5 dicas para beber cerveja boa em Amsterdam e esquecer da Heineken

Por | 20 de janeiro de 2015

A Holanda não é conhecida pela sua cerveja da mesma forma que os vizinhos Bélgica e Alemanha. Também não leva estilos de cerveja com seu nome como os outros dois países beberrões. Talvez o único jeito hoje em dia de associar de primeira cerveja com Netherlands seja por causa da Mega Super Heineken, queridinha em muitos bares no mundo e também por lá. Não é a toa que um dos principais passeios turísticos de Amsterdam seja um tour tecnológico por uma antiga fábrica da cervejaria: o Heineken Experience. Mas não estou aqui para falar disso. Amsterdam é uma cidade com excelentes bares e magníficas cervejas artesanais. Tenho cinco dicas de lugares onde bebi, conversei sobre e comprei cervejas de primeira, todos na região central da cidade ou bem pertinho dali. Uma moleza pra ir a pé (como eu fiz), ônibus, metrô ou bicicleta:

De Bekeerde Suster

Decoração de bar antigo, balcão, mesas espalhadas em dois salões e equipamentos cervejeiros de cobre como decoração. Fica lotado de holandeses (claro, é a cidade deles, mas o que quero dizer é que não vi muitos turistas por lá, já que a cidade também”é desses”), mesmo assim não tivemos problemas para pegar um lugar em uma mesa alta. A maioria da galera tinha jeitão de quem acabava de largar o serviço. Dava para notar pela vestimenta, mas também pelos sorrisos estampados de quem chegou a um lugar melhor que de onde havia saído. Provamos pães e queijos, mas servem pratos como um restaurante também. O atendimento foi atencioso e rápido, provei os chopes produzidos na própria casa e gostei de tudo que experimentei. Destaques para:

Witte Antonia, Witbier, 5,4% ABV  
De Blonde Barbier, Belgian Ale, 6,2 ABV
De Manke Monnik, Tripel, 7,2% ABV 

Endereço:
Kloveniersburgwal, 6
www.debekeerdesuster.nl

De Bekeerde Suster

De Bekeerde Suster: um bom local para o happy hour se você trabalhar na cidade. O menu descreve bem as cervejas da casa.

De Bekeerde Suster

De Bekeerde Suster: como na maioria dos lugares na Holanda, aqui as cervejas são servidas nos copos corretos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arendsnest

Beerpub em formato corredorzão, sobe-se uma escadinha e entra-se em uma construção estreita com balcão do lado esquerdo e mesas coladas à parede do lado direito. Um local agradável com garçonetes relativamente simpáticas. A especialidade do lugar é cerveja holandesa e essa foi a minha principal motivação para conhecê-lo. Valeu a pena. Você pode escolher os chopes do dia em lousa de giz bem no meio do salão e pedir uma boa variedade de queijos e frios para beliscar. Meus  destaques vão para:

Kink Koos Ginger & Basil, Cervejaria 2 Chefs, Saison/Farm House ale, 5,1% ABV 
Koene Rider, Cervejaria Rock City,Tripel, 8% ABV 

Endereço:
Herengracht, 90
www.arendsnest.nl

Arendsnest

Arendsnest é um local agradável e tem, vejam só, um banheiro com piso de tampinhas.

Arendsnest

Arendsnest e sua lousa de giz com as cervejas do dia. Facilita um bocado na hora de fazer o pedido.

 

 

Brouwerij De Prael

Esse não é um bar, mas sim uma microcervejaria com loja própria. Show room na frente e equipamentos no fundo. Pessoal atencioso e bastante disposto a falar sobre suas cervejas. Produzem vários estilos e disseram que era melhor eu não levar a garrafa de Stout que tinha na mão porque aquela havia tomado sol, por engano, perto da vitrine. Gostei! Comprei várias garrafas, menos a Stout ensolarada, e esses são meus destaques:

De Prael Zwarte Riek, Milk Stout, 4,9% ABV 
De Prael Mary, Barley Wine, 9,6% ABV 
De Prael Willeke, Tripel, 7,5% ABV 
De Prael Johnny, Russian Imperial Stout, 8,5% ABV 

Endereço:
Oudezijds Voorburgwal, 30
www.deprael.nl

Brouwerij De Prael

Brouwerij De Prael – Loja e Microcervejaria no mesmo endereço.

