Bebendo e Comendo no Rio Craft Beer Festival

Por | 16 de junho de 2015

Eis que a nova geração de cervejarias cariocas resolveram se juntar, e criaram um evento. E eu tinha quer ir prestigiar.

A proposta me agradou logo de cara, unir as cervejarias cariocas, algumas já com um certo mercado e outras mais novas,  mas todas com uma enorme vontade de fazer a diferença. O evento contou com a presença da 2Cabeças, 3Cariocas, Fraga, Hija de Punta, Hocus Pocus e a Three Monkeys Beer e mais de 10 estilos. Além de cerveja, contou também com comida de qualidade como o Brownie do Luiz, Bubba’s Burger, Panelada, Project Burger e Queijo com Prosa. Não esquecendo que a galera da ACervA Carioca ainda fez uma brassagem no local, uma Brown Ale campeã do Concurso da ACervA Petrópolis, o que deixou todo o ambiente com aquele cheiro de cerveja sendo preparada. Sem falar no bate-papo com o Gil Lebre e o Daniel Martins, e música ao vivo para deixar tudo mais agradável.

A galera da ACervA Carioca fazendo a brassagem da cerveja premiada deles.

A galera da ACervA Carioca fazendo a brassagem da cerveja premiada deles. Créditos: ACervA Carioca

A localização não poderia ter sido melhor, aconteceu tudo na Casa da Glória, um sobrado do século XVIII ao lado da Igreja do Outeiro da Glória, com um amplo jardim e um clima que me deixou muito à vontade, me senti em casa. Sem falar que foi super fácil de chegar, é bem localizado, tem metrô por perto e pontos de ônibus.

Ao chegar, fui direto experimentar as cervejas da Hocus Pocus, uma das que ainda não tinha tido o prazer de beber. Minha decepção foi descobrir que a Russian Imperial Stout deles já tinha acabado (quem mandou não chegar cedo?)! Mas pude me deliciar com a APA Cadabra. Lupulada, floral, amargor na medida, uma pequena mostra do que o evento prometia.

Pessoal da Hocus Pocus fazendo mágica!

Pessoal da Hocus Pocus fazendo mágica!

A 3Cariocas estava logo ali me chamando, e fui eu ver o que estavam querendo, e eles me mostraram a Session IPA Nema(esse pessoal tá demais com os nomes hein!), muito refrescante e caiu bem no final da tarde de sábado.

3CARIOCAS

Tá faltando um carioca nessa foto.

Mas chega de amargor por enquanto, no meio da selva me surgem três macacos com um copo na mão. Era a Golden Ale da Three Monkeys, uma bela representante do estilo belga, adocicada, altíssima drinkability, e me deu vontade de ficar ali pro resto da noite. Não só pela cerveja, mas pelo ambiente que eles montaram e o papo que estava ótimo. Mas existe algo mais forte que isso, e é a fome!

THREE MONKEYS

Olha o Stand dos caras da Three Monkeys Beer! Todo temático e muito bem feito!

Se tem uma coisa que combina pra mim com evento de cerveja é hambúrguer! E o Project Burger estava ali, preparando na churrasqueira, um cheiro maravilhoso, muita suculência e BBQ de cerveja da Fraga. Tem como dar errado? Tem! Eu estava muito ansioso para comer, pois já tinha ouvido falar muito bem deles antes e estava curioso. Mas vi que estavam fazendo a carne na churrasqueira e isso me preocupou, pois além de ser mais lento o cozimento, o que acarreta em filas maiores, é praticamente impossível de se manter uma temperatura durante todo o evento, o que dificulta que se faça a carne no ponto perfeito. Achei a ideia muito boa, pois ela ficaria com aquele gostinho de defumado, mas acho que para um evento de alta rotatividade, fica complicado. Mas resolvi dar uma chance, comprei e ganhei uma ficha, tempo de espera: 30 a 40 minutos, que viraram 1 hora. Mas beleza, esperarei! Pois penso que se estão demorando é porque a qualidade vem em primeiro lugar.

170g de suculência feito direto na Char Broil!

170g de suculência feito direto na Char Broil!

Mas então me chega algo que fiquei em dúvida se era um Hambúrguer ou um Steak Tartar! Mesmo com toda a espera, o hambúrguer não deu tempo de selar direito por fora, muito menos ficar no ponto por dentro. Comi mesmo assim pois a fome era grande e eu não tenho problemas com carnes mal passadas(ou cruas no caso). Pra não dizer que foi um completo desastre, BBQ estava bem gostoso, mas infelizmente veio pouco. Mesmo assim, darei uma chance na próxima vez para o Project Burger, pois vi muito potencial.

PROJECT_BURGER

Olha o Tartar Burger aí! Erick Jacquin invejou!

Nessa hora já tinha escurecido e vi um erro na organização do evento, não tinham luzes nas barracas. Elas ficaram todas com velas, exceto algumas poucas que trouxeram uma luz para iluminar. E nesse clima romântico fui na 2Cabeças beber a Rio de Colônia, uma cerveja feita em parceria com a alemã Freigeis Bierkultur. É uma Stout que leva pitanga e flor de sal! Sou apaixonado por Stouts, as velas ainda ajudaram no romance, indispensável dizer que achei uma deliciosa cerveja e que caiu muito bem após o Hambúrguer Tartar! Além dessa, ainda tinham on tap a MaracujIPA e em garrafa a Funk IPA.

É um caso de amor com a Stout da 2Cabeças, até velas eles acenderam para criar o clima!

