ainda não experimentei os outros estilos da Amazon. Você gostou da Stout?

      Reply
    3. Gú - Beercast Brasil Post author

      Luís,

      Não chegou Amazon Beer pelos empórios do Rio?

      Eu já escutei falar muito bem da de Açai e estou curioso pra provar, essa priprioca eu passo a vez.

      Cheers!

      Reply
      1. Luís Loureiro

        Eu na verdade vi as Amazon Beer no mercado, a de Açaí é bem interessante, nada de espetacular na minha opinião, só uma stout, o gosto de açaí mal senti, mas como só bebi uma vez, pode ser pela safra e talvez tenha que dar outra chance pra ela. E Renato, só mandar um e-mail com hora e dia que cato pelos empórios daqui a breja e a gente grava sobre ela!
        Abraços e no episódio de amanhã pego de volta meu posto de primeiro comentário! hahaha

        Reply
  17. Julio Oliveira

    Bom dia Srs….sim.. bom dia pq agora são exatos 00:30 de quarta feira…
    Incrível como vcs conseguem fazer com que eu fique acordado até essa hora, aguardando mais um episódio do Beercast.
    Já tomei a minha Erdinger pikantus enquanto aguardava a publicação e posso dizer que ela merece com certeza 4 tampinhas e 1 amassada…..5 tampinhas vou reservar para quando a minha brassagem ficar pronta…rsrsrs.

    Um abraço

    Reply
    1. Renato Martins

      Fala Julio!

      Agradecemos muito a audiência e concordo com você, a Erdinger é uma cerveja clássica e de qualidade.

      Estamos aguardando a sua cerveja para fazer uma avaliação por aqui hein.

      Grande abraço.
      Renato Martins

      Reply
      1. Julio Oliveira

        Moçada,

        Com certeza seguro algumas, se saírem boas…rsrsrs
        Como disse o Anselmo, também acho interessante fazerem um programa sobre cervejas artesanais, etc. É um mundo muito vasto.

        Vamos marcar sim alguns encontros regados a cerveja.

        Parabéns mais uma vez a todos pelo programa.

        Prosit!!

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*