Oktoberfest 2015

Por | 29 de outubro de 2015

Fala pessoal!
Voltei para contar rapidamente como estava a Oktoberfest 2015 em Blumenau, que chegou ao fim neste domingo, 25 de outubro, e recebeu cerca de 473 mil pessoas em 19 dias de festa.

Batatas recheadas.

Batatas recheadas

Esta foi a 32ª edição da Oktober e a primeira desde que a Kirin venceu a licitação da cervejaria oficial do evento. Aliás, foi muito legal ver que a Eisenbahn era o nome principal da festa, uma marca antes de mais nada local.

O clima ajudou e a chuva incessante dos últimos dias (inclusive com enchentes por SC e mesmo em Blumenau na 5a feira anterior) parou. Fui para a festa em uma excursão. Saímos de Florianópolis no sábado de manhã, dia 24, por volta das 9:30, e chegamos no Parque Vila Germânica um pouco depois do meio-dia. Tudo programado para almoçar lá. Além disso, quem chegasse antes das 13h entrava sem pagar, então é mais uma graninha que dava para gastar em cerveja. É a crise!

Eu e a Taíse (minha noiva e companheira de viagens cervejeiras) estávamos morrendo de fome e fomos direto nas batatas recheadas. Ela pegou uma de estrogonofe de carne e eu uma de calabresa com bacon. Uma senhora batata por 18 reais. Matou bem a fome.

Depois conseguimos uma mesa no Bier Vila, esperamos nossos amigos chegarem (tinham ido pegar cerveja) e começamos os trabalhos.

Blumenau Capivara Little IPA

Blumenau Capivara Little IPA

Fui direto na Schneider Weisse TAP 5 (Hopfenweisse), on tap por 16 reais, e peguei também uma Blumenau Capivara Little IPA, on tap por 8 reais para a Taíse. Ambas estavam sensacionais!

E assim fomos até as 19h, de cerveja em cerveja, comendo alguns pratos típicos (eisbein, currywurst), strudel, cucas, waffle, café e mais chope!

A Kirin levou para o festival a Eisenbahn, Schin e Baden Baden. Não reparei se tinha algo da Devassa, mas acho que não. As cervejarias locais também participaram: Das Bier, Bierland, Container e Wunder Bier. No Bier Vila tinha chopes diferentes, como os Schneider e Palta.

Ao todo eu e a Tai bebemos (todas on tap):

  • Das Bier Hoptoberfest (uma Oktoberfestbier feita junto com a Bodebrown)
  • Eisenbahn 5 anos
  • Bierland IPA
  • Bierland Vienna
  • Container Dry Stout
  • Container English IPA
  • Wunder Bier Red Lager
  • Schneider Weisse Tap 5
  • Schneider Weisse Tap 7
  • Blumenau Capivara Little IPA
  • Baden Baden IPA
  • Palta Smoked IPA
Conjunto de música alemã.

Conjunto de música alemã.

Com exceção das Schneider e da Hoptoberfest, que custaram 16 reais, as outras todas saíram por 8, o que achei justo. Foi legal ver que, mesmo sendo uma festa alemã, as IPAs estavam em alta. Os hop-heads agradecem!

A festa estava bem organizada, bem família e pelo horário que fomos tinha um bom público mas não estava muito cheia. Dava para se deslocar tranquilamente e comprar a cerveja numa boa.

Tenho uma reclamação só no sistema de fichas utilizado. Você comprava as fichas com valores específicos (7 reais para chopes Pilsen e 8 para especiais), mas ao ir embora, se não tivesse utilizado alguma, eles não te devolviam o dinheiro! Para não morrer com 8 reais na mão, na hora de sair acabei conseguindo trocar por 2 fichas de 3 reais para água.

Grupos típicos presentes na Oktoberfest

Grupos típicos presentes na Oktoberfest

Voltando para a festa, os pavilhões estavam bem decorados e bonitos. Tinha tanque de fermentação da Schin em alguns lugares, o que achei bem legal. No som, bandinhas tocando marchinhas tradicionais e muita música alemã. Cada pavilhão tinha seu palco e este ano eram 4 pavilhões, ao contrário dos outros anos, que eram só 3.

A construção deste quarto faz parte do contrato de licitação da cervejaria e foi inaugurado em setembro. Se chama Eisenbahn Biergarten. Passamos lá rapidamente e estava bem bonito. É lá que ficava a área VIP da Eisenbahn também.