É um caso de amor com a Stout da 2Cabeças, até velas eles acenderam para criar o clima!

A Fraga, das presentes, era a que eu conhecia a mais tempo, lembro muito bem dela quando fui no DeliBeer em 2013, então nada de diferente para mim. Bebi a Blonde deles, que pra mim é daquelas cervejas certas, não decepciona, mas também não inova. Uma cerveja correta e saborosa.

Hija de Punta…quer me conquistar? Escolha um nome bacana e um rótulo bem feito, já tem 50% de chance de eu ser seu fã! O resto é, obviamente, a cerveja em si. Uma Lager que representa bem o estilo, baixo teor alcoólico, seca na boca e um leve toque de mel. Parabéns para a Hija de Punta pelo trabalho bem feito! Conseguiram me ganhar.

Hija de Punta on Tap! Perfeita para complementar com o que tinha no stand do lado me esperando!

Hija de Punta on Tap! Perfeita para complementar com o que tinha no stand do lado me esperando!

Cervejas tomadas, hora de repetir as que mais gostei, mas o estômago ainda estava reclamando, afinal o Tartarburger foi dividido com minha noiva, que me acompanhava nessa jornada cervejística. Então, do lado da barraca da Hija de Punta, vejo o Bubba’s Burger. E como já disse antes: Cerveja + Hambúrguer = ❤

BUBBAS

Bubba’s Burger, simples mas extremamente bem feito.

E meus amigos, ele chegou na hora certa, com a opção de carne ou salmão, preferi não arriscar e fui no de carne. Um hambúrguer sem ambição, ao meu ver. Pão, queijo, carne, um bacon, alface, tomate e uma maionese temperada. Mas tudo preparado de forma magistral! A carne no ponto certo, o pão delicioso, o bacon crocante. Daqueles que dá vontade de comer um atrás do outro! Era o simples, mas o simples muito bem feito! Perguntei se tinha uma loja física, mas no momento eles só trabalham em eventos! Uma pena, terei que esperar o próximo e torcer para eles estarem presentes!

BUBBAS BURGER

Olha essa tentativa de delícia! Não deu nem tempo de conseguir tirar uma foto. Créditos: I HATE FLASH

Semana que vem estarei de volta com mais um Bebendo e Comendo!

E se tiver alguma indicação de lugar que você acha que eu deva visitar, escreve aí nos comentários que com certeza tentarei ir lá!

 

 

6 comentários para “Bebendo e Comendo no Rio Craft Beer Festival

  1. Luquita da Cerveja

    Show de bola o evento cara… realmente parece algum plano maluco os nomes das cervejarias, tipo pegue 2 cabeças, 3 cariocas, 3 macacos… rs.

    Mas o Steak Tartar ta no ponto ou não? Tartar é cru…rs

    Abraços e continue nos mandando invejinhas!

    Responder
    1. Luís Loureiro

      Fala Luquita!
      Quando encontrar esse pessoal das cervejarias de novo, vou perguntar se é algo relacionado a numerologia! Mas acredito que eles tiveram só uma ideia conjunta mesmo de colocar o número de fundadores!
      E o Tartar tava no ponto sim! No ponto de Carpaccio! hahahaha
      Abração!

      Responder
  2. Daniel Córdova

    Fala Luís!
    Sensacional seu relato do evento. Teve horas no seu texto que lembrei da “Festa da Música” do Gabriel O Pensador, ficou muito bem escrito. Deu vontade de sair aqui de floripa e ir lá conferir… pena que é longe e já passou hehe
    Que pena esse hambúrguer cru, ainda mais depois de 1h de espera. É sacanagem, eu ficaria muito puto. Só derreteu o queijo e já te entregaram. Devia tá correria pros cozinheiros, mas aí na pressa eles acabam com a qualidade do produto deles e queimam a marca com hambúrguer cru (com o perdão do trocadilho).
    E que bênção esse Bubba’s Burguer. Acho que o básico é o que define se o lugar é bom mesmo. Pizzaria boa = pizza muçarela boa. Cervejaria boa = pilsen boa. Hamburgueria boa = hambúrguer básico bom.
    Só pra fechar, acho engraçado as cervejarias cariocas e a fixação por números: 2Cabeças, 3Cariocas, Three Monkeys… Agora, os nomes das cervejas são bons mesmo, IPA Nema é genial!
    Abraço!

    Responder
    1. Luís Loureiro

      E aí Daniel, é exatamente isso, se não mantêm a qualidade, acaba queimando a marca. Como disse, não me importo de esperar, mas me entrega algo bem feito! E também como você falou, não adianta inventar se nem o básico fica bom né?
      E a numerologia deve estar presente nessas cervejarias, ou só uma incrível coincidência! ahahaha
      Abraços!

      Responder
  3. Fabrizio Guzzon

    Luís,
    Fantástica a resenha do evento… destas cervejarias conheço somente umas três, mas todos me apresentaram ótimas cervejas quando bebi.
    E Food Truck em eventos como este, se não tiver um processo bem amarrado para atender a demanda, vai produzir tartar burguers como o que você provou…. rsrsrs….

    Abç
    Guzzon

    Responder
    1. Luís Loureiro

      É verdade Guzzon, entendo que os caras queriam ter um diferencial com o hambúrguer grelhado no carvão, dando aquele toque de defumado, mas não rolou! Mas como disse, não desisti! Próximo evento que eu for e eles estiverem, dou uma segunda chance!
      E semana que vem tem cervejaria carioca nova na área pra você colocar na sua lista das que ainda não bebeu!
      Abraços!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*