Wiesn Fashion Week! Oktoberfest – Parte 2

By | 20 de outubro de 2014

Lederhosen, Loferl e Dirndl são vestimentas que fazem parte da tradição de uma Wiesn e são muito badaladas por serem tão diferentes. Vamos conhecer outros aspectos da festa popular alemã mais difundida mundialmente e saber sobre essas particularidades que você irá querer vestir durante a festa.

Wiesn Trachten

(Clique nos links para ouvir a pronúncia)

Atualmente, as roupas tradicionais da festa do Sul da Alemanha são ainda mais populares, no sentido de POP, do que eram no início da tradição e em outro post vou mostrar outros detalhes como os desfiles, a abertura de um barril, as bicicletas cervejeiras e muitas outras curiosidades dessa tradição. Se querem saber como a festa chegou ao Brasil vejam o vídeo do 1, 2, 3 Cerveja que traz até um dos responsáveis pelo inicio da Oktoberfest em Santa Catarina.

A Wiesn, como é chamada na maioria da Baviera e que significa “campo” (contração de Theresewiese), possui vários outros aspectos tradicionais muito além da cerveja. No post anterior eu já mencionei que a cerveja chegou apenas depois na festa, mas se tornou a grande estrela.

Oktoberfest

A festa mantém muita coisa viva, mas isso não quer dizer que os alemães se comportem e se vistam daquele jeito pois, principalmente o Norte alemão é muito diferente, sendo quase outro país com outras culturas. Há aquela mesma visão do alemão com o nosso Carnaval sendo feita daqui para lá.

Um detalhe foi o fato de eu ter mencionado que a Wiesn é a maior festa popular do mundo e o amigo Fabrizio Guzzon chamou a atenção para o nosso Carnaval. Não achei uma fonte de informação precisa sobre qual das duas seria maior mas acredito que a Wiesn é a maior localizada em apenas um espaço, enquanto o Carnaval atinge territorialmente mais lugares.

As Lederhosen ou “Calças de Couro”, são tradicionais da região da Baviera, mais especificamente dos Alpes entre a Alemanha e Áustria e de uso centenário. Usadas pelos trabalhadores rurais e alpinistas serviam como vestimenta de trabalho por serem resistentes, fáceis de limpar e oferecerem boa mobilidade. Não se tem uma data de quando esse tipo de calça começou a ser usada, mas sua popularidade voltou à tona no século 18. Há diversos tipos de Lederhosen: curtas, na altura do joelho, na altura da canela e longas (essa última é mais recente).

Lederhosen Wiesn

As Lederhosen já causaram polêmica por causa do seu comprimento e chegaram a ser proibidas de uso pela igreja no século 18 mas, graças ao rei Ludwig II, que era um fã desta vestimenta, foram instituídas como trajes tradicionais que faziam parte da história daquela região.

Iron Man WiesnAs calças usadas na Wiesn são geralmente adornadas, marrons com detalhes brancos ou pretas com detalhes verdes, além de serem acompanhadas pelos suspensórios. Feitas geralmente de couro de animais domesticados como cabras e bezerros, possuem também versões de couro de veado ou camurça que atualmente é a mais comum. O comprimento remete muito a época em que a calça foi usado, a mais comprida já era uma vestimenta de Ötzi, a múmia encontrada nos Alpes entre a Alemanha e Áustria; a versão mais curta e bem apertada é usada pelos artistas que dançam o Schuhplattler, tradicional dança que consiste em fazer passos batendo as mãos nas solas dos pés, nas pernas e coxas.

Curiosidades à parte, tradicionalmente não se usava cueca debaixo das Lederhosen, alguns postos policiais tinham a peça como parte do uniforme e um certo bigodudo também gostava de usá-las. Até Coco Chanel já se inspirou nas calças de couro para alguma de suas coleções.

Loferl Wiesn

As Loferl ou Stutzen, são como meias que vão do joelho até a canela, algo como caneleiras usados por jogadores de futebol, mas feitas de lã ou algo do tipo. Hoje em dia, alguns jogadores de futebol usam essa vestimenta por cima das caneleiras e assim como nas calças elas são de tradição muito antiga, sendo usadas por trabalhadores, servindo para aquecer, proteger e esconder mais a pele que no século 18 era desejável não estar exposta.

Fazendo parte do traje masculino as Loferl devem ser usadas com a Lederhose curta, ficando abaixo do joelho cobrindo por inteiro a batata da perna. O par deve ficar na mesma altura, ser do mesmo tamanho e de preferência ser feito por algum belo trabalho manual. Não se devem usar meias compridas junto com as Loferl, apenas as curtas que não saem para fora do sapato.