Diversas pessoas desfilavam pelos 4 pavilhões vestindo roupas alemãs. Crianças, idosos, mulheres, homens, bebês, gente de todo tipo em clima de “zigge-zagge, zigge-zagge hoi, hoi, hoi”! Devia estar um calor infernal dentro daquelas bermudas de couro e meias de algodão. Acho que elas não foram feitas para o clima blumenauense.

Apfelstrudel com sorvete

Apfelstrudel com sorvete

Esta foi a 3a vez que fui na Oktoberfest nos últimos 10 anos e posso dizer que a festa melhorou muito! Na primeira vez (acho que era 2005), a sensação que dava era de micareta e desvirtuava o propósito da festa. Ficava aquele clima de bebedeira, brigas e insegurança.

Em 2013 estava a trabalho na cidade e fui um dia à noite tomar um chope e comer uma batata. O evento já tinha melhorado bastante, estava mais família.

Mas agora em 2015 percebi que o clima estava melhor. A organização, decoração, tudo estava legal.

Bom, esse foi um resumo rápido do meu dia na Oktoberfest 2015. Se alguém aí também deu uma passada lá por Blumenau, comenta e conta como foi sua experiência.

Acabei não falando do desfile que acontece no centro da cidade, mas esse ano não deu para ir.

Em março retorno lá pro Festival Brasileiro da Cerveja 2016! Quem vai?

8 comentários para “Oktoberfest 2015

    1. Daniel Córdova Autor

      E aí Carlo!
      Legal que gostou do post. Realmente a Capivara está muito boa. Só não entendo por que chamam de “Little IPA”. Deveria ser uma “Super IPA”, principalmente depois do prêmio hehehe
      Parabéns! Muito legal terem ganho, ainda mais com Sculpin e outras fodonas no páreo. Demais mesmo, um orgulho pra SC!
      Abraço!

      Responder
  1. Anselmo Mendo

    Pô Daniel, trocou R$ 8 por duas notas de R$ 3 :D. Concordo com você, acho que os eventos deveriam ser obrigados a devolver o dinheiro. Mas de resto parece ter sido bem organizado mesmo. Esses preços estão melhores que a maioria das festas e bares aqui em São Paulo. E aí te invejo mais, por morar tão perto. O que achou da Palta Smoked IPA? Valeu pelo texto!

    Responder
    1. Daniel Córdova Autor

      Fala Anselmo!
      Pois é, melhor perder 2 do que 8 né hehe
      Peguei a Smoked IPA da Palta pra Taíse. Ela não curtiu muito, não é chegada no defumado, mas eu achei boa. O defumado não está tão forte, está equilibrado com o restante da cerveja. Dei 3,75 no Untappd.

      Responder
  2. Fabrizio Guzzon

    Daniel, muito legal o relato.
    Eu gostaria muito de ter ido este ano, mas não consegui uma boa desculpa paa a empresa me mandar…. rsrsrs.

    Achei interessante que a Eisenbahn aproveitou o evento para fazer a seleção do concurso do mestre cervejeiro, chegando aos 15 finalistas.

    E fiquei sabendo que dentro do Biergarten tinha chopp da Baden Red Ale envelhecido em barril…. não provei e estou salivando para achar essa Baden em algum lugar.

    Abç
    Guzzon

    Responder
    1. Daniel Córdova Autor

      Fala Guzzon!
      Talvez sua desculpa devesse ter sido “quero beber a Red Ale envelhecida” ou então “quero ajudar a montar os fermentadores da Schin na decoração” hehehe

      Verdade, teve o concurso da Eisenbahn uma semana antes. Bem legal terem aproveitado a oportunidade.

      Não consegui tomar a Red Ale envelhecida, mas o estande da Baden Baden que fui era em outro pavilhão, não no Biergarten. Será que era só lá que tinha? Quando perguntei pra atendente se tinha em algum outro lugar ela disse que não, mas vai saber né, vai ver ela mesmo nem sabia de nada.

      Abraço!

      Responder
      1. Zé Eduardo

        Fale Daniel!
        O stand da Baden que tinha a red ale envelhecida era na frente do pavilhão da Eisenbahn, na parte de fora coberta, junto com um monte de stand de comidas. Não sei se só tinha lá mas foi onde eu peguei.

        Responder
        1. Daniel Córdova Autor

          Putz, nesse estande não fui.

          Paciência, tomara que tragam pro festival da cerveja.

          Valeu, Zé!

          Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*