Bier Fabriek

Estilo choperia, como vemos aqui no Brasil, com ambiente moderno, gente jovem em maioria e mesas de madeira para grupos grandes. Fabricam três cervejas, além de servirem alguns pratos rápidos típicos holandeses.  Pedimos uns bolinhos chamados Bitterballen. Muito bons. Outra peculiaridade é que quando você chega deixam uma porção de amendoins, com casca e tudo, sobre a mesa. Não sei se tínhamos direito a mais, mas como tinha gente pegando de um saco pendurado na parede, fizemos o mesmo. Faz uma sujeira desgraçada, mas vai muito bem com a cerveja. Minhas indicações:

Puur, Pilsner não pasteurizada, 5,2% ABV tampinha-2-meia
Rosso, Ruby Red Ale, 5,6% ABV 
Nero, Porter, 5,8% ABV 

Endereço:
Rokin, 75
www.bierfabriek.com

Bier Fabriek

O Bier Fabriek tem as três cervejas da casa, bons pratos e um montão de amendoins.

Bier Fabriek

Bier Fabriek: a incidência de loiros e loiras é de 8,2 para cada 10 presentes.

Brouwerij ‘t IJ

O moinho de vento mais legal de Amsterdam.  É uma microcervejaria que produz ali mesmo suas cervejas. Eles têm uma boa variedade que você pode harmonizar com queijos e outros petiscos. O lugar é bem legal, mas provavelmente melhor no verão quando deve ser mais agradável sentar nas mesas do lado de fora. O interior, bem no pé do moinho, é mais acanhado, mas mesmo assim interessante. Ali você pode dividir um mesão coletivo com a galera que, no dia em que estivemos lá, era composta por holandeses saindo do trabalho, pais que acabaram de pegar os filhos na escola, estudantes matando aula e alguns turistas. Minhas sugestões:

Zatte, Tripel (orgânica), 8% ABV 
Rode Bok, Autumn Bock, 6% ABV 
Ijbok, Autumn Bock Roasted, 6,5% ABV 

Enrederço:
Funenkade, 7
www.brouwerijhetij.nl

Brouwerij ’t IJ

Brouwerij ’t IJ tem uma ótima carta de cervejas on tap produzidas ali mesmo.

Brouwerij ’t IJ

Brouwerij ’t IJ: pra chegar lá é só ir na direção do moinho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Há muito mais, os holandeses adoram cerveja e há como bebê-la por todos os cantos da cidade. Se já conhece Amsterdam ou se você for pra lá e se aventurar a descobrir novos lugares bacanas, conte pra mim. Está nos meus planos ainda voltar.

10 comentários para “5 dicas para beber cerveja boa em Amsterdam e esquecer da Heineken

  1. Daniel Córdova

    Fala Anselmo!
    Belas dicas. Vou tentar conhecer alguns desses lugares agora em Março quando for pra lá.
    Já estive no Brouwerij t’Ij e era Agosto/Setembro. Tempo meio quente já lá e tava lotadaço nas mesas de fora. Bem legal e a maioria eram locais.
    Detalhe que eles criam as vacas com o resto do malte da produção de cerveja.
    Abraço!

    Responder
    1. Anselmo Mendo Autor

      Legal Daniel, vai pegar frio dessa vez. Em novembro fazia uns 5º, mas eu gosto dessa temperatura e a cerveja continua tão saborosa quanto no verão. Gostei de todos esses lugares que listei, mas existem muitos outros legais. Bom, você já esteve lá e sabe disso. Conte depois como foi.
      E agora entendi o motivo das vacas holandesas terem um ar tão saudável!
      Abs!

      Responder
  2. Alex Rodrigues

    Este post quebrou um galho pra mim. Vou pra lá em maio e essa dicas me acompanharão no bolso 🙂

    Responder
    1. Daniel Córdova

      Alex, se puder te dar mais uma dica, passe no De Bierkoning.
      Uma loja de cervejas que tem muita coisa legal, fiquei igual mulher em loja de sapato lá dentro hahaha
      Fica na Paleisstraat 125, umas duas quadras a oeste da praça Dam.
      Boa viagem!

      Responder
    2. Anselmo Mendo Autor

      Legal Alex! Todos os endereços são fáceis de achar, com um mapa do centro de Amsterdam você não terá dificuldade. E vale muito a pena a visita. Conte depois como foi. Abs.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*