Boa Cerveja-Feira #317… Galho Seco

Esta semana iremos caminhar até o quintal, mas sem aglomerações, olhar como o mundo se comporta de cima de um Galho Seco.

Esta cerveja é produzida pela Cervejaria Tábuas, de Campinas. Que por sinal conta com um belo local para acolher seus clientes, sempre com um food truck convidado e que faz delivery! Por sinal, falamos da Boscaioli Sour no passado, uma produção conjunta da Tabuas com a Mafiosa.

Esta semana darei uma pausa nas indicações de quadrinhos, e o motivo é simples. Estamos em um momento conturbado devido a uma pandemia. E isso tem gerado um cenário de isolamento social com o intuito de proteger a população e reduzir a propagação do vírus.

Então minha dica desta semana é: quem você pode ajudar. E irei tratar fundamentalmente de quem você pode ajudar economicamente. E sim, eu acho que o isolamento social é necessário, quiçá obrigatório.

Mas você ainda consome muita coisa e se puder fazer isso no seu comercio local, nos pequenos lojistas, naquele bar de bairro que só comprou cerveja artesanal por que você ficou pedindo. Não se esqueça destas pessoas.

E pulverize suas compras em vários locais. As grandes redes de mercado vão sobreviver, pode ter certeza, assim como as grandes redes de restaurantes. Mas o pequeno mercado de bairro, o açougue, o hortifrúti, o bar que você vai na sexta à noite. Estas pessoas podem te entregar em casa e este consumo é fundamental para elas.

Quer uma dica de onde começar? Neste link tem todas as lojas que são parceiras do Beercast e ainda dão desconto para patronos.


Galho Seco

Galho SecoDados Técnicos:

Cerveja: Galho Seco
Estilo: Juicy APA
Teor: 5,7 %
País de origem: Brasil
Embalagem: 473 ml
Nota: 4,25


A Galho Seco se apresente em tom amarelo palha e com média opacidade. A espuma tem bolhas de tamanho médio, mas com uma estabilidade invejável e longa persistência.

O aroma traz algo muito comum as cervejas da Tábuas, o frescor marcante. As notas cítricas remetem a laranja lima recém cortada e ainda agrega notas de limão e mexerica. Em segundo plano encontramos notas suaves de herbal e um frutado de frutas brancas que remetem a pera e melão.

Ao provarmos a Galho Seco encontramos corpo médio e carbonatação média alta. Enquanto que no sabor temos uma apresentação das notas cítricas de laranja, limão e tangerina equilibradas e limpas, com o amargor cítrico discreto no início, mas que ganha força no decorrer da degustação.

O que nos leva a um aftestaste fresco e limpo, com um toque cítrico discreto e persistente e com um amargor que remente a casca de laranja que segue do palato por bastante tempo, mas sem agressividade, apenas aquele lembrete de que um novo gole está por vir.

A Galho Seco nos conta uma história simples de frescor, notas cítricas e amargor médio. Mas faz isso com uma elegância ímpar, apresentando cada detalhe no momento certo e dando espaço para que todas as notas tenham seu devido protagonismo.


E trazendo isso para a nossa harmonização, devemos pensar em algo permita a cerveja manter esta elegância e todas as notas que se constroem nesta experiência sensorial.

Minha sugestão, um pouco arriscada, são camarões escalfados. O processo de cocção usado visa manter o máximo do sabor original do camarão e com isso temos a oportunidade de deixar todas as notas cítricas de limão e laranja da cerveja intensificarem o sabor do prato.

Prost!

Fabrizio Guzzon