Comendo e Bebendo no Circuito das Cervejas

Por | 1 de setembro de 2015

Estou de volta , e sei que o objetivo dessa coluna é mostrar dicas de locais no Rio de Janeiro, mas venho trazer uma dica diretamente de Minas Gerais. Para ser mais exato de São Lourenço, local que muitos conhecem somente pela água, mas que é uma cidade muito agradável de se visitar e que me surpreendeu positivamente com esse bar/restaurante especializado em cervejas especiais, o Circuito das Cervejas.

Ao chegar o local estava cheio e fui sentar no balcão, como tinha lido do lado de fora que o local era um Brew Pub, fui perguntar que tipo de chopp eles tinham da casa, e me falaram que não tinham chopp nenhum, perguntei se era com garrafa que eles trabalhavam e a resposta também negativa, dizendo que eles não fabricavam cerveja, só vendiam. Fui ludibriado pela possibilidade de existir uma cervejaria no local, mas vamos seguir. Vamos procurar cervejas mineiras e alguma nacional que eu ainda não tenha experimentado.

A primeira dificuldade no local foi de escolher a cerveja, pois eles não tinham uma carta para se escolher. Eu tive que ficar olhando nas prateleiras. Não que isso seja ruim, adoro ficar horas nas prateleiras. Mas em um local cheio, fica meio incômodo.

Prateleira de Cervejas

Prateleira de Cervejas

Comecei pedindo uma cerveja da Küd, uma cervejaria de Nova Lima – MG que coloca o nome de todas as suas cervejas com nome de músicas. A primeira foi a Ruby Tuesday, baseado na música dos Rolling Stones. Uma Extra Special Bitter com dry hopping. Cerveja muito boa e ótima para começar a noite.

KÜD RUBY TUESDAY

KÜD RUBY TUESDAY

Enquanto não conseguia a mesa, continuei com as mineiras e pedi uma Falke Bier, a Diamantina. Uma Pilsner bem refrescante.

02

FALKE BIER DIAMANTINA

Mesa liberada, me sentei e fui pedir uns petiscos, comecei com uma porção de Gorgonzola, e quando chegou já emendei na terceira cerveja da noite.

04

Pequena porção de Gorgonzola

Pedi uma da Cervejaria Backer dessa vez, a Capitão Senra, uma Amber Lager muito boa e ficou ótimo com o salgado do Gorgonzola.

03

Capitão Senra! Rock, Harley Davidson e cerveja!

Mas a que mais tinha me surpreendido das mineiras tinha sido a Küd, então resolvi experimentar quase toda a linha de cerveja que eles tinham lá. A próxima foi a Tangerine, baseada na música do Led Zeppelin, e apesar do nome, não tem tangerina na composição. Leva cascas de laranja e sementes de coentro.

Tangerine, queria tangerina mesmo!

Tangerine, queria tangerina mesmo!

Pedi mais uns petiscos, uma porção de salsicha alemã e batatas-fritas. E é claro, uma mostarda escura pra molhar a salsicha. Para acompanhar e finalizar a noite, mais uma da Küd, a Smoke on The Water, baseada na música do Deep Purple, essa é uma Smoked Ale, com um defumado muito suave, que eu particularmente adorei.

06

Salsicha Alemã e Batata-Frita

05

Smoke on the water, fire in the sky

E ainda trouxe pra casa uma outra da Küd a Run Rabbit, uma cerveja sazonal limitada feita pra páscoa. Ainda não experimentei, mas tá guardada aqui para algum evento!

No total:

-as cervejas custaram uma média de R$ 20 cada

-os petiscos uma média de R$15 cada

Em duas semanas estarei de volta com mais um Bebendo e Comendo!

E se tiver alguma indicação de lugar que você acha que eu deva visitar, escreve aí nos comentários que com certeza tentarei ir lá!

3 comentários para “Comendo e Bebendo no Circuito das Cervejas

  1. Anselmo Mendo

    Brew Pub, o nome vai pra porta mesmo que o dono não faça a mínima ideia do que significa, eita 😀 Mas mesmo assim me parece um lugar legal. Já estive uma vez em São Lourenço, numa época em que os bares não tinham nada mais que Brahma, mas é mesmo uma cidade bem agradável. Já provei algumas cervejas da Küd e fazem muito bem ao meu paladar! Como o Daniel citou aí em baixo, eu também gostaria de ouvir você falar sobre o Pub Escondido ( o Deliruim já conheço, mas também seria bem bacana ler seus comentários).

    Responder
  2. Fabrizio Guzzon

    Salve Luis!
    Bem legal este lugar! Tbm frequento uma loja na minha cidade que tem cervejas, mas não tem carta e temos que ficar olhando a prateleira… qdo esta cheio é bem complicado… mas é interessante por conta das surpresas que você pode achar em algum canto esquecido da prateleira.

    Acho as cervejas da Kud muito boas, já provei a God Save the Queen e me agradou bastante. Ainda vou provar as outras, a Somke on the Water é uma que quero muito provar ainda mais depois de saber que vc achou boa.

    E os preços estão justos…. complicado é um brewpub que “brew” nada…. rsrsrs

    Abç
    Guzzon

    Responder
  3. Daniel Córdova

    Fala Luís!
    Bizarro um “Brew Pub” não ter chope nem cerveja própria. Típico caso que o cara achou o nome bonito e sofisticado mas não sabe o que significa.
    Boa seleção de mineiras. Não tomei nenhuma dessas ainda, mas sou bem curioso com as Küd.
    Gostaria de ler sua opinião sobre o Delirium Café do Rio. Vc já foi lá? Acho que daria um bom post.
    Outra sugestão é o Pub Escondido, queria saber como é lá pro dia que eu decidir visitar o Rio.
    Abraço!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*