Durante o Wiesn, assim como os homens, as mulheres possuem um traje tradicional o Dirndl. A vestimenta com pronúncia difícil teve sua origem no século 19 quando era usada por trabalhadoras e empregadas das fazendas. A saia surgiu a partir da Leiblgwand, isto é, uma camisa simples sobreposta de um avental, feito de lençol e que serviam para se proteger da sujeira dos trabalhos pesados nos campos, estábulos e domésticos.

Dirndl Wiesn

Dirndl Lederhosen WiesnO Dirndl ficou famoso a partir dos anos ’30, quando algumas celebridades começaram a imitar a vestimenta tornando-na uma peça de moda luxosa, sendo usada mundialmente naquela época.

Não há um modelo padrão para a saia popular da Wiens, podendo variar dependendo da região do sul da Alemanha, porém há algumas particularidades que devem ser respeitadas.  O saiote em si é preso por um laço o qual dependendo do lado que estiver possui um significado diferente. Se usado na direita, a mulher é comprometida, na esquerda ela está solteira, se usado para trás significa que ela é viuvá e nas “jovens” é usado na frente.

A regra principal para o Dirndl é que seu comprimento pode ser tão curto quanto um Mass é alto, caneca que o nosso amigo Adriano escreveu sobre.

Charivari Wiesn

Para finalizar as vestimentas tradicionais da Wiesn, um adorno chamado de Charivari (Schariwari) é usado tanto por homens quanto por mulheres. Trata se de uma corrente, que se acredita ter inicialmente usada no pescoço ou bolso de camisa, prendendo relógio e joias passou a ser usada na cintura das Lederhosen e Dirndl.

O Charivari costuma ser ornamentado com medalhas de caça, troféus tirados de animais caçados (como pata do coelho ou chumaço de pelo), moedas e jóias preciosas.

E ai, vocês acham que faltou mais alguma vestimenta tradicional?

9 thoughts on “Wiesn Fashion Week! Oktoberfest – Parte 2

  1. Pingback: Festa de Milhões, Oktoberfest - Parte 3 | BeerCast Brasil

  2. Anselmo Mendo

    Não parece nada fácil estar na moda na Oktoberfest. Quanta coisa pra vestir. Qual quantidade de pessoas participam da festa, dá pra calcular? Os 4 dias de carnaval no Rio de Janeiro devem envolver muitos milhares de pessoas, sem exagero. Infelizmente regada a Brahma, principalmente.

    Reply
  3. Fabrizio Guzzon

    Po Luquita…
    Eu falei que a nossa Ocktoberfest é a segunda maior Ocktoberfest do mundo, perdendo somente para a original, eu lá quero saber de carnaval… E o meu nome é com “z”…. rsrs…
    E esses trajes das festas alemãs são demais… acho muito legal, não sou descendente nem nada, mas usaria para trabalhar numa boa… rsrsrs
    Abç
    Guzzon

    Reply
    1. Luquita da Cerveja Post author

      Guzzon foi mal mas já corrigi o seu nome, foi descuido rs.

      Mas a para do tamanho eu interpretei como sendo o Carnaval mas tudo bem, acabei levantando então por conta própria uma questão rs.

      Reply
      1. Fabrizio Guzzon

        Sem problema Luquita,
        Mas a Oktoberfest ocorre em somente um local da Alemanha? Achei que assim como no Brasil praticamente cada cidade tinha a sua…
        Abç
        Guzzon

        Reply
        1. Luquita da Galera

          Guzzon a Oktoberfest na Alemanha ocorre principalmente em Munique e Hannover, há algumas outras do tipo principalmente ao redor da parte sul mas dificilmente na parte norte. Parte por rixa entre as regiões e tb pq cada lugar tem a sua tradição e várias outras festas cervejeiras.

          Reply
  4. Daniel Córdova

    Parabéns, Luquita. Mais um post incrivelmente informativo e detalhado.
    Aqui em SC é comum ver essas roupas típicas para alugar nessa época do ano para usarem nas festas de outubro.
    Não sei como está esse ano, mas em anos anteriores quem fosse para a Oktoberfest de Blumenau vestindo o traje típico entrava de graça.
    Inclusive, está rolando uma polêmica deste ano, porque as mulheres estavam com as saias típicas curtas demais nos desfiles.
    http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2014/10/trajes-tipicos-sao-alvo-de-polemica-nos-desfiles-da-oktoberfest-4623991.html
    Prosit!

    Reply
    1. Luquita da Cerveja Post author

      Valeu Daniel,

      Essa para de entrar free vestido a caráter eu já tinha ouvido falar tb. É uma pena que 99% das pessoas que frequentam acham que a roupa é “fantasia” de sabe se la de onde!

      Pelo visto não são só os turistas que não sabem da tradição das roupas pois está gerando polêmica para algo que na Alemanha a muito tempo já caiu.

      Tanto é que coloquei a frase “o Dirndl pode ser tão curto quanto um Mass é alto!”

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*