Boa Cerveja-Feira…. com G’Knight

By | 7 de abril de 2017

Esta semana vamos homenagear um pioneiro no ramo das cervejas artesanais, veterano e piloto de helicópteros Gordon Knight com a G’Knight.

A G’Knight é produzida pela Oskar Blues Brewery, cervejaria da qual falamos um pouco de sua história na coluna da Blue Dream.

Vamos deixar a história da cervejaria um pouco de lado hoje para falar da origem deste rótulo, uma homenagem a Gordon Knight.

Gordon Knight foi um dos cervejeiros artesanais mais expressivos do Colorado, ganhando medalhas de ouro por suas cervejas em 93, 96 e 98. Mas alem de ser uma pessoas totalmente engajada no espírito da cerveja artesanal, a ponto de sócios de Gordon comentarem para o mais importante para ele era a produção da cerveja, todo o demais ciclo de venda e lucro era secundário, ele era um veterano da guerra do Vietnã e piloto de helicópteros.

Infelizmente Gordon perdeu a vida combatendo um incêndio florestal em 2002, enquanto usava seu helicóptero para transportar água para apagar as chamas. O incêndio ocorria na floresta “Big Elk Meadows” em Lyons, cidade natal da Oskar Blues, e para homenageá-lo a cervejaria criou este rótulo em seu nome.

G’Knight

Dados Técnicos:

Cerveja: G’Knight
Estilo: India Red Ale
Teor: 8,7%
País de origem: EUA
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,00

Ao colocarmos no copo vemos a G’Knight apresentar uma coloração vermelha, pendendo para o vermelho escuro, cristalina e com espuma muito persistente e levemente avermelhada.

No aroma as notas de lúpulo cítrico se desprendem assim que servimos e são acompanhadas pelas notas de malte, caramelo e suave tosta. Em segundo plano encontramos suaves notas herbais e mentoladas, alem de uma leve percepção resinosa.

Ao provarmos vemos a que G’Knight é uma cerveja de corpo médio e alta carbonatação, enquanto que no paladar as notas de malte tomam conta do primeiro plano com percepção  de caramelo, toffe, tosta suave e casca de pão. Em segundo plano temos a complementação do paladar com notas cítricas, suave resinoso e amargor equilibrado entre tosta e lúpulo.

No aftertaste o amargor ganha mais destaque, surgindo de maneira crescente e trazendo notas de malte, caramelo e tosta.

A G’Knight é uma cerveja com personalidade marcante e sabores que crescem em intensidade no decorrer da degustação até concluir de forma seca, amarga e saborosa.

Para a harmonização vamos trazer algo que alem de combinar com a cerveja traga também um pouco do conceito caseiro de culinária, assim como a cerveja.

Para isso eu proponho harmonizar a cerveja com rosbife de lagarto com molho de mostarda. Todas as notas maltadas da cerveja irão realçar o sabor da carne enquanto que o toque cítrico faz o contraponto com a picância da mostarda.

Prost!

Fabrizio Guzzon

6 thoughts on “Boa Cerveja-Feira…. com G’Knight

  1. Luquita do BeerCast

    Grande Guzzon, em geral Oskar Blues não me conquistou ainda, tomei uma ou outra e não achei tão fantástica, essa parece um tanto mais interessante, vou dar a chance.

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Luquita,
      As IPA que provei deles estavam bastante frescas, com aromas bem evidentes, frescos e bem superiores a muitas das IPA importadas que são comercializadas em garrafas.

      Esta aqui como Red Ale com pegada de IPA foi bem legal, valeu a pena.

      Abç
      Guzzon

      Reply
  2. Anselmo Mendo

    E aí Guzzon? Se trata de uma Imperial Red Ale ou Imperial Red IPA? Imaginei que você fosse destacar o amargor carregado e aromas complexos. Gosto de rótulos que trazem histórias embutidas e homenagens. Não se faz muito disso no Brasil. Você preparou esse lagarto aí? Abração,

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Anselmo,

      Na verdade é uma India Red Ale… quando li seu comentário e do Daniel percebi o erro que fiz na descrição do estilo.

      Ela traz a percepção de malte e caramelo bem comum as Red Ale mas com aquela pegada aromática das IPA americanas.

      Este lagarto eu já preparei sim, eu tenho optado por fazer rosbife em casa ao invés de comprar embutidos no mercado.

      Abç
      Guzzon

      Reply
  3. Daniel Córdova

    Fala Guzzon!
    Mais uma latinha pra coleção então? Legal hein. Imperial Red Ale não é comum de encontrar, mas sempre lembro da Baden Baden quando aparece esse estilo. Gostei bastante quando provei.
    Já essa da latinha ainda não consegui provar.
    E bonita a homenagem da cervejaria.
    Abraço!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Daniel,
      Eu tenho gostado das cervejas da Oskar Blues, as que provei estavam com aromas bem frescos.
      E vendo o seu comentário e do Anselmo percebi que coloquei a descrição do estilo errado… eles caracterizam ela como uma Indian Red Ale… uma versão Red de uma IPA, ou uma versão IPA de uma Red Ale.

      Abç
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*