Balanço Cervejeiro 2018 com Patronos – Beercast #289

By | 5 de dezembro de 2018
Ribeirão Preto com Anelise – Beercast #288

Balanço Cervejeiro 2018 com Patronos – Beercast #289

Convidamos nossos patronos para fazer o balanço da cerveja 2018.

Confira como foi esse bate-papo.

Comentados durante o episódio:

Músicas

BeerGifts

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (55:09 de duração)

3 thoughts on “Balanço Cervejeiro 2018 com Patronos – Beercast #289

  1. Daniel Córdova

    Só consegui terminar de ouvir o programa agora.
    Bem legal o bate-papo.
    E pode deixar o nome como catharina sour mesmo que é mais bonito =D
    Abraço

    Reply
  2. Fabrizio Guzzon

    Salve.

    São Roque é a capital da gastronomia da região metropolitana de São Roque…. rsrsrs….. a Sorveteria Quero Quero também é muito boa, mas é do irmão do Sudário.

    A gente fica falando sobre os estilos da moda e tenho notado que parece que o pessoal tem medo de sair das IPA. Até temos a Catharina Sour, mas acho que as NEIPA tiveram muito mais holofote, um monte de lançamentos neste estilo, e agora com as Brut IPA que tem um monte que não são Brut e um monte que não são IPA…. rsrsrsrs

    Sobre os eventos, eu acho que os eventos menores vão começar a crescer, mais por conta do aumento do público e por conta do aumento dos espaços que atuam com cervejas artesanais. Mas alguns eventos grandos, como o Mondial e o SlowBrew, devem se manter pois são onde as cervejarias conseguem colocar seus lançamentos e onde muita gente trabalha seus contatos.

    A Ambev esta fazendo aquilo que as artesanais deveriam se juntar para fazer…. na verdade, acho que eles estão fazendo algo que ajuda as menores, eles estão criando mercado. Eles olham para o mercado de artesanais, avaliam o potencial do mercado e vão acelerar este crescimento usando eles mesmos como alavanca.

    Abç
    Guzzon

    Reply
    1. Anselmo Mendo

      Guzzon, fomos no Sudário e provei a sua sugestão: presunto alemão com geleia (que no caso foi uma de jabuticaba com pimenta). Muito interessante. Sobre o que você escreveu a respeito do mercado concordo inteiramente – cê fez falta na gravação – inclusive com relação a AMBEV. Os pequenos tinham, ou têm, medo deles, mas acho que estão ajudando o mercado como um todo. Abração!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*