11 thoughts on “Alan D. Eames, o “India” Jones da Cerveja!

  1. CRISTIANE

    OI! ESTOU PESQUISANDO SOBRE O ASSUNTO E ADORARIA FALAR SOBRE COM VOCE. SERIA POSSÍVEL? ABRAÇOS, CRIS (CRISTIANE.G.OLIVEIRA@GMAIL.COM)

    Reply
    1. Lucas Zurwellen Post author

      Rica, com ctz essa é a parte mais impressionante e pelo que conhecemos da Xingu hj nunca iria pensar nela como uma cerveja de qualidade elevada.

      Reply
  2. Anselmo Mendo

    Excelente Lukita! Mas será que dava pra chamar de cerveja todas as bebidas que o Eames descobriu? Imagino que alguns fossem fermentados de tudo quanto é coisa. Agora, virgens que “mastigam grãos” talvez não sejam tão virgens assim :D.

    Reply
    1. Lucas Zurwellen Post author

      As virgens são mais para crianças conforme li em outro lugar mas da um ar mais espirituoso assim hahaha.

      Bom pelo que sabemos, o que antigamente era fermentado e continha grãos era considerado pão líquido. Por tanto podemos dizer que basicamente tudo que ele deve ter ido atrás foi algo da origem de cerveja.

      Reply
  3. Vinicius Rodrigues

    Ótimo artigo.

    Mas a pergunta é: tu fala IPA ou Ai Pi Ei? rsrs
    Difícil mesmo seria fazer a cerveja com grãos mastigados por virgens… quase num acha hoje em dia xD

    E assistirei o documentário assim que puder.

    Reply
    1. Lucas Zurwellen Post author

      As virgens o pessoal até já descartou mas a cerveja ainda existe!

      E eu falo Ai Pi Ei… assim como Ai I Pim hahaha… mentira, é mandiaco!

      Reply
  4. Guzzon

    Luquita, mandou muito bem no artigo!
    Eu assisti o documentário “Como a cerveja salvou o mundo” e é muito bom. E não acha exagerado… acho que a cerveja salvou o mundo mesmo… rsrs

    Abç
    Guzzon

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.