Nerd Beers da Ficção à Realidade!

By | 25 de agosto de 2014

Nerd em geral sempre presa por um bom filme, seriado, HQ, anime e/ou qualquer assunto ligado a esse meio de entretenimento. O nerd que também aprecia uma boa cerveja já deve ter reparado nas bebidas consumidas em algo que tivesse assistindo e ai com certeza deve ter surgido a dúvida se aquela cerveja era real ou fictícia, certo?

Heineken

Resolvi iniciar um novo tema nerd na minha coluna e abordarei sobre cervejas que aparecem na ficção mas que podem ser ou se tornar reais. Também falarei sobre aquelas lançadas em forma de homenagem ou em uma tentativa de recriação. Particularmente, espero que curtam essa abordagem e que juntos possamos achar e falar sobre várias curiosidades envolvendo o assunto.

Queen BeerNão há exatamente um ponto de partida para este assunto Nerd, na minha pesquisa encontrei a “May Queen” como sendo um dos primeiros usos de uma cerveja fícticia, no livro “Uncle Fred in the Springtime” de P. G. Wodehouse, publicado em 1939. Porém acredito que muito antes disso deva ter havido histórias usando uma cerveja da imaginação do escritor.

O tema é vasto e a melhor forma de ilustrar sobre o que estou falando é o infográfico “Fantastical Fictive Beer“, que deixei para colocar no final do post por causa do tamanho e clicando no link irão a uma página aonde poderão ver lá com zoom.

Na verdade trata se de um poster de um site americano que reuniu algumas das várias cervejas que aparecem no mundo ficcional (isso não inclui novelas de nenhum tipo, rs) e é uma boa opção para conhecer vários outros infográficos Nerd e Cervejeiros que há por lá!

Duff BeerA cerveja fictícia / real mais notável é a Duff do desenho Simpsons, que foi pauta do primeiro programa do BeerCast, mas ela merece ser explorada mais a fundo em uma próxima oportunidade. Hoje irei mostrar primeiramente a cerveja feita em homenagem ao Hayao Miyazaki e ao estúdio Ghibli, criador e local de criação de inúmeros filmes de animação japonesas que ficaram mundialmente famosas como Nausicaä do Vale do Vento e A Viagem de Chihiro.

Essas e outras obras não só ficaram conhecidas por uma delas ganhar o Oscar de melhor animação mas também por Hayao Miyazaki trabalhar em parceria com a Disney.

MugiwaraboushiA cerveja Kaze no Tani é exclusiva do café Mugiwaraboushi (tradução: Chapéu de Palha), localizado no museu do estúdio Ghibli em Tokyo, e está disponível (pelas minhas pesquisas) em 3 estilos: Pils, Red Ale e Malt Beer (que acredito ser a sem álcool). A cervejaria “Oratche Kaze no Tani (Wind Valley) Brewery / Rakuno Okoku Kabushiki Kaisha Brewery”, que tem um nome tão complicado que não conseguiram nem fazer um site, é responsável pela produção e faz um rótulo exclusivo baseado nas cervejas de linha da fábrica.

 

O rótulo, roubando um pouco do tema da coluna do Anselmo, possui vários elementos em homenagem ao artista. Na parte principal está a protagonista de Vale do Vento, “Nausicaä”, segurando um ramo de cevada. Ao redor estão varias outras referências da criação de Hayao, como Meu Amigo Totoro, que não aquele da Porta dos Fundos mas sim uma referência direta pelo tamanho do personagem com o “artista”, O Castelo no Céu e Porco Rosso, por exemplo. Com certeza este é um rótulo bastante colecionável e desejado por todo Nerd.

Kaze no Tani

Abaixo vocês poderão ver algumas das cervejas que irei abordar por aqui nas próximas semanas:

Nerd Beer

Clique com o botão direito em cima da imagem e abra em uma nova guia para ver em tamanho maior.

10 thoughts on “Nerd Beers da Ficção à Realidade!

  1. Daniel Córdova

    Fala Luquita!
    Esses quadros do Pop Chart Lab são animais! Tenho um do The Very, Very Many Varieties of Beer na parede de casa emoldurado (comprei deles, nada de print pirata).
    Sobre cervejas NA ficção, reparei esses dias e postei lá no grupo de cervejeiros no FB uma six-pack de Pilsner Urquell em cima da geladeira dos caras de Friends. Achei bem legal e sei que há inúmeros outros exemplos, como Kirin Ichiban (e outra que não lembro) aparecendo na geladeira da Misato em Evangelion.
    Enfim, muito bom o tema e não vejo a hora de ver o que vem por aí. E muito legal essa cerveja japonesa.
    Abraço!

    Reply
    1. Lucas Zurwellen Post author

      Futuramente pretendo ter tb os prints na parede, são uma ótima decoração. Legal ver essas aparições né, vou tentar trazer as imagens para os post tb e ver se tem alguma história ligada a isso.

      Reply
  2. Anselmo Mendo

    Ah, Luquita! Esse foi um dos posts que mais gostei até agora. E concordo com o Guzzon, não vai faltar pauta! Conhece o álbum “Asterix entre os Belgas”? A cerveja faz parte da dieta e os belgas acreditam que também é dela que vem sua força. Tem até um personagem que, no original, se chama Gueselambix. Bem sugestivo né?

    Reply
    1. Lucas Zurwellen Post author

      Viu Anselmo, esse assunto vai render, pq todos sabem de alguma coisa nerd em relação a isso! Eu conheço a história do Asterix e Obelix mas não lembrava dos detalhes, vou reler e ver mais sobre o Gueselambix.

      Reply
  3. Jean Chris Benetti

    Muito bom Lucas, Crazy Duck, lembra? Aquela sua 1ª foto do site Brejas. Estou fazendo curso de sommelier também pelo Science of Beer Institute no Bar Brejas. É tão bom estudar cerveja e poder beber na aula, não? E aí vamos ao Slow Beer dia 1º em Ribeirão? Abraço.

    Reply
    1. Lucas Zurwellen Post author

      Jean que prazer ter vc por aqui! Lembro do apelido sim rs… e o curso do Beer Institute como é?

      É bom estudar cerveja mesmo mas a gente bebia bem menos do que eu queria, lá era algo em torno de 700ml no total.

      Bem que eu queria ir no Slow Beer mas nem vai rolar.

      Reply
  4. Fabrizio Guzzon

    Grande Luquita!
    Esse tema vai dar pano para manga! É muito interessante ver como as cervejas reais migram para o mundo ficcional e mais interessante ainda quando vemos uma cerveja criado em alguma obra, seja literária ou cinematográfica, sair da midia que foi criada e ganhar vida…
    E pelo infográfico ali em cima temos assunto de sobra… rsrs
    Abç
    Guzzon

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*