Boa Cerveja-Feira #298… Fuck the Dynasty

By | 15 de novembro de 2019

Esta semana vamos viajar até a foz do Nilo, caminhar pelas areias finas do deserto e encontrar as divindades egípcias com a Fuck the Dynasty.

Iremos conhecer este rótulo produzido pela cervejaria Paulista Hator. Pelo que pesquisei, a cervejaria tem poucos anos de existência. E seus principais rótulos são IPA e Sour da escola americana. Mas neste rótulo eles mudaram para um Imperial Brown Ale com adição de grãos Franck’s Ultra Coffee que foram maturados em barris de whisky.

Boa parte da temática dos rótulos da cervejaria é voltada para mitologia e história egípcia. Inclusive o nome da cervejaria segue a mesma linha. Hator, segundo a mitologia egípcia, era uma das deusas mais veneradas. Inicialmente ela havia sido enviada para punir a humanidade, mas o Deus Rá compadeceu da humidade e envio 700 toneis com cerveja e mandrágora para Hator beber.  Depois disso ela ficou conhecida como a Deusa da alegria e embriaguez.

Fuck the Dynasty

Fuck the DynastyDados Técnicos:

Cerveja: Fuck the Dynasty
Estilo: American Brown Ale
Teor: 10,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,00

Cerveja marrom escuro, quase negro, totalmente opaca. Espuma bege com ótima formação, porem com baixa duração.

Aroma complexo, com notas de café, cappuccino, leves notas alcoólicas com percepção licorosa. Em segundo plano notas de malte, amêndoas e um suave amadeirado.

Ao provarmos a Fuck the Dynasty encontramos uma cerveja densa e com baixa carbonatação. Enquanto que no paladar temos a percepção de café gelado, cacau e uma leve picância, notas de madeira e um suave resquício de Bourbon.

Aftertaste com percepção de madeira, café e cacau, uma leve presença de baunilha e malte. Um leve aquecimento alcoólico e uma percepção persistente de café e madeira ao final.

A Fuck the Dynasty é uma cerveja intensa, com notas destacadas de café e cacau, mais ainda agrega as notas de madeira, baunilha e Bourbon oriundas do café maturado em barricas da bebida.

Para a harmonização minha sugestão é usarmos iscas de contrá filé flambado com Jack Daniels. Vamos usar o flambado para destacar as notas de madeira e Bourbon da cerveja. Enquanto que as notas de madeira e cacau irão complementar o sabor da carne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.