Boa Cerveja-Feira #222…. Schöfferhofer Hefeweizen

By | 1 de junho de 2018

Para fechar este mês, vamos rever um dos estilos mais usadas para apresentar o mundo das cervejas especiais e provar a Schöfferhofer Hefeweizen.

A cerveja de hoje é produzida pela cervejaria alemã Binding-Brauerei  AG. A cervejaria foi fundada em 1870 na cidade de Frankfurt e a última grande reforma ocorreu em 1950.

Esta última reforma garantiu a esta cervejaria cerca de 56.000 m² e emprega mais de 500 pessoas.

Além da clássica Hefeweizen, esta cervejaria também tem uma vasta linha de mix de hefeweizen com frutas, com adição de grapefruit até maracujá.

Schöfferhofer Hefeweizen

Schöfferhofer HefeweizenDados Técnicos:

Cerveja: Schöfferhofer Hefeweizen
Estilo: Weizenbier
Teor: 5,0%
País de origem: Alemanha
Embalagem: 500 ml
Nota: 3,50

A Schöfferhofer Hefeweizen se apresenta em dourado escuro com nuances de ouro velho, completamente opaca. Com espuma cremosa, densa e muito persistente.

O aroma inicial trás a presença de cereal, casca de pão e malte, acompanhada pela percepção  de toques frutados de banana e fundo discreto de cravo e condimentos.

Ao provarmos podemos notar que se trata de uma cerveja de corpo médio e alta carbonatação. Enquanto que no paladar encontramos uma percepção aveluldada, toque de malte e suave dulçor de mosto, ainda encontramos notas frutadas de banana e leve condimentado e notas de cravo.

O aftertaste é pautado pelas notas de malte, casca de pão e cravo. Enquanto que o frutado com notas de banana ocupa o segundo plano acompanhado por um amargor leve, frutado,  persistente e levemente condimentado.

A Schöfferhofer Hefeweizen é um exemplar clássico de uma hefeweizen não filtrada, com tudo que se espera do estilo. Apesar de não termos surpresas na cerveja, ela resgata as características clássicas do estilo para relembrar nosso paladar que os estilos chamados ‘de entrada’ não devem ser relegados.

Para a harmonização, vamos pegar alguns ingredientes clássicos da culinária alemã e construir um prato para acompanhar a cerveja.

Minha sugestão é harmonizar com uma sopa de cebolas a base de weizenbier. Além de termos um obvio realce ao sabor da cerveja ainda temos o condimentado da cerveja realçado pela noz moscada que é usada na sopa.

Sopa de Cebola a base de Weizen

Sopa de Cebola a base de Weizen

Prost!

Fabrizio Guzzon

6 thoughts on “Boa Cerveja-Feira #222…. Schöfferhofer Hefeweizen

  1. Felipe

    Grande Guzzon!

    Gosto bastante da Schöfferhofer Hefeweizen também. Especialmente porque, para mim, ela trás algo diferente do que as tradicionais Paulaner e Erdinger, sendo tão fácil de achar quanto. No meu paladar, tenho, com ela, mais percepção de damasco do que de banana.

    A propósito, a Rede Assai está trabalhando com ela, por um preço interessante, na faixa de R$13,00.

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Felipe,

      Eu gosto de provar algumas weiss fora do padrão da Erdinger / Paulaner justamente para tentar achar algumas diferenças…. seja um frutado diferente ou uma presença de pão mais evidente… isso sem falar que é sempre legal revisitar estes estilos de entrada para não esquecer de como eles são bons.

      Eu comprei em um empório lá de São Roque, devo ter pago perto de 15 reais… não muito mais que isso…

      Abç
      Guzzon

      Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Anselmo,

      Basicamente isso mesmo…… rsrs
      Primeiro eu refogo a cebola no azeite, depois coloco uns 300ml para reduzir e caramelizar a cerveja.
      Depois eu coloco o restante, molho bechamel, noz moscada e uma batata amassada… misturo tudo até deixar homogêneo e voilá, sopa pronta!

      Foi até simples de fazer, a pior parte é ficar cortando cebola mesmo…. rsrsrs

      Abç
      Guzzon

      Reply
  2. Daniel Córdova

    Fala Guzzon!

    A gente se esquece o quanto uma boa weiss pode ser refrescante né?

    Tomei uma Weihenstephaner esses dias e foi só felicidade.

    A Schofferhofer tem também algumas variações e até uma radler com laranja, vc já provou?

    Abraço

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Salve Daniel,

      Eu encontrei esta opção da Schofferhofer, mas já esbarrei com uma radler deles…. depois no site eu vi que eles um monte de radler, algumas com opções de saborização bem interessantes.

      Acho legal as vezes você colocar de lado as IPA, Sour e Imperials da vida e voltar para um estilo de entrada como a Weiss, acho que é importante para você não ficar agarrado somente no que, pelo menos hoje, são os mais vistos no mercado.

      Att
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*