Acerva Paulista com Alessandro Pisa – Beercast #198

By | 22 de fevereiro de 2017
Acerva Paulista com Alessandro Pisa – Beercast #198

Acerva Paulista com Alessandro Pisa – Beercast #198

Para o episódio de hoje, fizemos um novo programa com Alessandro Pisa para falar da Acerva Paulista.

Confira como foi esse bate-papo.

Comentados durante o episódio:

BeerGifts

Download

Trilha Sonora

  • Cream – Strange Brew
  • Cream – Sunshine of Your Love
  • Cream – World of Pain
  • Cream – Dance the Night Away
  • Cream – Blue Condition
  • Cream – Tales of Brave Ulysses
  • Cream – Swlabr
  • Cream – We’re Going Wrong
  • Cream – Outside Woman Blues
  • Cream – Take It Back
  • Cream – Mother’s Lament

Acompanhe e entre em contato com o Beercast:

Clique no play no inicio da página e escute nosso episódio. (33:30 de duração)
Avalie abaixo quantas tampinhas esta cerveja merece.

11 thoughts on “Acerva Paulista com Alessandro Pisa – Beercast #198

  1. Mauro Prates

    Viu Gustavo… Quando o convidado escolhe a música a coisa funciona kkkkk.
    Cara, não estou lembrado do meu fermentador fazer barulho mais forte ao tampar não… Será?! Kkk não pode ser.
    Acho que uma associação só faz sentido se for pra ajudar os associados. E a questão da compra coletiva tem tudo relacionado a isto. Bem como o curso. Bora procurar isso aqui em BH.
    Até quarta, bom carnaval e dale Galo.

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Hahahahaha… verdade Mauro:
      A música do convidado foi bastante melhor que a do Gustavo!
      Hehe… não vou opinar sobre esse barulho a mais ao fechar o fermentador. Como diz o Gustavo: “não manjo dos paranaues”…
      Eu tb acho q ter ideias boas (inovadoras ou não) ê resultado de uma associação que se preocupa e discute os interesses comuns dos associados.
      Aí aparecem essas ideias legais!

      4ª é nós!

      Abração!

      Reply
  2. Luquita da Cerveja

    Fala pessoal, belo programa.

    Pra quem vê de fora realmente é meio místico o que as Acervas fazem mas quem acompanha vê que é bastante instrutivo fazer parte delas. Sem contar que deve ser bom os encontros, brassagens e etc.

    É juntar uma galera que gosta da mesma coisa pra fazer mais e mais. Também curtir a ideia de aqui em SP eles terem compras coletivas, pode realmente ser bem útil.

    Enfim, esse programa mostrou bem a capacidade do BC fazer um programa mais descontraído e outro mais informativo sem perder a graça.

    Abraços

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Boa Maurício!

      Acho q entrar em contato com a ACervA PR, pra sugestões de como começar a montar uma “filial” e falar com os outros cervejeiros da sua cidade sobre sua ideia seria um bom começo.
      Abração!

      Reply
  3. Guilherme Sória

    Estou para me filiar a alguma ACERVA, só ainda não sei qual, porque “moro” um pouco no PR e em SC.
    Já fui a alguns eventos da ACERVA-PR e foram muito bons.
    O ponto alto do episódio foi a “PeruIPA” e a “MongaguAPA”!
    Só faltou mesmo a degustação e as tampinhas de uma cerveja.

    Rumo ao #200!!

    Abraço!

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Boa Guilherme!
      Acho q qualquer uma q vc escolher está ótimo. Se vc faz cerveja em casa é importante fortalecer essas entidades.
      Eu tb voto por SC. Pra concordar com o Daniel.
      Mas não há como negar a potência que está se tornando a ACervA do PR.
      Quanto aos nomes das cervejas, o Mr. Maminha é mestre.
      Hahaha

      Abração!!

      Reply
  4. Daniel Córdova

    Fala, pessoal!

    Muito legal saber o que rola na Acerva SP. Essa história de compra coletiva é uma ótima ideia pra implementar aqui na de SC.

    Sou associado na acerva daqui e ultimamente tem tido diversos cursos com um custo bastante em conta pra associados. Cursos desde os mais básicos até os mais avançados e vale bastante a pena. Aprendemos muito.

    Sobre caseiros venderem cerveja, sou da mesma opinião do Alessandro. Nada contra vc vender uma garrafinha ou outra a preço de custo pra alguns amigos e familiares. Quem nunca? Mas fazer 100, 200 litros por brassagem já imaginando vender boa parte da produção já é demais. Pior que conheço gente que faz isso e se enche de orgulho que tá tendo que aumentar a produção porque não vence de atender as encomendas.

    Faço um paralelo com o rateio da carne do churrasco. Não é porque eu to assando a carne que tenho que pagar sozinho pelo churrasco que todo mundo vai comer, mas também não é porque tem gente pagando que vou começar a assar 50kg de carne por fim de semana pra vender na informalidade pro bairro todo.

    Eita, deu fome de um espetinho agora 😛
    Valeu!

    Reply
    1. Ricardo Shimoishi

      Boa ideia mesmo, Daniel!
      Compra coletiva realmente ajuda todo mundo.
      Por essa e por outras (muuuitas outras) acho que o intercâmbio de atividades das AcervAs é bastante saudável.
      Ganham todos!

      Tá rolando umas ideias no Beercast de reunir uns cervejeiros caseiros pra uma troca de ideias e (why not?) um churrasco. Espero que, se rolar, vc possa participar.

      Abração!!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*