Boa Cerveja-Feira…. com Tornado

Por | 27 de janeiro de 2017

Esta semana vamos um giro de 1080º pelo mundo das IPA com a Tornado.

A Tornado é produzido pela cervejaria Tupiniquim, sediada em Porto Alegre. Já abordamos esta cervejaria quando falamos da cerveja Fumaça, feita em parceria com a cervejaria Evil Twin Brewing, além de falar de diversas outras parcerias que a Tupiniquim realizou.

E além disso, o pessoal do Beercast já abordou esta cervejaria no programa sobre churrasco com a Red Ale da Tupiniquim.

A Tornado criada por eles é tratada com uma Triple Ipa, por receber três vezes mais lúpulo que uma IPA normal e chegar aos, conforme indicado pela cervejaria, 200 IBU.

Tornado

Dados Técnicos:

Cerveja: Tornado
Estilo: Triple IPA
Teor: 11,0%
País de origem: Brasil
Embalagem: 310 ml
Nota: 4,25

A Tornado se apresenta como uma cerveja âmbar, opaca e com espuma persistente, de boa formação e aparência.

No aroma encontramos o frutado e o cítrico em destaque com notas de manga, maracujá e grapefruit. O aroma de malte se encontra em segundo plano acompanhado por um leve toque de caramelo. E vale destacar como o aroma se apresenta limpo e as notas frutadas e cítricas muito frescas.

Ao provarmos vermos que a Tornado é uma cerveja de corpo alto e média carbonatação, enquanto que no paladar as notas de malte e o cítrico de grapefruit e maracujá surgem de maneira muito equilibrada com a presença em segundo plano de notas de caramelo, leve herbal e laranja, e durante todo o processo somos acompanhados pelo amargor alto e limpo.

Aftertaste com notas cítricas e herbais limpas, amargor muito agradável, intenso e com persistência breve, na medida certa para não comprometer o próximo gole.

A Tornado é uma cerveja com notas de malte e amargor muito equilibrados, notas cítricas marcantes pelo frescor e paladar limpo do inicio ao fim.

Para harmonizarmos uma cerveja com um paladar tão marcante quanto a Tornado devemos buscar um prato que tenha tanta personalidade quanto a cerveja, e sem perder o conceito da Tupiniquim em ser uma cervejaria nacional que presa nossa identidade.

Então para trazer a harmonização para um ambiente de boteco, minha sugestão é harmonizar com tiras de filé mignon gratinadas com gorgonzola, a proposta busca contrastar o dulçor do malte e a notas cítricas da cerveja com o salgado do queijo, deixando o sabor da carne ser o fio condutor entre a cerveja e o prato.

Prost!

Fabrizio Guzzon

5 comentários para “Boa Cerveja-Feira…. com Tornado

  1. Pingback: Boa Cerveja-Feira #194…. Lógica Absurda – Beercast Brasil

  2. Daniel Córdova

    Fala Guzzon!

    Tomei essa cerveja há uns tempos e dei 4 tampinhas pra ela. Só não é toda hora que a gente toma uma cerveja de 11% hehe

    A harmonização é de ficar sonhando com esse prato. Pra mim gorgonzola é um daqueles ingredientes chave, igual chocolate, leite condensado e bacon que fazem qualquer prato ficar impossível de ser ruim hehe

    Abraço!

    Responder
    1. Fabrizio Guzzon Autor

      Grande Daniel,

      Achei a cerveja muito boa…. o amargor é alto mas não é daqueles que grudam na língua, e os 11% de álcool são muito bem inseridos… vc só percebe quando levanta da cadeira… rsrsrs

      Também acho que gorgonzola é um daqueles ingredientes que melhoram a receita…

      Abç
      Guzzon

      Responder
  3. Anselmo Mendo

    Guzzon, a Tupiniquim é uma cervejaria que diversifica pra caramba sua quantidade de rótulos, né? Gosto das experiências que eles fazem. E filet mignon e gorgonzola é uma bela combinação, parabéns!

    Responder
    1. Fabrizio Guzzon Autor

      Grande Anselmo!

      Acho a variedade de rótulos da Tupiniquim algo invejável, e com uma seleção de cervejas feitas via parceria que são muito boas….

      E eu sou muito fã de gorgonzola e outros queijos azuis…. acho que vão bem com praticamente tudo…

      Abç
      Guzzon

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*