Boa Cerveja-Feira…. com Geisterzug

Por | 25 de setembro de 2015

Esta semana vamos falar de uma cerveja que ressuscitou um estilo esquecido, a Geisterzug.

A Geisterzug é produzida pela cervejaria alemã Freigeist Bierkultur, e já falamos da história da cervejaria e da sua busca por inovação quando falamos de outros dois rótulos dela, a Pimock e a Hoppeditz, e mesmo quando a cervejaria resgata um estilo esquecido como o Gose, ela busca fazer isso de forma a movimentar o mercado.

O estilo Gose existe a mais de 600 anos, e portanto antecede a famosa lei de pureza alemã de 1516, conhecida comumente em nossas rodas de bate papo como Reinheitsgebot, uma curiosidade é que como o estilo precede a lei e ficou esquecido por tanto tempo a Alemanha aceita a Gose como uma exceção a lei (como a Weiss), e portanto a Gose é tratada como cerveja na Alemanha, mesmo tendo malte de trigo.

Se aproveitando do momento de renascimento do estilo a Freigeist faz esta cerveja em parceria com o  brewpub Bayrischer Bahnhof, um dos únicos lugares que seguem a receita clássica da gose, usando coentro, sal e galhos de pinheiro.

Geisterzug

Dados Técnicos:

2015.09.25 GeisterzugCerveja: Geisterzug
Estilo: Gose
Teor: 5,0%
País de origem: Alemanha
Embalagem: 500 ml

Quando servimos encontramos um líquido amarelo claro, turvo graças ao fermento, com espuma branca, baixa e persistente, que se mantêm praticamente até o final do copo.

A melhor descrição que consegui pensar para minha primeira impressão do aroma foi refrescante. As notas pinheiro e eucalipto são bastantes presentes trazendo percepção de herbal e um cítrico rústico, que é acompanhada pelas notas de malte e condimentos.

Quando provamos a Geisterzug encontramos um líquido leve muito bem carbonatado, enquanto que no paladar uma percepção de salgado surge em primeiro momento, mas logo é acompanhada por uma série de novos sabores, com notas de pinheiro, condimentos, malte, um suave mentolado e um final com amargor bastante suave. Todas estas notas surgem de maneira harmoniosa e suave, tornando o paladar da Geisterzug delicado.

O aftertaste é marcado pelas notas suavemente herbais e mentoladas com final refrescante, levemente resinoso e ácido.

A Geisterzug é uma cerveja refrescante com alto drinkability, com notas delicadas e ricas que trazem desde o leve salgado inicial até notas refrescantes de menta e pinheiro.

Para harmonizar esta cerveja vou buscar algo da cultura alemã, e arrisquei apostando que daria certo…e deu.

Sugiro harmonizar com joelho de porco marinado no vinho branco e feito no forno a lenha. As notas condimentadas e herbais da cerveja completam o sabor da carne sem sobrepor, enquanto que a rescência da cerveja cuida de limpar o paladar ao final.

2015.09.25 Geisterzug Harmoniza

Prost!

Fabrizio Guzzon

6 comentários para “Boa Cerveja-Feira…. com Geisterzug

    1. Fabrizio Guzzon Autor

      Grande Luquita,
      Rsrs… joelho de porco esta entre os seus pratos de preferencia?

      E você já provou deste estilo? Para mim foi uma surpresa, não tinha conhecimento deste estilo. Vi que o BJCP até colocou um “estilo” chamado Historical Beers para estes casos…

      Abç
      Guzzon

      Responder
  1. Anselmo Mendo

    Fiquei muito curioso Guzzon, principalmente pelas suas descrições do mentolado. Muito interessante. Esse joelho de porco foi para o forno por causa da cerveja ou ao contrário?

    Responder
    1. Fabrizio Guzzon Autor

      Grande Anselmo,
      Essas notas de menta, para mim, são resultado do uso de ramos de pinheiro… chega a remeter ao aroma de sauna, mas gelado…. é muito diferente, e bom.

      A escolha da harmonização foi uma aposta de última hora… já estava fazendo o joelho desde sabado para o almoço de domingo e lembrei da cerveja quando estava para tirar do forno a lenha…. apostei e deu certo… rsrs.

      Abç
      Guzzon

      Responder
  2. Daniel Córdova

    E aí Guzzon!

    Eu tinha acabado de cair fora da WBeer por causa das últimas seleções e eles me inventam de trazer duas cervejas da Freigeist. Sacanagem, vou ficar na vontade, porque comprar separado anda difícil. Grana tá curta!

    Mas deve ser uma bela cerveja e fiquei curioso. Nunca tomei uma Gose e fiquei imaginando o salgado misturado com esse mentolado e pinho. Deve ser bem refrescante mesmo.

    Altos joelho de porco! Não vou mostrar aqui em casa senão vou acabar tendo que fazer também hahaha

    Abraço!

    Responder
    1. Fabrizio Guzzon Autor

      Grande Daniel.

      Cara, eu tambem andava meio receoso com as seleções da WBeer, mas este mes eles recuperaram minhas esperanças, foi uma ótima seleção…
      E o joelho de porco eu não nunca tinha feito antes…. foi a primeira vez e ficou muito bom… e combinou muito bem com as notas da cerveja, que por sinal, me surpreendeu bastante.

      Abç
      Guzzon

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*