Boa Cerveja-Feira #233…. Hobgoblin

By | 17 de agosto de 2018

Esta semana farei uma viagem de volta ao tempo onde eu comecei a conhecer as cervejas artesanais Com a primeira Brown Ale que provei, a Hobgoblin Legendary Ruby Beer, que iremos chamar carinhosamente de Hobgoblin.

Esta cerveja é produzida pela inglesa Wychwood, uma cervejaria que iniciou as atividades em 1983 e tem um portfólio focado em estilos ingleses. Mantendo uma abordagem bastante clássica na produção destes estilos.

Por sinal estas foi umas das primeiras cervejas que provei quando comecei a andar neste caminho sem volta, as cervejas artesanais. Inclusive, a Hobgoblin me apresentou uma série de aromas e sabores completamente distintos das pale lagers que eu havia provado.

Eu até poderia falar mais da cervejaria, mas este nome me remete a outro hobby meu, o RPG. E o hobgoblin é uma criatura presente em diversos sistemas de RPG, como o Dungeons & Dragons, GURPS, Tormenta, Shadowrun dentre outros. Historicamente o Hobgoblin é uma variação de um duende ou goblin, mas nos sistemas de RPG eles são tratados de forma bastante distinta.

Um exemplo interessante é como os sistemas Dungeons & Dragons e GURPS vêem esta criatura mitológica. Enquanto que no Dungeons & Dragons os Hobgoblins são criaturas organizadas e militarizadas, com uma visão muito clara de hierarquia, com uma cultura belicista. Por outro lado, no GURPS eles são criaturas semi selvagens, que não conseguem entender o conceito de propriedade e vivem como guarda costas de goblins e outras criaturas em troca de comida.

Hobgoblin

HobgoblinDados Técnicos:

Cerveja: Hobgoblin
Estilo: Brown Ale
Teor: 5,2%
País de origem: Inglaterra
Embalagem: 500 ml
Nota: 3,75

Ao servirmos a Hobgoblin vemos que ela se apresenta em tom castanho avermelhado com nuances rubi. A espuma é levemente bege, persistente e de boa formação.

No aroma encontramos notas de caramelo, lúpulo terroso, percepção de malte, toffe e melaço. Já em segundo plano podemos encontrar um suave perfume floral e frutas secas.

Ao provarmos encontrarmos uma Brown Ale de corpo médio baixo e média carbonatação. Enquanto que no paladar somos apresentados a um amargor terroso evidente, que é contrabalanceado pelo dulçor de malte, caramelo e toffe. Ainda encontramos mais ao final uma leve adstringência e percepção floral.

O aftertaste é bastante rico, com percepção terrosa, amargor com persistência mediana, notas de malte, suave torra e final seco.

A Hobgoblin é um ótimo exemplar da escola inglesa, principalmente pelo uso do lúpulo terroso como protagonista. Além das notas de malte, caramelo e toffe.

Para a harmonização as notas equilibradas de amargor terroso e caramelo foram mandantes na minha decisão de realçar esta percepção.

Minha sugestão é harmonizar com quiabo frito com coco. Esta composição irá trazer as notas mais herbais e terrosas do quiabo para realçar a percepção do lúpulo. Enquanto que o coco fará o papel de incrementar a percepção frutada e caramelada da cerveja.

Prost!

Fabrizio Guzzon

5 thoughts on “Boa Cerveja-Feira #233…. Hobgoblin

    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Anselmo,

      Eu ainda acho que a porta de entrada deveria ser uma cerveja chamada goblin ou kobold, para cervejeiros de primeiro nível… A Hobgoblin seria indicada para nível 3-5,

      Depois de nível 10 já podem ir para as Ogre bier… rsrsrs

      Abç
      Guzzon

      Reply
  1. Daniel Córdova

    Fala Guzzon!
    Cara, sempre eu via essas Hobgoblin no mercado ou algum empório e deixava pra comprar outra hora que estivesse mais barata. Agora nunca mais encontro.
    Vou ficar de olho de novo.
    Abraço!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Córdova

      Essa é uma das primeiras artesanais importadas que provei, a Scarecrow deles tbm é ótima, uma Pale Ale orgânica.
      Se encontrar por ai, compre… eu paguei uns 25 reais na garrafa, e em terra de dogmas da vida, isso é bem barato… rsrsrs

      Abç
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*