Boa Cerveja-Feira #276… Blackberry Daze IPA

By | 14 de junho de 2019

Esta semana vamos sair do pensamento comum e da mesmice, encontrando um exemplar que arrisca sair do hype do mercado e apostar novas percepções com a Blackberry Daze IPA

Esta cerveja é produzida pela Anchor, assim como a Old Foghorn que falamos na coluna de algumas semanas atrás.

Enquanto que a Old Foghorn era uma Barleywine que buscava manter ao máximo a tradição da escola inglesa e colocando somente um toque discreto da escola americana. Já a Blackberry Daze IPA segue no caminho inverso, temos uma IPA que deixa de lado o uso dos lúpulos americanos e os perfis cítricos para apostar em um perfil herbal e terroso, quando como uma IPA inglesa.

Para completar este trajeto em sair do esperado a Anchor ainda inclui amoras silvestres da Califórnia no momento da segunda fermentação, trazendo notas completamente novas para uma IPA.

Blackberry Daze IPA

Blackberry Daze IPADados Técnicos:

Cerveja: Blackberry Daze IPA
Estilo: American IPA
Teor: 6,5%
País de origem: EUA
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,00

Cerveja em tom cobre vivo e opaca. A espuma se forma muito uniforme, com bolhas pequenas e com boa duração.

O aroma se apresenta complexo, uma mescla de percepção. Encontramos notas de frutas maduras como mirtillo e amora silvestre. Aliado a isso temos uma percepção levemente herbal, um toque de zimbro e nota terrosa que remete a terra molhada, muito provavelmente oriundo do uso do dry hop dos lúpulos.

Quando provamos a Blackberry Daze IPA encontramos uma cerveja de corpo e carbonatação médios. Enquanto que o primeiro plano do paladar é ocupado por um amargor terroso e com suaves notas herbais. Uma percepção frutada muito bem inserida com toque de frutas vermelhas, mas sem acidez ou dulçor, somente o perfil do sabor.

Já no aftertaste temos as percepções mais terrosas, herbais e com leve ‘funk’ ganham destaque. Ocupando todo o paladar e se mantendo persistente por um longo prazo, mas em baixa intensidade. Ao final nos resta um cenário terroso, seco e levemente amargo.

A Blackberry Daze IPA é uma cerveja que trás para a IPA uma leitura fora do padrão que esperado. O cítrico dos lúpulos americanos é substituído por notas terrosas e herbais. E a adição de frutas vermelhas enriquece a percepção com um funk que reforça a percepção terrosa.

Para a harmonização seria tentador usar as notas frutadas, mas o terroso e o funk da cerveja são muito sedutores para serem deixados de lado.

Minha sugestão é harmonizarmos com uma bruschetta de pão d’água com cogumelos porto bello salteados na manteiga. O protagonista desta harmonização é a semelhança entre a percepção terrosa do Porto Bello e todo este perfil terroso da cerveja, realçando ainda mais o funk deste exemplar.

Prost!

Fabrizio Guzzon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*