Boa Cerveja-Feira #186…. Talingo

Por | 22 de setembro de 2017

Esta semana vamos conhecer uma bicada em uma stout, a Talingo.

Assim como a Limón Kaffir da semana anterior, esta cerveja é produzida pela panamense Casa Bruja.

O nome da cerveja é uma referência a uma das aves mais simbólicas do Panamá, o Talingo é uma ave totalmente negra muito semelhante ao corvo. Uma curiosidade é que mesmo sendo uma ave tratada por muitos como um símbolo do país, sua reprodução descontrolada e população abundante a tornou um inconveniente para muitas comunidades.

Outro ponto muito interessante desta cerveja é que o cacau usado é fornecido por produtores indígenas da região de Bocas de Toro, e o uso destes ingredientes únicos e o cuidado na produção renderam a esta cerveja a medalha de prata na categoria na South Beer Cup 2017.

Talingo

Dados Técnicos:

Cerveja: Talingo
Estilo: Milk Stout
Teor: 8,0%
País de origem: Panamá
Embalagem: 355 ml
Nota: 4,00

Ao servirmos a Talingo vemos que a cerveja se apresenta negra, completamente opaca e com espuma marrom médio bastante densa e de ótima formação.

No aroma temos uma forte percepção de café expresso e cacau em primeiro plano, seguidas de notas de toffe, cappuccino, caramelo e chocolate amargo. Também encontramos uma suave percepção herbal, provavelmente por conta do lúpulo.

Ao provarmos a Talingo vemos que se trata de uma cerveja de corpo alto e carbonatação médio baixo, enquanto que no paladar a percepção de torra de café e cacau é acompanhada por uma textura sedosa e logo é complementada por notas de chocolate amargo e caramelo e bem ao final com percepção de pingado, ou café com leite bem escuro.

O aftertaste trás a presença de amargor de café em alta e uma leve picância e aquecimento alcoólico com final seco e pautado pela percepção de café com toque discreto de leite.

A Talingo é uma cerveja densa e sedosa, com notas de café, cacau e uma presença discreta de café com leite ao final.

Para a harmonização não temos como ignorar as notas de café e cacau e a textura sedosa da cerveja.

Minha proposta é harmonizar com crepe suíço recheado de chocolate, e se puder escolher o chocolate ainda seria mais especifico usando chocolate maltado. Assim cortamos o dulçor do chocolate com o suave amargor de café da cerveja e deixamos as notas de chocolate e lactose ganharem bastante destaque.

Prost!

Fabrizio Guzzon

2 comentários para “Boa Cerveja-Feira #186…. Talingo

  1. Anselmo Mendo

    Muito legal essas histórias sobre cervejas fora do roteiro de países tradicionais, Guzzon. Gosto muito desse estilo. Aliás, cada vez mais gosto de cervejas escuras. Valeu pelas infos, mais uma vez. Abs!

    Responder
    1. Fabrizio Guzzon Autor

      Grande Anselmo

      Olha… cervejas escuras são meu fraco… gosto das ácidas e amargas… mas porters, stouts, rauch… são muito boas..

      Abç
      Guzzon

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*