Boa Cerveja-Feira #218….Royal Porter

By | 4 de maio de 2018

Esta semana torcer nossos bigodes para cima, segurar nossos copos com o dedinho esticado e provar a Royal Porter.

Hoje falaremos de uma Imperial Porter produzida pela cervejaria espanhola Nomada. Após terem produzida esta cerveja os sócios da Nomada avaliaram o resultado e vendo a elegância dos ingredientes usados resolveram por nomeá-la como Royal Porter.

Já havíamos falado um pouco sobre esta cervejaria algumas semanas atrás quando bebemos a Revontulet, mas vale contar mais alguns detalhes.

Apesar de se tratar de uma cervejaria pequena, ela tem como parceiro em tecnologia e distribuição a Mahou-San Miguel, que detêm 30% da conhecida Founders. E como se não bastasse esta parceria a cervejaria já produziu rótulos em conjunto com To Øl, Stillwater e Northern Monk.

Royal Porter

Beercast Royal Porter Dados Técnicos:

Cerveja: Royal Porter
Estilo: Imperial Porter
Teor: 9,8%
País de origem: Espanha
Embalagem: 330 ml
Nota: 4,50

Ao servirmos a Royal Porter vemos que se trata de um líquido negro, sem qualquer translucidez e com um belo brilho. Espuma marrom com boa formação e bolhas pequenas, mas bastante breve, muito provavelmente por conta do teor alcoólico.

Partindo para o aroma encontramos cacau, chocolate amargo, suave torra de malte muito bem inserida e um toque amadeirado ao final. Mas temos ainda em segundo plano uma percepção suave de dulçor que remete a caramelo ou acúcar queimado.

Quando provamos notamos que se trata de uma cerveja de corpo alto, carbonatação médio baixa e percepção aveludada. O paladar se apresenta rico, a percepção de cacau combinada com o toque aveludado da cerveja lembra ganache. Além disso encontramos notas de café  e tosta, e em segundo plano surge uma percepção licorosa densa ao final do gole intensificando a sensação aveludada da Royal Porter.

O aftertaste é bastante aquecido, revelando o álcool bem inserido da cerveja, notas de café expresso e chocolate amargo tornando as notas de amargor tostado da cerveja ainda mais evidentes.

A Royal Porter é uma cerveja que apresenta uma percepção eveludada e densa no paladar que surpreende, acompanhado por notas muito evidentes de cacau e café expresso.

Para a harmonização a cerveja nos apresenta algumas opções, dado seu amargor de chocolate, suas notas mais alcoólicas ou a percepção de caramelo.

Mas minha sugestão é harmonizar a Royal Porter com um mil folhas com creme de confeiteiro. As notas alcoólicas irão cortar a untuosidade da sobremesa, enquanto que a percepção de chocolate amargo irá destacar o dulçor do creme.

Prost!

Fabrizio Guzzon

2 thoughts on “Boa Cerveja-Feira #218….Royal Porter

  1. Anselmo Mendo

    “Esta semana torcer nossos bigodes para cima, segurar nossos copos com o dedinho esticado”. Aahh… então tá explicado o novo visual 😀
    Legal, Guzzon. Acho que a Espanha entrou de vez na produção artesanal. Parece que de um jeito similar ao da Itália. Acho que países com tradição com vinho demoraram um pouco mais a aderir ao novo movimento cervejeiro.
    E 4,5! Essa aí entrou pro sei hall seleto das grandes cervejas.
    Abs!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Anselmo,
      Essa breja me surpreendeu bastante… o fato de ser um dos estilos de minha preferência já ajuda bastante, mas a qualidade do sabor e dos aromas chama bastante atenção.
      O uso de uma variedade de maltes trás, além das notas de chocolate que já são esperadas, algumas notas condimentadas ao final bastante agradáveis.

      Abç
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*