Boa Cerveja-Feira #200…. It’s Alive! Barrel Aged Grand Marnier

By | 29 de dezembro de 2017

Esta semana vamos provar que mesmo depois de 200 semanas falando de cerveja continuamos vivos com a It’s Alive!

Esta cerveja é produzida pela Mikkeller . E já falamos da história desta cervejaria na coluna sobre a Crooked Moon Tatoo e da Wheat is the New Hops, então vale a pena falar um pouco mais sobre o projeto da It´s Alive!

Esta série de cervejas é uma homenagem a Orval, uma trapista um pouco fora da curva, que tráz notas mais selvagens. A série It’s Alive começou quase uma década atrás, mas a alguns anos atrás lançou uma série envelhecida em barris, mais especificamente quatro rótulos

Um envelhecido em barris de Chardonnay com manga, um envelhecido em barris de vinho branco, um envelhecido em barris de vinho branco com lichia e a cerveja de hoje, que é envelhecida em barris de Grand Marnier, um lícor a base de cognaq com infusão de cascas de laranja. E todas as cervejas usam Brettanomyces na fermentação.

It’s Alive! Barrel Aged Grand Marnier

Dados Técnicos:

Cerveja: It’s Alive! Barrel Aged Grand Marnier
Estilo: Sour Ale
Teor: 8,0%
País de origem: Dinamarca
Embalagem: 375 ml
Nota: 4,25

Quando servirmos a It´s Alive! notamos que se trata de uma cerveja dourada escuro, com nuacens em tom mel, levemente opaca e com espuma creme claro, densa e persistente.

Quando partirmos para o aroma encontramos notas de mel, suave caramelo, melaço e rapadura. Já em segundo plano temos notas amadeiradas e persistentes ao final, com suave nota cítrica de tangerina.

Ao provarmos temos a percepção de uma cerveja de corpo baixo e carbonatação médio baixa, enquanto que no paladar somos apresentados a notas amadeiradas destacadas, além da percepção de melaço, mel e um suave cítrico e em segundo plano finaliza o paladar com uma percepção selvagem.

O aftertaste se mostra mais complexo e amplo que o paladar. O inicio traz notas selvagens e uma suave percepção de couro, mas estas notas são breves. Logo após esta percepção voltamos a encontrar notas de caramelo e melaço e ao final resta um final seco e cítrico que remete a casca de tangerina.

A It’s Alive! Barrel Aged Grand Marnier é uma cerveja que apresenta complexidade crescente e traz um aftertaste incrivelmente rico com notas selvagens discretas e um final seco e cítrico muito persistente. Infelizmente faltou uma acidez mais presente, dado que se trata de uma sour.

Para a harmonização vamos aproveitar as festas de final de ano e trazer uma proposta que esteja presente em nossa mesa da ceia.

A minha harmonização será com chester ao molho de laranja mentolada. Temos o molho de laranja do chester que realça as notas cítricas advindas do envelhecimento em barris de Grand Marnier enquanto que o toque de mel e caramelo da cerveja realça o sabor da carne.

Prost!

Fabrizio Guzzon

4 thoughts on “Boa Cerveja-Feira #200…. It’s Alive! Barrel Aged Grand Marnier

  1. Anselmo Mendo

    Parabéns Guzzon, 200 semanas não é pra qualquer um!
    Também espero provar essa cerveja um dia, ainda mais depois da sua nota 4,25.
    Minha única observação: tu podia ter colocado mais comida nesse prato aí 😀
    Abração!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Anselmo,
      Rumo aos 4 anos de colunas agora… daqui alguns meses.
      A cerveja é bem legal, achei que para Sour é quase nada azeda, mas mesmo assim apresenta sabores muito bons.
      Depois de provar esta fiquei muito curioso para provar a envelhecida em barril de vinho branco…

      A foto foi durante a ceia…. tinha que deixar para o resto da família também…. rstrsts

      Abç
      Guzzon

      Reply
  2. Daniel Córdova

    Grande Guzzon!
    200 semanas ininterruptas é um grande feito.
    Parabéns e obrigado por nos proporcionar esses reviews tão inspiradores.
    Quanto a cerveja, espero um dia poder provar. Se veio no WBeer já sei até como conseguir hehe
    Abraço!

    Reply
    1. Fabrizio Guzzon Post author

      Grande Daniel,
      Valeu, é muito legal ver como escrever sobre cerveja faz a gente conhecer pessoas e trocar ideias.
      Essa breja eu ganhei de aniversário do pessoal do meu trabalho, estava guardando para abrir em alguma festividade e como chegou o final do ano aproveitei para abrir e beber, valeu a pena…

      Abç
      Guzzon

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*